quinta-feira, 27 de março de 2014

ASSUNTO DE MINEIROS

 
"Eu me mantenho fiel ao entendimento que sustentei nas ações 333 (Ronaldo Cunha Lima), e 396 (Natan Donadon), pois a renúncia do réu não pode ser motivo para esquivar ou retratar a ação penal. No caso em análise, a renúncia do réu poucos dias depois da ação teve como finalidade evitar o julgamento."

Ministro Joaquim Barbosa

Blog: O Ministro, mais uma vez, está com a razão.

ER

ERA O QUE FALTAVA

 
O senador Fernando Collor  abriu, na manhã desta quinta-feira, o 1º Fórum Nacional de Infraestrutura chamando atenção para a necessidade de o país desatar seus entraves logísticos se quiser de fato crescer economicamente. Segundo ele, após o período recente de desenvolvimentos de diversos setores, como agropecuário, industrial e social, os problemas ficaram ainda mais evidentes.
- Se antes as precárias condições de nossa infraestrutura eram de certa forma amainadas pela baixa demanda de serviços em setores como transportes e energia, hoje não há mais como escondê-las. A ascensão de significativa parcela da população à classe média descortinou, por exemplo, a necessidade de uma nova estrutura aeroportuária, assim como os sucessivos recordes da safra agrícola clamam por um sistema completo de armazenagem e escoamento. Sem estrada e transporte, a economia não anda; sem energia, ela se apaga; sem sistema de comunicação eficiente, ela se cala; sem saneamento, ela adoece - afirmou.
Ao lembrar que o saneamento é outro problema grave de infraestrutura e que passa despercebido dos governos por ser considerado um "filho rejeitado das políticas públicas", Collor sugeriu a criação do Mais Engenheiros, nos moldes do programa Mais Médicos, lançado recentemente pelo governo federal.
- Sabemos que um dos principais déficits desse setor está relacionada à precariedade de projetos, especialmente no âmbito dos municípios, que não têm engenheiros. Talvez tenhamos que instituir o Mais Engenheiros para suprir as carências de projetos nos mais longínquos rincões do país, onde o problema é ainda mais latente.

247

LEMBRANÇAS



Lembranças. Comercial de cerveja tenta mostrar Marylin, Tupac Shakur, Elvis, Bruce Lee e Kurt Cobain vivendo numa ilha. Ah ! e uma referência aos Beatles (moça se chama Jude).

ER

É DISCO QUE EU GOSTO


PRÁ PENSAR

 
Os maiores lucros e valores estão ainda longe de serem apreciados. Chegamos facilmente a duvidar de que existam. Logo os esquecemos. Constituem, entretanto, a realidade mais elevada.
A verdadeira colheita do meu dia a dia é algo tão intangível e indescritível quanto as matizes da aurora e do crepúsculo. O que tenho na mão é um pouco da poeira das estrelas e um fragmento do arco-íris.
 
Thoreau

PODES CRER