segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
Melhor assim: Por certas pessoas poderemos ser apunhalados pela frente. Jamais pelas costas. Já proporciona uma certa tranquilidade.

Anônimo

VERSOS DEFINITIVOS

Minha dor é perceber
Que apesar de termos
Feito tudo o que fizemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos
Como os nossos pais...


Belchior

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

ALGEMAS DE OURO


O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva foi premiado com o troféu “Algemas de Ouro”, na tarde de ontem (20), no Rio de Janeiro. A premiação, organizada pelo Movimento 31 de Julho, elegeu os políticos mais corruptos de 2012, através de uma votação pelas redes sociais. Em segundo lugar ficou o senador cassado Demóstenes Torres, com 21,8% dos votos e em terceiro, o governador do Rio, Sérgio Cabral, com 4,6%. O ex-governador e deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) ficou em quarto, com 2,5% dos votos e recebeu uma "menção honrosa".
 
ER

MUDOU SÓ O PREÇO

Coleta de Lixo - A PMI pagava para a empresa Vina Equipamentos e Constuções Ltda, R$ 128,78 por ton/recolhida (contrato encerrado).
O prefeito Rodrigo Riera tentou renovar o contrato com a mesma empresa  para dar continuidade ao trabalho até que uma nova licitação fosse realizada; no entanto, a proposta não foi aceita pela prestadora. (por qual preço e por quanto tempo ?) 
Optou-se, então, por realizar um novo processo de dispensa de licitação, credenciando empresas com saúde financeira comprovada e que já tinham experiência no ramo.
A empresa que apresentou o melhor preço para a tonelada de lixo recolhida, R$ 163,24, foi a própria Vina e como ela já estava operando o serviço, não houve descontinuidade. (por quanto tempo?)
A Administração Municipal informa, ainda, que um novo edital de licitação, prevendo uma forma mais eficaz e econômica de coleta, está sendo elaborado e a concorrência será realizada em breve (para quando ?)
 
Resumo do comunicado oficial da PMI, com observações (entre  parênteses) feita pelo blog.
 
ER

ÊPA ! TURBULÊNCIA ?.

 
 A fabricante brasileira de jatos Embraer e a fabricante de helicópteros AgustaWestland, empresa do grupo italiano Finmeccanica, anunciaram nesta segunda-feira, 21, a assinatura de um acordo para avaliar a criação de uma joint-venture no Brasil.
Segundo a Embraer, o acordo poderá levar à produção de helicópteros no Brasil para mercado comercial e militar em toda a América Latina.
Os parceiros visam a estabelecer a joint venture em poucos meses, tão logo seja alcançado o acordo final e obtidas as aprovações necessárias.
Estudos preliminares realizados pelas duas companhias mostram um grande potencial de mercado para helicópteros bimotores, de capacidade média, especialmente para atender às demandas apresentadas pelo mercado de óleo e gás. Outros setores-chave, tais como transporte executivo e o segmento militar, também mostram um potencial promissor.
"Este é um passo importante para a Embraer, em continuidade à expansão dos nossos negócios", disse, em comunicado, o diretor-presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado. "Estamos certos de que a combinação de habilidades e competências da Embraer e da AgustaWestland gerará valor para os clientes da região."
O CEO da AgustaWestland, Bruno Spagnolini, afirmou que o Brasil é um importante mercado para a AgustaWestland. "Acreditamos que ter uma presença industrial neste País ajudará nosso negócio a prosperar ainda mais em um dos mercados de maior crescimento do mundo."
A AgustaWestland, empresa controlada pela italiana Finmeccanica, é uma fabricante de helicópteros tanto para uso comercial quanto militar. A empresa tem suas principais operações na Itália, Reino Unido, Polônia e Estados Unidos, com centros de serviços, treinamento e apoio ao redor do mundo. Tem também uma subsidiária própria no Brasil, a AgustaWestland do Brasil, que dá suporte a consumidores no País e na América Latina.

(Deu no Estadão)

ER


TOMOU O BARCO

 
 Para as novas gerações o nome Adalgisa Colombo, pode não significar muito, mas para mim marcou uma época. (1,65 de altura, 56 quilos, 89 cm de busto, 61 cm de cintura, 21 de tornozelo e 89 de quadris).
Adalgisa Colombo Teruskin, carioca, de 73 anos, tomou o barco na última sexta-feira, no Rio de Janeiro.
Em 1958, lares brasileiros eram invadidos semanalmente pela  revista "O Cruzeiro", que dava excepcional cobertura ao concurso Miss Brasil.
Parava o país.
Filas na casa do Vô Jayme Riera, na Boa Vista, que era assinante da "O Cruzeiro", para ler e ver as fotos. A linda Adalgisa, foi eleita a mulher mais bonita do Brasil (e na época era mesmo) em 1958, representando o Distrito Federal, atual Rio de Janeiro, após ser eleita Miss Botafogo, sob tremenda vaia (a favorita do público era outra).
No mesmo ano, ficou em segundo lugar (perdeu para a colombiana Luz Marina)  no concurso Miss Universo, realizado em Long Beach.
Durante o ano de 1958 foi dez capas das revistas "O Cruzeiro" e "Manchete"
Trabalhou como apresentadora da TV Rio e chegou a atuar como atriz no filme "Com Àgua na Boca".
Foi casada com o invejado Jackson Flores e posteriormente com o construtor Teruskin.
Em 2004, por ocasião dos 50 anos do concurso, foi homenageada recebendo o título de "Miss Brasil Inesquecível"
Dizem as más linguas que só tinha um defeito. Antipática.
 
ER

 [

CANDIDATO