domingo, 7 de outubro de 2012

EM BREVE, SOB NOVA DIREÇÃO


O povo decidiu. Rodrigo Riera é novo prefeito da terrinha, tendo como vice, o também jovem e ex-vereador, Christian.
O resultado, Rodrigo (31,97%), Jorge (24,57), Chico (22,95), Paulino (20,12) e Jeferson (0,38), foi muito próximo do previsto na única pesquisa (MDA) publicada, exceto pela arrancada final do Paulino.
Além de sua determinação na política, Rodrigo contou sempre, na retaguarda, com a experiência do seu pai, um dos maiores articuladores políticos da história da cidade. Um fazedor de prefeitos, com Ambrósio, Saulo, Chico (na primeira eleição), BPS e agora o Rodrigo.
Trabalho árduo terá o novo prefeito pela frente.
Todos esperamos um novo tempo, uma nova Itajubá.
 
ER

FRASE ABOBRINHA DO DIA

 
O povo não está preocupado com o mensalão. Está preocupado em saber se o Palmeiras vai cair e se o Haddad vai ganhar.  Haddad enfrentará uma pessoas "de ontem, com ideias de anteontem" (Serra), ou um candidato que não tem uma perspectiva de projeto" (Russomano).
 
Lula

ESTRANHO SOSSEGO

Fomos dos primeiros (Sonia +eu) a votar no nosso Grupo Escolar Rafael Magalhães. Tranquilidade inquietante.
Lembrei-me de um filme farwest assistido no Paratodos, quando o Gary Cooper adentrando (êpa) num desfiladeiro lotado de apaches escondidos atrás das pedras, murmurou:
- Não estou gostando deste silêncio !
Nenhum cabo eleitoral disfarçado. Somente um candidato a vereador e nem pensar em algum candidato a prefeito.
Eleitores sossegados, meio que desanimados e com ar de cumpridores da lei.
Não satisfeito, demos uma volta de carro por diversos bairros da cidade e constatamos o mesmo ar parado.
Quem sabe se no período da tarde as coisas se animem.

ER

URNAS DO JURU

ELEIÇÕES (PUBLICADO EM JAN/2010)

O Zé Renato é um grande amigo. Foi um bom secretário municipal de obras, ficou popular, ajudou muita gente e atendendo os "amigos" de plantão aceitou ser candidato a Vereador. Para todo mundo, sua eleição eram favas contadas. Na hora da apuração, a decepção. (rima).

Não obteve os votos suficientes, apesar de bem votado.

Passados uns dias da apuração, encontrei-o e disse-lhe:

Zé, não desanima não, vão chegar as urnas do Juru (bairro distante na zona rural com poucos eleitores) e vai acontecer a virada.

Falei isso de pura brincadeira, uma vez que a apuração já encerrara. Ele, também brincalhão, aceitou o comentário e foi em frente. Isto em 1992.

Daí para frente, onde nos encontramos eu pergunto: Já chegaram as urnas do Juru ? Olha a virada !

Dito e feito. O castigo vem a cavalo ou melhor, hoje em dia, a jato.

Fui candidato em 2004. Os votos, também apesar de muitos, não foram suficientes.

Na mesma noite, após a publicação dos resultados, eu comentei junto a minha família: OK! Acabou-se tudo, vamos tocar a vida. Não se fala mais nisso. Só tem uma coisa: Se o Zé Renato ligar para mim e pedir para não desanimar, que as urnas do Juru irão provocar uma virada, eu vou mandá-lo à merda !

O Zé não ligou.

Pior, nos encontramos na rua no dia seguinte. Eu me preparei para o coice com duas ferraduras novas.

Falamos, falamos... e nada sobre eleições.

Na hora de ir embora, eu não aguentei e indaguei:

Ô meu, não vai falar do Juru ?

Ele se retirando disse: E precisa ?

Não me pegam mais e tenho certeza, nem ao Zé Renato.

ER

VOTO LIMPO