sexta-feira, 31 de outubro de 2014

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

OREMOS !


Logo depois da reeleição da presidente Dilma Rousseff, uma das correntes internas do PT, a Articulação de Esquerda, já se reuniu para fazer balanço das eleições e propor sugestões de ações para o partido e governo. A reunião foi feita  no dia 27 e o texto, com o título “Comemoração e luta!”, traz ideias que podem gerar bastante polêmica. O texto, que ainda está “em debate, sujeito a emendas e correções”, foi publicado no blog de Valter Pomar, um dos principais integrantes da corrente, e que já ocupou diversos cargos importantes no comando nacional do PT.
 
 - No item 28, a proposta é “inicie a construção imediata de um jornal diário de massas e de uma agência de notícias, articulados a mídias digitais (inclusive rádio e TV web), com ação permanente nas redes sociais, que sirvam de retaguarda e de instrumento do campo democrático-popular na batalha de ideias. E integre esta ação de comunicação política com o amplo movimento cultural que está em curso neste País e que foi tão importante no segundo turno”.
 
- O item 29 aborda mais diretamente ainda a questão da proposta de lei da mídia democrática que a corrente defende que o PT apóie. ”Relance a campanha pela reforma política e pela mídia democrática, contribuindo para que o governo possa tomar medidas avançadas nestas áreas e para sustentar a batalha que travaremos a respeito no Congresso Nacional”.
 
- A corrente também defende que seja revista a tática política para as eleições municipais de 2016 e as nacionais de 2018, abrindo mão da parceria preferencial com o PMDB, iniciada na primeira vitória de Dilma. “De imediato, isso exige que nossa tática para 2016 e 2018 seja construída tendo como aliado preferencial não o PMDB, mas sim esta esquerda política e social que foi às ruas para garantir nossa vitória. Precisamos organizar uma frente popular, unificando os partidos de esquerda e os movimentos sociais, numa coalizão estratégica para disputar o comando do Estado”, diz o texto.
 
Marcelo Moraes - Estadão

PÂNICO - MAIS COMUM DO VOCÊ IMAGINA

 
Para os milhões ao redor do mundo que sofrem transtornos de ansiedade, os ataques de pânico podem ser um dos sintomas mais prevalentes e persistentes. E embora a experiência de um ataque de pânico seja diferente para cada indivíduo, há uma verdade universal para todos os que sofrem disso: são aterrorizantes.
Talvez uma das piores partes dos ataques de pânico seja a incerteza de seu aparecimento. Eles podem ocorrer a qualquer momento — até mesmo dormindo. A experiência que provoca medo atinge o pico em cerca de 10 minutos, mas os sintomas físicos exaustivos podem durar muito mais.
Em um esforço para compreender como é realmente sofrer essas condições, convidamos nossas comunidades no Twitter e no Facebook a explicar qual é a verdadeira sensação física de um ataque de pânico. Selecionamos algumas de suas descrições e as ilustramos abaixo:
 
Os meus são como se eu não pudesse me levantar ou falar. Tudo o que sinto é uma dor intensa no corpo todo, como se algo estivesse me comprimindo em uma pequena bola. Quando é realmente sério, não consigo respirar; começo a hiperventilar e a ter ânsia de vômito."
 
"No pior caso, você pode ficar jogado no chão, totalmente incapaz de reagir. Parece que você presencia um ataque terrorista ou é perseguido por dinossauros — mas quando você quer fugir para salvar sua vida não consegue."
 
"Meu corpo sente comichões e eu fico tonta. Sinto-me como se tivesse gelo correndo em minhas veias. Quero fugir do meu corpo, mas não consigo, é claro. Respiração curta, coração disparado, pânico total."
 
"Parece que todas as paredes estão se fechando na minha direção; eu não consigo enxergar direito e minha visão fica manchada. A vista interna de um túnel descreve isso perfeitamente."
 
"É como uma decolagem, só que o motor que te levanta é o medo e você não pode afastá-lo. [Parece] uma viagem de montanha-russa e um pico de adrenalina, mas você está sentada."
 
"Sinto como se estivesse preso, sufocado em um prédio estivesse em chamas, sem saída de emergência. Uma sensação de urgência e medo."
 
"Parece que minha garganta está sendo apertada. Meus braços começam a coçar porque respiro curto e não consigo oxigênio suficiente, o que me dá ainda mais pânico, é claro. "
 
"Sinto como se eu precisasse escapar, sair correndo, porque se não o fizer, posso morrer."
 
"Parece que, de repente, todos à sua volta estão olhando para você, sentindo-o, sugando seu ar, tirando o chão debaixo de seus pés."
 
"Na primeira vez eu pensei que estava tendo um infarto, meu rosto ficou amortecido diante [da sensação] de agulhas e alfinetes."
 
The Huffington Post

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

QUE VÃO COÇAR MACACOS !

 
Todo mundo sabe. Os alunos do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro, estão plenamente conscientizados do sonho petista de bolivarizar o Brasil.
O famigerado Decreto 8.243 da Dilma diz claramente:

"...os órgãos da administração pública federal "deverão considerar" as novas regras, entre elas o desenvolvimento de mecanismos de participação dos "grupos sociais historicamente excluídos" e a consolidação "da participação popular como método de governo". E mais:
 
"...a norma instituiu a chamada Política Nacional de Participação Social (PNPS), com o objetivo de "consolidar a participação social como método de governo" e aprimorar "a relação do governo federal com a sociedade".

Ainda bem que a Câmara dos Deputados, talvez não pensando no bem do país, mas considerando a sua diminuição, derrubou a tentativa do governo petista.
 
E vem hoje o, tristemente famoso, Ministro Gilbertinho Carvalho lamentar a decisão patriótica dos Deputados, afirmando:
 
"... Nada mais anacrônico, nada mais contra os ventos da História, nada mais como uma tentativa triste que se colocou contra uma vontade irreversível do povo brasileiro que é a participação social. Acho que no Congresso, aqueles que votaram a favor do decreto legislativo que derruba o decreto de participação social fizeram exatamente contra uma lógica que eles jamais segurarão, que é a da participação social"
 
Papo furado. Querem e têm o compromisso de transferir o poder para os MST´s da vida.
Aqui não violão. Levarão, com certeza, outra cacetada no Senado.
 
Que vão coçar macacos !

ER

Compartilhe

TOMOU O BARCO

 
Tomou o barco repentinamente hoje na terrinha o amigo Joel Braga. Há anos se dedicando ao desenvolvimento equilibrado e sustentado de Itajubá. Homem de opinião, bem informado e culto.
Secretário importante da Administração BPS e participante ativo, como colaborar e crítico das administrações seguintes.
Já divergimos no tocante as ideias e já caminhamos juntos na defesa de outras tantas.
Sempre com educação, respeito e principalmente classe.
Conversamos longamente, dias atrás, sob aspectos preocupantes da nossa cidade. Demonstrou não estar animado com momento.
Perdemos um batalhador sério.
É a vida.

ER

FOGO PESADO

 
 

Minas produz 1º fuzil 100% nacional para equipar o Exército  
 
Deu no Jornal:
O primeiro fuzil 100% brasileiro foi desenvolvido e produzido em Itajubá, no Sul de Minas, pela estatal federal Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel) e já se encontra em testes pelo Exército e Força Aérea Brasileira (FAB). Um contrato inicial, de R$ 7,8 milhões, foi firmado entre o Ministério da Defesa e a Imbel para uma encomenda de 1.500 unidades do fuzil de assalto IA2, que substituirá o FAL. Esse primeiro lote está em uso pelas Forças Armadas em uma fase de avaliação. A previsão é a de que as encomendas futuras cheguem a 200 mil fuzis. Caso se confirme a projeção e o custo médio da arma do primeiro contrato, de R$ 5,2 mil, as receitas com a venda podem ultrapassar R$ 1 bilhão.
O montante tem potencial para aliviar o caixa da Imbel e aumentar sua capacidade de investimento. A empresa está em recuperação de sua situação financeira desde 2008, quando se tornou empresa pública dependente – recebe transferências diretas do Tesouro Nacional. O Relatório de Gestão do ano de 2013 revela que as duas unidades da Imbel em Minas Gerais (Itajubá e Juiz de Fora) não cumpriram suas metas de faturamento com vendas em virtude do reduzido número de contratos firmados.
No caso da unidade do Sul de Minas, a meta de faturamento foi fixada em R$ 55,9 milhões e as receitas atingiram R$ 39,1 milhões no ano passado, ou seja, 70% do objetivo. Na planta baseada na Zona da Mata, o faturamento previsto foi de R$ 27,9 milhões, porém entraram no caixa apenas 53% desse valor – R$ 14,7 milhões.
A assessoria de imprensa da fabricante de armamentos informou que o IA2 coloca a empresa em um “novo momento”, dada as perspectivas favoráveis em torno de sua aceitação no mercado, tanto o interno como para exportações.
 
Blog: Como sempre dizem, as armas produzidas na terrinha não são de ataque mas sim de defesa. Característica que nos alivia um pouco. E segue a vida.
 
ER 

 

EMBAIXADOR NA ITÁLIA


MOÇA BONITA

Luana

terça-feira, 28 de outubro de 2014

PEDIDO DE DESCULPAS


"Lamento profundamente a situação criada e, em nome do meu partido, quero pedir desculpas a todos por ter confiado cargos de responsabilidade a pessoas que não eram dignas deles. Compartilho da indignação dos cidadãos com o acúmulo de casos de corrupção. — Não cabe a mim apenas condenar essas práticas, mas também atuar para evitá-las."
 
Calma pessoal. Quem pediu desculpas foi o Sr. Mariano Rajoy, Presidente do governo da Espanha. Aconteceu hoje.

ER
 

CANTINHO DA SALA

Max Beckmann - Quappi (sua mulher) -1932/1934

MOMENTOS MÁGICOS


TROCANDO EM MIÚDOS

 
Michel Temer quer diálogo amplo sobre a reforma política. Quer dizer: não quer a reforma política.

Clarin da Boa Vista

ADEUS DENÚNCIA PREMIADA


Governo brasileiro vence. Itália não irá extraditar o mensaleiro Pizzolato.

Clarin da Boa Vista

FUTURO SOMBRIO

De burrice em burrice a terrinha vai se afundando.
O Sistema de Monitoramento de Enchentes será desativado no próximo dia 20 de dezembro.
Sistema idealizado e montado por parceria da Unifei, através do Grupo de Estudo em Ciência Ambientais, e da Copasa que tornou possível informar a população, com algumas horas de antecedência, a ocorrência de cheias. Com este suporte técnico a defesa civil, ou outro órgão responsável, pode articular de maneira mais eficiente seu plano de contingência.
Esse sistema é composto por 18 estações de coletas de dados de precipitação e nível dos rios, distribuídas ao longo da bacia do Rio Sapucaí desde a nascente em Campos do Jordão/SP até a cidade de Pouso Alegre/MG, no Rio Sapucaí e seus principais afluentes.
 Em Setembro de 2002 foi firmado, entre a UNIFEI e a COPASA, o 1° Plano de Trabalho que contemplava a instalação de estações de monitoramento e as primeiras medições fluvio-pluviométricas para o Alto Sapucaí. Este plano de trabalho se inseria dentro de um convênio assinado entre as partes para o equacionamento da questão de cheias no Sul de Minas.
O protótipo inicial começou sua operação em Maio de 2003 e funcionou até Março de 2005, com excelentes resultados. Por motivos financeiros, o projeto teve uma parada até Janeiro de 2008.
Com o novo convênio firmado entre UNIFEI e COPASA em 2010, estão disponíveis as informações hídricas - dados de chuva e níveis de rios - de 18 estações de monitoramento.
O convênio se encerra e pelo visto não será renovado.
A Copasa muda de "dono". Será administrada pelo governo petista e possivelmente deixará o convênio.
O Prefeito Municipal, que teria a responsabilidade de se preocupar com o assunto, estaria buscando uma outra alternativa, tirando fora a Unifei. Por razões outras ambientais a atual administração não fala a mesma língua que a dos técnicos da Unifei responsáveis pelo desenvolvimento e atualização constante do sistema. 
Outros profetas municipais, acostumados com a atual triste estiagem, pregam que as grandes chuvas foram embora definitivamente da região. Enchentes, nunca mais.
Anos e anos de trabalho e estudos serão abandonados.
Uma ação conjunta entre a Unifei, PMI, Copasa, Piranguinho, Santa Rita do Sapucaí e Pouso Alegre poderia resolver facilmente a questão.
Vaidade, vaidade e vaidade.
 
ER 

REUNIÃO QUE NÃO ACONTECEU


Dilma aos berros:
 
- Eu quero saber que merda que foi esta que deu no Sul de Minas. No primeiro turno engoli o fracasso por que essa Marina atrapalhou. Quero resposta já !
 
João Santana Marqueteiro.
 
- Presidenta, aquela região ficou sob responsabilidade do Fernando Pimentel.
 
Dilma aos berros:
 
- Chamem logo o Pimentel. Já ! Quero explicações daquele comedor de pão de queijo.
 
Pimentel trêmulo:
 
- Presidenta, aquele povo é rebelde e imprevisível. Mas deleguei a responsabilidade para o Deputado Odair Cunha, conhecedor da região.
 
Dilma aos gritos:
 
- Sei lá quem é esse tal de Odair Cunha. Tragam-no aqui nem que for de camburão.
 
Odair Cunha choramingando:
 
- Eu juro que fiz tudo certo. Gastamos uma nota preta de propaganda, convencemos a Reitoria da Unifei a nos dar apoio, lotamos as ruas de painéis e deu no que deu. Mas presidenta, em Marmelópolis nos fomos vencedores.
 
Dilma com as veias do pescoço saltando:
 
- Eu sei lá onde fica essa cidade ! Eu quero saber de Itajubá ! A Universidade é nossa ! A Helibrás está cheia de pedidos, dei uma ponte e duas creches para o Tal de Dr. Jorge. Mandei o BNDES emprestar dinheiro a um custo baixíssimo para o Anastásia construir o Aeroporto ! Exijo cabeças !
 
Odair Cunha quase de joelhos:
 
- Presidenta, a Senhora tem toda a razão, mas sem querer tirar o meu da reta, deleguei aquela região e principalmente Itajubá para o Deputado Ulisses. Ele inclusive é de lá, nasceu na Imbel.
 
Dilma ameaçadora e com os olhos rútilos:
 
- Senhor Valdir, Valmir, Odair ou seja lá o que for. Não conheço e nem quero conhecer esse tal de Ulisses da Imbel ! Quero saber quem foi o responsável por esse vexame! Arrastem para cá esse homem !
 
Deputado Ulisses com um terço nas mãos:
 
- Desembucha logo barbudinho. O que aconteceu em Itajubá ? Que vexame ! O Lula tá tirando comigo e não posso falar nada.
 
- Divindade, aquele povo tem cabeça própria. É bem informado. O pessoal do Facebook lá é fogo. O prefeito é coligado com a gente e sumiu na campanha. Ficou em cima do muro. Um tiroteio desgraçado. Não podemos nem sair nas ruas com camisa do partido. Esqueceram até das árvores que o prefeito mandou derrubar na praça. E mais, que fique claro, deleguei para a Celia a condução da campanha na cidade.
 
Dilma, esmigalhando uma caneta Bic entre os dedinhos.
 
- Tragam-me imediatamente essa senhora aqui. Duvido que ela seja a responsável pelo fracasso. Nós mulheres somos as alavancas desta nação.
 
 Celia tranquila e sorridente:
 
- Oi presidenta, lá não fomos tão mal. Ganhamos em duas urnas da Vila Rubens. O Paulino deu uma força danada lá.
 
Dilma deixando a sala:
 
- Meu pai ! colocaram uma loira de olhos azuis, jornalista, com sobrenome estrangeiro e educada para coordenar a campanha ?  Ela é elite ! não viram isso ! Ela é elite !
 
The End
 
Viver é Perigoso  
 
 
 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

SEM FESTAS NO SUL DE MINAS


Senão vejamos:

Itajubá, Wenceslau Brás, Piranguinho, Piranguçu, Brasópolis, Paraisópolis, Conceição dos Ouros, Cachoeira de Minas, Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre, Borda da Mata, Maria da Fé, Cristina, São Lourenço, São José do Alegre, Pedralva, Ouro Fino, Varginha, Cambui, Poços de Caldas.
 
Todo o Sul de Minas, a mais mineira das regiões do Estado, votou em peso no Senador Aécio para presidente. E não foi apertado não !
Aécio teve o dobro dos votos dados para a Dilma.

Por estas bandas os petistas não têm nadica de nada para comemorar, ainda que tenham feito uma campanha milionária na região.

O Sul de Minas pagará um alto preço pela rejeição ao PT, Pimentel e Dilma ?

Jamais. Diferente dos políticos do interior que ainda usam o sistema de vingancinhas, os políticos de alto coturno, no caso de terem que dividir os parcos recursos, dão preferência para as regiões onde foram derrotados.
Por que dar tratamento especial para os que já estão convencidos e já jogam no time ?

Mas podem esperar. Dentro do método de trabalho petista irão aparelhar totalmente o Sul de Minas. Não duvido nada de mudarem até as diretorias da Casa da Criança e do Lar da Providência.

Delegados, juízes, diretoras de escolas, entidades diversas, escritórios regionais, etc, etc, se não tiverem padrinhos fortes podem começar a encaixotar as tranqueiras.

É a vida.

ER  

domingo, 26 de outubro de 2014

sábado, 25 de outubro de 2014

DEBATE



É extraordinariamente longo e tortuoso o caminho entre o tosco raciocínio e a fala.

Clarin da Boa Vista

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ÁGORA É NÓIS MANO !

O tracking BTG aponta Aécio com 52,5% e Dilma com 47,5%. O tracking do Itaú segue a mesma tendência, dando Aécio com 53% e Dilma com 47%. O tracking tucano aponta o candidato do PSDB com 53,5% e a petista com 46,5%. E a pesquisa Sensus, dando Aécio 9 pontos à frente de Dilma animou os investidores e confirmou as pesquisas internas, fazendo a Bolsa subir e o dólar perder valor.
No último pregão antes do segundo turno da eleição presidencial, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 2,42%, aos 51.940 pontos. Segundo analistas, o movimento foi reflexo, em grande parte, da divulgação de uma nova pesquisa eleitoral, que aponta vantagem ao candidato Aécio Neves. 
Já o câmbio fechou em queda de 2,18%, a R$ 2,456 para compra e R$ 2,458 para venda. Ao longo do dia, a divisa chegou a recuar 2,6% (para R$ 2,46). Assim, a oscilação da divisa chegou a ser a maior desde o dia 6 de outubro, logo após o primeiro turno das eleições, quando a moeda registrou queda de 3,88% durante o dia.
De acordo com dados compilados pela Bloomberg, o real apresenta nesta sexta-feira a maior valorização frente ao dólar no mundo entre as 31 principais moedas no mundo.
Segundo Hersz Ferman, da Elite Corretora, a alta da Bolsa e a queda do dólar refletem em parte os ajustes depois da forte queda de ontem e as notícias positivas para Aécio Neves. Hoje, cita Ferman, houve a divulgação de uma pesquisa, que mostra vantagem para o candidato tucano. Além disso, reportagem da revista "Veja" desta semana liga o ex-presidente Lula e a candidata à reeleição Dilma Rousseff à operação Lava-Jato, da Polícia Federal.
Blog do Coronel
 
Viver é Perigoso
 

VALE TUDO !


quinta-feira, 23 de outubro de 2014

PERDENDO ATÉ AS CALÇAS


A FAMÍLIA


EM OUTROS TEMPOS


Em 1932, o povo paulista saiu em defesa da constituição e um nosso conterrâneo ilustre, Dr. Theodomiro Santiago, atravessou a serra, pela Vila Maria, a cavalo, e foi lutar pela defesa da Constituição.
Foi um dos líderes.
Com o fim da revolução (durou de julho a outubro de 1932), ele foi preso em sua casa na cidade de Itajubá e conduzido ao Rio de Janeiro.
Foi expatriado junto com outros companheiros. Partiu para o banimento em novembro de 1932, chegando em Lisboa, a bordo do navio Siqueira Campos", em 18 de novembro de 32.
Talvez tenha sido o primeiro e único itajubense enviado para o exílio em toda a nossa história.
Homem do valor.
 
ER

MOÇA BONITA

Alia

O HERÓI SEM CARÁTER

 
"...O ambiente em que o presidente Luiz Inácio da Silva criou o personagem sem freios que faz o que bem entende e a quem tudo é permitido - abusar do poder, usar indevidamente a máquina pública, insultar, desmoralizar - sem que ninguém consiga lhe impor paradeiro, não foi criado da noite para o dia. Não é fruto de ato discricionário, não nasceu por geração espontânea nem se desenvolveu por obra da fragilidade da oposição.
Esse ambiente é fruto de uma criação coletiva. Produto da tolerância dos informados que puseram seus atributos e respectivos instrumentos à disposição do deslumbramento, da bajulação e da opção pela indulgência. Gente que tem vergonha de tudo, até de exigir que o presidente da República fale direito o idioma do País, mas não parece se importar de lidar com quem não tem pudor algum.
Da esperteza dos arautos do atraso e dos trapaceiros da política que viram nessa aliança uma janela de oportunidade. A salvação que os tiraria do aperto em que estavam já caminhando para o ostracismo. Foram ressuscitados e por isso estão gratos.
Da ambição dos que vendem suas convicções (quando as têm) em troca de verbas do Estado.
Da covardia dos que se calam com medo das patrulhas.
Do despeito dos ressentidos.
Do complexo de culpa dos mal resolvidos.
Da torpeza dos oportunistas.
Da superioridade dos cínicos.
Da falsa isenção dos preguiçosos.
Da preguiça dos irresponsáveis.
Lula não teria ido tão longe com a construção desse personagem que hoje assombra e indigna muitos dos que lhe faziam a corte não fosse a permissividade geral. Se não conseguir eleger a sucessora não deixará o próximo governo governar. Importante pontuar que só fará isso se o País deixar que faça; assim como deixou que se tornasse esse ser que extrapola".

Dora Kramer - Estadão

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

NOUVELLE VAGUE

Truffaut
Nos anos 60 e 70, a diversão master na terrinha era o cinema. Os chics Presidente e Alvorada, o velhinho Apolo, o distante FI e o espetacular Cine Paratodos, na Boa Vista, é claro.
Por essa época, creio que por questão de contrato, exceto no Alvorada, que só passava "filmaço", os cinemas, obrigatoriamente, tinham que passar uma "bomba" francesa ou italiana.
A "esquerda caviar" da época não perdia uma sessão dessas.
Filmes da chamada "Nouvelle Vague".
Os filmes dos diretores como Godart, Truffaut, Resnais, provocavam na esquerda festiva estudantil, grandes debates nos bancos da Praça.
Fitas (assim eram chamadas) em P&B, parca iluminação, pessoal triste, músicas estranhas e histórias sem pé nem cabeça.
De repente, no meio do filme acontecia o fim. No fim, começa a história e o meio ficava perdido. Subitamente as cortinas fechavam, as luzes eram acesas, casais de namorados surpresos e assustados e a plateia atônita.
Ai de quem fizesse um comentário negativo sobre a película. Alta cultura.
A moçada (não tão moçada) que está comandando a cidade hoje, com certeza não tem conhecimento sobre esses filmes que marcaram um tempo. Mas na certa, os seus pais, sim.
Os velhos devem ter passado para a criançada a paixão pelos filmes da "Nouvelle Vague" ou do realismo italiano.
Tudo sem começo, meio e fim, ou inversamente.
Na terrinha, aparentemente, a administração municipal segue o roteiro francês.
Impera a sequência invertida, ou não.
Assim vejo.
Não questionem jamais, como nos filmes franceses.
Ou você é burro ou pessimista.
É a vida  

OÁSIS NO SUL DE MINAS

 
Lógico que acredito no que declarou o competente Tales Mota, Gerente da Copasa, ao jornal Itajubá Notícias, hoje nas bancas: 
 
“Do rio que captamos água para Itajubá, que é o rio Sapucaí, houve uma queda de vazão, mas, pelo histórico, já teve situações até piores. Para abastecer Itajubá, temos água suficiente. Hoje, está passando cerca de oito mil litros de água por segundo e nós utilizamos cerca de 300 litros, então, para a cidade, não tem problema."
 
Continuando: de 8.000 litros/segundo disponível a cidade usa apenas 300 litros/segundo ? 
Perdão, mas lendo e assistindo tantos dramas devidos a falta de água, não temos como não policiar o consumo na nossa casa.
Talvez a terrinha seja a única cidade do Brasil onde o precioso líquido não esteja em falta.
Muito bom.
 
ER

METAMORFOSE AMBULANTE


DEMITIDO

 
Rubens Barrichello não é mais comentarista de Fórmula 1 da TV Globo. 
Dizem que o contrato foi rompido por ter o Barrichello ter chegado ao Autódromo de Sochi, somente no último domingo.
O Grande Prêmio da Russia foi realizado no domingo anterior, 12 de outubro. 
Devagar e sempre.

ER

PRÁ PENSAR

 
Tomou o barco ontem  nos EUA, aos 93 anos, o jornalista Bem Bradlee, editor-executivo do jornal "Washington Post" no caso Watergate, escândalo que levou à renúncia do presidente Richard Nixon.
Disse ele:
 
"Enquanto o jornalista diz a verdade, não é seu trabalho se preocupar com as consequências. A verdade nunca é tão perigosa quanto uma mentira a longo prazo. Eu realmente acredito que a verdade liberta os homens".

Ben Bradlee - maio73








Compartilhe

IBOPE É LULA !


DOMINADO



DataDilma e IbopeLula. Tudo a ver. Passem no caixa.

Clarin da Boa Vista

O BRIGADEIRO


A baixaria não vem de hoje. Conta o Cláudio Tognolli:
 
O tenente Eduardo Gomes, na Revolta dos 18 do Forte de Copacabana, em 1922, teria tomado um tiro nos chamados  "países baixos" e ficado emasculado.
Na sua candidatura à presidência, em 1945, com o lema "Brigadeiro é bonito e é solteiro", a oposição soltava nas mídias notinhas de que ele era o "capão bonito".
E dizem, que até um doce, que não tinha nome até então, foi batizado de "brigadeiro" pela oposição, naquela campanha presidencial: tudo porque o doce brigadeiro não tem ovos na receita original…

É a vida.

ER

ALÔ ALÔ SÃO PEDRO !


terça-feira, 21 de outubro de 2014

USE NO DOMINGO !


IRRESPONSÁVEL DIVINDO O PAÍS

 
"Essa é uma das mais importantes regiões do país, apesar do que acham os tucanos. Eles falaram que os votos que eu recebi no semiárido no Nordeste eram de pessoas ignorantes. Nós somos ignorantes, porque ignoramos os tucanos", declarou; Dilma voltou a criticar a falta de água em São Paulo; "O estado mais rico do país não se preparou para a seca. Já o governo federal se preparou e trouxe água para o Nordeste"
 
Dilma (hoje no Nordeste)

PREVISÃO DO PASSADO

 
Caso no domingo, considerando as pesquisas divulgadas, o resultado da eleição (como no primeiro turno) seja novamente diferente, o Ibope e Datafolha, doravante, estarão autorizados tão somente a publicar pesquisas de eventos já acontecidos e mesmo assim, com uma margem de erro de 10%.

Clarin da Boa Vista 

TOMOU O BARCO

 
Tomou o barco ontem na Boa Vista, Dona Sebastiana Berti.
Tranquila, amável e muito bonita, Dona Sebastiana teve o privilégio de passar dos 100 anos de vida. Conheceu netos e bisnetos.
Bem antes, já havia tomado o barco o seu marido, exemplar cidadão, Sr. Orlando Berti, que trabalhou muitos anos na antiga Fábrica de Itajubá.
Sempre morando na Rua Eulálio Pinto, onde tiveram e criaram os filhos, Luíza, Linda, Leila e Marcos.
As moças, sempre dentre as mais bonitas que a terrinha conheceu. Marcos, o aluno mais inteligente e capaz que passou pela nossa Escola.
Berti, uma das famílias que representam a alma da Boa Vista.
Passou para a história o domingo, dia 18 de maio de 1969. Em comemoração ao aniversário do Marcos, a Dona Sebastiana preparou e ofereceu para os amigos a mais suculenta e melhor feijoada que a Boa Vista viu. Inesquecível. Lá estávamos.
Família querida.

ER

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

CARTA ANÔNIMA

As cartas anônimas espalhadas pelas ruas da terrinha, em vésperas de eleição municipal, eram uma grandeza.
Num passado não tão remoto elas eram rodadas em mimeógrafos. Uma sujeira danada (os dois, o conteúdo e o serviço).
O povo, em sua grande maioria, queria mais é ver o circo pegar fogo.
Mais recentemente era xerocadas. Lógico, que as cópias eram tiradas fora da cidade. São José dos Campos, Campinas e outra menos votadas.
Mentiras, ofensas, invencionices e insultos diversos. Algumas criativas tinhas até desenhos.
Na realidade, tais cartas, de anônimas não tinha nada. Os escribas, autores e distribuidores suspeitos eram sempre os mesmos.
Contam casos de candidatos que patrocinavam cartas anônimas descendo a lenha neles mesmos. Era a famosa tentativa de vitimização. As vezes funcionava.
Creio que para a eleição presidencial do próximo domingo, cartas anônimas ofendendo o adversários são absolutamente desnecessárias.
Ambos os lados já fizeram desfilar, ao vivo e em cores, todos os tipos possíveis de cobras e lagartos.
No entanto, caso algum marqueteiro saudosista queira voltar aos velhos tempos, a distribuição seria possível aplicando o mesmo método de pesquisas do Ibope. Selecionariam residências, por região, renda, etc, colhendo uma representativa amostragem.
Na teoria dos institutos de pesquisas toda a população estaria sabendo dos podres reais e inventados do candidato. 
Ainda dá tempo.

Viver é Perigoso

UM BANQUINHO, UM VIOLÃO


SEGUNDA DIVISÃO ?

Na realidade quem deveria "tocar" o governo seriam os Ministros. Por quantidade os temos demais. São trinta e nove.
Alguns são conhecidos: Mercadante, José Eduardo, Celso Amorim, Mantega, Marta, Lobão, Garibaldi, Aldo, Gilbertinho, Berzoini, Tombini, Ideli, Cesar Borges, Moreira Franco e Afif Domingos
Outros ?
Luiz Alberto, Paulo Sérgio, Neri, Henrique Paim, Manoel Dias, Thereza, Arthur, Mauro Lemos, Miriam, Paulo Bernardo, Clélio Diniz, Izabella Teixeira, Vinicius Nobre, Francisco Teixeira, Laudemir, André Muller, Gilberto Magalhães, Eduardo Benedito, José Carvalho, Luiz Inácio, Jorge Sobrinho, Thomaz Traumann, Marcelo Cortes, Luiz Helena e Eleanora.
Segunda divisão ?
É a vida.
 
ER

domingo, 19 de outubro de 2014

O RETORNO


Pronatec : Eu voltei, voltei para ficar. Eu voltei, aqui é o meu lugar....

Clarin da Boa Vista

PRÁ PENSAR

O mistério das pesquisas




Do analista dos Planaltos

Algo muito estranho está acontecendo com as pesquisas eleitorais no segundo turno da eleição presidencial. Os dois maiores institutos – Ibope e Datafolha – passaram a registrar uma improvável imobilidade e empate nas intenções de votos das candidaturas de Aécio Neves e Dilma Rousseff.
Isso estaria acontecendo apesar de toda a atividade política frenética das últimas semanas. Período em que ocorreram coisas capazes de produzir grande variação no ânimo do eleitor. Entre elas vale citar alianças, horário político agressivo, campanha de desconstrução hidrófoba e debates homicidas.
Nada disso provocaria a menor marola nos índices dos candidatos a se acreditar nos grandes institutos. Mais estranho ainda, nunca  Ibope e Datafolha apresentaram, em duas pesquisas consecutivas, exatamente os mesmos índices. Essa simetria perfeita é esquisita até porque a metodologia dos dois é diversa, o Ibope pesquisa em residências e o Datafolha em pontos de fluxo.
Enquanto os dois grandes registram esse improvável congelamento das intenções de voto do eleitor brasileiro em meio a campanha mais violenta dos últimos 25 anos, os pequenos institutos revelam um quadro muito diverso. Paraná Pesquisas, Verità e Sensus dão uma vantagem variável mas significativa para o candidato do oposição, Aécio Neves.
Não se pode minimizar o efeito devastador que as sondagens negativas produzem sobre o ânimo dos candidatos, da militância, e na generosidade de financiadores de campanha. Se o empate persistente do Ibope e Datafolha tem algum tipo de viés, que vai além da bizarrice estatística, estamos diante de uma manipulação muito grave.
 
Publicado pelo Sponholz
 
ER


SÃO NUNCA !


sábado, 18 de outubro de 2014

SEM SAÍDA


ROUBAMOS MAS VAMOS RESSARCIR !

Candidata

MAIS UM CRIME

 
Hoje, a Governanta confessa que aconteceram desvios na Petrobrás. Disse que dará o melhor de si (sic) para ressarcir. (são bilhões e bilhões de dólares)
O "viver é perigoso" publicou em março/2104, o escrito pelo Cony (Folha).
Pergunto: E agora ?

"Não era, por natureza e vontade, um jornalista investigativo. Sempre bem informado, culto e o mais inteligente em sua época, Paulo Francis morreu quando estava sendo processado nos Estados Unidos, morte quase súbita, após um período de depressão.
Ele vinha fazendo severas acusações ao pessoal da cúpula da Petrobras, que estaria enriquecendo por conta de negócios criminosos relativos à compra de equipamentos na área do petróleo.
Não sendo investigativo, não juntou provas, mas, de alguma forma, sabia de escândalos assombrosos naquela estatal.
O processo corria na Justiça norte-americana, famosa por sua rigidez em casos de multa por infâmia e ofensas morais.
Todos sabíamos que Paulo Francis, apesar dos bons e merecidos salários que recebia, não teria recursos para pagar a astronômica indenização que eficientes advogados de Nova York, pagos pela Petrobras, haviam pedido por conta das suas acusações. Acabrunhado, sem cobertura na mídia, mal atendido por um médico brasileiro radicado nos Estados Unidos, o coração de Paulo não aguentou.
Março de 2014. Mal refeita do escândalo do mensalão, a sociedade toma conhecimento de um escândalo maior e mais imoral. Apesar de dona Dilma ocupar à época a Casa Civil e presidir o Conselho de Administração da Petrobras, tal como Lula no caso do mensalão, não sabia de nada. A refinaria de Pasadena comprada por preço absurdo –mais de oito vezes o seu valor no mercado– deu para enriquecer muita gente dentro e fora da Petrobras.
Nos anos 90, Paulo fez um comentário sobre o enriquecimento de alguns funcionários da nossa maior empresa estatal em um programa de televisão. Repito: Paulo não era investigativo, mas era inteligente e bem informado. "

Carlos Heitor Cony
Viver é Perigoso

DESESPERO


O SEM NOÇÃO

O Lula esteve hoje em BH e no mais puro desespero atacou e insultou com toda a categoria que possui, o mineiro e candidato Aécio Neves.
Em ato organizado pelo comitê da sigla em Minas Gerais, os ataques pessoais ao candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, chegaram a níveis extremos. Os adjetivos empregados contra o tucano foram: "coisa ruim", "cafajeste", "playboy mimado", "moleque" e "desprezível".
Enquanto esperava a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para um comício a favor de Dilma, o mestre de cerimônias contratado para o evento leu um texto escrito pela psicóloga Neide Pacheco, que se auto intitula "especialista em direitos humanos".
O texto é repleto de ataques violentos ao tucano: insinua que Aécio já fez uso de drogas, diz que o candidato do PSDB é “acostumado a agredir mulheres”, já foi “flagrado dirigindo bêbado” e “prevaricou em vários processos de corrupção".
A psicóloga petista, então, "diagnostica" Aécio como portador de megalomania e volta a relacioná-lo ao uso de drogas. "Megalomania é um transtorno psicológico, no qual o portador tem ilusões de grandeza, poder e superioridade. É uma característica do transtorno afetivo bipolar. O uso de drogas exacerba e potencializa esse quadro". A militância presente ovacionou a leitura do texto.
Aplaudido e bajulado pela petezada local, inclusive, lamentavelmente, o nosso conterrâneo Ulysses Gomes, que aparece na foto com o gesto característico do Zé Dirceu e Genoíno, quando de suas prisões.
Mas fazer o quê ? Temos que aguentar mais um tempo até caírem todos no inevitável ostracismo.

ER

JÁ QUE A DILMA TOCOU NO ASSUNTO...

Além do irmão Igor Rousseff, o ex-marido da presidente Dilma Rousseff, Cláudio Galeno de Magalhães Linhares integrou o quadro da Prefeitura de Belo Horizonte como funcionário comissionado. Ele exerceu cargo de confiança por cinco anos durante a administração do petista Fernando Pimentel, recém-eleito governador de Minas, e de seu sucessor e então aliado Marcio Lacerda. Galeno atuou como consultor técnico especializado, nomeado para atuar diretamente no gabinete do prefeito, com salário que chega hoje a R$ 13.569,68.
A nomeação do ex-marido de Dilma ocorreu em maio de 2005. Quatro anos depois, em janeiro de 2009, quando o mandato de Pimentel se encerrou, ele foi exonerado do cargo. Galeno voltou à prefeitura em abril de 2009, já na administração do recém-eleito Lacerda, dessa vez como gerente de 1º nível da Gerência de Acompanhamento de Colegiados. O salário para esse cargo atualmente é de R$ 8.544,04.
Na gestão de Lacerda, que em seu primeiro mandato era apoiado pelo PT e pelo PSDB, Galeno integrou o Comitê Governamental de Gestão Participativa e também o Conselho Fiscal da Belotur, empresa municipal de turismo. Ele saiu da prefeitura em 5 de julho de 2010, data da publicação de sua exoneração no Diário Oficial do Município.
Dilma Rousseff, Cláudio Galeno e Fernando Pimentel, que foi também ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior da presidente, eram amigos da época de juventude em Belo Horizonte. Na década de 1960, eles militavam no Comando de Libertação Nacional (Colina), organização de esquerda que combateu a ditadura militar.

Galeno e Dilma se casaram em 1967, em um cartório civil com a presença de familiares e poucos amigos. O casamento não durou mais de dois anos. Em 1969, os dois militantes, já na clandestinidade, fugiram da capital mineira para o Rio. Pouco depois, Galeno foi para o Rio Grande do Sul, a pedido do Colina, e Dilma continuou no Rio. O militante participou no ano seguinte de sequestro de avião em Montevidéu, Uruguai, e ficou refugiado em Cuba. Assim como Dilma, Galeno se casou novamente.

Estado de Minas



O ÚLTIMO DESEJO

Foto Web
 Numa pacata cidadezinha do interior por capricho, ou sei lá o quê, dos Administradores foi decidido o assassinato das árvores que viviam na Praça Central. Protestos e mais protestos aconteceram dos moradores.
Pressionado, o responsável determinou que algumas fossem poupadas do sacrifício e que algumas outras fossem condenadas e marcadas para morrer.
Se elas falassem, teriam nomeado uma porta-voz, talvez aquela mais altaneira e experiente que morava em frente ao Grande Hotel.
Cientes da impossibilidade de conseguir reverter a situação fizeram um último e derradeiro pedido:
- Coloquem-nos abaixo somente depois da primeira chuva. 
Ontem à noite choveu em Itajubá.
Mantendo a palavra e o combinado, foram mortas hoje pela manhã.
 
É a vida.
 
Viver é Perigoso

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

REUNIÃO AMISTOSA

 
Reunião hoje cedo em São Paulo.
 
- Pessoal, antes da Dona Dilma chegar precisamos combinar um procedimento. Como sempre ela irá perguntar nossa opinião sobre o seu desempenho no debate de ontem. Tudo bem, mas temos que lhe dizer, para o seu próprio bem, que as coisas correram mal.
 
- O senhor mesmo vai dizer isso para ela chefe ?
 
- Não, acho melhor um de vocês, logo de cara, fazer esse comentário.
 
- Chefe, eu não posso. Tenho família, crianças pequenas para criar e...
 
- Então ? quem sabe uma de vocês mulheres poderia tomar a iniciativa ?
 
- Chefe, não dá. Eu já levei uma bolacha da última vez e não posso levar mais uma.
 
- Pô ! chamem a Erenice, a Rose, a Marta ou mesmo o Mercadante ! Alguém tem que dar a notícia para ela.
 
- Chefe ! eu assumo a responsabilidade com a seguinte condição: Darei a notícia logo após as eleições. Novembro e dezembro tenho férias para tirar e em janeiro, de qualquer modo, estaremos todos fora mesmo.
 
- Não dá. Ficaria muito tarde.
 
- Chefe eu tenho uma proposta: Escrevemos numa folha A4, em letras grandes " A senhora foi muito mal no debate". Deixamos aqui no meio da mesa e vamos todos procurar um abrigo antiaéreo.
 
- Providencial ideia. Saiam todos. Abriguem-se. Vou escrever e cair fora.
 
É a vida.
 
Viver é Perigoso 

PERDERAM O JUÍZO

 
"... Seja qual for o resultado desta eleição, a indigência argumentativa do petismo remanescente deixa um grande saldo de mistificação e rancor. É o resultado da divisão da sociedade em "nós e eles", da desmoralização da política, da mercenarização da militância, da domesticação do movimento social, da transformação da corrupção em política de governo, da demonização dos adversários e desse projeto de "Reich de mil anos", entre tantas outras perversões e contrafações.
Ainda vai ser feito um inventário do estrago que estes 12 anos de PT causou à democracia brasileira. Consertar isso vai ser uma tarefa para gerações. E ainda não conseguimos superar a herança da ditadura.
Muitos petistas se aborreceram com isso e deixaram o partido, a exemplo de Marina Silva, Fernando Gabeira, Hélio Bicudo, Cristovam Buarque e Vladimir Palmeira.
Os petistas remanescentes estão em companhia de Fernando Collor, José Sarney, Garotinho, Jader Barbalho, Paulo Maluf, Katia Abreu, Eike Batista e Fernando Cavendish.
Mesmo assim se consideram de esquerda e chamam os opositores de direitistas. Se refletissem um pouco, perceberiam que o PT perverteu a esquerda e ressuscitou a direita no Brasil."

Altamir Tojal



MINISTRO PAULINHO !

 
Agentes da Polícia Federal encontraram uma troca de mensagens em celular entre o megadoleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato, e o deputado Luiz Argolo (Solidariedade-BA), em que eles comentam convite para que o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa havia sido convidado para assumir o cargo de Ministro das Cidades do governo Dilma Rousseff (PT).
Paulo Roberto Costa substituiria o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), do mesmo partido que o indicou para o cargo de onde ele comandaria o assalto aos cfres da maior estatal brasileira. Ribeiro deixou o cargo para se desincompatibilizar e disputar as eleições deste ano.
E a pior parte do relato é que o ex-diretor corrupto da Petrobras esnobou o convite, recusando-o, segundo os termos do diálogo. Youssef chega a afirmar, em mensagem a Argôlo, sobre a recusa do parceiro no maior escândalo de corrupção do governo Dilma: “Foi a melhor coisa que ele fez na vida!”
Em tempo: Consultado o Planalto desmentiu.
 
Cláudio Humberto

DESISTO !


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

CONTRA A DITADURA POR OUTRA DITADURA

Dilma Vana Roussef Linhares, nasceu em Belo Horizonte em 14/12/1947. Ingressou na Polop - Organização Revolucionária Marxista Política Operária, quando estudava Economia na UFMG. Foi recrutada pelo noivo Claudio Galeno de Magalhães Linhares e militou em BH.
Com as primeiras prisões em BH, foi com o, já então marido, para o Rio de Janeiro, em fevereiro de 1969, onde integrou a Colina - Comando de Libertação Nacional. Ensinou marxismo para uma célula (quatro militantes) do setor operário. Escreveu artigos para um jornal interno do movimento e ajudou na infraestrutura de algumas ações armadas (três assaltos a bancos).
Foi para a direção da Colina.
Participou do Congresso quando o Colina e a VPR criaram a Var-Palmares.
Separou-se do marido (exilado em Cuba) e se tornou companheira de Carlos Franklin Paixão de Araújo.
Dilma foi presa no dia 16/01/1970, em São Paulo. Numa armadilha montada pela polícia foi detida por estar armada.
Sofreu torturas.
 
ER

ABOBRINHA


"No debate na televisão, eu vi um candidato dizer: 'o meu governo é o governo da decência e da competência'. Eu fico imaginando que decência e que competência se um dia ele foi parado as 3 da manhã na rua do rio de janeiro e se recusou a colocar a boca no bafômetro pra saber se ele tinha bebido ou não", disse ainda o ex-presidente, sem mencionar o nome de Aécio.
 
Lula (comício ontem no Pará)
 
Blog: Comentário de um estadista.
 
ER