terça-feira, 31 de julho de 2012

SOB A LUZ DE VELAS


Não liga não pessoal, o importante é mesmo competir.

John Chair

NOTÍCIA QUE GOSTARIA DE LER


Comitê Olímpico define: Os últimos serão os primeiros.

Clarin da Boa Vista

É DISCO QUE EU GOSTO

39 - NÚMERO MÁGICO

Deu nos jornais de hoje:

Um tribunal do Irã julgou um grupo de 39 pessoas indiciadas no final do ano passado por participarem do maior esquema de corrupção da história do país.
A fraude que chocou o país, foi estimada em US$ 2,6 bilhões e teria ocorrida com participação de pessoas próximas ao presidente Mahmoud Ahmadinejad.
Atenção:
Quatro envolvidos foram condenados à morte por enforcamento. Duas foram condenadas à prisão perpétua e as demais penas chegam em alguns casos a 25 anos de detenção.

Blog: Somos contrários a pena de morte.

ER

NEGÓCIOS SÃO NEGÓCIOS

 Disse certa vez o jornalista David Nasser:
" Não existe amizade entre países. Existe interesses comerciais."
Mais rápido do que imaginávamos, veio a tona o primeiro motivo do esforço do Brasil para a admissão da Venezuela no mercosul, bem como a tentativa de interferência indevida no Paraguai (o Paraguai era voto contrário a entrada da Venezuela).
"Dilma e  Chavez assinaram atos para a venda de aeronaves da Embraer para os venezuelanos. Seis documentos se referem às aeronaves 190AR e há mais 14 opções de compra, no valor estimado de aproximadamente US$ 270 milhões. Porém, a venda pode chegar a US$ 900 milhões.
A primeira aeronave vai ser entregue em setembro, mais duas até dezembro deste ano. Em 2013, serão enviadas à Venezuela três aeronaves. As negociações foram feitas pelo Brasil com a empresa estatal de aviação venezuelana, a Conviasa.
É a vida.
ER

DEIXANDO CACHOEIRA


O escritório do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos deixa nesta terça-feira oficialmente a defesa do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. A saída será protocolada no processo, sem pronunciamento formal.

Blog: Curiosidade: Foi noticiado que os honorários contratados eram de R$ 15 milhões. Não sei como funciona isso. Serão devolvidos ? Ou melhor, foram pagos ? A realidade é que o ex-ministro Márcio entrou mal nesse caso do Cachoeira.
Desconfio que o Cachoeira ao se sentir lascado e abandonado, poderá abrir a sua "caixa de ferramentas". Não ficará pedra sobre pedra. O Mensalão poderá virar mensalinho.

ER

AINDA SOBRE O ASSUNTO

Deu no Estadão

O ministro do Supremo Tribunal Federal José Antônio Dias Toffoli vai participar do julgamento do mensalão, que começa na quinta-feira. Em conversas reservadas, Toffoli disse não ver motivos para se declarar impedido. Acrescentou que a pressão para ficar de fora só o estimulou a atuar no caso.
Amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para quem também não há motivos de impedimento, e do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu – apontado pelo Ministério Público como "chefe da quadrilha" do mensalão –, Toffoli construiu sua carreira jurídica dentro do PT. Ele foi advogado do partido – destacando-se na liderança petista na Câmara dos Deputados nos anos 1990, e na consultoria de campanhas eleitorais –, assessor jurídico da Casa Civil quando o ministro era Dirceu e advogado-geral da União do governo Lula.
Antes de assumir a cadeira no Supremo, Toffoli também atuou como advogado do próprio Dirceu em algumas ocasiões. Até 2009, ele era sócio no escritório da advogada Roberta Maria Rangel, hoje sua namorada, que defendeu outros acusados de envolvimento no mensalão, como os deputados Professor Luizinho (PT-SP), então líder do governo, e Paulo Rocha (PT-PA).

Estadão

Blog: Melhor seria se declarasse impedido. Corre o risco de decepcionar ou a nação, ou os amigos e ex-clientes. Em qualquer dos casos, poderá decepcionar a sua consciência.

ER 

MENSALÃO