sábado, 30 de novembro de 2013

EX - TERRA NOSSA


No dia 30 de novembro de 1880, portanto há 133 anos, a Lei Provincial 2.673 desanexava Santa Rita do Sapucaí do município de Itajubá.

Santa Rita, a partir daí, foi incorporada ao município de São Gonçalo do Sapucaí.

A partir dai concluímos que o Dep. Bilaquinho quase foi Itajubense. (hoje se tornou cidadão honorário).

Se não fosse a Lei 2.673, Itajubá estaria mais próximo do Shopping de Pouso Alegre.

É a vida.


ER

"OS ESQUECIDOS"

 
 
Eu me sinto traído. Traído por práticas inaceitáveis, das quais nunca tive conhecimento. (…) Não tenho nenhuma vergonha de dizer ao povo brasileiro que nós temos que pedir desculpas. O PT tem que pedir desculpas. O governo, onde errou, tem que pedir desculpas

Lula 12/08/2005 (Televisão)

 “Teve pagamento ilegal de recursos a partidos aliados? Teve. Ponto Final. É ilegal? É. É indiscutível? É. Nós não podemos esconder esse fato da sociedade“.

José Eduardo Cardoso - Ministro da Justiça (Veja 20/02/2008)

É DISCO QUE EU GOSTO


PIPOCA


NOSSA ESCOLA



Homenagem ao 100 anos da nossa Escola acontecida ontem no Senado Federal.

ER

TÔ CANSADA

Da Marli Gonçalves

Tô cansada. Física e emocionalmente falando. Mas sabe que me sinto assim justamente por estar cansada, muito cansada, mais ainda de suportar coisas, fatos, versões e etcs externos? E você vai concordar comigo, seja de direita, esquerda ou sei lá; seja branco, preto, amarelo, vermelho. Tédio e cansaço andam juntos.

Tô cansada da pobreza em que anda a política nacional, que consegue até fazer de gente inteligente uns verdadeiros imbecis na defesa do escancarado indefensável, e usando argumentos que ora, ora, ora, faça-me o favor! Tô cansada desse clima de beligerância, de torcida de futebol, de xingação que não leva a nada. Uns querendo que os caras morram; outros querendo que eles sejam incensados, santos, virem mártires. Apontando o dedinho: alguém aí já foi ou tem ideia do que é a vida numa prisão? Já não basta? Não querem também que eles durmam em cama de faquires, cheias de prego?

Tô cansada, e muito, por outro lado, de acharem que somos um tipo de idiotas que têm de aguentar ouvir dizer que os caras são coitadinhos. Que conseguem empregos de 20 mil em hotel porque "empregos regeneram detentos", como o dono do tal hotel ousou declarar (aliás, já pensou essa informação correndo na Detenção, a fila que se formará?). Enfim, tô cansada dessa política rastaquera que junta trem com fiscal, junta Brasil com Suíça e Alemanha, uma briga para saber quem é ou foi mais corrupto, quando, desde quando, em quais governos. Fora as indiretas: pegaram carregamento de cocaína em helicóptero de deputado mineiro, e a tocha acende no couro do Aécio. Quer acusar, acusa logo formalmente. Achar que ele cheira, cheirou ou cheirará é apenas chato, e também não vai ajudar ninguém a permanecer no poder fazendo campanha suja. Lula bebeu, mas não sei se bebe ainda ou se beberá, tá? Mas é que fotos dele para lá de Bagdá circulam desde os imemoriais tempos do sindicato. E não o impediram de chegar duas vezes à Presidência da República.

Tô cansada de sentir medo. E de ouvir sobre o medo dos outros, que paralisa os mercados. De andar olhando para tudo quanto é lado, suspeitando de todos. Cansada de viver nessa tensão de cidade. Cansada de invariavelmente abrir o jornal, site, portal, ligar o rádio ou tevê e em poucos minutos saber de mais um sem número de mulheres mortas em violência doméstica, criancinhas sendo usadas como trapinhos, inclusive sexuais. Tô cansada do trânsito. Da perda de tempo. Da violência nas ruas, com gente se matando e brigando por causa de latarias, buzinas. Tô cansada de ouvir os números de recordes de trânsito e de ver as faixas pintadas que inventaram, e que me lembram a história de como hipnotizar uma galinha. Risca o chão e põe o bico dela na faixa.
Tô cansada das deselegâncias. Da falta de educação e de um mínimo de civilidade. Da falta de reconhecimento. Das sacanagens vindas de todos os lados tentando botar a mão no seu bolso para arrancar algum. Tô cansada da indústria de multas. Da leniência da Justiça. Dos juízes que não leem os processos que julgam, e que decidem - claro, quando querem, num tempo considerável que se deram - com uma canetada a vida de quem tenta se defender de abusos.

Tô cansada dessa absurda e silenciosa alta de preços que todos nós sentimos e que eles negam porque negam quando reclamamos de nossas sacolas vazias, do que cortamos do orçamento, com mãos de tesoura.

Tô cansada da falta de amizade, e da incompreensão das coisas mais básicas. Tô cansada de ver a miséria e a pobreza real, nas ruas, que desaparece nas propagandas oficiais com figurantes risonhos. Aliás, tô cansada das propagandas oficiais de um tudo que apenas disfarça campanhas ilegais, mais do que antecipadas, com uns cara de pau andando em campos verdes dizendo que vão melhorar coisas que já deviam ter melhorado faz muito tempo, já que estão no poder e me lembram o Cazuza - "meus inimigos estão no poder..."

Tô cansada de ver ainda existirem tantas tentativas de censura, e de algumas conseguirem sucesso. De ver triunfar nulidades. De ver o Brasil sempre pensando no futuro, que nunca chega.

"Mas o pior é o súbito cansaço de tudo. Parece uma fartura, parece que já se teve tudo e que não se quer mais nada" (Clarice Lispector)

Marli Tavares


DEU NO JORNAL



Roberto Jefferson não chorou.

Clarin da Boa Vista

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

XADREZ - TENDÊNCIA DA ESTAÇÃO


Clarin da Boa Vista - Moda

BLACK FRIDAY



A Petrobras anunciou que o preço da gasolina vai aumentar 4% e o do diesel sobe 8%. O aumento vale a partir de zero hora deste sábado (30). O percentual de reajuste será aplicado nas refinarias. Nas bombas dos postos, para o consumidor final, os novos preços devem ficar próximos disso.
 
ER

É DISSO QUE EU GOSTO


TOMOU O BARCO

 
Tomou o barco hoje na terrinha a Senhora Maria de Lourdes Coelho Picard. Para todos nós, a querida Dona Lourdinha. Uma mulher além do seu tempo.
Filha do Dr. José Ernesto e Dona Emília Sanches Coelho. Irmã de muitos cidadãos honrados e participantes da nossa comunidade.
Dona Lourdinha nasceu em 24/05/1925 no município de Cabo Verde.
Participou ativamente na construção da Granja Wenceslau Neto. Foi professora no Colégio Sagrado Coração de Jesus, diretora do Colégio Itajubá, do Instituto Padre Nicolau e da Escola de Química.
A pedido do Dr. Wenceslau Braz foi candidata a vereadora, tendo sido eleita em 1962, quando foi o prefeito o Sr. José Maria Campos.
Causou-se em 1965 com o ex-padre Agostinho Picard, também a quem Itajubá muito ficou devendo.
Dona Lourdinha e Agostinho casaram-se com o consentimento de Roma, numa autorização especial concedida pelo Papa João Paulo VI.
Vivendo no Rio de Janeiro, dirigiram o Colégio Primeiro de Setembro. Voltaram para Itajubá, aposentados, em 1975.
A atuação do casal foi relevante nos setores da saúde, assistência social e educação.
Marcante personalidade.
Tive a honra de conhecer a Dona Lourdinha ainda no início dos anos 60, como Diretora do Colégio Itajubá. De 1987 em diante, quando voltei a residir na terrinha, tive a oportunidade de conversar e participar ao seu lado de diversas campanhas políticas.
Uma pessoa querida.
É a vida.

(Trechos do livro Colar de Pérolas )

ER

EM BRASÍLIA

O Senado realiza nesta sexta-feira (29), a partir das 14h, sessão especial destinada a comemorar o centenário de fundação da Universidade Federal de Itajubá (Unifei). A homenagem foi requerida pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS) com apoio de vários outros senadores.
Na justificação do requerimento, Delcídio informa que, em 23 de novembro de 1913 foi inaugurado, com participação do presidente Hermes da Fonseca, o Instituto Eletrotécnico e Mecânico de Itajubá (Iemi), no sudoeste de Minas Gerais, que daria origem à atual Unifei.
Para Delcídio, a homenagem é merecida pelo “pioneirismo e relevância histórica” da instituição e por “toda sua enorme contribuição ao ensino e ao desenvolvimento da Engenharia e de diversas outras áreas científicas e tecnológicas no país”.
Atualmente, a Unifei tem, além do campus em Itajubá, um campus na cidade de Itabira. A universidade é reconhecida pela qualidade de seus 31 cursos de graduação e 16 de pós-graduação, que atendem cerca de oito mil alunos.

Senado Federal

PACATO CIDADÃO


PERFUME DE GARDENIA



Eu estava numa prosaica sala de espera, sozinho. De repente a porta se abre e entra um senhor, de cabeça totalmente branca como a minha e muito bem vestido, terno absolutamente impecável. Chegou cantarolando algo, baixinho mas audível. Finca o olhar nos meus óculos ao perguntar se eu conhecia a música.
- Naturalmente - respondi - "Perfume de Gardênia".
Ele levantou as sobrancelhas, surpreso, e mais surpreso ainda ficou, pois prossegui:
- Não sei se algum outro artista gravou, mas este bolero só fez sucesso na voz de Bienvenido Granda.
 Logo o senhor sentou e me disse sofrer sérias crises de nostalgia, que o levam, invariavelmente, a escutar, solitário, em casa, sucessos musicais antigos.
 - Do meu tempo, certo? - Observou.
- Certo - respondi - e do meu também. Mas você escuta sem companhia por que?
- Bom - ele ajeitou o guarda-chuva no encosto da cadeira - é que minha mulher já foi pro céu; dos meus dois filhos tenho notícias apenas de vez em quando; um mora no Rio de Janeiro e o outro em Nova Iorque.
Na continuação falamos ainda de três ou quatro coisas, e como ele, por incrível que pareça, era mais velho do que eu, cedi lugar para que fosse atendido primeiro. Depois, assim que o simpático cidadão saiu, não pude evitar ser tomado por espécie de solidariedade com o camarada. Até me passou pela cabeça convida-lo para um café ou algo do gênero, porém acabei por vê-lo ir embora a empunhar seu guarda-chuva. Da porta, antes de dar o tchau, acentuou:
- Acho que só nós dois, aqui em Campinas, sentimos, em algum momento de nossas vidas, o "Perfume de Gardênia".
Eu ia acrescentar que necessariamente com o acima citado cantar cubano, porém não houve tempo.
Claro que há outros veteranos por aí que conhecem os boleros d’antanho. Frequentadores dos salões dos anos 50, quando Benvenido Granda e Trio Los Panchos embalavam amores de folhetim e bebedeiras homéricas. Desta forma foi natural que começasse a construir, em minha cabeça, a figura do recente companheiro de sala de espera envolvido em fundas saudades quem sabe da esposa que, segundo me disse, morrera.
A letra de "Perfume de Gardênia" é exemplar na construção da figura de mulher que se enquadrava perfeitamente às histórias das galanterias de certo tempo. Afinal, com versos muito inspirados, o porto-riquenho Rafael Hernandez Marin começa afirmando que a moça que o conduziu a escrever a canção tinha na boca perfume da flor gardênia que seria, na opinião dele, o aroma do amor. Adiante acentua que o sorriso da criatura era todo feito de alegres notas, e que ela levava na alma virginal pureza. Convenhamos que tudo isso representa um rol e tanto de qualidades; que, com certeza, arrancavam suspiros não só em bailes para as moças de família como também nos feitos para as frequentadoras de nem sempre afamados cabarés.
Durante o dia inteiro, por causa do acidental encontro na sala de espera, fiquei com aquilo na cabeça, chegando mesmo a recordar outros sucessos de Bienvenido, como "Percal", "Angústia", "Sonhar", "Teu Preço", "En la Orilla del Mar" etc. etc. Ao fim e ao cabo me convenci de que o idoso senhor que estivera comigo deveria estar passando por fase de grande sofrimento; o que, aliás, ficou exposto no instante em que entrou na sala a solfejar o bolero capaz de levar a tantas lembranças. Cheguei, por fim, a concluir que caso tivesse o endereço do camarada iria a casa dele; para, a comentar coisas do passado, quem sabe proporcionar-lhe alguns momentos de fuga a eventuais angústias.
No fim da tarde, ainda meio abalado pelas prováveis dores do cidadão com quem trocara apenas breves palavras, resolvi despencar no Bar do Seu Fernando, na rua Piedade, para aliviar a cabeça. Todavia, era lá que estava a maior surpresa. Pois, mal entro, avisto, a um canto, numa mesa, o senhor da sala de espera acompanhado de linda jovem que certamente não era sua neta. Ao me ver ele abre riso luminoso; e acena. Como a beldade estava de costas, apontei, ao perguntar:
- Perfume de Gardênia?
Ele respondeu que não, balançando o indicador; após acrescenta, a mostrar os dedos da mão direita:
- Chanel. Número Cinco...

Publicado pelo Brickmann - De Antonio Contente, cronista, escritor que acaba de ser eleito para a Academia Brasileira de Letras.
 
ER

PRÁ PENSAR

 
 
Governos hiperativos e com excesso de iniciativas - por mero populismo ou porque acham que entendem mais da realidade do trabalho e dos negócios - facilmente entram em pânico e geram um clima de insegurança e apreensão na sociedade.

Josef Barat

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

  Leila Diniz - 1971 (Foto de Evandro Teixeira)

SUBINDO


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
A ideia de que somente é belo o que é novo e jovem envenena nossas relações com o passado e com o próprio futuro.

Walter Kaufmann

QUE PAÍS É ESSE ?


Condensado de entrevista concedida pelo Ministro Mercadante ao Jornal El País.

 “Acho que dez anos depois podemos fazer um balanço positivo. Mantivemos a estabilidade, fizemos todas as mudanças dentro da democracia, fortalecendo as instituições republicanas, nunca questionamos uma decisão da Justiça ou do Legislativo, com a mais ampla liberdade de imprensa e manifestação. Fizemos o mais importante processo de inclusão social da história do Brasil.
 
O modelo consistiu em construir o social como eixo estrutural de progresso econômico, criando um grande mercado de consumo de massas através de uma forte política de inclusão social.
 
Um mercado interno forte lhe dá escala e competitividade para as exportações. Nesta década, praticamente erradicamos a pobreza absoluta, recuperamos o crescimento e geramos 20 milhões de empregos. “O centro da nossa perspectiva era distribuir para crescer e crescer distribuindo, e criar um amplo mercado de consumo de massa, acrescenta. Esse projeto de colocar o social como eixo do desenvolvimento, é a grande novidade histórica.
 
No caso brasileiro, para aproveitar esse potencial foi necessária uma esquerda com os pés no chão. Não queríamos ser a esquerda típica. A esquerda está sempre sonhando o futuro, enquanto a direita governa. É uma esquerda que tem o protesto como proposta e acha que pode sonhar o futuro sem assumir a responsabilidade de governar, com os erros e limitações que isso acarreta. Queríamos ser uma esquerda representativa.
 

 
Essa esquerda propôs uma saída própria para a crise: primeiro tirar as pessoas da pobreza, lhes dar algo de segurança e incorporá-las ao consumo, para fazer o país crescer, num círculo virtuoso.
 
Nesse tempo de governo, além dos êxitos, o PT também se viu enlameado em propalados casos de corrupção, que inclusive levaram boa parte da sua cúpula à cadeia. Trata-se de um problema do sistema eleitoral. “Primeiro, há hoje no Brasil muito mais transparência, fiscalização e combate à impunidade. “Não há nenhuma denúncia de enriquecimento pessoal, de apropriação de recursos. O que há é um problema de financiamento das campanhas eleitorais, que lamentavelmente está presente em todos os partidos do Brasil. A origem está em um mecanismo de financiamento que não está bem calibrado. A democracia tem um custo, e a sociedade tem de assumir isso com transparência.
 
O PT quer o fim do financiamento privado. Há uma dimensão oculta na democracia: as empresas têm interesses políticos, querem financiar partidos, mas não querem aparecer. Não há como financiar uma campanha política no Brasil de forma competitiva, sem esse financiamento.
 
Mercadante para o El País
 
Blog: Aparentemente, Mercadante sofre a mesma dificuldade de todos os companheiros de partido. Transmite a impressão que acredita no que fala. Às vezes não, como quando pediu demissão em caráter irrevogável. O pedido durou algumas horas.
 
ER

PREMEDITANDO O BREQUE

"Amigos podem ficar tranquilos que aumento do IPTU, não vai acontecer, eu estarei lutando a favor dos itajubenses caso isto venha a ser apresentado a Câmara."
 
Vereador Wilson Marins (Facebook)
 
Blog: Ajudando num possível futuro argumento:
 
 "não aconteceu aumento. O que aconteceu foi a  simples a atualização de valores, com a aplicação dos índices dos INPC deste ano e dos anos do governo BPS. E mais, esses 19,08% irão reverter a favor dos itajubenses"
 
ER 

MOÇA BONITA

Scarlett

IPTU


JOGADA ENSAIADA


Outro dia, quando fui na reunião da Câmara Municipal, realizada no Auditório da Fepi, tomei conhecimento do Projeto de Lei 3958 apresentado pelo Vereador Luiz Gonzaga, que também atua como líder do Prefeito Rodrigo.
Trata da proibição da cobrança da taxa de esgoto pela Copasa, até que todos os moradores de Itajubá (zona urbana e rural) sejam atendidos.
Outros municípios do Sul de Minas já discutiram a questão.
Fico pensando:
O projeto foi apresentado pelo líder do prefeito. Sem dúvida, com o conhecimento do Chefe do Executivo.
Como sempre deverá ser aprovado pela Câmara por 6x3, mas desta vez não com votos contrários, mas com 3 abstenções.
Fica claro que o proposto pelo nobre vereador bate de frente com os interesses da Copasa
A Copasa é ligada diretamente a Secretaria dirigida pelo Deputado Bilac Pinto, de quem o Prefeito é estreito aliado desde priscas eras. 
Existe um contrato firmado entre a Companhia e a Prefeitura, que garante a cobrança.
Como prometido em campanha, com essa movimentação, o Executivo estaria tomando providências para rever o contrato.
Não deve acontecer nada ou a Copasa já tem preparado um desconto para aqueles que ainda não usufruem do benefício.
Ao contrário do futebol, a política não é uma caixinha de surpresas.
 
ER 
 


PADRÃO MENGO


TRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRITRI

ER

PIB JABOTICABA


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

ENCICLOPÉDIA DO FUTEBOL - TOMOU O BARCO

 
Acordou bem cedinho. Estava louco para rever a sua cidade. Abriu a janela do apartamento e deu de cara com uma colossal manhã de sol, dessas que só mesmo o Rio de Janeiro é capaz de aprontar em pleno inverno. Pois a história que agora te conto, leitor, passou-se no recente mês de agosto.
Para não perder tempo, que as férias eram brevíssimas, o nosso amigo tomou uma xicrinha de café preto, enfiou no bolso uma pera, pra mais tarde, e saiu pelo Aterro do Flamengo, feliz da vida, de bermudas e tênis "Conga".
Caminhava e distribuía seu contentamento entre as árvores do Aterro, boas amigas que ele já não via há dez anos, quando deixou o Rio para ir cuidar de uma fazendola no interior de Minas.

Pelas tantas, quis tomar sol. Despiu a camisa de malha, deitou na arquibancada do campinho de futebol de salão e assim ficou um tempão, entregue ao regozijo de merecido repouso. Tamanho era o sossego que até chegou a tirar uma soneca.
- Ei, moço! bom-dia! Era a voz de um dos três garotos que chegavam com uma indisfarçável secura de bola.
- Quer fazer um racha com a gente? A gente joga dois-contra-dois.
Deitado estava e deitado respondeu, no embalo:
- Vamos lá, pelada é comigo mesmo!
Resoluto, levantou-se, sacudiu as pernas e foi logo entrando no campo. Um campo de barro. O dono da bola, um menino de seus quinze anos, fez a apresentação da turma:
- Eu sou o Marcio, esse aí é o Dico e aquele é o Leo.
Nem esperou que o coroa se identificasse. Queria mais era começar logo o racha.
- Olha aqui, vai ser eu e o Dico contra o senhor e o Leo.

Pela rapidez da escalação, o coroa sentiu que devia estar entrando numa fria: o bom de bola, ali, devia ser o Dico. Discretamente, deu uma olhada e viu que o Leo não tinha a menor pinta. De qualquer modo, chamou de lado o Leo e propôs uma chave: o Leo lá na frente, ele mais atrás. Antes, porém, um teste sem aparentar outra intenção a não ser aquecer o corpo: na verdade, queria mesmo era saber se o Leo era de bola, ou não. Tocou a bola na direção do Leo para ver que bicho dava. A bola beliscou a canela do Leo. O coroa chegou a pensar em desistir. Um sujeito de 61 anos, meio barrigudo, cheio de cabelos brancos:
- Meu Deus, o que é que estou fazendo aqui no meio desses meninos; uns meninões de quinze anos?
O diabo é que ele já tinha aceito o desafio. Não ficava bem correr da raia. Afinal de contas, não era a primeira, nem seria a última vez que a vida metia o nosso coroa em batalhas decisivas. No meio do campo, o dono da bola vai cantando as regras do jogo: a partida é de cinco. Quem fizer cinco primeiro, ganha. Não vale gol direto. Não pode pegar a bola com a mão, só se já começar no gol de saída. E como ninguém sequer pensou em jogar no gol, a partida começa com os quatro na linha. No centro do campo de terra batida, a bola de futebol de salão, por sinal que um tanto surrada.

A saída, lógico, é do Marcio. Marcio pro Dico, Dico pro Marcio, que tenta um drible. O coroa, vigilante, rouba a bola e contra-ataca. Procura o Leo. O Leo ficou lá atrás, paradão, sem saber pra que lado ir. O coroa então chuta do meio do campo. Gol!
- Não vale - grita o Marcio - eu avisei ao senhor que não vale gol direto. O senhor tem que passar a bola pro Leo! Ou o Leo pro senhor!
Gol anulado, começa tudo de novo. Saída com o Marcio. O coroa pede tempo. Cochicha uma tática no ouvido do Leo.
Bola em jogo. O Leo dispara e vai ficar plantado bem juntinho da baliza, como pediu o coroa.
Em dez minutos, o time do coroa já está ganhando de três a zero, três gols do Leo. O esquema funciona bem, mas o jogo é incessante, lá e cá. Agora mesmo, o Dico acaba de fazer o dele: três a um. E o Marcio delira com a reação.
Nova saída. O coroa arranca pelo meio dos dois, parece um foguete; vai em frente e entrega, mais uma vez, embaixo dos paus para o Leo fazer o quarto gol.

A essa altura, o coroa já passeia pelo campo, absoluto. Por sua vez, o time adversário já esta literalmente descadeirado.
- Vai, pereba - berra o Marcio, colérico, para o Dico - Vai nele! Você não disse que o coroa não é de nada? Toma a bola dele, palhaço!
A dissensão nas hostes inimigas é profunda. O Marcio e o Dico vão acabar saindo na porrada. Pelo menos é o que pressente o coroa, achando, por isso, que o melhor é liquidar logo essa conta. Vamos, então, mais que depressa ao quinto e derradeiro gol dessa inesquecível partida. Porque inesquecível, leitor, já, já saberemos.

O Marcio faz um passe longo para o Dico. O demônio do coroa, como sempre, adivinha a jogada, corta o centro com o peito em pleno ar e, antes que a bola caia no chão, amortece na coxa direita. Da coxa, a bola escorre para o peito do pé e pronto: uma, duas, três... o homem começa uma sucessão de embaixadas; faz nove em plena corrida. Na décima, depõe a bola na linha do gol, bem em cima da linha:
- Taí, Leo, faz o quinto e acaba logo o jogo.
- O Marcio, uma fera, vai apanhar a bola e nem volta para dizer até logo. O Dico sai de fininho, mal dá um tchau. O Leo, não, o Leo dá um abraço legal no companheiro de time.
O coroa senta de novo na arquibancada, tira do bolso a pera, dá uma mordida triunfal e fica ruminando, em silêncio, o bendito fruto de uma bela vitória.
Os três meninos foram embora sem saber que deram uma certa alegria ao coroa Nilton Santos, também chamado "A Enciclopédia do Futebol"
 
Crônica do Armando Nogueira, enviada pelo amigo empresário Marquinho Carvalho - Santa Rita de Caldas.

Blog: O grande Nilton Santos, tomou o barco hoje no Rio da Janeiro, aos 88 anos. Tive o privilégio de vê-lo jogar ao vivo e de pertinho, várias vezes.

ER

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
"Em política, meu caro, sabe tão bem quanto eu, não existem homens, mas ideias; não existem sentimentos, mas interesses; em política, ninguém mata um homem: suprime-se um obstáculo. Ponto final."

Alexander Dumas

PREFEITURA ABRE A CAIXA DE FERRAMENTAS

 
Encontra-se na Câmara Municipal para aprovação o Projeto de Lei Complementar 00083/2013, que trata do aumento do IPTU. Conforme já previsto, vem aí uma ligeira cacetada.
Toda correção dentro dos índices oficiais são normais e esperadas. Uma atualização dos valores dos imóveis, idem.
O que não era esperado era que fossem buscar lá na Administração BPS, da qual o Prefeito Rodrigo e o Secretário Alfredo, atuaram como figuras de proa, as variações do INPC que não teriam sido aplicadas na ocasião (não me lembro).
Por que razão ??
Pegaram 2,81 (2006), 5,16 (2007), 6,17 (2008) e juntaram com 4,94 (ref a nov/2012 a set/2013) e somaram, pelo que tomei conhecimento, linearmente. Não sei se é correto.
Enfim, será aplicada a bagatela de 19,08 %.
Na cidade de São Paulo aconteceu uma atualização, além da aplicação da correção. Em alguns casos chegou-se a 35%.
O assunto está sendo questionado em diversos fóruns.
Sem dúvida nenhuma que a Câmara Municipal aprovará de imediato o Projeto de Lei enviado pelo Prefeito. Conforme costume deverá ser por 6x3.
Poderá ocorrer uma pequena redução já combinada com os vereadores da situação. Logicamente, após intensos debates.
Prá variar, como tudo na terrinha, "a gente vai levando".
é a vida
 
ER 

AINDA SEM CONEXÃO

A Linktel Corporate desenvolveu o projeto Cidade Digital em Itajubá. Até o final de 2013 os cidadãos e visitantes da cidade poderão utilizar o Wi-Fi disponibilizado pela operadora.
Na fase inicial, oito escolas serão integradas através de uma rede intranet fornecendo Internet grátis para a população aos e turistas. Na segunda fase, a cidade inteira estará integrada por uma única rede.
Os equipamentos implantados serão de última geração garantindo acesso full time, redundância e controle de conteúdo.  Esta tecnologia é referência no mercado internacional de telecomunicações. O serviço será semelhante ao utilizado em aeroportos internacionais como o Heatrow (em Londres), JFK (em Nova York) e na Orla do Rio de Janeiro.
“Estamos nos preparando para o fornecimento às escolas e aos bairros priorizados pela prefeitura. Iremos atender a região central com abrangência e qualidade”, explica José Antonio Ferreira Pinto, diretor de novos negócios da Linktel.
Os cidadãos e turistas poderão utilizar o serviço em roaming internacional Linktel, que possui acordos internacionais com algumas das maiores operadoras de Wi-Fi do mundo como Boingo, iPass, Trustive, Swissscom e Skype. “A população em geral poderá acessar e-mails e participar de comunidades digitais. Já os clientes que possuem crédito no Skype poderão utilizar também o Wi-Fi para se comunicar com o mundo. A prefeitura irá nos apoiar e auxiliar neste ousado projeto”, afirma Ferreira Pinto.
 
Segs
 
Blog: Continuo não entendo. Oito escolas serão integradas através de uma rede intranet fornecendo internet grátis para população e os turistas ? Alguém que domine o assunto nos explique.
 
ER  

MOÇA BONITA

Sienna

CANTINHO DA SALA

Edward Hopper - "Yawl Riding a Swell", 1935

PRÁ PENSAR


"...Se exponho o caminho percorrido é porque não quero esquecer de onde parti. Ao longo da trajetória, percebi que quanto mais aprendo, menos sei. Por isso, não carrego em meus bolsos verdades, mas dúvidas. Não ofereço certezas, mas perguntas. Não espero respostas, mas reflexões. E, sim, permaneço sonhando com uma sociedade mais justa..."

Luiz Ruffato

ABAIXO A DEPRESSÃO

 
 
Boa Notícia: Supermercados da cidade firmam acordo para não tocar "então é natal" com a Simone.

Clarin da Boa Vista

ESTÃO DE BRINCADEIRA



terça-feira, 26 de novembro de 2013

NÃO DEIXE DE LER

Há alguns anos procuro ler diariamente, pela internet, o Jornal espanhol El Pais.
Primeiro por razões de trabalho e na sequência por satisfação.
Inicia hoje a sua edição em português.
Trata-se, como diz a propaganda, de um jornal global, que tem como correspondente no Brasil o experiente e capaz jornalista, Juan Arias.
http://brasil.elpais.com

ER  

NOTÍCIA BOA OU RUIM ?

 
"Laudo médico elaborado a pedido do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, afirma que a prisão domiciliar ao ex-presidente do PT José Genoino “não é imprescindível”. O estado de saúde do petista foi analisado por uma equipe de cardiologistas no último final de semana. Os médicos concluíram que o petista é "portador de cardiopatia que não se caracteriza como grave”, o permite que ele seja tratado normalmente no sistema prisional. As conclusões médicas serão utilizadas para que Barbosa decida se atenderá ou não o pedido da defesa do mensaleiro para cumprir pena em casa."
 
Blog: Pela primeira vez na vida um paciente ficará chateado com uma notícia boa sobre sua saúde.

ER

GRANDE BOA VISTA

(foto publicada pelo Adão de Rezende)
Território da Boa Vista. Em primeiro plano o ainda formoso Rio Sapucaí. O Morro do Hotel Sion., a Volta da Linha, a Barão do Rio Branco, a Capitão Gomes, a movimentada Miguel Braga, a Maria Carneiro com a Fábrica Codorna, a Estação Ferroviária, a Igreja São José.
Sempre me intrigou a volta que os trens davam para ir para Piranguinho, Brasópolis, Santa Rita e Pouso Alegre. Poderiam sair direto lá pelo final da Boa Vista.

ER

EDIÇÃO EXTRA !

 
Chuvarada: Na Boa Vista já começaram a subir os móveis !

Clarin da Boa Vista

CIDADÃO ITAJUBENSE II

 
Dois dias depois de ser flagrado pela Polícia Federal, no Espírito Santo, transportado mais de 400 quilos de cocaína, o piloto Rogério Almeida Antunes, de 36 anos, será exonerado nesta quarta-feira do cargo de agente de serviço de gabinete da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.
 
 Com salário de R$ 1,7 mil, Antunes está lotado desde abril deste ano na 3ª Secretaria da ALMG, presidida pelo deputado Alencar da Silveira Júnior (PDT), que garantiu, nesta terça-feira que, a pedido do deputado Gustavo Perrella (SDD), o piloto perderá o cargo.
 
Antunes é funcionário de Perrella na Agropecuária e, nessa segunda-feira, foi presos pilotando um helicóptero da empresa do parlamentar, que é também filho do senador Zezé Perrella (PDT).

De acordo com Alencar da Silveira Júnior, a indicação do piloto para ocupar uma vaga na Assembleia faz parte de um expediente comum no Legislativo mineiro. Ele explicou que todo presidente de Comissão - Gustavo Perrella preside a Comissão de Turismo da Casa- tem o direito de indicar um funcionário para uma das três secretarias da Mesa Diretora da ALMG.
 
Perguntado sobre qual era a atividade do piloto como agente de serviço de gabinete, respondeu que o empregado do Legislativo mineiro se limitava a “prestar serviço para o deputado”.
 
Blog: Liberou geral e não é de hoje.
 
ER

PESSIMISTA DO FUTURO

 
Novembro de 2020 - Face as condições atmosféricas desfavoráveis, desde o último final de semana, o aeroporto de Itajubá está fechado para pousos e decolagens.
 
Clarin da Boa Vista

O ABSURDO DOS ABSURDOS

 
O perigo está em cada curva para mais de 8 mil pacientes que diariamente percorrem as estradas de Minas em busca de tratamento médico especializado em outros municípios. Os pacientes enfrentam todo tipo de risco e, nessa busca por saúde, muitos acabam perdendo a vida na rodovia. Somente este ano, pelo menos 25 doentes morreram e mais de 40 ficaram feridos, segundo levantamento do Estado de Minas com base em acidentes, uma vez que não existe estatística específica sobre desastres com veículos que transportam doentes.

Desde 2005, o governo de Minas já distribuiu 626 micro-ônibus para 48 consórcios municipais de saúde, sem contar as ambulâncias, vans e carros das prefeituras que levam doentes para outras cidades, o que aumenta o número de pessoas expostas ao perigo. No ano passado, apenas os micro-ônibus dos consórcios deram mais de 110 mil viagens.

Alguns pacientes chegam a viajar mais de 800 quilômetros em um único dia para tratamento, saem de casa geralmente no início da madrugada e retornam no fim da noite. Outros fazem o percurso até cinco vezes por semana, sobretudo em tratamento de quimioterapia. O maior medo deles é de não voltar vivos para casa, pois a imprudência de motoristas, as péssimas condições das estradas, o cansaço e a pressa dos próprios condutores das vans são as principais causas dos acidentes.
 
Especialista em engenharia de tráfego, o professor Ronaldo Guimarães Gouvêa, da UFMG, acredita que a estrutura de hospitais do estado pode não estar adequadamente distribuída para minimizar essa necessidade de circulação. “Mobilidade não significa só melhorar as condições de circulação, mas diminuir as demandas por circulação”, disse.

Ele observa que veículos que transportam pacientes andam em alta velocidade para que as pessoas cheguem mais rápido ao destino. “Nas áreas urbanas, a ambulância que liga a sirene para se deslocar com mais rapidez é uma coisa, pois há congestionamentos, veículos a 10km/h e ela precisa abrir passagem. Outra coisa é numa estrada que não está preparada para o desenvolvimento de altas velocidades. Há pacientes com consulta às 7h, mas isso não justifica que uma ambulância ou van saia a 120km/h nas estradas, onde a fiscalização certamente faz vista grossa. O risco de acidentes passa a ser muito grande”, alerta o professor.

Estado de Minas

Blog: Viajar continuamente em estradas perigosas, em carros carentes de manutenção, com motoristas exaustos, cumprindo longas distâncias, diversas vezes por semana, saindo de madrugada e voltando à noite, se alimentando mal, com dores e mal estar decorrente do tratamento, vivendo com esperança no limite, assistindo companheiros sofrendo... Deve dar vontade de desistir.
É a vida... ou o fim.

ER



ELVIS NÃO MORREU


MÁGICA !


PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

John e Robert Kennedy - Los Angeles 1960

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
É melhor ser pessimista do que otimista. O pessimista fica feliz quando acerta e quando erra.

Millôr

ESCREVA A SUA !

A militância petista criou um site de apoio para que companheiros de todo o País encaminhem cartas aos mensaleiros presos por corrupção. Com o lema: “Eles lutaram por nós. Eles escreveram pra nós. Agora, vamos responder a eles!
#SolidariedadePresosPoliticosdoPT”, o site Mil cartas para os companheiros recolheu até o momento 172 bilhetes escritos à mão.
São militantes de diferentes estados, que colocam no papel palavras de apoio.  Alguns textos são carinhosos, outros são vazios, mas também há aqueles com uma espécie de visão petista do julgamento do Mensalão.  Veja uma das cartinhas abaixo:
Cláudio Humberto
 
Blog: O momento exige calma. Escreva o seu bilhete moderado que o publicaremos. O blog é lido na Papuda.
 
ER

CONTINUANDO A FALAR DE FLORES

Itajubá vai entrar com o terreno. A Câmara Municipal já aprovou a doação.
Avançando as providências para construção do Laboratório de Alta Tensão e Potência do Senai em Itajubá. Estará localizado em área próxima da Substação 2 da Cemig.
O projeto foi idealizado pelo Sinaees - Sindicato da Industria de Aparelhos Elétricos e Eletrônicos do Estado de Minas Gerais, tendo como executor e mantenedor o Senai.
É apoiado pela Fiemg, CNI, Governo de Minas Gerais, PMI, Secretaria de Desenvolvimento Econômico de MG, Secretaria de Ciência e Tecnologia de MG e Cemig.
O investimento ultrapassará R$ 128 milhões, financiados pelo BNDES.
Terá uma área total de 51.000 m2, com 55 funcionários quando em funcionamento pleno.
Será construída uma substação e contará com 2 geradores de Curto Circuito de 2200 MVA .
Contará com laboratórios de Alta Potência, Alta Tensão, Elevação de Temperatura, Grau de Proteção em Atmosferas Explosivas, Para-Ráios, Compatibilidade Eletromagnética, Ensaios Mecânicos, Óleos Isolantes e Calibração.
As obras se iniciarão no início do próximo ano (2014).
O projeto do laboratório, investimento de R$ 7,4 milhões, está sendo elaborado pela Kema, empresa norte-americana e holandesa, especializada em energia e sustentabilidade
Muito bom.
Um projeto inteiramente inserido no contexto da terrinha.
 
ER

CIDADÃO ITAJUBENSE

 
Poucos meses atrás, por indicação do então Vereador Robison Vaz, hoje Secretário da Educação da cidade, o Deputado Estadual Gustavo Perrela, foi agraciado com o título de Cidadão Honorário de Itajubá.
Lógico que não tem nada a ver com isso, mas deu hoje nos jornais. 
 
"A superintendência da Polícia Federal do Espírito Santo apreendeu, durante operação nesse domingo (24), 450 kg de cocaína em um helicóptero da Limeira Agropecuária, empresa do deputado estadual por Minas Gerais Gustavo Perrella (SDD), filho do senador e ex-presidente do Cruzeiro Zezé Perrella (PDT-MG).
O helicóptero foi interceptado pela Polícia Federal perto da cidade de Afonso Cláudio, no interior do Espírito Santo. Estavam na aeronave o piloto, que é funcionário da agropecuária, e mais três pessoas cujas identidades não foram reveladas pela PF.
Segundo Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, o piloto utilizou o helicóptero sem autorização da família ou de representantes da empresa. "Ele usou fora do ambiente de trabalho, sem autorização, e ainda para fim absolutamente ilegal", afirma Kakay.
De acordo com Kakay, Gustavo Perrella estava em Brasília no momento da operação. O helicóptero costuma ficar estacionado em um restaurante em Belo Horizonte, segundo o advogado.
Kakay afirmou que a família procurou a Polícia Civil para registrar uma ocorrência por apropriação indébita. O defensor disse que o responsável pela operação lhe afirmou que o piloto não foi coagido a transportar a droga e agiu intencionalmente. Almeida Castro é defensor do Cruzeiro e de Zezé Perrella, mas nunca havia advogado para Gustavo.
Em 2012, o Ministério Público abriu investigação da Limeira Agropecuária para apurar um suposto esquema de superfaturamento de merendas e marmitas quando a empresa era fornecedora de grãos da Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais).
Em julho deste ano, reportagem da revista "IstoÉ" revelou que Zezé Perrella destinou R$ 6 milhões em emendas para a Epamig comprar sementes. Dos R$ 6 milhões, a Limeira Agropecuária foi beneficiada com contratos de R$ 2,4 milhões. "
 
Pode ser considerado seu conterrâneo, mas meu não é. Só de ler o nome do estrelado  Kakay (Antônio Carlos de Almeida Castro) como advogado, já coloco as minhas brancas barbas de molho.
 
ER   
 
            

 

O "ESTAMOS JUNTOS" NÃO CONVENCEU


Se alguém conhece bem o Lula, não seria a Dona Marisa ou Dona Rose. Na certa seria o Zé Dirceu.
A imprensa informou que o Zé Dirceu recebeu um telefonema do Lula, no dia histórico da prisão, com a  reconfortante colocação verbal: "Estamos Juntos".
O Zé Dirceu deve ter pensado: - Estamos no arroz ! (expressão usada em Passa Quatro).
Sabia que o Lula estava tirando o dele da reta.
O tempo na prisão custa para passar. É um tal de acordar e dormir cedo. As visitas vão se rareando. A bóia é repetida. Café da manhã a base de pingado e pão com margarina. Não tem a felicidade de ter pressão alta como o Genuíno. 
Engaiolado numa cela de 2x3 metros, o moço de Passa Quatro começou a botar a boca no trombone.
- E o Lula não vai falar nada ?
Está irritado com o silêncio do Planalto.
Podem esperar uma reação mais forte do Lula em defesa dos mensaleiros. Vai que um dos pássaros resolve cantar...
 
ER

CANTINHO DA SALA

Tomie Otake
Tomie Ohtake completou na última quinta-feira, dia 21, 100 anos. Mais de metade de seu tempo de vida foi dedicada à pintura, atividade que só começou aos 40 anos, depois de ver os filhos formados. Tomie é mãe dos conhecidos arquitetos Ruy e Ricardo Ohtake
Nascida em Kyoto, Tomie desembarcou aqui em 1936. Veio visitar um irmão e, devido à guerra entre Japão e China, acabou ficando. As primeiras paisagens foram feitas na Mooca, onde morava. Nos anos 1960, com a ascensão do movimento concreto, Tomie conheceu artistas como Hércules Barsotti e Willys de Castro
Os anos 60, quando se naturalizou brasileira, foram decisivos para a sua maturação como pintora originária da abstração informal.
 
ER

O FANTASMA BRANCO


 
A peça de teatro (escrevia-se theatro) "O Fantasma Branco",  escrita em 1851, pelo escritor Joaquim Manuel Macedo ("A Moreninha"),  Foi a primeira peça representada em Itajubá. Foi ao palco no dia 25.11.1862.
Portanto, completa hoje 151 anos da mais antiga representação teatral de que se tem noticia na história da terrinha..
Ainda não havia um teatro na cidade. O Teatro Santa Cecília só foi inaugurado no dia 6 de janeiro de 1873.
A peça "O Fantasma Branco" foi apresentada no Largo Municipal, hoje Praça Amélia Braga (onde funciona a Câmara Municipal"), em um palco de madeira ali armado.
A plateia ficava ao ar livre e só se sentavam os que, por braços de seus escravos, faziam levar de casa cadeiras ou bancos.
Essa histórica representação foi levada à cena pelo grupo dramático de amadores "Faunos de Thália", organizado por Antônio Luis Alves de Noronha, Honório José de Oliveira, Caetano Ferreira da Costa e Silva (bisavô de Wenceslau Braz), Sebastião de Paiva Soares e José Rodrigues de Souza. 
Já fomos bom nisso.
 
(dados  Armelim Guimarães)
 
ER
 
 
 

PINGA ?


domingo, 24 de novembro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
 
"Nós vivemos confortavelmente demais dentro da mentira

Octavio Paz.

SOLIDARIEDADE DA CLASSE


PORQUE HOJE É DOMINGO


Porque eu, Senhor?

Porque eu Senhor? O que eu tenho que fazer
para merecer sequer um
de seus prazeres? Eu tenho que saber,
Porque eu Senhor? O que foi que eu fiz
que valia o seu amor
ou a bondade que você mostrou?

Senhor, ajude-me, Jesus
eu tenho desperdiçado isso, então
ajude-me Jesus.
Eu sei o que eu sou
Agora que eu sei que preciso de você, então
Ajude-me Jesus, minha alma esta em suas mãos.

Prova-me Senhor,
Se você acha que há uma maneira que eu possa tentar pagar o que eu tomei de você
Talvez Senhor, que eu possa mostrar a alguém
eu tenha dentro de mim mesmo
no meu caminho de volta para você.

Senhor ajude-me Jesus, eu tenho desperdiçado isso, então
Ajude-me Jesus
Eu sei o que eu sou
Agora que eu sei que preciso de você, então
Ajude-me Jesus, minha alma esta em suas mãos.

Jesus, minha alma esta em suas mãos.

ER

PRESENTE AUSENTE

 
 
Ouvido no final de semana:
 
- Que isso mêu ? Que cara de tristeza é essa ?
 
- Nem te conto. Depois de mais de vinte anos reencontrei hoje com uma pessoa extremamente querida.
 
- Uai ! Isso é motivo para alegria. Ou ela não está bem ?
 
- Sim está muito bem. A tristeza vem do tempo perdido. Durante todo esse período eu nunca sai do lado dela.
 
John Chair  

ADEUS ITAJUBAR

Rua Nova
Itajubá, tinha 50.000 habitantes quando eu era criança pequena na Boa Vista. Tínhamos três farmácias que vendiam remédios, aplicavam curativos e injeções e manipulavam receitas. Eram as sagradas farmácias do Sr. Rui Braga, tendo à frente o Sr. Gerson, a do Sr. Vitor, com filhos e a do Sr. Eduardo, também com seus filhos, entre eles, o saudoso Lóca.
Por que o sagradas?
Ninguém saia sem o remédio. Com dinheiro ou sem dinheiro. Vendiam para pagamento mensal e ainda parcelavam.
Acreditem: Atendiam à domicílio, com injeções, medição de pressão e primeiros socorros. Quando eles passavam pelas ruas, quem estivesse sentado, imediatamente se colocava em pé em sinal de respeito.
Não eram farmacêuticos genéricos.
Foram padrinhos de batizado e casamento de centenas.
Nem tudo era perfeito. Os remédios eram de gosto horrível e não amorangados como os de hoje. A injeções faziam um rombo no braço ou na bunda (naquela época ainda não tinham inventado o bumbum). Curativos com merthiolate ardiam para dedéu.
Mas tudo funcionava.
Hoje se fazem presentes na terrinha todas grandes redes de drogarias. Vendem até remédio, embora creia que o forte sejam produtos de higiene e beleza.
Preços espetacularmente diferenciados entre uma e outra boutique de saúde.
Compro mensalmente um remédio para pressão. Variam de 13,90 a 43,90.
Para se instalarem numa localidade, como praticamente em todo seguimento de negócio, as empresas efetuam um detalhado estudo de mercado. Pelo número de farmácias que estão abrindo na terrinha, o mercado deve estar prometendo muito.
Não nos esqueçamos que trata-se de um mercado micro-regional. O pessoal das cidades vizinhas fazem suas compras por aqui.
Agora, não podemos negar: A nossa população está levando à serio a questão de longevidade. Como temos velhinhos na cidade, entre os quais já estou me incluindo.
Corre na Boa Vista a informação que até meados do próximo ano, o número de farmácias funcionando na cidade, ultrapassará o números de bares.
Adeus Itajubar.
 
ER
  
 

sábado, 23 de novembro de 2013

MOÇA BONITA

Ana

INTERNET GRÁTIS

 
Na segunda feira assisti a Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Itajubá. O assunto principal era o Plano Diretor, sobre o que já comentamos.
Numa passagem rápida, fiquei intrigado com a solicitação feita pelo vereador Joel da Guadalupe, para que o Executivo apresentasse a documentação do contrato feito com uma empresa para a instalação da anunciada internet sem fio.
Fiquei pensando no assunto.
Pois bem:
Leio hoje no Jornal "O Sul de Minas" que o Contrato 064/2013 firmado pela Prefeitura com a empresa Linktel, foi para implantação de Rede Digital nas Escolas SEMED.
O contrato não trataria sobre a internet grátis em diversos bairros da cidade.
Não sei de qual conta do orçamento municipal sairão os recursos para o contrato 064/2013.
Pode ser que esteja acontecendo o seguinte (pura especulação do blog):
A Constituição exige que os municípios apliquem ao menos 25% de sua receita resultante de impostos e transferências na manutenção e no desenvolvimento da Educação.
O investido na implantação da Rede Digital nas escolas se enquadraria no compromisso com a educação.
Já com relação a implantação da internet grátis nos bairros, embora também possa ter fundo educativo, tenho dúvidas.
Se estiver acontecendo o especulado e for permitido pela legislação, ótimo.
Caso exista outro contrato específico esqueçam o comentado
Assunto fácil de esclarecer.

ER