terça-feira, 14 de agosto de 2012

NOTÍCIA QUE GOSTARIA DE LER

STF decide que cada Ministro, no processo do mensalão, terá  60 minutos para comentar e proferir seu voto sobre todos os acusados. O caso será encerrado na próxima semana.

Clarin da Boa Vista

SOB A LUZ DE VELAS


Não, eu não quero que o Supremo julgue sob a pressão das ruas. Mas eu também não quero que o Supremo julgue sob a pressão de um partido. Não, eu não quero que o Supremo julgue para atender aos reclamos da opinião pública. Mas eu também não quero que o Supremo julgue para atender aos reclamos de opiniões privadas. Não, eu não quero que o Supremo julgue contra as provas. Mas eu também não quero que o Supremo julgue contra os fatos.

Reinaldo Azevedo

PRÁ PENSAR


As campanhas políticas já estão nas ruas há algum tempo. Aparentemente, não têm despertado o mínimo de interesse na população. Muito pelo contrário.
Na próxima semana começa o horário político.
Pelo andar da carruagem, o desinteresse não diminuirá. Poderá surgir um ingrediente novo: raiva.

ER

MARTE


Ouvido na Boa Vista: A terra de marte é igual a nossa !

ER

DE OLHO NO LANCE !

Deu no Itajubá Notícias:

A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou a doação do prédio da antiga Cadeia Pública de Itajubá para o município. A doação foi feita através de um Projeto de Lei de autoria do deputado Dalmo Ribeiro Silva..
Atualmente o prédio pertence ao Estado, e uma vez que a Polícia Civil, órgão que o bem está vinculado não possui projetos para sua utilização, este se tornará patrimônio do município.
O prédio está localizado na rua São José do Alegre e possui área de 900 metros quadrados, no Bairro da Boa Vista.

Blog: Já se aventou em passado recente, a utilização desse prédio para abrigar uma unidade para recuperação de menores infratores. Os moradores da Boa Vista entraram em pé de guerra.
Imaginamos que o Sr. Prefeito tenha outras ideias para a ocupação do imóvel.
Aqui não violão !

ER 

NEM PATETA E NEM CRIADOR

Imagino que para denunciar ao Supremo Tribunal de Justiça, um grupo de pessoas, por uma quantidade enorme de crimes e citar um ex-ministro Chefe da Casa Civil e ex-presidente de um partido que ocupa o poder, como chefe de quadrilha, a Procuradoria Geral da República, deveria estar totalmente convencida e sem dúvidas nenhumas a respeito.
Caso o julgamento não dê em nada e aconteça, como adiantado por um advogado defensor, um festival de absolvições, é outra história.
O Lula não teria cabeça para armar e ordenar um esquema desses. É um palanqueiro, tem história e fala o que o povão quer ouvir.
Diferente do Zé Dirceu.
A acusação sabe quem é o organizador e operador de todo o sistema.
Lula não é nenhum pateta. Concordou. Tem responsabilidade, mas não operou o mensalão.
É o que penso.

ER

O QUE MUDOU ?

Durante muitos anos o melhor e mais rápido caminho para obter aprovação no difícilimo e concorrido vestibular da Escola Federal de Engenharia de Itajuba (como se chamava), era cursar o científico nos Colégios Estaduais, Major João Pereira e João XXIII.
Mais do que 50% das vagas eram conquistadas por alunos vindos desses colégios públicos. Ensino de alta qualidade.
Estudei no Major João Pereira e parte do curso foi feita no período noturno, em salas emprestadas pela própria EFEI.
Não existia cotas, não existiam ajudas extras e nem garantias de vagas.
Existia dedicação e ensino de qualidade, com aulas dadas, excetuando nas disciplinas de português (Nélio Brandani Tenório) e Júlio dos Santos (História), por alunos da EFEI.
Muita competência do Carneirão (Edson Carneiro), Odeir, Otto, Velloso, Miltão Pinto, Biga Pereira, Bicudo Werdine, João Baleia, Paulo Lamoglia e tantos outros.
A bom ensino dispensa cotas.

ER     

LABORATÓRIO DE ALTA TENSÃO E POTÊNCIA


O Senai-MG e o Governo de Minas assinaram, ontem (13), na Cidade Administrativa, em BH, um protocolo de intenções que garante apoio institucional das Secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) à construção do Centro Empresarial de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Elétrica e Eletrônica (Cediiee). O empreendimento será construído pelo Sindicato da Indústria de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Estado de Minas Gerais (Sinaees) e pela Kema, multinacional do setor, em Itajubá. O espaço, que será um laboratório de testes de alta tensão e potência, estará pronto para uso em janeiro de 2016.

A previsão de investimentos para a construção do Cediiee é de R$ 128,5 milhões. “O projeto visa atender a crescente demanda por ensaios e testes, que não é suprida totalmente pelos atuais laboratórios brasileiros”, destacou o presidente da Fiemg, Olavo Machado Jr. Para ele, a sofisticação do sistema elétrico brasileiro torna indispensável a constante busca por inovação e desenvolvimento de novos equipamentos. Empresário do setor, ele também ressaltou a localização estratégica do laboratório, no Sul de Minas. “Fica entre os dois maiores centros fabricantes de equipamentos do Brasil, Minas Gerais e São Paulo, e em uma cidade produtora de conhecimento para o setor, com a presença de uma Universidade Federal”, contou.

O governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, ressaltou a economia da região. “O laboratório estará em um local onde a indústria agrega valor ao que produz”, afirmou. Para ele, o estado ganhará em tecnologia e em inovação. Ele destacou ainda a importância da presença do Senai-MG na liderança do projeto.

O projeto do laboratório, investimento de R$ 7,4 milhões, será feito pela Kema, empresa norte-americana e holandesa, especializada em energia e sustentabilidade. O Cediiee conta também com o apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Deu no site da Fiemg.

ER

ALGUMA DÚVIDA ?