terça-feira, 15 de outubro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS



O dia do benefício é a véspera da ingratidão.

Ulisses Guimarães

EXPLICADO E ENTENDIDO

 
Na Universidade de Griffith, Austrália, há um concurso anual sobre a definição mais apropriada para um termo contemporâneo. Este ano, o termo escolhido foi "politicamente correto". O estudante vencedor escreveu:
"Politicamente correto é uma doutrina, sustentada por uma minoria iludida e sem lógica, que foi rapidamente promovida pelos meios de comunicação, e que sustenta a ideia de que é inteiramente possível pegar num pedaço de merda pelo lado limpo."
Email Alaor
 
ER

IMPRESSIONANTE

 
Uma pesquisa do centro de estudos britânico Nesta argumenta que o setor chinês de ciência já é "grande demais para ser ignorado". O país  gasta cerca de US$ 500 milhões em pesquisas por dia e emprega um quarto da força de trabalho do setor no mundo.
De posse do relatório, o ministro das Finanças britânico, George Osborne, disse nesta terça-feira que os britânicos tendiam a ver a China como um grande "sweatshop" (fábrica com condições de semiescravidão). Osborne disse a um programa de TV que o gigante asiático "está na vanguarda da medicina e da alta tecnologia."
O estudo da Nesta compila dados impressionantes:
  • A China tem o supercomputador mais rápido do mundo, o Tianhe-2. Seus chips são feitos pela Intel, mas foram desenvolvidos por pesquisa chinesa.
  • Cientistas chineses criaram o material mais leve já conhecido, uma espécie de gel aerossol composto por carbono e grafeno.
  • Em apenas 14 anos, a China deixou de ter apenas 1% da capacidade de sequenciamento genético do mundo para ter quase 50%.
Um fator-chave identificado no relatório da Nesta é o tamanho extraordinário de gastos do país em pesquisa - cerca de US$ 163 bilhões ano passado, um aumento de 18% em relação ao ano anterior, com novos saltos planejados.
Isso indica que a ciência passa a ser vista como um elemento central na estratégia de longo prazo de crescimento da China.
A China também se destaca no número de patentes solicitadas e garantidas, na educação superior (em 2020, calcula-se que o país possa produzir mais formandos do que os EUA e a União Europeia juntos) e em publicações científicas (no mesmo ano,o país deverá passar a publicar mais artigos científicos do que os EUA).
 
BBC

É DISCO QUE EU GOSTO


AOS MESTRES COM CARINHO

 
Dna Ivone, Dna Raimunda, Dna Thereza, Dna Eliane, Dna Geralda, Dna Elza, Dna Maria do Carmo, Dna Geny, Dna. Alcina, Prof. Nélio, Prof. Júlio, Prof. Olavo, Prof. Estácio, Prof. José Carlos, Prof. Dewel, Prof.José Geraldo, Prof. Oswaldo, Prof. Lélio, Prof. Glycia, Prof. Lourdinha, Prof. Maria Emília, Prof. Gilce, Prof. Bella Haydu, Prof. Paulo Meloni, Prof. Surica, Prof. Glorinha, Prof. Odeir,Prof. Carneirão, Prof. Ururahi, Prof. Otto, Prof. João Baleia, Prof. Bicudo, Prof. Biga, Prof. Miltão, Prof. Paulo Lamoglia, Prof. João Luis, Prof. José Alves, Prof. Chicão, Prof. Luis Gomes, Prof. Pedro Mendes, Prof. Fredmark, Prof.Marzulo, Prof. Djalma, Prof. Hermeto (dois), Prof. José Carlos Goulart, Prof. Ulderico, Prof. Alvarenga, Prof. Vilmar, Prof. Ricci, Prof. Chiquinho, Prof. Mokarzel, Prof. Fuchs, Prof. Cury (dois), Prof. Marino, Prof  Constanti, Prof.Sérgio Inácio,Prof. Takumi, Prof. Pinho, Prof. Marcílio, Prof. José Abel.

Pela vida, nunca foi preciso consultar agendas e anotações. Seus nomes não se afastam do pensamento. Me ensinaram. Se não aprendi...foi por defeito meu.

ER

MARCAS DA TORTURA


Toda a razão para a Presidente Dilma ter evitado ontem, uma maior aproximação com a população. Itajubá pode não trazer boas lembrança. O povo se empolga...
 
Anônimo

NA HORA


GUENTA ALDO !