sexta-feira, 4 de abril de 2014

CADERNINHO



É a vida. Sucesso hoje na ItajubáAM.

ER

AINDA É MUITO !

26% ainda é muito. Mas a pesquisa foi objeto de artigos, debates durante toda a semana na TV e jornais do mundo todo. Mais um vexame do governo.
 
"O Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), do governo federal, divulgou nesta sexta-feira uma nota reconhecendo que houve erro na divulgação que chocou o país ao dizer que a maioria dos brasileiros (65,1%) apoia ataques a mulheres que usam roupa curta.
Segundo o Ipea, por uma troca nos gráficos da pesquisa divulgada, o resultado divulgado está errado. O percentuais corretos são: 26% concordam, total ou parcialmente, com a afirmação "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas; e 70% discordam total ou parcialmente. Outros 3,4% se dizem neutros.
O diretor da área social do Ipea pediu a sua exoneração assim que o erro foi detectado. "

Folha

ER

SEGURA QUE O FILHO É TEU !

Podem esperar desculpas novas
 
"A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontraram hoje em São Paulo para conversar sobre a crise da Petrobras.
A reunião aconteceu em um hotel da zona sul da capital paulista e, a portas fechadas, os dois discutiram a sós uma das principais polêmicas que acometeu o governo da petista. "

Uol

ER

NOSSA CÂMARA MUNICIPAL

 
Outros tempos.
Há 160 anos, no dia 3/4/1854, a Câmara Municipal da terrinha, decretou luto de seis (6) meses em todo o município, pelo falecimento (ocorrido em 2/1/1854) de Dona Maria II da Glória Joana Carlota Leopoldina Isidora da Cruz Francisca Xavier de Paula Michaela Gabriela Raphaela Gonzaga, nascida em 1819 e irmã mais velha de sua Majestade Dom Pedro II. 
Dona Maria II foi Rainha de Portugal.
 
Fonte Armelim Guimarães
 
ER 

MONTAGEM DE EQUIPE

 
Desiludido da vida, sem ninguém, com três passagens pela DP´s do Vale do Paraíba, manjado prá caramba no litoral norte, o jeito foi voltar para a cidadezinha de origem no Sul de Minas. É lá, de acordo com as apostilas distribuídas pelos companheiros, atuar com profissionalismo.
Com a grana do último trabalho será possível viver, com moderação, por uns três meses, incluindo aí o aluguel da casinha parcimoniosamente mobiliada. Sem nenhum rabo de saia, claro.
De imediato era caso de se formar a equipe.
O primeiro a ser contatado foi o Vanderilson, amigo de infância e tratado por todo o morro como "sapo".
- Você está "limpo" sapo ?
- Limpinho. Não sou de deixar o meu na reta.
- Vamos junto mermão. Você vai ser o meu homem de confiança.Vamos escolher e selecionar o pessoal. Você que conhece bem o pedaço me indique os especialistas. Precisamos dos melhores.
- Chefe, para explosão de banco 24 horas temos o Uélington. Trabalhou um tempo numa pedreira em São Paulo. Trabalha com os olhos fechados e é de confiança.
O Tininho da Geraldina é o número um em abrir carros. Qualquer modelo e marca ele escancara em segundos. Master em alarmes, além do que, é bom prá caramba de volante. Tem carteira profissional. Tem uma passagenzinha só por porte de bagulho.
Prá atirar em caso de necessidade, podemos contar com Dewanir e o Afonsinho. Dominam desde garruchas antigas, como trêsoitão, pistolas sete-meia-cinco, doze com cano cerrado, e qualquer dessas gospem rápido.
- Tudo bem. Eu cuido dos planejamentos e programação e lógico, da parte financeira. Que fique claro: não quero minas no meio. Atrapalham. Gastam demais, querem aparecer e abrem o bico com facilidade.
Deixei para o final o mais importante. Temos que escolher esse elemento a dedo. Precisamos identificar um "di menor" para trabalhar com a gente. Será o responsável para assumir qualquer káka que acontecer. Terá toda retaguarda legal.
Começaremos na semana santa.
É a vida.
 
ER 
 

SÓ BLUES



Robert Higginbothan, simplesmente Tommy Tucker, nascido em Springfield - Ohio, em 1933. Músico, compositor, cantor e no final da vida, corretor de imóveis.
Tucker tomou o barco aos 48 anos de idade.
Sua música "Sneakers Hi - Hell", de 1964, alcançou todas as paradas de sucesso da época.
Continua irresistível.

ER

A VIDA COMO ELA É

Outro dia, numa entrevista concedida antes de uma partida, creio eu, do campeonato paulista, um atacante disse que faria um gol. Ficou a expectativa.
Os minutos foram passando e o primeiro tempo acabou. Retornando ao campo para a segunda etapa foi abordado pelo repórter de campo:
- E o gol ?
Ele respondeu mesmo sem olhar para a câmera:
- O jogo tem noventa minutos.
Resumindo, ele acabou fazendo o golzinho (de honra) do seu derrotado time.
Um atacante prometer conquistar um tento numa partida de futebol é perfeitamente factível. Prever em que momento acontecerá...
É o que acontece.

ER