domingo, 17 de novembro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS



Moralidade e política não só devem com podem andar juntas.

Gyorgy Lukács

NÃO IA FALAR SOBRE O CASO


Ter ultrapassado o 65 anos e acompanhado desde a infância os acontecimentos políticos no país, não é para fracos.
Vivemos e acompanhamos o governo João Goulart.
Num certo momento, chegou-se a uma bagunça tão grande, que a maioria do povo brasileiro, pediu, implorou e aplaudiu a intervenção dos militares.
Ou golpe, ou revolução, como queiram. Para mim, intervenção descreve melhor o acontecido.
A grande maioria dos que estão hoje no poder concordaram e apoiaram a ação.
O incômodo foi a demora dos militares em devolver o poder.
Durante o regime, muitos lutaram pela volta da democracia e alguns poucos, hoje no governo, lutaram pela implantação de uma ditadura comunista. Ou maoísta ou atrelada a Moscou, via Cuba.
Esqueçam do Lula. Estava se ajeitando em São Bernardo do Campo e possivelmente nem sabia o que estava acontecendo.
Entro no assunto:
Essa esquisita homenagem acontecida em Brasília ao ex-presidente Jango.
Uma cerimônia estranha e com toda a aparência de uma macabra estratégia de marketing.
Assustadoras, as fisionomias dos presentes no evento. Muitos deles conspiraram pela intervenção militar em 64. 

ER

ATÉ O PASTEL !

 
Durante a 8ª Festa do Pastel de Milho de Pouso Alegre, que acontece neste domingo (17), serão distribuídos 30 mil pastéis de graça na Praça Senador José Bento. O evento ainda conta com apresentações musicais dos cantores Aldo Custo e Wellington Araújo, além das duplas Carlos Viola e Zé Aírton, Assis e Zé Peixinho e Edmundo e Maria José. Também serão sorteados prêmios como bicicleta, forno microondas e uma TV LCD.
O pastel de milho é símbolo da culinária do município e há oito anos foi tombado como Patrimônio Histórico e Imaterial da cidade. Para divulgar e manter a tradição, os pasteleiros uniram-se e criaram uma associação. Atualmente, cerca de 40 pasteleiros atuam com o comércio na cidade.
 
PousoAlegreNet

ZUM ZUM ZUM