quinta-feira, 31 de outubro de 2013

CHEGAREMOS LÁ

 

A Câmara Municipal de Varginha aprovou ontem (quarta-feira) um projeto de lei que dá à Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) o direito de administrar o aterro controlado e o aterro sanitário do município por 26 anos. O projeto não estava na pauta de votação do dia. Representantes da prefeitura chegaram na reunião do Legislativo com um requerimento assinado por oito vereadores pedindo urgência para votação do projeto. O projeto de lei ainda segue para sanção do prefeito municipal.
Com a solicitação da prefeitura, a reunião dos vereadores teve que ser suspensa para cumprir as medidas legais para que o projeto entrasse em votação. Após quatro horas de reunião, o projeto foi aprovado por nove votos contra cinco. A votação gerou polêmica. Alguns vereadores reclamaram que não tiveram tempo para analisar a proposta e criticaram a aprovação a toque de caixa.
Os vereadores contrários ao projeto de lei também criticaram o valor que a prefeitura irá pagar à Copasa pelo serviço. Varginha produz cerca de 100 toneladas de lixo por dia e deve pagar à companhia R$ 69 por tonelada.
Para assumir a administração, a Copasa terá que finalizar a operação do aterro controlado em funcionamento e recuperar a área do aterro sanitário. Além disso, a companhia terá que regularizar as licenças ambientais dos dois aterros, que estão vencidas, processo que deve durar quatro meses. A partir disso, a Copasa poderá começar a operar.
G1

Blog: As coisas vão se encaixando. Em princípio sou favorável a privatização. E 26 anos anos passam rápido.

ER

É DISCO QUE EU GOSTO


PRÉ - SHOPPING BEIRA RIO

(Foto Malu Rennó)
Dá para ver lá no fundo, à esquerda, a famosa Sala B da Efei. No plano principal, a linha férrea que ia até Delfim Moreira.
Mudou um pouco.

ER

O VELHO ULYSSES

 
 
Ulysses Guimarães: Velho, não velhaco.
 
Do livro "A História de Mora " de Jorge Moreno. (já comentada por um anônimo no blog)
 
"Durante o processo de deposição do presidente Collor, numa entrevista, Jô Soares perguntou ao Dr. Ulysses:
 
- Ulysses, o presidente Collor te chamou de gagá e disse que você só vive à base de remédios.
 
- É verdade, Jô ! Infelizmente, passei uma fase tomando remédios. Mas meus remédios, as minhas drogas, eu as comprava legalmente, nas farmácias, com receitas médicas e controladas.
 
Jorge Moreno 

DEU NO JORNAL

 
 
Comprovado hoje: a saída de Itajubá passa pela Boa Vista !
 
Clarin da Boa Vista

POR QUE NÃO TE CALAS ?

 
 
Postado pelo Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central, sobre a besteirada (natural) dita por Lula na sua recente passagem por Brasília, onde foi homenageado pelos 25 anos da Constituição, contra a qual foi veementemente contra.

"A estabilização não foi feita por Lula, mas APESAR dele. Lula e o PT sabotaram o Plano Real até onde puderam, mas fracassaram em atrapalhar o suficiente. Lula herdou da FHC um país que venceu a hiperinflação e fez muitos progressos e reformas, e que se sentia inseguro não com o passado recente, mas com o que ele, Lula, ia fazer. O país se tranquilizou quanto à economia quando ele, Lula, adotou as políticas macroeconômicas de FHC, que sempre atacou. A partir daí fala da estabilização e do tripé como se tivesse sido ele o inventor. Pior que oportunismo: era uma “apropriação indébita” como diversas outras que o PT praticou uma das quais, conhecida como “Mensalão”. O país não quebrou em 1998, quando enfrentou uma crise parecida com a de 2008. Em 1998 fizemos um acordo com o FMI: se isso é quebrar, ele Lula também esteve quebrado durante boa parte do seu governo. E a política cambial de 1994-98, tão fundamental para o sucesso da estabilização, nada teve que ver com a crise, que vem de fora, como a de 2008. Em dinheiro de hoje, o câmbio estava em cerca de R$ 2,15 ao final de 1998, mais ou menos onde está agora. Tem razão o Rei da Espanha também sobre Lula, outro falastrão."
Gustavo Franco

 
 

BIOGRAFIAS NÃO AUTORIZADAS DE ANÔNIMOS



No decorrer do tempo temos arquivado os comentários, por uma razão ou outra, não publicados. Alguns poucos, foram imediatamente deletados.
Pois bem, como já são milhares, pensamos em organizar e publicar o pacote, sem identificar o assunto.
Prepare o coração.

ER
 

MOÇA BONITA

Sonia Braga

DEPOIS RECLAMAM !

O governador Antonio Anastasia visita amanhã ( sexta-feira) Pouso Alegre, no Sul de Minas, onde participa da inauguração do novo centro de distribuição da Unilever. O local é um dos maiores e mais modernos centros de distribuição da empresa no mundo e vai aumentar capacidade operacional para dar suporte ao crescimento da organização.
Após a inauguração, o governador Anastasia, acompanhado do secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, e o presidente da Copasa, Ricardo Simões, visita as obras do Sistema de Proteção contra Enchentes. O Governo de Minas está investindo, por meio da Copasa, mais de R$ 22 milhões no empreendimento, obra reivindicada há anos pela população da cidade.
 
Blog: Ô Doutor Bilaquinho, e a barragem dos Freires aqui na terrinha ?
 
ER

GASOLINA