domingo, 20 de janeiro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

A existência de inimigos comuns não é suficiente para nos tornar amigos. A existência de amigos comuns é meio caminho.

Anônimo

EM EXTINÇÃO

Levantamento feito pelo Ibope para o Estadão, confirma o que todos estamos constatando nitidamente. O número de pessoas que se declara apartidário (56%) superou o de pessoas que afirmam ter preferência por alguma legenda política.
A perda de simpatizantes ocorreu em todas as legendas. Há menos petistas, tucanos, peemedebistas, democratas e pedetistas hoje do que há cinco anos.
 
Blog: Nenhuma surpresa. Os partidos, como atuam hoje, não têm significado algum. São "balaios de gatos" girando como biruta de aeroporto. A maioria dos poucos participantes desconhece os fundamentos básicos da sua agremiação, mesmo porque, só existem no papel. Partido, hoje, trata-se apenas de uma exigencia legal.
Você se recorda de qual partido eram os seus candidatos nas eleições de outubro último ? Se duvidar, nem eles.

ER

VERSOS DEFINITIVOS

Vai olhar as paredes do quarto
E sonhar nas histórias que a vida levou
Vai apagar a luz
E chorar
Como nunca
Um homem
De sua vivência
chorou.


Gonzaguinha (dica Alaor)

POBRE MARANHÃO

  
Em 1966, o então jovem de 36 anos José Sarney, eleito governador, empolgava o Maranhão com um discurso de posse literariamente contundente, cheio de palavras ásperas, prometendo colocar um fim na miséria e na corrupção que assolavam o Estado.
Ele prometia “mudar a face do Maranhão” e o povo, entusiasmado, aplaudia.
O Maranhão é hoje, 47 anos depois do início do domínio da oligarquia Sarney, o penúltimo estado no Índice de Desenvolvimento Humano do Brasil, superado apenas pelo tenebroso estado de Alagoas, que já foi comandado também por um ex-presidente da República.
O Maranhão definha, e as palavras de José Sarney de 1966 perderam-se no vento.

(trecho de artigo escrito por Sandro Vaia)

ER

BOM DE LER

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, do PT, promete adotar uma política de transparência e expor todos os dados da administração municipal na internet.
O responsável pela tarefa será o engenheiro civil e matemático Mário Vinícius Spinelli, um dos responsáveis pela implementação da Lei de Acesso à Informação, apresentado ontem como o titular da Controladoria-Geral do Município.
O órgão anticorrupção da Prefeitura acumulará, entre outros setores, a Ouvidoria e a Corregedoria.
Spinelli, que terá de implementar, de fato, a Lei de Acesso à Informação, terá também que melhorar o confuso e incompleto site da Transparência da Prefeitura.
 O controlador também poderá apurar casos de corrupção antigos, mas o principal foco do trabalho deve ser prevenir novos casos de corrupção. 
 
Blog: Muito bom. Seria interessante a adoção de idênticas providências pela nova administração da terrinha.
 
ER