quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

MOMENTOS MÁGICOS


PREVISÕES DO ALÉM

 
Só pode ter alguém  interferindo negativamente, diga-se de passagem, com sucesso,  no relacionamento do Prefeito e os competentes  ex- responsáveis pelo monitoramento da enchentes, entre os quais se destacam o Prof. Alexandre Barbosa e Celem Mohallen.
Está lá no Itajubá Notícias para quem não acreditar:
 
"...durante a reunião que oficializou a criação do Gabinete de Gestão Integrada o prefeito Rodrigo Riera falou sobre a preocupação com o trabalho realizado por Alexandre Barbosa, principalmente devido às diferenças políticas (sic) do profissional da Unifei, responsável pelo monitoramento de enchentes, com a atual administração.
Declarou: Para vocês terem uma ideia, o professor de uma universidade federal mandou recado para o prefeito com um bilhetinho, com nome, endereço e telefone de uma vidente, mandou isso para o prefeito de uma cidade, de uma vidente que é para eu procurar uma vidente que ele não passaria nenhuma informação para Prefeitura de Itajubá..."
 
O Jornal conversou na última segunda-feira (23) com o Alexandre e com o Celem, na Unifei. (entrevista será publicada pelo Jornal na próxima semana)
 
Questionado pelo Jornal sobre o bilhete, o professor Alexandre reagiu rindo, negando que tenha o enviado  para o Prefeito: " -  Até hoje não me falaram que eu tenha sonambulismo ou qualquer outra coisa do genêro, porque essa para mim foi a piada do ano e acrescentou, que as coisas que eu faço (ele),  e o Celem sabe muito bem disso, a gente deixa as coisas tudo de maneira oficial, tudo oficial, timbre da Universidade. Agora mandar bilhete ? 

Como dizem na Boa Vista: ai, iaiai, iaiai !

ER

VENTOS DE GUERRA

 
Estamos assistido terminar um dos anos mais atípicos da história da terrinha.
Total e absoluta ausência de oposição política partidária ao Prefeito Rodrigo Riera.
Inexistente.
Se morreu ou hibernou, só o tempo dirá.
Desde o final das apurações das eleições de 2012, politicamente, não se ouvem as vozes do Dr. Jorge, do Chico e do Prof. Paulino.
Seus correligionários na Câmara ?
Exceto pelo  Dr. Ricardo, Santi e Joel, os demais rezam pela cartilha da Administração.
É a vida.
Existe explicação: 
O Dr. Ricardo é um caso à parte. Sempre foi independente, calçado no impressionante número de votos (pela segunda vez).
O Santi tem vida própria na comunidade.
O Vereador Joel da Guadalupe começa a acelerar sua carreira solo. Desempenha papel similar ao do Secretário Robson na última gestão.
Entidades de classe ? não se manifestam. São "apolíticas" e partidárias da oração "venha a nós".
Imprensa ?
Certa vez o "Itajubá Notícias" publicou a famosa frase do Millôr Fernandes: "Imprensa é oposição. O resto é armazém de secos  & molhados". O jornal está maneiro com a Administração. Questão de tempo. Sempre foi independente.
O "Jornal da Cidade" e o "Sul de Minas" são duros, corajosos, combativos e críticos severos do Governo Municipal. Cumprem sua função.
A Rádio Itajubá AM me parece situacionista. Quase sempre foi e entendemos. A Celinha e Paula, ousam, vez por outra, a entrevistar pessoas descontentes com a situação. É raro. Quando acontece, abordam os assuntos com rara habilidade.
A Panorama segue a vida. Octavio Scofano é bom e sabe até onde vai.
A Rádio Jovem está equilibrada.
Orgãos técnicos, principalmente os atuantes ambientais, são pedra no sapato  com argumentos embasados. Sofrem contínuas retaliações. Irreparável se estiverem certos e penso que estão.
O que pega é a internet. No Facebook, incomodam o poder, o "Itajubá Reclama"  e o terrível e inteligente "Itajubá Depressão".
O blog "viver é perigoso", segundo os próprios comentarista, bate e assopra.
Enfim, não vivemos nenhum "céu de brigadeiro", mas dá para levar.
 
(quadro feito atendendo a um pedido de um amigo de BH, que respondeu via email:  "Não tem oposição partidária devido aos oposicionistas históricos estarem ocupando o poder").

Faz sentido
 
ER 

VAMOS A LA PRAIA


CONEXÃO DIRETA


No dia 26 de dezembro de 1929, pela primeira vez é utilizado em Itajubá, a título de experiência, o telefone interurbano. A primeira ligação direta com o Rio de Janeiro foi feita pelo Dr. Wenceslau Brás, que conversou com seu filho o Deputado José Brás. A inauguração oficial aconteceu dois dias depois.
Falando com o mundo.

(dados Armelim Guimarães)

ER

AMIGO SECRETO


DEU NO JORNAL

 
Antigamente, o show anual do Roberto Carlos era como panetone. Apareciam sempre no Natal e eram os mesmos, sem variações. Hoje mudou. Continuam aparecendo no Natal, mas surgiram muitos tipos de panetones.

Clarin da Boa Vista - Cultura

MOÇA BONITA

Penélope