sábado, 10 de novembro de 2012

SOB A LUZ DE VELAS

Pode-se ficar alegre consigo mesmo durante certo tempo, mas a longo prazo a alegria tem de ser compartilhada por duas pessoas.

Henrik Ibsen

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Dallas

ENQUANTO ISSO...


MELHOR ANALISAR COM CALMA

Ouvido ontem na Rua Nova:
 
- Ô cumpadre, anda acontecendo umas coisas estranhas na terrinha. Não tem reparado não ?
 
 - Desembucha homem !
 
O pessoal está inquieto buscando causas para defender. Está certo que são movimentos efêmeros, mas estão acontecendo com frequência.
 
- Éh...não tinha reparado não, mas faz sentido.
 
- Pois é...uma faísca aqui, outra alí... a Rede Social na Net começando a se mobilizar...
Cumpadre, isso pode ser bom ou pode ser ruim. Bom se a causa for justa e terrível se a causa for furada e serem desfraldadas bandeiras contendo meias verdades.
 
- Aí é que mora o perigo. Meias verdades.
 
- Pois éh...
 
ER

SAMPA


Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas

Ainda não havia para mim Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos mutantes

E foste um difícil começo
Afasto o que não conheço
E quem vende outro sonho feliz de cidade
Aprende depressa a chamar-te de realidade
Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas
Da força da grana que ergue e destrói coisas belas
Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas
Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva

Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mais possível novo quilombo de Zumbi
E os novos baianos passeiam na tua garoa
E novos baianos te podem curtir numa boa


Caetano

SEM PALAVRAS !

Web

CASA CENTENÁRIA


Escritório Regional do Dep Ulysses Gomes
 
Agenda:
 
NOVEMBRO:
28/11 - 19h30 - Exibição do filme "A Excêntrica Família de Antônia", seguida de debate sobre o papel da mulher na família. Mediação: Psiquiatra Aidê Fernandes. Aberto ao público. Realização: Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher de Itajubá.
 
DEZEMBRO:
6, 7, 8 e 9/12 - Arte Centenária - artesanato de Itajubá e região para o Natal. Realização: Zenith Toscano e Márcia Deotti. Aberto ao público dia 6, a partir das 19 horas e nos demais dias, das 9h às 22h.
 
14/12 - 19h30 - Exibição do filme Caminhos da Mantiqueira, de Galileu Garcia Júnior. Aberto ao público.
 
Rua Coronel Rennó, 55, centro, Itajubá - Sul de Minas
 
Blog: Já estivemos lá num evento interessante sobre a memória de Itajubá. Foi bom.
 
ER

CALMA ZÉ !


VERSOS DEFINITIVOS

Mas a lua furando nosso zinco
Salpicava de estrelas nosso chão
Tu pisavas nos astros distraída


Silvio Caldas e Orestes Barbosa