segunda-feira, 23 de julho de 2012

SOB A LUZ DE VELAS


O sábio procura a sabedoria, o tolo encontrou-a.
George Lichtenberg

CIDADEZINHA É A VÓ !

Deu no Estadão

Em cidadezinhas onde Dirceu morou, mensalão não atrai interesse.

... Em Passa Quatro, com pouco mais de 15 mil habitantes, as conversas nos botequins próximos à residência de dona Olga Guedes da Silva, de 92 anos, mãe do ex-ministro, nem resvalavam no assunto. "Esse negócio de julgamento a gente vê na TV, mas não é assunto nosso", afirmou Paulo Vieira, dono do botequim vizinho à casa de dona Olga.
"Conhecia o Zé quando morava na cidade. Depois, ele saiu e foi exportado para Cuba, né? Ele vem aqui de vez em quando. Mas eu não acompanho", disse o aposentado José Batista, 82 anos, sentado numa cadeira de madeira armada na principal avenida da cidade, alheio ao vistoso Toyota Rav 4 que saía da casa da vizinha, levando o ex-ministro embora, depois de sete dias na cidade.

ER 

ELEIÇÃO DIFERENTE

Millôr

As eleições teriam resultado mais correto se cada eleitor dispusesse de um voto a favor e um voto contra. Ou melhor, por que não apenas o voto contra ? O menos votado seria eleito.

MOÇA BONITA

Audrey Hepburn

E SEGUE O JOGO ...


Fico imaginando se o PSDB estivesse no poder neste ano eleitoral, com a quantidade de greves que acontecem no país.
Já tinhámos presenciado petistas se imolando em praças públicas. Líderes sindicais se acorrentando nos postes das praças. Lágrimas e ranger de dentes no sol de meio-dia.
Pelo contrário, vemos os candidatos dos partidos do governo, assobiarem disfarçadamente, elevar os olhos para cima (e para a esquerda), como se tivesse escapado um inconveniente "pum".
Caiu matando de pau sobre o assunto, o Elio Gaspari:

"Não deu outra: o governo produziu um surto grevista no serviço público federal. Estão paradas há dois meses 56 universidades federais e há funcionários em greve em pelo menos 15 repartições de 26 Estados.
A Ministra do Planejamento Míriam Belchior (petista de Santo André) informou que não trataria com grevistas.
O Ministro da Educação (lembram quem é ?) sumiu.
O da Saúde (?) emudeceu.
O do Trabalho (?) não se sabe onde está.
O dos movimentos sociais, Gilberto Carvalho (amigo do homem), desconversa sobre o assunto."

E segue o jogo.

ER

DINOSSAUROS !

Deu na imprensa ontem:

Os malandros ricos brasileiros somaram até 2010 cerca de US$ 520 bilhões (ou mais de R$ 1 trilhão) em paraísos fiscais. Trata-se da quarta maior quantia do mundo depositada nesta modalidade de conta bancária.

Blog: Com certeza trata-se de dinheiro, vamos dizer assim, "não ficha limpa", para usar termo da moda. Ou foram desviados por corrupção, ou não foram recolhidos os devidos impostos.
É muito dinheiro e daria para proporcionar melhores condições de vida para muitos dos brasileirinhos.
Pelo insulto (e prejuízo) que se revelou, seria mais do que o caso, de se criar uma Comissão da Verdade, compostas por pessoas integras, independentes de partidarismos, com amplos poderes para buscar repatriar esse rico butim (difícil compor a equipe).
Tal grana recuperada, teria que ser depositada em uma conta especial do Tesouro Nacional, transparente e com aplicação em projetos sociais vigiados.
Tudo sonho...
A nuvem negra da desonestidade cobre o país.
Mais ou menos como a nuvem de poeira provocada pelo meteoro que se chocou com o golfo do México, provocando o desaparecimento dos dinossauros.
Só que por aqui, os dinossauros ainda dominam.

ER  

TERRA DAS PROMESSAS

Ouvido ontem na Feira do Ceasa, no bairro da Avenida.

- Ô cumpadre, não estou encontrando Pokam, mas candidatos...

- Éh... está na hora da colheita. Tem para todos os gostos.

- Ô cumpadre, dando uma guinada na conversa, você já reparou que tudo na terrinha prometem para começar 2 anos prá frente ?

- Como assim ?

- Em 2008, prometeram, parques, lagos, mundos e fundos para 2010. Em 2010, prometeram uma gigantesca fábrica para 2011. Em 2012, prometeram aeroporto para 2013...

- Ô cumpadre, não vamos ser injustos. Prometeram o presídio e aí ele está lotado, superando as previsões de ocupação. Um sucesso.

- Éh...isso foi. Mas outros projetos vão jogando para frente.

- Cumpadre, estou desconfiado que o povo daqui não gosta de realizações, mas sim, adora uma promessa caprichada.

- Faz sentido.

ER 

TAPETE VERMELHO