quinta-feira, 11 de julho de 2013

CLÍNICO GERAL DA UNIÃO

Mercadante

CHEIROSO


CONTINUO NÃO ACREDITANDO

Continuo não acreditando que Itajubá esteja enquadrada nesse projeto. Por favor, algum médico ou político local, ou melhor, os dois juntos, esclareçam-nos.
ER
 
"Na tentativa de tornar as vagas para médicos nas regiões pobres do país mais atrativas aos profissionais, a presidente Dilma Rousseff lançou ontem um pacote de benefícios para aqueles que aceitarem o desafio.
O programa “Mais Médicos para o Brasil” vai oferecer salário de R$ 10 mil, além de auxílios alimentação e moradia por três anos de trabalho em cidades onde há maior carência de médicos. Minas Gerais tem 78 municípios considerados prioritários, com menos de um médico para cada grupo de mil habitantes ou sem nenhum profissional morando no local. 
O profissional que se transferir para alguma de suas cidades ainda receberá um bônus de R$ 20 mil.
Serão lançados hoje pelo Governo Federal, três editais que integram o pacote para a saúde.
Um para os médicos interessados em se candidatar às vagas.
Um para a adesão dos municípios ao programa – eles terão 14 dias para enviar ao Ministério da Saúde o déficit local de médicos.
Um para selecionar as universidades públicas que atuarão como instituições supervisoras dos médicos que receberão treinamento para atuar no projeto.
Será respeitada uma ordem de prioridade entre os médicos. Os primeiros selecionados serão os brasileiros. Em seguida, os brasileiros que se formaram fora do país e, por último, os estrangeiros. Médicos de Espanha e Portugal terão prioridade entre os estrangeiros pela facilidade de idioma. Mas não está excluída a vinda de cubanos."
 
Imprensa

LEI DO ATO MÉDICO


A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta quinta-feira, 11, com vetos, a chamada Lei do Ato Médico, que disciplina o exercício da medicina no País.
Dilma rejeitou que o diagnóstico fique restrito ao médicos, um dos pontos mais polêmicos do texto.
A norma determina que são privativas do médico atividades como indicação e execução da intervenção cirúrgica, execução de sedação profunda, e a indicação da execução e execução de procedimentos invasivos, como biópsias e endoscopias, por exemplo.
Com os vetos presidenciais, no entanto, outros profissionais como acupunturistas, enfermeiros e fisioterapeutas poderão formular diagnóstico e respectiva prescrição terapêutica, indicar o uso de órteses e próteses e prescrever órteses e próteses oftalmológicas.
Dilma argumenta que rejeitou a exclusividade de diagnóstico para o médico porque, "da forma como foi redigido, o inciso impediria a continuidade de inúmeros programas do Sistema Único de Saúde (SUS) que funcionam a partir da atuação integrada dos profissionais de saúde, contando, inclusive, com a realização do diagnóstico nosológico por profissionais de outras áreas que não a médica". "É o caso dos programas de prevenção e controle à malária, tuberculose, hanseníase e doenças sexualmente transmissíveis, dentre outros. Assim, a sanção do texto poderia comprometer as políticas públicas da área de saúde, além de introduzir elevado risco de judicialização da matéria", defende a presidente na mensagem enviada ao Congresso com as razões dos vetos feitos ao projeto.
 
O Estado de São Paulo

Blog: Desconfio que virão mais debates, polêmicas e etc. A Dilma voltou definitivamente seus olhos para a saúde, ou melhor, para os médicos.

ER

CAOS ?


"Taí, quem apostou no caos não vai perder dinheiro."

Millôr

Leio o noticiário da noite. No Brasil, tudo escuro. Banco Central eleva os juros. Governo estuda mais desonerações. Autoridades desacreditadas. Presidente vaiada, pasmem, por prefeitos. Enfermeiros participando de greves de metalúrgicos. Metalúrgicos participando de greves de caminhoneiros. Dolar sobe, bolsa desce. Câmara Federal decide reformar a reforma política que ainda não saiu. Joaquim vai no maracanã.Petistas procuram pela luz em Lula, que por sua vez sumiu. Americanos espionam. Cubanos mandam médicos. Dilma propõe. Congresso vota com um olho nas ruas. Jatinhos congestionam o espaço. Manifestçao de rua virou programa. Condenados sorriem. Estudantes que não andam de ônibus querem passe livre. A polícia assiste. Eike derrete. Tribunais em recesso. Metrôs param. Oposição adere. Cidades exportam lixos. PIB negativo.Outras importam. Renan dá conselhos.Igrejas vão pagar imposto de renda. O facebook ordena a vida.
Fecham presidentes e bandeirantes. Dutra, Fernão Dias, Anhanguera.
E agora ?
 
ER
 


MOÇA BONITA

Adriana

SUPER MODELO


A super modelo Carmen Dell´Orefice nasceu em Nova York em 1932, filha de um violinista italiano  e de bailarina húngara. Fez sua primeira capa para a Vogue, aos 15 anos, em 1947.
No último domingo, transcorridos 66 anos da sua primeira capa, fez a capa da You, editada pelo The Daily Mail.
Podem fazer as contas: Carmen está com 82 anos.
Simplesmente fantástico.
É a vida.

ER

PAPA SOZINHO