sábado, 11 de maio de 2013

É A VIDA...


O Luc chegou com os pais para passar o seu primeiro Dia das Mães, na Boa Vista, com a Vovó. Desconfio que lhe será inesquecível.
Tudo indica que passará a noite em claro.
Como dormir com o ensurdecedor ruído que chega do mafuá montado no antigo parque de exposições ?
Reproduzindo um fiel retrato do que hoje é o Brasil, o negócio começou com o Hino Nacional.
E pior, tudo com a autorização e benção das autoridades municipais.
Fazer o que ? Hoje já é quase amanhã. 23:55 horas do sábado e o locutor berra que o barulho principal ainda nem começou.
Terrinha sem lei.
Em tempo: O Luc tem 5 meses de vida.
 
ER
 

HOJE É DIA DE ROCK


MATADOURO OU PIEDADE

Saindo na terrinha pela, antigamente chamada (época quando ainda se sonhava) rota tecnológica, chegamos num estreitamento brutal de pista, desembocando de imediato numa pequena "pinguela" (pontinha estreita), alcançando o entroncamento. Para a direita, o Matadouro. Para esquerda Piedade. Altíssimo risco.
O blog fala sobre o assunto desde a sua inauguração (do blog). Até inimizades aconteceram principalmente pelos comentários publicados.
Luta conhecida do Vereador Joel, morador ou ex-morador do Jardim das Colinas, um dos bairros mais afetados pelo descalabro.
Sobre o movimento de ontem, não tenho conhecimento.
Não levo fé em movimentos programados, agendados, estudados e com coreografia determinada. Acabam quase sempre se tornando palco para políticos e lideranças.
Movimento desse tipo tem que ser arquitetado na surdina. Tem que incomodar, parar tudo, chamar a atenção da região e não pela organização e pacifismo. Tem que demonstrar rebeldia, revolta e indignação. Mas tudo bem... os tempos são outros.
A Rodovia é Federal, o trecho é urbano (municipal) e o envolvimento direto é estadual.
A bola é minha, deixa que eu chuto, está sob minha responsabilidade e seguem aumentando as tristes estatísticas.
A Prefeitura e o Estado teriam que bancar um projeto (alargamento da ponte, viaduto, trevo, ou etc) e despertar o interesse de uma empreiteira de porte e podem marcar a inauguração para antes das eleições do ano vem.
O próprio construtor interessado sabe mais do que ninguém o caminho das pedras. Indica os Deputados certos para abraçar a causa (vide a seguir) e será encaixado o projeto numa das vertentes do PAC.
Via PSDB, esqueçam. Já nos vão dar o aeroporto de 100 milhões.
A saída que nos resta é através do Ulisses, Odair e Pimentel. A  Dilma ficaria sensibilizada em inaugurar uma obra desse porte num ano de eleições, ainda mais, no território do Aécio.
Promessas ? Quem já não ouviu uma sobre a solução para o problema ?
Numa questão que envolve vidas, o melhor é ser prático.
Mais um desabafo.

ER

THE BOOK IS ON THE TABLE


Ainda não me acertei com o Facebook. Às vezes acho bom, outras nem tanto. Tenho encontrado muita gente interessante. Há poucos dias comecei a participar de um grupo recém criado na terrinha. Muito legal e poderá ficar ainda mais.
Trata-se do "The book is on the table". Coordenado pela minha prima Raquel Riera (filha da Flávia e do Celinho).
Atentem para a apresentação:
 
"Os livros podem ser divididos em dois grupos: aqueles do momento e aqueles de sempre."
John Ruskin

Este grupo foi criado para você, cidadão pensante e ávido por novas leituras, que está sempre a procura de livros - sejam eles eternos ou momentâneos - ou quer compartilhar com outras pessoas o gosto por esses mundos de papel. Assim, o intuito do grupo é a compra, venda, troca, doação, empréstimo - ou qualquer outro meio de interação - de livros!
Se você cansou daquele livro mofando na estante, pode vendê-lo ou trocá-lo pelo encostado de outra pessoa; se você quer um novo livro por preço negociável, pode esperar até que apareça algum de seu gosto; se você quer simplesmente emprestar seu amado para que alguém o ame tanto quanto você, sinta-se à vontade. São infinitas as possibilidades, assim como são os bons livros.

Aproveite!

ER

MOÇA BONITA

Rachel

REUNIÃO MINISTERIAL