quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

MOMENTOS MÁGICOS


SOB A LUZ DE VELAS

"A cultura assusta muito. É uma coisa apavorante para os ditadores. Um povo que lê nunca será um povo de escravos."

Antonio Lobo Antunes

MÁGICA


JEJUM


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

ERA UM GAROTO QUE COMO EU...


 
 Tomou o barco hoje em São Paulo, aos 65 anos, o músico Lívio Benvenuti Júnior, simplesmente conhecido como Nenê.  Foi baixista da banda de rock Os Incríveis entre 1966 até 1972, quando a banda se separou.
Nenê começou a carreira aos 12 anos de idade como baterista da banda "The Rebels". Na década de 1960 chegou a montar um grupo cover dos Beatles até entrar na banda Os Incríveis, que fez parte da Jovem Guarda.
Tocou com Raul Seixas e em apresentações com Elis Regina e Roberto Carlos. 
Contemporâneo musical do nosso amigo Alfredo Junta, advogado e  industrial na terrinha. Alfredo foi baixista do Conjunto "Os Dinâmicos", que também brilhou nas jovens tardes de domingo.
É a vida.

ER

NOTÍCIA QUE GOSTARIA DE LER

Cassado em Brasília o alvará de funcionamento do Senado e da Câmara.

Clarin da Boa Vista

É DISCO QUE EU GOSTO


HORÓSCOPO

Era uma vez, numa pequena, pacata e longinqua cidade do interior. Tudo caminhava num marasmo total.
O povo ordeiro seguia a vida, nem feliz e nem infeliz.
Não tinha conhecimento do que aconteceu, do que estava acontecendo e tão pouco do que iria acontecer.
O passado não interessava muito, uma vez que já passou mesmo.
Do presente seria bom saber alguma coisa, mesmo que não fosse muito animador.
Mas seria bom uma previsão sobre o futuro. Se fosse boa, animaria o povo. Se fosse preocupante, o povo se prepararia.
Tudo escuro.
Foi quando um velho e sábio ancião, "nascidiecriado" (como dizem os paulistas) no vilarejo, teve uma brilhante e criativa ideia.
- Por que não contratamos um mago especializado em horóscopos para tomarmos pé da situação ?
Palmas e aprovação. A iniciativa privada se cotizou (para evitar a lei 8666) e foi contratado por 100 dias o Mestre Asdrúbal, que de imediato, foi informado ser a pequena comunidade do signo de "peixes".
Entre outras, constou do seu relatório com as previsões para os primeiros 30 dias.
 
Nos negócios: Possibilidade de contrariedade e prejuízo com investimentos em grande empresa.Em compensação, uma boa nova ligada aos céus (aérea)
 
No relacionamento: Período de harmonia entre os três poderes. Princípio de desavenças normais entre companheiros de trabalho.Em fase de acomodação.
 
No jogo: Depois do prêmio da quina, esqueçam: não sai mais nada.
 
Na política: Forte ascendência, positiva, dos nascidos em cidade vizinha.

Na saúde: Remando...remando...

Sobre o Tempo: Pequenas e rápidas inundações decorrentes de fortes temporais. Em princípios estão descartadas grandes cheias.

No amor: Todos com os punhais embainhados e revólveres repousando nos coldres. Certo, que desabotoados.

E segue o jogo...

ER

PARQUE MUNICIPAL

Ouvido ontem na Feira Livre da Boa Vista, na Av. Dr. Rosemburgo Romano, ex-sambódromo:
 
- Ô Cumpadre, e o tal parque municipal, sai ou não sai ?
 
- Não sei não, acho que vai demorar um pouco mas sai. Parece que já decidiram transferir para lá a estátua da mulher de bronze.
 
- E a capelinha ? irá também ?
 
- Exatamente do jeito que está hoje. O conjunto completo.
 
- Êpa ! vai parecer um parque fantasma.
 
- Que isso homem ! vira essa boca para lá!
 
ER

SONHO PETISTA

Eles não sossegam !
 
A presidente Dilma receberá hoje em audiência, no Palácio do Planalto, o jornalista Franklin Martins
 ex-ministro da Secretaria de Comunicação, no Palácio do Planalto, no governo Lula.
O Senhor Franklin é autor de uma lei que estabelece marcos regulatórios para a mídia. Um nome camuflado para  a implantação de censura. Mais ou menos como a Sra Kirchner implantou na Argentina.
Ao deixar o governo Lula, no fim de 2010, Franklin deixou seu projeto nas mãos do governo, que não o levou adiante.
Num país sem oposição, ou melhor, com uma oposição raquítica, a imprensa tem sido a salvação da lavoura, fiscalizando e denunciando.
Não creio que, embora muito pressionada pelo partido no qual ela está filiada, a presidente Dilma irá montar nesse porco.
Aliás, o sonho de todos no poder é controlar a imprensa.
Elogios estão liberados.
 
ER

COMPLICADO


MILAGRE DO PÃO

...Ou melhor: Onde os bravos se encontram.
Enganou-se quem pensou se tratar de Tombstone, Dallas, ou mesmo Chicago. Fica aqui mesmo na terrinha e mais precisamente no Morro Chic.
Local que se tornou, há tempos, moda na cidade. E por justa razão. Impossível não ir buscar diariamente os pães, bolos e a atenção dos funcionários na Padaria Morro Chic.
Interessante o sistema de atendimento estabelecido pelos proprietários. Fila única que nas horas de pico, de manhã e de tarde se torna um respeitado "S", muitas vezes duplo.
Em toda a cidade, do porte da nossa, é inevitável que surjam divergências de pensamento e de posicionamento entre pessoas. Até mesmo pela inexistência de simpatia. Não, necessariamente, tranformando todos em inimigos.
Ficam mais ou menos do tipo:
- Me dou bem com ele(a) mas não ficarei com saudade se não o(a) encontrar.
É até bonito presenciar todos conviverem pacificamente e até com sorrisos nos lábios, quando dos encontros na fila do pão.
Pena que o atendimento é rápido. Com um pouco mais de demora muitas arestas seriam aparadas.
É a vida...

ER

ABRAHAM LINCOLN


Ontem assisti o filme LINCOLN. Só podia ser de Spielberg. A grandiosidade do filme está na história em si e na competência do trabalho do ator Daniel Day-Lewis. Forte candidato a levar o Oscar.
O filme enfoca apenas os quatro últimos meses da vida de LINCOLN como Presidente dos EUA.
Com mais de duas horas de duração o filme mostra a complexidade das negociações para aprovação da 13ª Emenda no Congresso (Abolição da Escravatura), depois de 4 anos de uma guerra civil.
A Guerra estava quase no fim, mas Lincoln sente que urge aprovar a emenda. Por quê? Justamente para evitar por lei constitucional qualquer possibilidade de que os escravos libertados fossem re-escravizados. Era cortar o mal pela raiz.
O drama de Lincoln era o drama que os próprios republicanos viviam naquele momento: muitos podiam ser a favor de acabar com a escravatura, mas eram contra a igualdade completa das raças branca e negra. Aí está o fio da navalha na aprovação da Emenda. Ou seja, se a aprovação da 13ª Emenda fosse vista como sonho de igualdade racial, não passaria de jeito nenhum.
Quando deixei o cinema com meu filho, duas coisas ficaram na minha cabeça:
1) O interesse pessoal no processo de cabalar votos para uma causa, ainda que a causa seja boa. As negociações atrás de um ou dois votos mostram o toma-lá-dá-cá da política. As pressões, os bastidores, as concessões de favores, entrega de cargos, enfim, o triste mensalão...
2) Imaginar que Lincoln foi o 16º Presidente dos EUA, enfrentou uma guerra sangrenta para acabar com a escravatura... e já o 44º Presidente dos EUA é um negro? Reeleito!
Vale a pena, antes de entrar no cinema para ver Lincoln, ler sobre o período e se familiarizar um pouco com a História. Haverá ganhos no entendimento do filme. Sobretudo se for com os filhos, pois o filme é uma belíssima aula de política, de história e de vida.
Vale a pena assistir antes da entrega do Oscar.


Comentário feito pelo Silvestre Gorgulho

Bah

JEJUM

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

O objetivo da argumentação, ou da discussão, não deve ser a vitória, mas o progresso.

Joseph Joubert

O QUEIJO NÃO É MINEIRO

FAZER O QUE ?

O Ministro só diz que não foram eles que inventaram a corrupção, que governam mal ou são da "boquinha".
Deu para entender perfeitamente:
Outros inventaram a corrupção. Eles só deram sequência.
Outros governaram mal. Eles só copiaram.
Outros são da "boquinha". Eles só aperfeiçoaram.
 
Pelo menos estamos diante de um "cara de pau" sincero.
 
"É muito importante que a gente não baixe a cabeça, não aceite a pecha de que o PT é o partido que inventou a corrupção, governa mal ou é o partido da boquinha."
 
Gilberto Carvalho, ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República - Homem do Lula no Palácio.
 
ER

É DISCO QUE EU GOSTO


POR FALAR NISSO...

  
É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do quer falar e acabar com a dúvida.
 
Abraham Lincoln

ABRINDO O BICO

Campos de Melo passou todos os anos de sua vereança sem dar uma palavra. Era o boca-de-siri da Câmara Municipal de Cuité. Até que, uma tarde, ergueu o busto, como quem ia falar. O Presidente da mesa, mais do que depressa, disse:
- Tem a palavra o nobre vereador.
Então, em meio do grande silêncio, o grande mudo falou:
- Peço licença para fechar a janela, pois estou constipado.
 
 José Cândido de Carvalho

SABEMOS DISSO

George Orwel, autor de "1984" e a "Revolução dos Bichos", considerava que o jornalismo é a arte de noticiar alguma coisa contra a vontade de alguém. Todo o resto é mera publicidade.

Blog: Jornalismo responsável é bem mais.

ER

JEJUM

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
"O número dos nossos inimigos varia na proporção do crescimento da nossa importância. Acontece o mesmo com o número dos amigos."

Paul Valéry

NÃO VEM QUE É LONGE

Baile beneficente no salão de festas de um colégio em Brazópolis.
Janeiro chuvoso no início dos anos 60.
No palco o Conjunto pop (na época poucos sabiam o que significava isso. Hoje, todos sabem que é tudo o que toca),Cry Babyes, de Saõ José dos Campos. Garantia de boa música.
Como ninguém da engenharia tinha carro (privilégio dos magnatas da medicina), o jeito foi organizar uma lotação numa kombi. Umas 38 pessoas bem acomodadas.
Todos, exceto o motorista, de terno com calça "pega-frango" e gravatinha de cadarço. Era a moda.
Imperando no ar, água velva e perfume lancaster. 
Uns quatro vivaldinos quiseram economizar a grana do ingresso e entrar pelos fundos do colégio. Era só saltar um murinho de nada.
Realmente. Do lado que dava para a rua, o muro tinha pouco mais que metro e meio de altura.
A escuridão ajudava, embora provocasse certa insegurança.
Os dez contos do ingresso seriam dedicados ao hi-fi e a cuba-libre. Muita classe.
O primeiro a saltar foi o intrépido Zé Moreira.
PQP ! Torna-se necessário um esclarecimento:
O muro fora construído na beira de um barranco (morros é que não faltam em Brazópolis). Se do lado da rua tinha 1,5 metros, do lado de dentro, que dava para o pátio do colégio, tinha uns 6 metros de altura.
Quando o Zé pressentiu a desgraça, foi agarrando desesperado na vegetação que cobria o paredão, constituida de frondoso chuchuzeiro e trepadeiras diversas, algumas dotadas de salientes espinhos.
O agarra-agarra diminuiu a velocidade de queda.
O barrão vermelho tornou o chão macio evitou que acontecesse maiores danos físicos.
O Celso, que seria o próximo a saltar, assustado com o barulho, gritou baixinho:
- Tudo bem ? Lá vou eu !
Foi quando o leal e sincero Zé Moreira berrou, ainda estatelado lá em baixo:
- Não vem que é longe.
É a vida...
 
ER

PREMEDITANDO O BREQUE

 
Os brasileiros se acostumaram a ver políticos, após assumirem cargos, se envolverem num lamaçal de mal-feitos.
Já faz parte.
Coube ao especialista PMDB inovar.
Renan Calheiros e Henrique Alves, que em breve serão coroados, respectivamente para as presidências do Senado e da Câmara, antes mesmo de sentarem no trono, já carregam uma ficha corrida de respeito (ou seria de desrespeito ?)
A gente merece.
 
ER
 
  

SANTA MARIA

Essa sensação de desconforto pela tragédia custa a ir embora. É aquela tristeza que incomoda, como um espinho que vai fundo a custa a sair. Vem em mente aquela terrível sensação de desperdício, de vidas perdidas em vão, de evitabilidade... Aquela perspectiva ilusória de que, caso estivesse por perto, poderia ter feito alguma coisa para ajudar. De pensar e repensar em desvios que poderiam ter sido tomados e que poderiam evitar um final tão infeliz.
Não existem culpados, existem consequencias de um desvio químico improvável chamado vida. E de um assombro biológico ainda maior chamado inteligência racional. A morte é assim, inevitável, insidiosa, silenciosa, matreira.
Por mais que ela frequente nossos dias e nos diga o quanto é infalível, custamos a aceitá-la. Talvez porque não há nada maior do que o milagre da vida.
Que pena.

Laissez Faire

JEJUM

SANTA MARIA

domingo, 27 de janeiro de 2013

REPETINDO VERDADES

Rir é correr o risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada.
Há pessoas que não correm nenhum risco, não fazem nada, não têm nada e não são nada.
Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas elas não conseguem nada, não sentem nada, não mudam, não crescem, não amam, não vivem .
Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua liberdade.
Somente a pessoa que corre riscos é livre!
 
Web

TRAGÉDIA

Nada para falar. Nada para comentar sobre a tragédia sem precedente que abateu sobre Santa Maria.
Mais vítimas do que numa guerra.
245 mortos e 48 feridos internados. Todos estavam se divertindo.
Será necessário presenciar desgraças para adotarem providências ?
De imediato conclui-se pela falta de responsabilidade dos donos do lugar e descaso das autoridades que liberam o funcionamento de arapucas.
Com os familiares e amigos, permanece a incredulidade e a dilacerante dor.
Nos cabe orar.

ER

JEJUM


MAIS UM !


O procurador Geral da República, Roberto Gurgel, denunciou o candidato favorito a tornar-se o próximo presidente do Senado, Renan Calheiros, no caso das notas dos “bois de Alagoas”, derivado das suspeitas de ter despesas particulares pagas por um lobista de empreiteira após o parlamentar ter um filho com a jornalista Mônica Veloso.
 A denúncia no inquérito 2593 foi apresentada na sexta-feira ao relator do caso no Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski.(ele mesmo)
Com a denúncia em mãos, Ricardo Lewandowski deverá fazer um relatório e um voto para levar o caso ao plenário. Quando isso acontecer, os 11 ministros do Supremo decidirão se recebem a denúncia ou se rejeitam o pedido de Gurgel. Caso aceitem a denúncia, Renan se tornará réu em uma ação criminal.
 
Deu na Web

Blog: Mesmo debaixo de intenso tiroteio, o peemedebista Renan Calheiros deverá ser eleito presidente do Senado. Conhece os seus pares.

ER


ESSE CARA NÃO SOU EU

Lá pelo início dos anos 70, joguei na loteria esportiva na lotérica do Chico Pinga, ao lado do Hotel Centenário, no centro da cidade. 
Como comprovante entregavam para o apostador um cartão perfurado de computador. Distraidamente deixei-o em cima de um móvel na casa do meu pai, onde ainda solteiro, residia. (na Boa Vista, claro).
Na hora do almoço de domingo, com todos à mesa (somos 11 irmãos), meu Velho querido, brincalhão e bravo perguntou, com o cartão da "esportiva" nas mãos:
- O que vem a ser isto ? 
Eu lhe expliquei que se tratava de um comprovante de aposta.
- Ele sentou e disse calmamente:
- Está faltando alguma coisa na sua vida para querer e precisar ganhar dinheiro com jogo ?
Fiquei calado. Após o almoço, piquei o cartão jogando-o no lixo.
Lição para toda a vida.
Agradeço os amigos que não percebendo uma brincadeira postada na internet, têm me parabenizado por ser o possível ganhador da quina saída para a terrinha.
Lamento, não fui eu o sortudo.
Adianto que será difícil acontecer.
Não jogo.
 
ER

NOVO PRESIDENTE DO SENADO

 

sábado, 26 de janeiro de 2013

JEJUM DE 100 DIAS


FALTAM 74 DIAS

Contando a partir de 1º de janeiro, o período de silêncio (100 dias) determinado pelo Prefeito Rodrigo, se encerrará no dia 11 de abril de 2013.
Atinge todos os Secretários e Diretores.
Portanto, toda a quaresma será respeitada. Toda a equipe, com o  devido conhecimento da máquina, estará pronta para fornecer informações daqui a 74 dias.
Aguardaremos. 
 
ER

RAY - BAN

Lindsay Lohan

DAMA É DAMA

Chegavam os Jogos da Primavera.
A disputa era renhida entre o Batalhão e a Escola de Engenharia.
Dois meses antes o Major Ferreira, linha duríssima, começou a montar um grupo de atletas para levar ao campeonato. No Atletismo, o exército ganhava quase tudo (vinham reforços da AMAN). Nas competições de quadra, a Engenharia era imbatível.
Pediram para o Cabo 257 (na realidade, ordenaram aos berros) que identificasse, entre os mais de mil recrutas, uns dez ou doze bons de xadrez para, após um torneio interno, fossem selecionados os dois melhores que representariam o Batalhão nos jogos.
Todos os soldados tinham conhecimento de que ser escolhido como atleta, fosse qual fosse a modalidade, era sinônimo de dois meses de "boa vida".
O atleta só tirava serviço leve, era paparicado e tinha o direito de tomar dois copões de toddy e traçar dois pães diariamente, ao invés do café com leite e um pão somente.
Dois toddys por dia era a glória total. Véspera do paraíso !
Foi aí que o Cabo 257 cometeu o seu grande erro. 
Com uns trezentos soldados em fileiras, sendo a maioria vinda das cidadezinhas ou roças próximas de Itajubá, o Cabo, ou melhor, o selecionador, subiu num banco e levantando um tabuleiro de xadrez na mão, gritou bem alto:
 -  Quem domina ?
Na expectativa de serem "atletas", uns 30 levantaram o braço. Todos foram relacionados e os trinta nomes entregues para o Major.
Ele, como recém-chegado à cidade, estranhou o elevado número de atletas. Comentou :
- Cidade universitária é outra coisa. Quando estive servindo em Pouso Alegre, continuou ele, não tinha ninguém no quartel, além de mim, que soubesse jogar xadrez.
A lambança estava feita. 
Berrou ele: amanhã as 9:00 horas, quero os trinta inscritos, em fila indiana, na porta do meu gabinete. Irei rapidamente testar um a um.
Dito e feito. Colocou uma mesinha no meio da sala e trovejou:
- Cabo 257 ! Avance com o primeiro candidato.
Era o 176 - Carmo, das redondezas de Pedralva. Bom e pacato sujeito. Entrou timidamente, bateu continência e acatando o aceno do Major, sentou-se à mesinha de jogo.
De cara, o Carmo estranhou as pedras enfeitadas. Nunca as tinha visto com tanta ostentação. Lá em Pedralva costumavam jogar até com tampinhas de garrafas.
O Major acionou o cronômetro e iniciou a partida.
Vez do Carmo: Deu uma pensada, coçou o queixo e saiu comendo tudo ! Lógico que ele achava que era jogo de dama.
O Major atônito, levantou-se e vendo o ar vitorioso do Carmo, juntou-o pelos colarinhos da farda e lançou o soldado literalmente porta a fora.
Os outros vinte e nove, se arrepiaram e perguntaram uníssono:
- O Carmo ganhou do Major ?
O Carmo se levantando e arrumando a farda, gritou para os colegas:
- O jogo é diferente. Não é permitido sair comendo as pedras.
Foi uma correria escada abaixo. Não ficou nenhum dos vinte e nove.
O Cabo 257 pagou o pato, pois segundo o Major, ele estaria tirando uma com a cara dele.
Gente: Dama é dama, xadrez é xadrez.

(vivereperigoso) 
ER

É DISCO QUE EU GOSTO


PROFESSOR

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

É fácil viver no mundo conforme a opinião do mundo: é fácil na solidão viver conforme a própria opinião; mas grande homem é o que, no meio da multidão, conserva com plena serenidade a independência da solidão.

Ralph Waldo Emerson

MULHERES NAS ALTURAS


NEGÓCIOS

Deu no site da Veja:

A Justiça Federal determinou que a Helibras, fabricante de helicópteros, devolva parte do valor de uma aeronave adquirida pelo governo do Acre na gestão de Binho Marques, do PT. Segundo o Ministério Público Federal, houve superfaturamento na compra. Ao todo, a empresa terá que devolver 566 000 reais que foram pagos a mais pelo helicóptero.
A compra do helicóptero, modelo Esquilo AS 350 B2, tem como principal protagonista o grupo petista que governa o estado há 14 anos, liderado pelos irmãos Jorge e Tião Viana, o atual governador. A aeronave foi adquirida pelo governo acreano em 2008. À época, o estado era comandado pelo petista Binho Marques, que antes foi vice de Jorge Viana, seu antecessor no cargo.
A aeronave custou 7,9 milhões de reais, uma soma considerável para um estado como Acre, e foi quase toda financiada com recursos de um convênio do Ministério da Justiça. O helicóptero acreano seria usado em missões de Segurança Pública e Saúde no estado. O ministro, na época, era o petista Tarso Genro.
A compra se tornou imediatamente alvo de investigações pelo MPF e até da Polícia Federal, que acusaram o governo de favorecimento à empresa. Segundo a ação do MPF, o pregão para a compra do helicóptero incluía requisitos disponíveis apenas em aeronaves fabricadas pela Helibras, um claro indício de direcionamento. De acordo com a procuradoria, os requisitos para a compra especificavam até a cor dos assentos da aeronave que o estado queria comprar.
Para piorar, o conselho administrativo da empresa à época da compra era presidido por Jorge Viana, o antecessor de Binho Marques no governo. Jorge ficou pouco mais de dois anos na Helibras. Só deixou o cargo em setembro de 2010, quando lançou candidatura ao Senado. Seu irmão, Tião, sucedeu Binho na chefia do governo acreano.
O MPF acusava ainda a compra de ter sido superfaturada, com sobrepreço de até 38%. Para chegar a essa conclusão, o órgão comparou o negócio feito pelo Acre com a compra de um mesmo modelo do helicóptero pelo governo do Espírito Santo, na mesma época. Na sentença que mandou a Helibrás devolver parte do valor, a Justiça usou uma outra compra da mesma época, envolvendo o governo de Pernambuco, para efeito de comparação e concluiu que a aeronave acreana custou 500 000 reais a mais.
 Logo depois de ter recebido a aeronave, a administração de Binho Marques mandou pintar uma enorme estrela vermelha na fuselagem. O MPF acusou o governo de fazer uma propaganda político-partidária com a estrela, que também é símbolo do PT. O governo se defendeu dizendo que a estrela simbolizava a bandeira do estado (que também tem uma estrela da mesma cor).
O argumento não foi aceito pela Justiça, que concluiu em 2011 que a pintura violava "os princípios constitucionais da impessoalidade, moralidade e republicano, bem como o pluralismo político (...) porque o serviço realizado pelo helicóptero é visto publicamente como tendo sido prestado pelo PT e não pelo Estado do Acre".
Procurada, a Helibras disse que ficou surpresa com a decisão já que em dezembro a compra foi analisada pelo plenário do Tribunal de Contas da União (TCU), que concluiu, após dois anos de investigações, que a Helibras não cometeu nenhuma irregularidade. A empresa afirma que vai recorrer da decisão da Justiça Federal.
 
Veja 

Blog: É sempre assim. Possivelmente um concorrente da Helibrás se sentiu prejudicado e buscou a justiça. A empresa é condenada, recorre da decisão e daqui um tempo fica tudo esclarecido e vai para o arquivo. Agora, que tem política no meio, sem dúvida.

ER 
 

PRÁ PENSAR

Indagado sobre que conselho daria para os jovens, Nelson Rodrigues mandou na bucha:
 
- Envelheçam !

ER

É DISCO QUE EU GOSTO



 "Tolos" eu disse, vocês não sabem
Silêncio é como um câncer que cresce
Ouçam as palavras que eu possa lhes ensinar
Tomem os braços que eu possa lhes estender"
Mas minhas palavras caíam como gotas silenciosas de chuva
E ecoavam no poço do silêncio
 
Paul Simon 

LÁGRIMAS


Existem pelo menos 465 emoções distintas pelas quais o ser humano chora.
Admiração, ira, aflição, angústia, ansiedade, confusão, arrependimento são os mais comuns. Mas todas as situações se resumem a duas possibilidades: Choramos para pedir ajuda ou para oferece-la.
Está comprovado que as mulheres choram quatro vezes mais do que os homens ao longo de um ano. Em média o choro da mulher dura 6 minutos e o do homem 4 minutos.
O pranto tem um efeito relaxante e ajuda a eliminar substâncias químicas estressantes.
As lágrimas ajudam a construir e fortalecer relações.
Disse Freud, Chorar é libertador.
 
K.Vasquez
(vivereperigoso-mar2010)

ER

RETRATO

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
"Quando a imprensa não fala, o povo é que não fala. Não se cala a imprensa. Cala-se o povo."
 
 William Blake

NADA A VER

Email recebido pelos orgãos de imprensa da cidade (não pelo blog, que não é imprensa)

Por recomendação expressa do senhor prefeito municipal, Rodrigo Riera, informamos que as entrevistas de secretários e diretores aos órgãos de imprensa, de forma geral, só serão agendadas e concedidas após os 100 primeiros dias de governo, tempo necessário para que a máquina administrativa da Prefeitura esteja funcionando já dentro dos moldes da gestão 2013/2016. A Secretaria Municipal de Comunicação está à disposição para, por meio de notas oficiais, apresentar as explicações relativas a assuntos pontuais.
Atenciosamente,
Secretário Municipal de Comunicação
Antônio Benedito Rosa

Tenho por princípio, em qualquer assunto que provoque discussões, me posicionar por alguns momentos do lado da opinião contrária. Muitas vezes tenho esquecido disso.
Fico imaginando,  como reagiria, quatro anos atrás, o Prefeito Rodrigo, político forjado na oposição e  também homem de imprensa (Rádio Futura FM), ao tomar conhecimento que o então Prefeito anterior havia determinado, mesmo que por 24 horas, o silêncio de seus Secretários.
No mínimo exclamaria: "Estabelecida na cidade a lei da mordaça"
Alguns eu conheço pessoalmente e outros por informações. Foi formado um secretariado experiente. Os que conheço, enfrentariam qualquer microfone, sobre qualquer assunto e a qualquer hora, sem provocar quaisquer constrangimentos para a administração.
Preocupa sobremaneira o argumento de que precisam "colocar a máquina de prefeitura para funcionar". Penso que se prepararam para administrar a cidade. Elaboraram um plano de governo. Participaram do governo de transição. Tiveram acesso as informações.
Quero crer que tudo não passa de cuidados para evitar e amenizar  atritos entre responsáveis por áreas de atuação próximas, que eventualmente poderiam ser provocados por comentários e entrevistas. Pode ser.
Preocupam-me as colocações: Por determinação expressa, notas oficiais, assuntos pontuais.
Já li e ouvi isso não sei quando. Mas faz tempo.
Nada a ver.
 
ER
 
 
 
 

FIQUEM TODOS ATENTOS

  
Certeza de coisa boa. Começa no dia 5 de fevereiro, na nossa Itajubá-AM, o programa de jornalismo da Celinha Rennó. Junto estará a competente Maria Paula Feichas.
Ah! acontecerá diariamente das 11:00 às 12:00, horário estabelecido como o ideal, para os itajubenses tomarem conhecimento do que acontece, aconteceu e irá acontecer na terrinha.
Com muita luta, determinação, destemor e independência, poderão marcar época no rádio da cidade. 
Capacidade não falta.
Estaremos ouvindo.

ER

CONTA - GOTAS

1 - Dois equipamentos israelenses com tecnologia para bloquear o sinal de celular serão instalados, ainda neste semestre, em dois presídios de Minas Gerais. Com investimento de R$ 1,2 milhão, os aparelhos são a nova arma da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) para calar os presos que insistem em comandar crimes de dentro das penitenciárias. Os nomes das unidades que vão ganhar os bloqueadores não foram divulgados, mas uma fonte da Seds garantiu que a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, receberá um dos equipamentos - 
Blog: A solução na terrinha poderia ficar mais barata. Já que é impossível impedir o acesso de celulares no presídio, poderiam ao menos exigir que todos fossem de uma determinada empresa. Permaneceriam a maior parte do tempo mudos.

2 - Fazendo as contas na ponta do lápis, seria melhor não acontecer redução nos valores da energia, desde que não aumentasse a gasolina. Qualquer aumento nos combustíveis, costuma provocar reajustes em cascata. Irá subir até o preço do barbeiro.  
3 - Sobre a política local - Como diria o Gary Cooper, nos velhos filmes de faroeste, ao entrar cavalgando lentamente no desfiladeiro (lotado de apaches escondidos atrás das pedras):
 - Não estou gostando desse silêncio. 
 
4 - Pelo jeito, caso acontecesse uma amigável mesa redonda entre os homens da imprensa, escrita e falada, da terrinha (Itajubá Notícias, Jovem, O Sul de Minas, Futura, Itajubá AM), seria necessário e daria um trabalhão, convocar a tropa de paz da ONU (capacetes azuis). Ninguém tem nada com a vida de ninguém. Cada um tem as suas razões, mas para todos nós, seria interessante que existisse um mínimo de harmonia no setor. Bons tempos do Dr. Wenceslau Braz: O Presidente chamaria um por um na Casa Rosada, conversaria, apararia arestas e seguia o jogo.
 
ER 

LADRÃO DE GALINHA

Via email do Ivan Mattar, como todos de São Gonçalo que passaram estudando pela terrinha, bom de história.
 
O juiz Ronaldo Tovani, 31 anos, substituto da comarca de Varginha, ex-promotor de justiça, concedeu liberdade provisória a um sujeito preso em flagrante por ter furtado duas galinhas e ter perguntado ao delegado: "Desde quando furto é crime neste Brasil de bandidos?"
O magistrado lavrou então sua sentença em versos:
 
"No dia cinco de outubro/Do ano ainda fluente/Em Carmo da Cachoeira/Terra de boa gente/Ocorreu um fato inédito/Que me deixou descontente./O jovem Alceu da Costa/Conhecido por "Rolinha"/Aproveitando a madrugada/Resolveu sair da linha/Subtraindo de outrem/Duas saborosas galinhas./Apanhando um saco plástico/Que ali mesmo encontrou/O agente muito esperto/Escondeu o que furtou/Deixando o local do crime/Da maneira como entrou./O senhor Gabriel Osório/Homem de muito tato/Notando que havia sido/A vítima do grave ato/Procurou a autoridade/Para relatar-lhe o fato./Ante a notícia do crime/A polícia diligente/Tomou as dores de Osório/E formou seu contingente/Um cabo e dois soldados/E quem sabe até um tenente./Assim é que o aparato/Da Polícia Militar/Atendendo a ordem expressa/Do Delegado titular/Não pensou em outra coisa/Senão em capturar./E depois de algum trabalho/O larápio foi encontrado/Num bar foi capturado/Não esboçou reação/Sendo conduzido então/À frente do Delegado./Perguntado pelo furto/Que havia cometido/Respondeu Alceu da Costa/Bastante extrovertido/Desde quando furto é crime/Neste Brasil de bandidos?/Ante tão forte argumento/
Calou-se o delegado/Mas por dever do seu cargo/O flagrante foi lavrado/Recolhendo à cadeia/Aquele pobre coitado./E hoje passado um mês/De ocorrida a prisão/Chega-me às mãos o inquérito/Que me parte o coração/Solto ou deixo preso/Esse mísero ladrão?/Soltá-lo é decisão/Que a nossa lei refuta/Pois todos sabem que a lei/É prá pobre, preto e puta.../
Por isso peço a Deus/Que norteie minha conduta./É muito justa a lição/Do pai destas Alterosas./Não deve ficar na prisão/Quem furtou duas penosas,/Se lá também não estão presos/Pessoas bem mais charmosas./Afinal não é tão grave/Aquilo que Alceu fez/Pois nunca foi do governo/Nem seqüestrou o Martinez/E muito menos do gás/Participou alguma vez./Desta forma é que concedo/A esse homem da simplória/Com base no CPP/Liberdade provisória/Para que volte para casa/E passe a viver na glória./Se virar homem honesto/E sair dessa sua trilha/Permaneça em Cachoeira/Ao lado de sua família/Devendo, se ao contrário,/Mudar-se para Brasília!"

(Email -Ivan Mattar)

TERRÍVEL SITUAÇÃO

 
A recessão s os ajustes na economia levaram os números de desempregados na Espanha a um novo recorde em 2012. 
5.965.400 estão parados. A taxa de desemprego, considerando as pessoas ativas, atingiu a 26,02%.
Imaginem um índice desses no Brasil. Não estamos imunes a uma crise do porte da atravessada pela Europa, muito embora, os atuais donos do poder imaginem vivermos numa ilha totalmente protegida de intempéries.
 
ER

VERSOS DEFINITIVOS

Quem já passou por essa vida e não viveu
Pode ser mais, mas sabe menos do que eu
Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu
Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não.
 
Vinícius de Moraes

ABRANDANDO NORMAS

Autoridades regulatórias dos EUA estão ordenando que empregadores abrandem as normas que limitam o que os funcionários podem dizer on-line. O NRLB (Conselho Nacional de Relações de Trabalho) diz que os trabalhadores têm o direito de discutir livremente as condições de trabalho, sem medo de represália, quer a discussão ocorra no local de trabalho ou no Facebook.
Além de ordenar a readmissão de diversos trabalhadores demitidos em razão de posts em redes sociais, a agência vem pressionando empresas de todo o país a reescrever sua regras para o uso de mídias sociais.

Deu na Folha

PRONUNCIAMENTO

MOMENTOS MÁGICOS


SPECIAL DAY



Feliz aniversário Magrela !

ER

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

SOB A LUZ DE VELAS

 
Afirma que não participa da política porque a política está cheia de corruptos. Como se não houvesse lugar para mais um.
 
Millôr 

ACERTOU NA QUINA !

PRETINHO BÁSICO

Bonequinha de Luxo

CARO AMIGO

23/01/13

Caro Amigo,
 
Hoje é um dia especial para você e para todos nós que te queremos bem. Tempos complicados esses ora atravessados. Repito: atravessados.
Tenho comigo que a parte mais difícil já passou. Primeiro vem a surpresa, depois vem a indignação com a injustiça, depois vem o desânimo e finalmente, com a imprescindivel ajuda do Pai, ressurgem as esperanças e a certeza da superação de todas as dificuldades.
Confesso que em momentos de tibieza, de minha parte, busquei explicações para o acúmulo de tantas pedras no caminho.
Fase ultrapassada.
Presenciaremos juntos coisas  maravilhosas. Quando ? Pressinto que está por perto. Quem prometeu nunca falhou.
Você é especial. 
 
Um grande abraço.

ER

VERDADE

Ouvido hoje na fila do Banco do Brasil:
 
- Ô Cara ! você sumiu. Não sai mais de casa ?
 
- Mêu, pelo que a Boa Vista oferece, está cada vez mais difícil sair de lá.
 
ER

MELHOR ESQUECER


CURIOSIDADE

A minha última conversa direta com um prefeito da cidade, no exercício da função, tinha sido com o Chico, no final de 2004.
Passei os últimos oito anos sem a oportunidade de falar com a autoridade maior da cidade.
Posso também afirmar que praticamente não conheço o Centro Administrativo de Itajubá. Praticamente, pois só estive lá uma vez há alguns anos, no tempo do Sr. BPS, não passando porém, do saguão de entrada. Estava resolvendo uma questão de IPTU.
Curiosidade apenas, porque  certamente ninguém perdeu nada com o silêncio. Cidadão quase ausente.
Ontem, pelo telefone, falei rapidamente com o Prefeito Rodrigo Riera.
É a vida.
 
ER

CARTAS QUE NÃO RECEBI

Itajubá, 23 de janeiro de 2013
 
Prezado Zelador,
 
Acabei de tomar conhecimento, com certa emoção, que fui o feliz acertador das dezenas da Quina da Loto.
R$ 6.711.181,72 não é muito, mas também não é pouco.
De imediato gostaria de tornar público que não pretendo ficar com nenhum centavo dos meus conterrâneos moradores na terrinha.
Recomendo que não desfaçam dos seus comprovantes de aposta.
Oportunamente, em ocasião e local a serem divulgados pela imprensa, reembolsarei a todos itajubenses os valores apostados.
Não me sentiria bem com dinheiro de pessoas conhecidas.
Agradeço a divulgação.
 
Ganhador

Adendo: Considerando a dificuldade operacional e a certeza da quebra do anonimato, mudaremos o procedimento. Consultaremos as casas lotéricas da cidade e concluiremos pelo montante apostado pelos moradores da terrinha. Inclusive com os impostos leoninamente abocanhados pelo governo, tal valor será distribuido para obras assistenciais locais.
Anônimo Ganhador

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

MELHOR ESQUECER


SOB A LUZ DE VELAS

"O sentimento da vingança é tão agradável, que muitas vezes o homem deseja ser ofendido para se poder vingar, e não falo apenas de um inimigo habitual, mas de uma pessoa indiferente, ou até mesmo, sobretudo em alguns momentos de humor negro, de um amigo."

Giacomo Leopardi

BRINCADEIRA DO COPO


O retorno do presidente venezuelano, Hugo Chávez, a Caracas, estaria mais perto do que se imagina. De acordo com um de seus irmãos, Argenis Chávez, o chefe de Estado deve voltar à Venezuela nos "próximos dias".
 
Clarin da Boa Vista