quarta-feira, 6 de março de 2013

MANIFESTAÇÃO PÚBLICA

O Zelador está longe na estrada.
Recebeu dois comentários, anônimos para variar, sobre a manifestação promovida hoje na terrinha pela ONG "Transparência Itajubá".
Os comentáristas estimaram o público (carente de confirmação) presente, próximo de cento e vinte pessoas.
Se correto, os organizadores podem considerar o evento como um sucesso absoluto.
É dificílimo tirar os itajubenses de casa. 
Teriam sido entoados o Hino Nacional e o da cidade (que teimo em não decorar a bonita letra).
Não falaram do teor dos discursos.
Se lá estiveram 200 pessoas interessadas, nada nada, significa que, mais ou menos, 0,3 % do eleitorado esteve protestando.
Muita gente deve ter deixado para protestar amanhã: Contra o retorno das sacolinhas plásticas
Já é um começo.
É a vida...

ER

SOB A LUZ DE VELAS

 
Quando estiveres entre os lobos, uiva como eles.

George Gudjeff

MANCHETES DE AMANHÃ

Jornal A
Povo nas ruas. Milhares de pessoas protestam na praça central e em passeata pelas ruas principais.
 
Jornal B
Desinteresse geral. Poucas pessoas presentes no protesto frustra os organizadores.
 
Rádio A
Impressionante o entusiasmo dos participantes do protesto.
 
Radio B
Rodinha faz manifesto na praça principal.
 
Blog X
Em significativo silêncio, desde a passeata do "cachorro quente" da rua nova, experientes e combativos conhecidos mostram sua força e capacidade de mobilização.  
 
É a vida...
 
ER

VERSOS DEFINITIVOS

Há pessoas de nervos de aço,
Sem sangue nas veias e sem coração,
Mas não sei se passando o que eu passo
Talvez não lhes venha qualquer reação.

Lupicínio Rodrigues

CARTA QUE NÃO ENVIEI

Itajubá, 01 de março de 2013
 
Prezado Professor Rui,
 
Em nome do nosso antigo relacionamento de conhecimento, camaradagem e amizade, deixo registrado que estou satisfeito com o seu desempenho como vereador, nos dois meses iniciais de mandato.
Itajubá o conhece há séculos pela sua dedicação na área de ensino e de esportes, sempre expondo-se de maneira expansiva e alegre, mantendo a rara característica de ter posições equilibradas sobre qualquer tema.
Lamentei muito, nas eleições de 2008, os dez votos que lhe faltaram. Fiquei feliz com o sucesso de 2012.
Sobre as manchetes do momento, eu diria:
Para mim, o instrumento de "consulta pública" é colocado em prática pelo vereador no seu dia a dia, no caminhar pelas ruas, nas salas de aula, no comércio, nos bares, junto aos amigos e familiares. E isso tem sido uma constante na sua vida.
Sou sabedor que seu posicionamento foi pelos tradicionais 15 vereadores que sempre tivemos, bem como pela manutenção, nos mesmos níveis atuais, dos gastos com o pagamento dos subsídios.
Extremamente coerente e correto.
Siga em frente Caro Professor.
Quem sou eu para lhe dar conselhos ? Mas lembre-se do filósofo que afirmou: " Não é necessário dar explicações para os amigos. Eles o conhecem. Desnecessário dá-las aos inimigos. Eles não acreditarão.
Como homem exercendo função pública, atenha-se aos comunicados oficiais de praxe, como costume, alcançando todos os eleitores.
Seu passado, seu relacionamento familiar e com amigos e seu jeito antenado de levar a vida, lhe proporcionam muito crédito.
Finalizando:
Que a sua expansividade, autenticidade e simplicidade incomodam muita gente, não tenha dúvida.
Não estão acostumados. Confundem com arrogância.
Continue assim.
Do amigo 
 
Zelador 

ENCONTROS IMPOSSÍVEIS

Paris Hilton e JFK

É A VIDA...