terça-feira, 1 de abril de 2014

NÓS, OS TROUXAS, PAGAREMOS

 
O setor de bebidas frias, como cervejas, refrigerantes e águas, vai passar a pagar mais impostos a partir desta terça-feira.
Portaria publicada hoje pelo Ministério da Fazenda no Diário Oficial da União define as novas alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e de PIS/Cofins que vão incidir sobre esse segmento da economia.
O aumento da carga tributária para bebidas frias — setor que inclui ainda isotônicos e energéticos — já era esperado e vai reforçar a arrecadação num momento em que o governo precisa de mais recursos para socorrer o setor elétrico.
Segundo nota divulgada pelo Ministério da Fazenda, a medida dará um reforço de R$ 200 milhões aos cofres públicos.
 
Mais uma besteira feita pela equipe da gerentona.
 
ER


DEMONSTRAÇÃO DE CIDADANIA

Que a cidade de Itajubá recebe também o lixo de Delfim Moreira, Piranguinho, Piranguçu, São José do Alegre e Wenceslau Braz, todo mundo já sabe. Fazer o que ?
Agora, foi brilhante a atuação dos Senhores Vereadores da terrinha na reunião de ontem na Câmara Municipal. Recusaram peremptoriamente a proposta do Prefeito, certamente com um violento tranco do Secretário Bilaquinho, para que a nossa cidade receba também os lixos de Santa Rita do Sapucaí, Brasópolis, Cachoeira de Minas, Maria da Fé e Marmelópolis.
A recompensa prometida para a terrinha foi de míseros R$ 650.000,00. Não dá para nada.
Mesmo que desse.
Os nobres vereadores cerraram fileiras em defesa do nosso ambiente e da agressão tentada pelo Executivo.
Disse um Vereador do alto do seu professorado:  - Por baixo desse angu tem carne. A companhia de saneamento que presta serviço ao município tem interesse em administrar o negócio. Atrás disso tem o aumento de volume de detritos que viabilizaria a construção de um mini-usina geradora de eletricidade. Basta de gerenciamento em cima de negócios futuros
Aplausos gerais pela visão e coragem demonstrada.
Outro nobre edil resssaltou: -  Aqui não violão ! Que cada município cuide de suas fraldas e fraldões usados. Não irão podar 16 anos de vida do nosso aterro por 650 contos.
A proposta foi recusada por unanimidade. O projeto seguiu enxotado para a gaveta.
Belo gesto.

Em tempo: 1º de Abril !

Aconteceu o contrário, salvo os votos claros e conscientes do Wilson Marins, que começa a mostrar a que veio e do Eng. Santi.

É a vida...

ER

1º DE ABRIL