segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

ROUBEI MAS NÃO FUI EU


Ele sempre repete com a maior cara de pau :
- Não tenho e nunca tive nenhuma conta no exterior. Quem provar o contrário pode ficar com todo o dinheiro. É mentira, repete.
Tem mandato de busca expedido pela Interpol, parte do dinheiro já está sendo devolvido para a Prefeitura de São Paulo e o próprio Deutche Bank reconhece que movimentou recursos "sem origem" dos malufs.

Deu na imprensa: 
O Deutsche Bank fechou um acordo com a prefeitura de São Paulo e com o Ministério Público Estadual (MPE) para o pagamento de 20 milhões de dólares (cerca de 47 milhões de reais) por ter movimentado valores depositados pelo ex-prefeito Paulo Maluf. 
O objetivo do Banco Alemão é, de acordo com os promotores de São Paulo, “evitar qualquer discussão” sobre transações bancárias feitas pela família de Maluf entre 1996 e 2000.
Familiares de Maluf teriam movimentado cerca de 200 milhões de dólares em contas de empresas de fachada (offshores) na Ilha de Jersey. Os investigadores constataram que, deste montante, 93 milhões de dólares foram posteriormente investidos na Eucatex, empresa da família Maluf, entre 1997 e 1998.

ER

ESCLARECENDO


Não venham com intrigas ! O Lula é o Lula. A Dilma é o Lula !

Clarin da Boa Vista

SOB A LUZ DE VELAS



AS MÃOS DO MEU PAI

As tuas mãos tem grossas veias como cordas azuis
sobre um fundo de manchas já cor de terra
— como são belas as tuas mãos —
pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram
na nobre cólera dos justos...
Porque há nas tuas mãos, meu velho pai,
essa beleza que se chama simplesmente vida.
E, ao entardecer, quando elas repousam
nos braços da tua cadeira predileta,
uma luz parece vir de dentro delas...
Virá dessa chama que pouco a pouco, longamente,
vieste alimentando na terrível solidão do mundo,
como quem junta uns gravetos e tenta acendê-los contra o vento?
Ah. Como os fizeste arder, fulgir,
com o milagre das tuas mãos.
E é, ainda, a vida
que transfigura as tuas mãos nodosas...
essa chama de vida — que transcende a própria vida...
e que os Anjos, um dia, chamarão de alma.

Mário Quintana

JABUTICABA


É certo que Jabuticaba faz bem para a saúde. Riquíssima em vitaminas do Complexo B, principalmente B2 e Niacina; e, em menor quantidade, de vitamina C, e de sais minerais como Ferro, Cálcio e Fósforo. É esta a conclusão de vários estudos científicos.
Mais controvérsias e menos certezas existem acerca da validade da Teoria da Jabuticaba. Segundo esta teoria, a jabuticaba simboliza tudo aquilo que só existe no Brasil. E, dado que somente existe no Brasil, a teoria fornece explicação para situação, que, alega-se, seria inédita no plano universal.
A Teoria da Jabuticaba consiste em propor, defender e sustentar, contra qualquer outra evidência lógica em sentido contrário, soluções, propostas, medidas práticas, ideias que só existem no Brasil e que somente ali funcionariam.
Os adeptos desta teoria seriam também dotados de poderes igualmente singulares. Dariam nó em pingo d’água, com ou sem luva, de acordo com a necessidade, conveniência, ou oportunidade. Desfritariam ovo. Tudo com muito jeito. Ou com muito jeitinho, como preferem alguns. 
A teoria da jabuticaba justifica qualquer coisa. A se crer nela, lugar onde cresce jabuticaba funciona com regras próprias e únicas. Lá tudo é diferente. A vida é governada por leis não aplicáveis a outros lugares. Em suas palmeiras, sabiás gorjeiam melodias únicas, somente ali possíveis.
Lá o mundo se curva a soluções inovadoras, especialmente feitas para cada ocasião, e somente ali aplicáveis, para todos os problemas humanos, conhecidos ou não. A experiência de outros lugares jamais pode ser utilizada. Comparar de dados e informações seria, portanto, simples exercício de futilidade, desprovido de qualquer utilidade prática.
A teoria da jabuticaba impede o aprendizado com os erros e acertos de outros lugares. Condena seus adeptos a gastar tempo, energia e recurso desnecessariamente, resolvendo problemas partindo sempre da estaca zero.
Teoria da Jabuticaba é solução simples, rápida e, quase sempre, errada. Serve para qualquer coisa. Explica qualquer coisa. Inclusive o nada.


Elton Simões (p/ o Noblat)

DEU NO JORNAL


Por ter denunciado o mensalão petista, não por ética, mas por ter se sentido prejudicado, o Deputado Roberto Jefferson, recolhido hoje à prisão, mereceria uma "vaquinha nacional" para quitar a sua multa de quase R$ 1 milhão.

Clarin da Boa Vista