quarta-feira, 16 de outubro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
"A única ocasião em que não devemos deixar de ofender um amigo é quando se trata de lhe dizer a verdade e de lhe provar assim a nossa fidelidade. Porque não devemos deixar de sobreavisar os nossos amigos, ainda quando se trate de os repreender. E nós mesmos devemos levar isto em boa vontade, quando tais repreensões são ditadas pelo bem querer."

Cicero

SÓ BLUES


BALANÇO

Do ex-ministro Almir Pazzianotto Pinto para o O Estado de S.Paulo.
Na campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014, o Partido dos Trabalhadores (PT) gozará de autoridade para reivindicar a paternidade de dez obras, em 12 anos de governo. São elas:
 
Mensalão
Rompimento dos princípios da ética e da moralidade
Insegurança jurídica
Desprestígio da diplomacia
Compra e venda de legendas
Declínio das atividades industriais
Exportação de empregos para China e Índia
Criação de ministérios inúteis
Construção e financiamento de estádios de futebol
Oficialização da palavra "presidenta"
 
Amigos propuseram-me a inclusão:
 
Da falência do ensino e da assistência pública à saúde,
Do endividamento,
Da alta dos preços,
Da inflação,
Do registro de milhares de sindicatos pelegos,
Da violência,
Da expansão do tráfico de drogas.
 
Para alguns, o maior feito levado a cabo desde o governo Lula seria:
 
A  reforma ortográfica, com obscuras regras sobre o uso do hífen e a eliminação do trema.
 
Ex -Ministro Almir Pazzianotto Pinto (resumo)

CANTINHO DA SALA



Mais de 130 obras do pintor germano-suíço Paul Klee (1879-1940) serão exibidas a partir de hoje na galeria londrina de arte Tate Modern.
A mostra Paul Klee: Making Visible (Paul Klee: Trazendo à Luz, em tradução livre) percorre três décadas da plural e intensa produção do pintor, com óleos e aquarelas, em nada menos que 17 salas. Segundo o curador Matthew Gale, a mostra, que pode ser vista até 9 de março de 2014, "tenta expressar o intimismo do trabalho de Klee". 
O recorte cronológico propõe rever fases como a década de 1910, quando o pintor viveu em Munique e começou a ficar conhecido, e os anos 1920, época em que o artista lecionou na Bauhaus.
Na escola de artes plásticas, design, artesanato e arquitetura fundada por Walter Gropius em Weimar e fechada pelo partido nazista da Prússia, Klee produziu algumas de suas pinturas abstratas mais importantes. Com a composição Fire in the Evening, de 1929, a popularidade do pintor, um dos dos nomes mais fortes do modernismo europeu, ganhou dimensão internacional.
A Tate ainda mostra os primeiros passos do artista durante a Primeira Guerra Mundial, quando ele se dedicou a patchworks abstratos.
Nascido na Suíça em 1879, Klee começou a trabalhar como músico, tradição em sua família, mas logo voltou suas inquietações para a pintura. Em 1912, ele se uniu ao grupo de artistas de vanguarda Blue Rider, de Kandinsky. 
Na década de 1930, o pintor fez algumas das mudanças mais radicais em seu estilo, quando os nazistas o tiraram de seu cargo como professor, e se refugiou com sua família na Suíça, enquanto suas obras foram retiradas das coleções na Alemanha.

EFE

MOÇA BONITA

Arósio

CAIU A LINHA

 
Uma joalheria foi assaltada no final da tarde de ontem em Santa Rita do Sapucaí. Segundo a Polícia Militar, dois homens chegaram em uma moto sem placas e anunciaram o assalto. Eles fugiram levando joias, mas perderam um celular durante a fuga. Segundo a polícia, os números da agenda do celular seriam da cidade de Itajubá.
 
Globo

BREJO ?