sábado, 20 de julho de 2013

ISTO É

A revista "Isto É" repete na edição desta semana, o que seria um grande esquema de desvio de dinheiro das obras do Metrô e dos trens metropolitanos, montado durante os governos do PSDB em São Paulo. Lobistas e autoridades ligadas aos tucanos operavam por meio de empresas de fachada, segundo a publicação. Para variar, Siemens e Alston estariam entre as envolvidas.
Esse assunto já foi objeto de muitas reportagens em passado recente.
O que muda ?
Disposição da Siemens em colaborar com as investigações e admitir sua parcela de responsabilidade.
A revista já fez outras denúncias semelhantes a essa, que acabaram não se confirmando.
Veremos.
Mas que irá render muita conversa, sem dúvida. 

ER

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
 
Não há coragem triste.

Marcel Jouhandeau

VIDA MODELO


Li tempos atrás (2008). Muito bom de ler. Trata-se de uma autobiografia do maior criador de supermodelos do mundo.
Achei o livro fascinante.
Logo de cara, John Casablancas afirma “Não é um livro de fofocas. Não digo quem saiu com quem ou que tipo de droga as modelos usavam. Tenho uma relação de confidencialidade com elas e preservo alguns aspectos de suas vidas”.     
John Casablancas, nascido em Nova York e descendente de espanhóis, é conhecido por ter criado o conceito de supermodelo. Ele foi responsável por descobrir e agenciar inúmeras top models, incluindo Cindy Crawford, Naomi Campbell, Claudia Schiffer, Linda Evangelista, Adriana Lima e Alessandra Ambrósio.
 Mas o maior nome de sua lista de descobertas é o de Gisele Bündchen, com quem teve uma desavença pública, já que ela deixou a Elite Models, agência fundada por ele em Paris em 1972, quando começava a despontar na carreira. Gisele completa 33 anos neste sábado, 20.
O empresário também teve papel fundamental na carreira de diversas atrizes, entre elas Cameron Diaz, Kristen Dunst e Uma Thurman.
O empresário deixou a Elite no ano 2000 e foi pai de cinco filhos, entre eles Julian Casablancas, vocalista do The Strokes. 
Casablancas, tomou o barco hoje no Rio de Janeiro. Era casado com a ex-modelo brasileira, Aline Casablancas.
É a vida.
(o livro, para quem quiser ler, está à disposição na Boa Vista)

ER

MUITA CLASSE



Dia dos Amigos. Se você tem cinco amigos que atenderiam um seu chamado telefônico, numa madrugada fria e chuvosa e sem perguntar a razão, imediatamente iriam ao seu encontro, você tem tudo.
Ainda tenho muitos e com certeza, pelo menos 5 que se enquadrariam no citado acima. Muitos já tomaram o barco. Grandes amigos e boas lembranças.
"Adagio for Strings" foi composta por Samuel Barber em 1936. É sua obra mais conhecida. Barber enviou-a para o maestro Toscanini em janeiro de 1938. O famoso maestro devolveu a música sem comentários. Isso aborreceu muito Barber.
Passados uns meses, Toscanini fez chegar ao conhecimento de Barber que iria executar a sua peça, esclarecendo que a tinha devolvido por tê-la decorado.
"Adagio for Strings" foi tocada pela primeira vez num programa de rádio no dia 5/11/1938, com Arturo Toscanini a frente da Orquestra Sinfônica da NBC.
Em 2004 foi eleita pelos ouvintes da BBC, como a música clássica mais triste já composta.
Foi tocada quando do anúncio do falecimento do Presidente Franklin Roosevelt, também quando da cerimônia em respeito aos mortos do WCT (11 de setembro) e nos filmes "O homem elefante", "Platoon" e "Amelie".
Vez por outra é bom ouví-la. Faz bem.

ER

QUEREM TUDO E UM POUCO MAIS

Acreditem se quiserem, mas deu no PousoAlegre Net:

"Até 2014, Pouso Alegre vai receber um condomínio logístico que tem por objetivo principal atrair empresas ligadas a tecnologia. A prefeitura já recebeu contato de cerca 50 empresas interessadas em se instalar na cidade. Algumas inclusive já iniciaram os processos burocráticos. Se todas elas efetivarem suas instalações em Pouso Alegre, aproximadamente 10 mil empregos diretos podem ser criados na cidade, sendo que grande parte da mão de obra necessária já vive em Pouso Alegre e se desloca para o Polo tecnológico de Santa Rita do Sapucaí.
Para a criação do condomínio é necessário um investimento de torno de R$ 30 milhões, que deverá vir de uma parceria entre empresas e prefeitura."
 
PousoAlegre Net

MOÇA BONITA


ITAJUBÁ NOTÍCIAS

Bom para a cidade ter um jornal. Muito bom ter dois jornais, principalmente com linhas editoriais diferentes. Nós temos.
O Itajubá Notícias está completando esta semana 10 anos de existência. Esperado e sempre presente nas bancas da terrinha às quartas-feira.
Pouco tempo ?
Outro dia lendo a "História de Itajubá", do nosso historiador Armelim Guimarães, tomei conhecimento que já tivemos dezenas e dezenas de jornais.
Só com o nome de "O Clarin", tivemos dois.
Dificílimo  conduzir um jornal em uma cidade como a nossa e o "Itajubá Noticias" tem ido muito bem nessa longa vida de jornal de Itajubá.
Um abraço ao Rodrigo Marques, Lúcia, colunistas, colaboradores.
Esperamos sempre que continuem tendo uma vida independente.

ER 

SÓ FALTA