quarta-feira, 23 de outubro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
"Alguns homens vêm as coisas como são e dizem  "Por quê?". Outros sonham com as coisas que nunca foram e dizem "Por que não?".

Bernard Shaw

MOMENTOS MÁGICOS

OS DESATINOS DA RAPAZIADA


Qualquer dos alunos do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista é claro, sabe que o dinheiro da prefeitura é do povo. Foi pago pelo povo através de impostos para o governo municipal usar nos interesses do povo. O comércio não doou nada. Nadica de nada. O imposto recolhido quando das vendas foi embutido no preço. Quem pagou foi o povo.
Querem aumentar suas vendas no final de ano e acreditam que com ruas enfeitadas o povo gasta mais. Pode ser.
Julgam que é obrigação do Prefeito dar o dinheiro para enfeitarem as ruas principais. Ou seja, julgam que é obrigação do povo pagar a iluminação das ruas.
Entram com o que ? Administram os recursos.
Preocupante  a entrevista do Presidente da CDL concedida ao Jornal Itajubá Notícias.
Situação difícil do Prefeito Rodrigo Riera.
Se não se juntam para instalar lâmpadas como irão entrar com R$ 3 milhões para a revitalização do centro da cidade?

E cobram: Está lá em entrevista concedida pelo presidente da CDL ao Itajubá Notícias:

"...  Para você ter uma ideia, no ano passado, a verba foi liberada dia 21 de dezembro, o que adianta?
Esse ano a gente colocou para o Rodrigo Riera,  que essa verba, se for liberada, por favor, seja o mais rápido possível. E a gente espera que pelo menos a confirmação da liberação da verba aconteça até o final desse mês.
... Tem a Parada Natalina, que é o grande evento da CDL, que inclusive já tem data, vai ser no dia 12 de dezembro. Mas os projetos mesmo dependem muito da liberação dos recursos. Se o prefeito falar que vai liberar X, nós temos que trabalhar em cima disso.
A gente foi bem específico com o prefeito, para fazer a mesma coisa que estava sendo feito, é melhor não fazer, porque está na hora de dar uma melhorada. Ano passado conseguimos uma liberação para a CDL de R$70 mil e eles liberam um pouco mais porque tem queima de fogos, shows na praça e é uma parte que a CDL apenas administra. Esse ano a gente está pleiteando, só para enfeite de Natal, algo em torno de R$100 mil, para se fazer um enfeite de Natal pelo menos um pouco melhor. Mas a gente trabalha com o que tem. Se o prefeito falar ‘vamos liberar R$5 mil’, vamos trabalhar com R$5 mil. Mas o ideal hoje seria algo em torno de R$100 mil só para enfeite de Natal..."

Fosse eu o Prefeito, direcionaria realmente R$ 120 mil para o natal. Dividiria pelos bairros do Reborgeoun, Santa Rosa, Jardim das Colinas e Novo Horizonte. Com decoração e shows com artistas locais. Prêmios, brindes, papai noel, etc. O povo se realiza nas proximidades de suas casas, com suas famílias e seus vizinhos. Ninguém teria necessidade de tomar ônibus lotados para ir até o centro. Claro que fariam compras na Rua Nova e Major Belo. Sobraria tempo para isso.  

Ah! no Natal comemoramos o nascimento de Cristo.

ER 

IMAGINAÇÃO SOBRE OPORTUNO PLEBISCITO

Também acho que a tarifa de energia elétrica está alta. Como também penso que as contas da Copasa estão pelo olho da cara. Como as passagens de ônibus, preços dos remédios, da gasolina, etc, etc. Quase tudo nas alturas, devido ao estratosféricos impostos adicionados.
Sobre o assunto, imagino que aconteceu o seguinte:
Reunião da cúpula estadual do PT, com certeza realizada em volta de uma abastada mesa, com finos quitutes e vinhos caros:
 
- Companheiros, temos que dar uma agitada nas coisas. Já fomos levados a aposentar bandeiras e flâmulas vermelhas e gritos de guerra. Logo vão pensar que não existimos mais. Sugiro começarmos uma reação nos municípios não administrados pelo partido. Precisamos colocar em prática uma oposição vibrante em cima dos temas polêmicos de cada cidade. Afirmou o suado Deputado Federal, oprimido pelo terno 2 números menor.
 
- Gente, é preciso muita calma nessa hora, ponderou o jovem Deputado do Sul de Minas. Reclamar da Copasa é fria. A empresa está ligada diretamente no Bilaquinho. Somos parceiros na região. As outras reivindicações, de uma forma ou de outra estão ligadas ao governo federal. Ou seja, mexer nisso é dar tiro no pé.
 
- Caro Deputado, interrompeu o outro Deputado magrinho com jeito de ex-padre. Lá na sua cidade não estão discutindo o Plano Diretor, número de vereadores, aeroporto, lixo, viaduto e alargamento de pontes ? Caiam matando.
 
- Ficou louco ! Se nós formos contra a atual administração o povo passa a apoiá-la de imediato. Como sempre, a nossa estratégia é romper no último ano da gestão. Ainda está longe.
 
- Amigos, disse o Deputado gordão, ex- Polícia Militar. Vamos pegar prá judas o ICMS da conta de luz. Afeta todos e é de responsabilidade do Anastasia.
 
- Está brincando, vociferou a Deputada ex-Professora, girando nas mãos o seu celular Galaxy, última geração. Vai que isso passa e o Pimentel ganha a eleição no ano que vem ?
 
- Voltou o jovem Deputado do Sul de Minas, com seu belo terno meia-estação. Vamos fazer um plebiscito buscando colher um milhão de assinaturas. Faz um barulhão e não corremos o risco de dar certo. E mais, montamos a coleta de dados em locais de confiança e cadastramos todos os eleitores para enviar material de propaganda.
 
- Aplausos gerais. Proposta sem contestação.
 
Blog : (Está sendo realizado em todo o estado de Minas Gerais o Plebiscito Popular pela redução das tarifas de energia elétrica e do ICMS na conta de luz. .
A expectativa é que sejam recolhidas mais de um milhão de assinaturas que serão anexadas ao projeto que reivindica o desconto e encaminhados ao Governo Estadual).
 
ER

PODE ESTAR NA CARA

 
Ela é a substância mais venenosa conhecida pelo homem. Pequenas doses, em colheres, seriam suficientes para matar todo mundo na Grã-Bretanha. Alguns quilos matariam todos os humanos no Planeta.
É tão perigosa que só pode ser fabricada em instalações militares, com custo de US$ 100 trilhão por quilo. Apesar de ser tão tóxica, esta substância está em altíssima demanda. Muitas pessoas pagam grandes fortunas para injetá-la em suas testas.
Trata-se da toxina botulínica – popularmente conhecida como Botox – que é produzida pela bactéria que foi descoberta em uma fábrica de salsichas no século 18. O nome "botulus" vem da palavra em latim para "salsicha".
Na escala de LD50 de grau de toxicidade – que mede a quantidade necessária para matar metade das pessoas expostas ao produto – o Botox tem uma marca de 0.000001 mg/kg.
Ou seja, uma dose minúscula de 0,00007 mg (peso inferior a um milímetro cúbico de ar) pode matar um homem de 70 kg.
A toxina botulínica mata suas vítimas causando falhas respiratórias. É uma neurotoxina que entra nos nervos e destrói proteínas vitais. Isso interrompe a comunicação entre nervos e músculos, o que pode levar meses.
Sua principal fama é a de evitar rugas em pessoas que estão envelhecendo, ao destruir os nervos responsáveis por isso. As quantidades usadas são minúsculas – de até um bilionésimo de grama – dissolvidas em uma solução salina.
Mas o botox é muito mais do que apenas um produto de vaidade. É extremamente útil para tratar várias condições médicas, de estrabismo a enxaquecas, passando por suor em excesso e problemas de bexiga.
O botox é apenas um exemplo de como venenos muito poderosos podem ser usados para tratar problemas médicos.
 
BBC


RIR PARA NÃO CHORAR


MOÇA BONITA

Carol

CABOS ELEITORAIS