segunda-feira, 30 de junho de 2014

SOB A LUZ DE VELAS


E até quando ouvir
Cretinos e boçais
Mentir, mentir, mentir,
Eternamente mentir?


Lobão

MELHOR ASSIM

 
O atacante Luis Suárez pediu desculpa publicamente ao zagueiro italiano Chiellini,  O pedido foi feito através da conta do jogador no Twitter.
Suárez disse ainda que está arrependido e prometeu não repetir o gesto. Esta fora a terceira vez que ele morde um adversário. 
Em seguida, o zagueiro italiano, também via Twitter, aceitou as desculpas. "Está tudo esquecido. Espero que a Fifa reduza sua suspensão", escreveu Chiellini.

Web

MOÇA BONITA

Torcedora do Japão

SELEÇÃO NO MINEIRÃO


COLEÇÃO


domingo, 29 de junho de 2014

PENHORA

 
Na eminência da declaração de calote técnico, Argentina teme a penhora dos passes do Messi, Di Maria e Aguero.

Clarin da Boa Vista

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
Há muito jovem por aí apregoando novidades. Mas só quem pode reconhecer o que é uma novidade são os mais velhos.

Millôr

ADIOS MÉXICO !


PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Marlon e Juscelino Kubitschek, no set no set de filmagem de “O Grande Motim”.  Los Angeles, 1961

COTAS

 
 
Datafolha comprova que "elite branca" é maioria nos jogos da Copa. Governo estuda lei emergencial estabelecendo cotas.

Clarin da Boa Vista


DEPOIS DO JOGO COM O CHILE


PRÁ PENSAR

Pátria

Escrito por Guerra Junqueiro em 1896.

Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas; um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde vem, nem onde está, nem para onde vai; um povo, enfim, que eu adoro, porque sofre e é bom, e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional, reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta.

Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta até à medula, não descriminando já o bem do mal, sem palavras, sem vergonha, sem carácter, havendo homens que, honrados na vida íntima, descambam na vida pública em pantomineiros e sevandijas, capazes de toda a veniaga e toda a infâmia, da mentira a falsificação, violência ao roubo, donde provem que na política sucedam, entre a indiferença geral, escândalos monstruosos, absolutamente inverossímeis.

Um poder legislativo, esfregão de cozinha do executivo; este criado de quarto do moderador; e este, finalmente, tornado absoluto pela abdicação unânime do País. A justiça ao arbítrio da Política, torcendo-lhe a vara ao ponto de fazer dela saca-rolhas; Partidos sem ideias, sem planos, sem convicções, incapazes, vivendo todos do mesmo utilitarismo céptico e pervertido, análogos nas palavras, idênticos nos atos, iguais um ao outro como partes do mesmo zero."

Blog: Até parece que escreveu ontem.

ER

MOÇA BONITA

Torcedora mexicana

sábado, 28 de junho de 2014

EM OUTROS TEMPOS

 
Não teria a Colômbia jogado hoje contra o Chile no Mineirão e o Brasil enfrentado o Uruguai no Maracanã ?

Clarin da Boa Vista

SUFOCO


O SUSSURRO DE MINAS

 
Ex-governador de Minas Gerais, o deputado federal Newton Cardoso (PMDB), o conhecido Newtão, quer mudar a História – e entrar para ela, claro.
Ele pretende extinguir o feriado da Proclamação da República, todo dia 15 de Novembro. Seu projeto 6757/13 altera a lei 662/49 que define os feriados nacionais.
Na sua justificativa, o deputado diz que a Proclamação da República em 1889, feita pelo Marechal Deodoro da Fonseca, não teve a participação popular como o 7 de Setembro, da Independência do Brasil.
O projeto é terminativo (não vai a Plenário) e só falta passar pela Comissão de Cultura e CCJ.
 
Coluna Esplanada
 
Blog: Tem certas coisas que a gente prefere nem tomar conhecimento. Essa é uma delas. Agora já foi.
 
ER

AS PREFERIDAS DO DOUTOR (INTERNACIONAL)


MOÇA BONITA

Torcedora da França

sexta-feira, 27 de junho de 2014

SOB A LUZ DE VELAS



Todo mundo leva pau no exame de consciência.

Millôr

IMPRÓPRIO PARA MENORES



Retirem as crianças da sala. Dilma resolveu ir ao Maracanã na decisão da Copa.

Clarin da Boa Vista

PRINCÍPIO DE PÂNICO

 
E se os 30 mil argentinos que vieram para a Copa resolverem ficar no Brasil em definitivo ?
 
Clarin da Boa Vista
 




ENQUANTO ISSO...


JERSEY BOYS - EM BUSCA DA MÚSICA


 
Em cartaz, desde ontem em São Paulo (e no Brasil), o filme dirigido pelo Clint Eastwood (sim, ele mesmo) sobre os "Jersey Boys", ou melhor, sobre o ótimo conjunto "The Four Seasons", que marcou época, com Frankie Valli e seu falsete.
Frankie, hoje com 80 anos ainda se apresenta em turnês.
Quem de nós com mais de 60 não dançou ou curtiu uma paixão ouvindo o "The Four Seasons" ?
Boa ocasião para ir ao cinema (em Pouso Alegre ?) e assistir de mãos dadas com a namorada.
Complicou ?

ER

MOÇA BONITA

Torcedora da Colombia

MOSTRAR E ESCONDER

 
Ouvido hoje na Rua Nova:
 
- Ô Cumpadre, que loucura é essa do PT vendendo a alma para conseguir apoio de partidos nanicos. Seria pelo tempo no horário político ?
 
- Claro. Mas não para ter mais tempo para falar de obras executadas e projetos futuros. Quanto maior o tempo mais necessidade de encher linguiça com a mesma lengalenga de sempre. Cansarão de falar mal dos governos do tempo do onça.
 
- Uai, então porque querem mais tempo ?
 
- É óbvio Cumpadre. Não querem que o tempo passe para os adversários. Esses sim, teriam muita besteira acontecidas nas últimas três administrações para mostrar. 
 
- Éh...faz sentido.

ER

quinta-feira, 26 de junho de 2014

TROCANDO AS BOLAS


Lewandowski e Barroso, do STF, liberam Suárez para trabalho externo !

Clarin da Boa Vista

COMEÇOU !

O ministro do STF Luís Roberto Barroso acatou recurso do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e autorizou que ele volte a trabalhar na CUT (Central Única dos Trabalhadores).
Em relação a outros dois recursos de não petistas, um do ex-deputado Romeu Queiroz e de Rogério Tolentino – que era advogado do publicitário Marcos Valério  quando os crimes do mensalão foram cometidos – Barroso negou os pedidos.
 
Blog: Daqui prá frente deverá ser a toada.
 
ER

FUTEBOL NA TERRINHA

Volta e meia, talvez por falta de outros assuntos, discutem a impossível implantação de futebol profissional em Itajubá. Esqueçam.
Se os grandes clubes do país, com televisão e publicidade estão, quase todos falidos, imaginem os clubes do interior. Arrastam-se.
Com clássicos nacionais e internacionais na televisão, como dizem, "di grátis", quem iria aos campos do Yuracan e Smart assistir Yuracan x Itabirito ?
O que poderia funcionar e levar o público para os estádios, seria a realização de um campeonato Sul-mineiro amador, atiçando possíveis rivalidades entre as cidades vizinhas.
De certa forma, acabaria sendo um campeonato profissional meio disfarçado. Algum agrado sempre seria necessário oferecer aos craques.
Claro, com a realização de partidas em horários diferenciados para evitar a competição com a TV. Por exemplo, realização dos jogos aos domingos pela manhã, ou mesmo, nos sábados à tarde.
Melhor esquecer o assunto.

ER  

AS PREFERIDAS DO DOUTOR (NACIONAL)



Diogo Mulero, paulista de 1918 e Sebastião Alves da Cunha, mineiro, de 1927, de Coromandel. Simplesmente, Palmeira e Biá.
Começaram a trabalhar juntos em 1952, quando foram contratados pela Rádio Piratininga, para fazer um programa semanal, toda terça feira às 21 horas. Em 1953 gravaram na RCA Victor o primeiro disco, interpretando a valsa "Nossa senhora das graças.
Em seu primeiro ano de atuação, gravaram 10 discos de 78 rpm, numa média de quase um por mês.  Em 1954 a dupla passou a se apresentar juntamente com o acordeonista Mário Zan em excursões por vários estados do país. 
Em 1956, gravaram pela RCA Victor o bolero "Boneca cobiçada", de Bolinha e Biá, o maior êxito da dupla com mais de 500 mil cópias vendidas e que se tornou um clássico da MPB, sendo regravado inúeras vezes, por diversos artistas, entre os quais, Carlos Galhardo. "Boneca cobiçada" virou filme com o mesmo nome e tornou-se um marco da música sertaneja, ao incluir novas temáticas, além de novos arranjos e instrumentos.
Ficaram conhecidos como "Os coronéis da música sertaneja".
 
Web

SUPREMO ARRAIÁ


MOÇA BONITA

Torcedora da Espanha

quarta-feira, 25 de junho de 2014

SOB A LUZ DE VELAS

 
Ontem, como sempre, no Planalto, a Incompetência almoçou com o Provincianismo, a Mordomia jantou com o Cinismo, e o Oportunismo transou com a Corrupção. No fim da noite a Ambição serviu um drink à Conivência.

Millôr (1988)

NUESTROS HERMANOS



Gol de la put*! Gol! Gol de Messi! Gol de Argentina! Quarenta e cinco minutos! Gol, cara**o! Gol, cara**o, gol! Grito a ti! Grito a ti! A você de novo, a você de novo que está aí embaixo: eu tenho um Papa! Eu tenho um Papa! Você não tem nada! Você tem Pelé, você tem Pão de Açúcar. Eu tenho um Papa! O Papa Francisco está comigo! Francisco está comigo desde o Vaticano! Eu tenho um Papa! Tenho um Papa e tenho a Messi! Tenho um Papa e tenho a Messi!
Te digo o que quiseres. Pode vir com Garota de Ipanema, pode vir com Jobim, pode vir com Copacabana. Pode vir com Pelé. Tenho Messi! Tenho Francisco! Quarenta e seis! Lionel se ligou. Lionel se ligou. Às vezes as pessoas merecem ter sua recompensa. Às vezes as pessoas merecem mais. E Lionel fez! Estou chorando, cara**o! E não me importa uma merda porque ganhamos e as coisas agora serão de outra maneira. Gracias, Pulga! Gracias, Messi! Gracias, Argentina, cara**o!

ER

PÉ FRIO


AS PREFERIDAS DO DOUTOR (INTERNACIONAL)



Cherilyn Sarkisian, simplesmente Cher. Cantora e atriz californiana nascida em 1946. Famosa pela voz grave e por ter trabalhado em várias áreas da mídia, bem como por reinventar constantemente sua música e imagem.
Cher ficou famosa como parte da dupla de folk rock Sonny & Cher, formada com o marido em 1965, popularizando uma sonoridade suave e única.
Cher ressurgiu como estrela da televisão nos anos 70 com o estrondoso sucesso. Ela lançava tendências de moda com seu extravagante senso de estilo. Após se divorciar de Sonny em 1975, Cher experimentou com vários estilos musicais e quebrou recordes de público com seu espetáculo fixo em Las Vegas.
No início dos anos 80, Cher estreou na Broadway e foi indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante pelo filme Silkwood - O Retrato de uma Coragem. Nos anos seguintes, ela estrelou filmes de sucesso como Marcas do Destino, As Bruxas de Easwick e Feitiço da Lua, pelo qual ganhou o Oscar de melhor atriz em 1988.
Nos anos 90, ela estreou como diretora de cinema em O Preço de uma Escolha e lançou o maior sucesso musical de sua carreira, "Believe", que lançou a moda Auto-Tune (ou "efeito Cher") como efeito vocal.
Segundo o biógrafo Mark Bego, "ninguém na história do show business teve uma carreira com a magnitude e o alcance da [carreira] de Cher." Única pessoa a ter recebido todos esses prêmios, Cher ganhou um Oscar, um Grammy, um Emmy, três Globos de Ouro e o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes.] Reconhecida como uma das artistas mais bem sucedidas da história, ela vendeu mais de 100 milhões de álbuns solo e 40 milhões de cópias como parte da dupla Sonny & Cher.

web

E SEGUE O JOGO...

 
Ouvido hoje na fila da Padaria do Morro Chic
 
- Ô Cumpadre, conforme o resultado da enquete feita entre os alunos do G.E. Rafael Magalhães, não deu em nada a Audiência Pública realizada ontem para discutir a elevação do imposto sobre serviço.
 
- Uai Sô ! Alguém esperava outra coisa ? Qualquer mudança na Lei já aprovada que oficializou o aumento só depende do homem. E isso não vai acontecer, principalmente agora que apareceu um monte de pais e mães da proposição para volta dos valores antigos. Como os políticos dizem:
- Fazer cartaz em cima de moá ? jamé !
 
- Mudando de assunto, o vereador Rui mostrou-se preocupado com a situação da saúde do município. Foi duro com o Secretário Zambrana.
 
- Cumpadre, quando que você irá acordar para a vida ? 
No mínimo devem ter ordenado a fritura do Zambrana. O nobre vereador deve estar apenas manuseando a escumadeira.
 
- Éh...faz sentido.

ER 

MAIS LIDAS DO CLARIN



  • Mike Jagger ameaça prever que o Brasil será campeão !
  • Genoíno confiante e esperançoso que novos exames comprovem piora na sua saúde.
  • Continua zerado manifesto no Facebook para que Sarney não desista da política
  • Audiência Pública para discutir ISS foi um sucesso. O imposto permanece.
  • Pesquisa indica que a maioria da população assiste jogos do Brasil sem som na TV.
  • Lewandowsk deverá abrir as porteiras hoje em Brasília.
Clarin da Boa Vista


MOÇA BONITA

Torcedora da Colombia

COMPANHEIROS DE LONGA JORNADA


terça-feira, 24 de junho de 2014

SOB A LUZ DE VELAS



"O patriotismo é o último refúgio do patife."

Samuel Johnson

NATURALMENTE APELATIVO

 
"Diante de uma admiração de importante pedaço da sociedade brasileira, os artistas, os intelectuais, a Marina desconsidera que o agronegócio brasileiro paga a conta do nosso país. Tenho nojo desse tipo de discurso, que é 'simpatiquinho', mas é mentira"
 
Ciro Gomes
 
Blog: Em tempo, hoje, o PROS (partido do Ciro Gomes), realizou Convenção Nacional para oficializar apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff. 
Entre outras batatadas, disse que o Brasil sob o comando de Dilma passará por novas transformações. Achamos que o Brasil em suas mãos será capaz de conhecer nova geração de mudança e quem tem autoridade para chamar o País a uma nova geração de mudança chama-se Dilma Rousseff”.
 
Então tá.
 
ER

CLARIN ESPORTIVO

 
Os craques passam 4 anos ganhando dinheiro na Itália, Inglaterra, Espanha e Portugal. Na Copa, ingratos, mandam os patrões para casa. É a vida.

Clarin da Boa Vista

CLARIN DA BOA VISTA ESPORTIVO


Imbatível seleção chilena

Rivas
Emiliano , Macul , Undurraga  e Miguel Torres
Tabali, Taparacá , Gato Negro, Los Boldos, Casillero
Concha e Toro 

Seleção favorita nas mesas. No campo, não tanto.

Clarin da Boa Vista

segunda-feira, 23 de junho de 2014

LACUNA !

 
Ausência do Sarney nas próximas eleições preencherá uma enorme lacuna.

Clarin da Boa Vista

PRÁ PENSAR !

Fernão Lara Mesquita, escreveu:

Volta à cena o discurso do ódio. Já não é plantação, é colheita. Nenhum ódio tem sido desprezado pelo partido do "nós" contra "eles", este que patrocina o exército de apedrejadores profissionais que patrulha a internet. Está morto o Brasil em que Gilberto Freyre viveu e há muitos outros ódios no forno. Mas o ódio por trás de todos os outros, o ódio cujo nome o PT que sobrou não ousa mencionar é o ódio ao merecimento.
Há uma boa razão para isso.
O PT não é causa, o PT é consequência. Essa corrupção toda não está no ponto de chegada, está no ponto de partida.
O que é essa "expertise" em se apropriar das bandeiras alheias e pervertê-las para sustentar a Contrarrevolução em nome da Revolução senão o velho expediente "corporativista" que Portugal inventou lá atrás para "fazer a revolução antes que o povo a fizesse" e, assim, abortar a da igualdade perante a lei, da meritocracia e dos representantes submetidos aos representados que vinha derrubando monarquia atrás de monarquia pela Europa afora?
O PT que sobrou é o resultado dessa receita na versão retemperada por Getúlio Vargas apud Benito Mussolini e Juan Domingo Perón. O produto do sindicalismo pelego que saltou do papel de "coadjuvante assalariado" para o de dono do cofre e do Poder, ele próprio.
Essa evolução de "subornado" para "subornante" a que nós todos assistimos não foi apenas natural, portanto, era inevitável.
A receita não poderia resultar em coisa muito diferente.
Junte meia dúzia de "companheiros" dispostos a tudo e funde um sindicato sem trabalhadores associados que o governo vai lhe dar uma teta eterna no grande úbere do imposto sindical. Trate, daí por diante, apenas de não perdê-la nas "eleições" por aclamação desse seu sindicatozinho do nada. É a primeira etapa do curso. Use dinheiro, use intimidação, use a imaginação: vale tudo nesse jogo sem juiz.
Como força auxiliar dessa "forja de lideranças", monte uma justiça paralela e diga a todo sujeito que trabalhou para alguém um dia que contrato, neste país, não vale nada: se ele mentir, inventar e trair, e se cabalar quem se preste a coadjuvá-lo nessa milonga depois de finda a relação, ganha um monte de dinheiro no mole.
"Seja desonesto que o governo garante!", é a mensagem que desce do Olimpo. Essa sempre próspera indústria custou R$ 51 bi aos empregadores brasileiros só no ano passado.
Repita a mesma receita para a criação de partidos do nada. Adicione ao dinheiro do Fundo Partidário o tempo de TV negociável no mercado "spot" da governabilidade e você estará selecionando a "elite" dos mais sem limites entre os que não se põem limites para disputar esse tipo de "liderança".
Cubra tudo com uma categoria de brasileiros "especiais" que, uma vez tocados pela mão que loteia o Estado, nunca mais perde o emprego, nem que não trabalhe, nem que seja pego roubando.
Decore com elementos da pornografia comportamental - essa em que todo mundo trai todo mundo dentro e fora da família; os filhos às mães e estas a eles e daí para baixo tudo, e "Tudo bem! Ai de quem disser o contrário!" - em que todo brasileirinho e toda brasileirinha é sistematicamente treinado pela televisão desde o nascimento.
Está pronto! "Reserve" e deixe fermentar.
Que tipo de país pode resultar dessa mistura? Este cuja festa nacional evoluiu da ingênua "pátria em chuteiras" de há pouco para esta Copa da corrupção com 57 mil soldados do Exército nas ruas para garantir a paz que não há, um para cada brasileiro assassinado no ano passado?
Não é um palpite absurdo...
Enquanto procura a resposta sobre se "é a arte que imita a vida ou a vida que imita a arte", vá se perguntando que argumento tem uma mãe da favela para convencer seu filho a não entrar para o tráfico e continuar estudando nas nossas escolas públicas porque este é o país onde quem se esforça vai pra frente!
Esse é o único jeito de jogar o jogo do poder que o PT entende; aquele em que o partido nasceu e foi criado. Eventualmente "lá", até por falta de qualquer outro tipo de repertório, é inevitavelmente mais do mesmo que o carregou até ali que o partido fará para manter o que conquistou.
Mas as contas, agora, são outras. Será preciso comprar 50% + 1 de todas as lealdades, o que pode custar a destruição da economia. Para que essa relação de causa e efeito não seja percebida será necessário falsificar as contas nacionais. A confiança do investidor será, porém, a primeira vítima. E então o dilema se apresentará: para que os investimentos voltem será preciso admitir a verdade; mas para admitir a verdade será preciso admitir que se estava mentindo antes. Como, então, manter "aprovada" a farsa exposta senão substituindo a regra de maioria pela do "onguismo pelego"? A lei terá de passar a ser feita na rua; no porrete. Mas isso só será possível se o jornalismo livre for substituído por um "jornalismo" também "pelego"...
Não é, portanto, uma questão de ideologia ou de coerência - e quem se importa com elas? - a progressão da antiutopia pelega do lulopetismo. É um imperativo de sobrevivência.
Há um Brasil submetido à meritocracia - se não por outra razão, porque a internacionalização do jogo econômico o impõe implacavelmente - no qual educação é a única medida do merecimento; e há um Brasil que, a um preço cada vez mais proibitivo para o outro, só subsiste se conseguir mantê-la longe dele. Esses dois Brasis são mutuamente excludentes na nova realidade globalizada. A opção hoje está em entrar nele pelo mérito ou sair do mundo e viver bolivarianamente à margem dele.
Pense nisso antes de decidir qual das alternativas de caminho postas à sua frente conduz ao beco sem saída do ódio e qual a que, com todas as dificuldades que houver, deixa aberta a porta da esperança. Sua escolha vai decidir o destino de toda uma geração.
 
Fernão Lara Mesquita

MISTUREBA


Há séculos que no "viver é perigoso" comenta-se que os partidos políticos, como aí estão, não representam nada. 
Transformaram-se em bandos sedentos pelo poder ou por uma parcela  dele.
Estamos assistindo nos últimos dias acertos e parcerias inacreditáveis. Tudo em busca de alguns segundos a mais no horário político e juntar fichas para serem trocadas por cargos a partir de 1º de janeiro.   
Na terrinha assistiremos apoios duplos, triplos e quádruplos.
Os vereadores estarão dispensados de manter o mínimo de fidelidade partidária, mesmo porque, muitos não se lembram a qual partido estão filiados.
Sem nenhuma exclusão, saltarão de palanques como saltam de poças dágua em dias de chuva.
Não se preocuparão em cometer gafes nos discursos, pois todos, como sempre, prometerão mudanças.
E segue o jogo...
 
ER

GRANDE IDEIA !


RECALL

 
A montadora japonesa Honda anunciou um recall de mais de dois milhões de veículos no mundo por um problema no sistema de airbag.
Outras duas montadoras, Nissan e Mazda, fizeram anúncios similares nesta segunda-feira. A Nissan anunciou um recall de 755.000 veículos e a Mazda de quase 160.000 carros.
Já no Brasil, espera-se que o povo faça recall de milhares de políticos nas eleições de outubro, por diversos problemas apresentados. Poucos escaparão.
 
Clarin da Boa Vista


AUMENTO DO ISS OU "BODE NA SALA" ?

 
Conta a parábola que um homem estava enfrentando muitos problemas em casa e que o ambiente por lá estava insuportável. Todos ali tinham algum motivo para reclamar. Ele queria mais tranquilidade, sua mulher queria mais limpeza e organização, seus filhos queriam mais atenção… Ao levar suas reclamações a um amigo sábio esse homem recebeu um conselho bastante estranho: “Encontre um bode não muito pequeno e o amarre no centro de sua sala de estar”.
Como já havia feito de tudo para contornar as reclamações de sua esposa e de seus filhos e nada havia dado resultado, o homem consegui o tal bode e o prendeu no centro da sala, para espanto de todos. Explicou que seria para resolver os problemas da família e sua mulher acabou concordando. Sua sala era um tanto quanto pequena e a presença do bode por lá começou a causar algumas dificuldades, a começar pela falta de espaço. Logo que chegou o bode esbarrou em alguns móveis e quebrou vários objetos de decoração que estavam por lá. Também não demorou para que ele começasse a sujar a sala, fazendo suas necessidades por lá mesmo. Não bastasse isso, o pobre bode exalava um cheiro não muito agradável deixando aquele ambiente bem pouco agradável.
Após uma semana da presença do bode todos estavam odiando sua presença na casa e o homem decidiu então voltar a falar com seu amigo sábio, imaginando que havia perdido alguma parte de explicação, pois aquilo que deveria resolver os problemas da família estava causando ainda mais desconforto. Mal explicou a situação e o sábio disse: “Retire o bode da sala, limpe o lugar e arrume tudo”.
Mais uma vez sem entender nada, imaginando que havia perdido mais uma oportunidade de resolver os problemas da família, ele voltou para casa, desamarrou o bode, organizou e limpou tudo. Quando chegaram em casa, sua mulher e seus filhos pareciam não acreditar no que viam. Todos vibraram ao saber que não teriam mais que conviver com o bode mal cheiroso e passaram a curtir a tranquilidade e o conforto da casa com enorme prazer. Ninguém mais tinha do que reclamar. Nada parecia maior do que a lembrança dos problemas causados pelo bode. A harmonia passou a reinar naquela família.
 
Blog: Qualquer semelhança...
 
ER

CRIATURA E CRIADOR


domingo, 22 de junho de 2014

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
"Cuidado para não chamar de inteligentes apenas aqueles que pensam como você."

Ugo Ojetti

SEM PALAVRAS


AGORA VAI !


sábado, 21 de junho de 2014

TORCEDORES ALEGRES

 
Torcedores sul-americanos presentes no Brasil estão devolvendo aos moradores a alegria de viver.

(ou a alegria do sul-americano só acontece fora do seu país)

Clarin da Boa Vista

CONVENÇÃO DO PT


sexta-feira, 20 de junho de 2014

quinta-feira, 19 de junho de 2014

SOFRIMENTO

 
É mais ou menos como chegar em casa no final da tarde, se atirar no sofá e se livrar do par de sapatos novo e meias. E claro, ficar tocando "piano" com os dedos dos pés. Nos leva até a fechar os olhos.
É o que sentimos ao assistir uma partida entre duas seleções que não têm nada a ver com a gente.
Claro, escolhemos sempre a representante do país mais pobre ou daquela mais desajeitada na prática, como diziam os comentaristas do passado, do esporte bretão.
Podemos até dar o luxo de mudarmos de time, por alguma antipatia ou algo assim, umas duas ou três vezes durante a partida.
E mais, abandonamos a sala a qualquer momento para buscar uma latinha de cerveja, dar uma beliscada na geladeira e folhear o jornal.
Total falta de compromisso, estilo eleitor brasileiro nas eleições. Como amanhã ninguém se lembrará para quem torceu, também não lembram em quem votaram.
Já em dia de jogo pelo Brasil...isso é divertimento ?
A penação começa pela manhã. Risos forçados e respostas ríspidas. Tensão pura.
Como diz um amigo da Boa Vista:
- Seria mais justo que a seleção do pais que promove a festa só entrasse na final e precisando só do empate.
É a vida.

ER

quarta-feira, 18 de junho de 2014

ADIOS ESPANÃ


MUITOS PESOS


 
Em toda a cobertura monumental da manifestação contra Dilma, não encontrei algumas perguntas fundamentais:

1
- Quando o governador paulista Mário Covas foi insultado e agredido fisicamente na Praça da República, em São Paulo, José Dirceu disse que os tucanos deviam apanhar nas ruas e nas urnas. A pergunta: o pessoal que ficou indignado com o lema tão comum nos estádios protestou contra a agressão ao governador? Reclamou do apoio de Dirceu aos agressores? Terá este colunista ficado tão surdo que não ouviu a dura reprimenda de Dilma Rousseff aos mal-educados violentos?

2 - Quando a jornalista cubana Yoani Sanchez visitou o Brasil, houve manifestações com o objetivo de, além de insultá-la, impedi-la de falar às pessoas que queriam ouvi-la. Yoani, como Dilma, é mulher; e estava no Brasil como visita, a convite. O pessoal que ficou indignado com o lema tão comum nos estádios protestou contra os insultos a Yoani e os tumultos que chegaram a impedi-la de falar em alguns lugares? Teremos todos ficado tão surdos que não ouvimos as duras reprimendas de Dilma Rousseff aos mal-educados violentos?

3 - Quando um militante petista, Rodrigo Pilha, funcionário da deputada distrital petista Erika Kokay, de Brasília, reuniu um grupo de amigos mal-educados para insultar e perseguir na rua o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, ele mesmo se vangloriou do feito, com frases como "nós o botamos para correr". O pessoal que ficou indignado com o lema tão comum nos estádios protestou contra a perseguição e os insultos ao presidente de um dos três Poderes da República? Teremos todos ficado tão surdos que não ouvimos as duras reprimendas de Dilma Rousseff aos mal-educados violentos?

Só os adversários são obrigados a se comportar de maneira educada?

Brickmann