quarta-feira, 13 de novembro de 2013

AGORA VAI !

 
O deputado federal Odair Cunha (PT) é o novo presidente do PT de Minas e terá como principal desafio levar os petistas, pela primeira vez, ao comando do Palácio da Liberdade. Ele afirmou que pretende construir um programa unitário e consolidar o PT em todas as regiões do estado.
Apoiado pelo ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, pré-candidato da legenda ao governo do estado, Odair representa a continuidade da gestão do deputado federal Reginaldo Lopes (PT), que ficou por sete anos no comando do partido no Estado.
Em relação às aliança com o PMDB no estado, o novo presidente do PT mineiro afirmou que respeitará a decisão dos peemedebistas caso eles queiram lançar candidato próprio. O PMDB tem feito jogo duro com os petistas, e, na segunda-feira, dirigentes da legenda reafirmaram a intenção de lançar o senador Clésio Andrade (PMDB) para concorrer ao Palácio da Liberdade.
Comentou Odair:  “Nós entendemos que o PMDB é nosso aliado estratégico, já é nosso aliado nacionalmente, já foi nosso aliado e nós já fomos aliados deles aqui no estado. Não há nenhum problema na relação do PT com o PMDB, pelo contrário, nós queremos fortalecer os laços. Agora, se o PMDB entender, no momento certo, de ter uma candidatura própria, nós entendemos que no segundo momento estaremos juntos, no segundo turno”.
O Deputado  Federal venceu em meio a uma disputa tensa, com muitas tentativas de acordos e reuniões. Sua adversária direta foi a Gleide Andrade, ligada ao ex-Ministro Patrus Ananias.
 
Blog: Na foto (atrás do microfone dá para ver o Deputado Ulisses Gomes), ligadíssimo ao novo Presidente do PT. Festa na Casa Centenária localizada na subida da Matriz, na terrinha. Tudo indica que o Sul-mineiro Odair Cunha tenha superado o desgaste sofrido por ocasião da CPI do Cachoeira, de triste lembrança, quando foi o relator.
Mais forte agora e com a responsabilidade de comandar o seu partido, naquele previsto como o principal front na guerra eleitoral de 2014, quem sabe o Deputado dê uma força para a construção do Trevo do Country Club, com  uma nova ponte, enquadrando o projeto num desses pacs da vida. (lembrando: a Rodovia é Federal).
 
ER

VAI FALTAR PEDRA NO BRASIL


Em uma de suas homilias mais fortes desde que foi eleito, o Papa Francisco citou uma passagem da Bíblia na qual diz que alguns pecadores merecem ser amarrados a uma pedra e atirados ao mar, em uma referência clara à corrupção. Ele fez as declarações na segunda-feira durante uma missa na Casa de Santa Marta, onde escolheu morar depois de rejeitar o luxuoso Palácio Apostólico.
O Pontífice argentino criticou cristãos que levam uma vida dupla por dar dinheiro à Igreja, enquanto roubam do Estado. Segundo ele, são pecadores que merecem ser punidos. Citando o Evangelho de São Lucas, no Novo Testamento, ele afirmou:
- Jesus diz: ‘Seria melhor para ele se colocasse uma pedra ao pescoço e fosse atirado ao mar’.
O Papa descreveu as pessoas envolvidas em corrupção como tumbas, “bonitas por fora, mas por dentro cheias de ossos de mortos e de putrefação”.
- Uma vida com base na corrupção é putrefação envernizada - disse ele.
O sermão, que não fez alusão direta à corrupção dentro da Igreja Católica, vem num momento em que Francisco concentra esforços para acabar com irregularidades financeiras no Banco do Vaticano.
Foi a segunda vez em poucos dias que ele atacou os males da corrupção. Na sexta-feira, ele usou palavras fortes para criticar católicos que usam dinheiro sujo para regar os seus filhos com presentes e mandá-los a escolas caras.
 
O Globo


PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Janis Joplin - Foto Jim Marshall

PROJETO OLHO VIVO

 
O Ministério Público de Minas Gerais  pediu o bloqueio de bens do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, em uma ação civil de improbidade administrativa. Segundo a 17ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, em 2004, o ex-prefeito da capital mineira e então secretários teriam contratado, de forma irregular, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) para a implantação do sistema de monitoramento eletrônico “Olho Vivo”.
O MPMG quer a devolução ao erário de cerca de R$ 8 milhões, que teriam sido repassados à entidade. A ação foi ajuizada pela Promotoria no último dia 29 e, nesta data, distribuída para o juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública Municipal, Wauner Batista Ferreira Machado. No processo, além de Pimentel, são citados ainda a CDL/BH, o representante legal e o presidente da entidade, além de dois então secretários e o procurador geral do município.
A ação civil visa à condenação dos requeridos, cumulativamente, ao ressarcimento do patrimônio público e na aplicação de sanções pela prática de atos de improbidade administrativa. De acordo com a ação, para contratação do serviço, houve dispensa indevida de licitação. “A contratação recebeu o nome de ‘Convênio’ para dar aparência de legalidade ao imbróglio. Além de não possuir pertinência com o objeto social da CDL/BH, a execução do programa 'Olho Vivo' fora realizada por meio de empresas subcontratadas. Em outras palavras, a CDL/BH fora utilizada como mera intermediária, apenas para afastar a necessidade de licitação”, afirma o documento assinado por seis promotores.
O Ministério Público alega ainda que o convênio foi firmado com objetivo de “capitalizar” a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte, uma vez que entidade, à época, teria um débito com o município de cerca de R$ 10 milhões.
Ainda conforme o MPMG, a parceria previa repasse de R$ 14,7 milhões. Entretanto, diante de investigações da Promotoria, foram repassados somente cerca de R$ 4,4 milhões, sendo suspenso o restante do valor. A CDL/BH, segundo a Promotoria, ainda teria recebido R$ 4 milhões do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para aplicar no convênio.
De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o processo ainda está em fase inicial. Na última sexta-feira (8), o magistrado responsável pelo caso determinou que os réus fossem citados. O prazo para que eles se manifestem é de 15 dias.
Em nota, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior informou que “o ministro Fernando Pimentel nega qualquer irregularidade de sua parte e da prefeitura por ocasião da implantação do programa”. A Pasta informou ainda que a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) adotou todos os procedimentos legais exigidos para assinatura e execução do convênio.
A CDL/BH, também por meio de nota, disse que a implementação do “Olho Vivo” foi executado em cumprimento à legislação vigente. A entidade ainda ressaltou que “sempre se pautou por desempenhar e executar uma conduta lícita e irreparável em todos os convênios”.

Jornal WebMinas -

 

CANTINHO DA SALA


Um tríptico do pintor britânico Francis Bacon foi leiloado nesta terça-feira pelo preço recorde de 142,4 milhões de dólares em Nova York, tornando-se a obra de arte mais cara já vendida no planeta.
"Three Studies of Lucian Freud", do artista figurativo do século XX, foi arrematado em um leilão da Christie's por exatamente 142.405.000 dólares, após seis minutos de intensa disputa, com lances ao vivo e por telefone".
Após a batida do martelo, a sala explodiu em aplausos diante do recorde, que superou o valor de 119,9 milhões de dólares pagos por "O Grito", de Edvard Munch, leiloado pela Casa Sotheby's, em Nova York, em maio de 2012.
"Trata-se de um momento histórico", afirmou o leiloeiro Jussi Pylkkanen quando os lances atingiram 126 milhões de dólares, após o preço inicial de 80 milhões.
Pintado quase 25 anos após Bacon e Freud se conhecerem, "Three Studies of Lucian Freud" superou amplamente o recorde precedente para uma obra do artista, de 86 milhões de dólares, em 2008.
Antes da venda, a Christie's descreveu a obra como "um ícone da arte do século XX" e "uma oportunidade única na vida" de adquiri-la.
 
( triptico - um conjunto de três pinturas unidas por uma moldura tríplice (dando o aspecto de serem uma obra), ou somente três pinturas juntas formando uma única imagem.)

France Press

RECOMEÇA A NOVELA