quarta-feira, 16 de maio de 2012

gatsby

: “E assim vamos todos, braços remando contra a correnteza, empurrados incessantemente rumo ao passado
Em seu túmulo está escrita a frase épica que dá fim a O Grande Gatsby:
Francis Scott Fitzgerald

SOB A LUZ DE VELAS


Rir é correr risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada.
Há pessoas que não correm nenhum risco, não fazem nada, não têm nada e não são nada.
Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas elas não conseguem nada, não sentem nada, não mudam, não crescem, não amam, não vivem.
Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua liberdade.
Somente a pessoa que corre riscos é livre!

Seneca  - Post via email Antonio Victor Noronha

SUPER 8 TAMBÉM NA TERRINHA


A rede americana de hotéis Wyndham, em associação com a Emcorp, de Belo Horizonte, investirá R$ 236 milhões na construção de 21 hotéis em Minas Gerais, sendo 20 no interior, da bandeira Super 8, e um próximo ao Aeroporto de Confins, em Lagoa Santa, da marca Wyndham .
Os hotéis da Emcorp/Wyndham serão construídos em Lagoa Santa, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Betim, Uberlândia, Congonhas do Campo, Juiz de Fora, Montes Claros, Governador Valadares, Ipatinga, Divinópolis, Ribeirão das Neves, Teófilo Otoni, Barbacena, Varginha, Araguari, Itabira, Passos, Itajubá e Alfenas.
Na manhã da última terça-feira (15), representantes dos investidores assinaram protocolos de intenções dos investimentos, na Cidade Administrativa, com a direção do Instituto e Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.

Deu no Hoje em Dia

ER



É DISCO QUE EU GOSTO



SHE

Calma ! Não é o Ado Mauad cantando. Não conseguimos o vídeo no Youtube. Por enquanto contentem-se com o francês Charles Aznavour.

ER

SÓ NÃO TIRAR A FOTO

Ouvido hoje na fila do Alvoradão, na Boa Vista:

- Ô cumpadre, tem um procedimento infalível para evitar que fotografias, em pose meio "sem jeito", escapem para a internet !

- Mas como evitar os hackers, mêu ?

- Cara, é só não tirar a foto, digamos assim, "desprevenida"

- Éh... Faz sentido. Mas garanto que pode aparecer gente por aí, querendo processar os sites da internet por não terem vazado suas fotos.

- Não quero nem olhar esses tróços.


ER

O IMPERADOR DO AGRESTE

Escreveu sobre o Collor, o Reinaldo Azevedo:

"...Que outra democracia do mundo teria alguém como este senhor no Senado, dada a sua história? Acho que nenhuma! Ele é a expressão de um atraso que não quer passar. Sua legitimidade não é menor do que a dos outros, não! Foi eleito pelo povo, segundo as regras. Que fique lá. Isso não significa, no entanto, que não se possa lamentar. Poderia, no entanto, ser uma voz das trevas, porém isolada, compatível com sua mediocridade arrogante. No entanto, o petismo o tirou das catacumbas para lhe conferir o papel de protagonista no achincalhe das instituições e da imprensa livre. Ele é útil."

Reinaldo Azevedo

UMA VEZ MAIS CHRIS RIERA

EPÍLOGO - SP Escola de Teatro - Centro de Formação das Artes do Palco 
Mais do que uma profissional e pesquisadora plena de potenciais, Christiane era uma pessoa cuja gentileza e suavidade encantavam, na mesma proporção em que seu caráter firme inspirava confiança e consideração. Sua saída de cena intempestivamente deixa um buraco impreenchível e uma saudade danada.
Luiz Fernando Ramos
Nasceu no dia do trabalho. Trabalhadeira. Guerreira. Estrela. Me ensinou tanto em tão pouco tempo. Era tão culta. Tão bela. Sempre respondia aos meus elogios com um modesto e mineiro:
-”Quem me dera”.
Lenise Pinheiro
Sou muito grato por ser contemporâneo da Chris, por ter conversado com ela sobre teatro, dado umas boas risadas e por ter recebido seus olhos sobre meu trabalho como crítico e também como artista - ela me deu outra alegria quando fez questão de comprar meu livro de peças (que ela já tinha lido) para presentear um sobrinho.
Como amigo e colega, sinto uma dor profunda por tê-la perdido na última sexta-feira e não ter me despedido com o mesmo sorriso que ela me recebeu alguns anos atrás.
Lucianno Maza
Não faltava talento para Christiane Riera, menos ainda sensibilidade. Seus textos críticos eram como ela: íntegros, profundos, generosos. Passavam pelo filtro da doçura de seu olhar. Doçura e conhecimento, mistura rara que nos iluminava, como seu sorriso.
Gabriela Melão

"Acho muito difícil falar dela sem usar superlativos. Mulher tão linda e tão inteligente, que às vezes chegava a assustar no primeiro contato. Mas o susto desaparecia em minutos, quando víamos o tamanho de sua doçura e do seu afeto pelos amigos. Coisa de quem nasceu em Minas Gerais, ela dizia. Tinha um conhecimento admirável de teatro, e uma disposição ainda maior para compartilhá-lo. Foi uma guerreira até o fim e nos deixou de presente um manual de vida. Espero que a gente, algum dia, aprenda a usá-lo".
Sergio Roveri
Obrigado, cara amiga. amor ao teatro e generosidade no olhar sempre foram seus nortes; quando estas qualidades se aliam à inteligência criadora e à erudição orgânica, temos um tipo de brilh o raro. é isso: christiane riera foi rara.
Roberto Alvim
Conheci Chris e engatei numa conversa interminável. Era mineira, boa de papo, linda e insuportavelmente inteligente. Ela amava o teatro e eu amava falar de teatro com ela. Generosa e sempre entusiasmada, era de longe a melhor companhia para ver uma peça e depois falar, falar, falar da peça, da vida, do mundo, dos filhos, dos amores, dos desamores, uma conversa sem fim. Parece que a conversa parou no meio. Ficou um vácuo, um espaço vazio.
Amiga querida, sentirei uma saudade imensa. Foi um privilégio ter você por perto, você vai fazer uma falta louca. Lembrarei de você iluminando nossas ideias, me tirando do trivial e me levando sempre para um lugar mais elevado.
Bel Kowarick
Ela, agora é uma estrela. Uma estrela... e eu, eu olharei para o céu todos os dias, dia após dia, e falarei com ela, estarei com ela, assim como estive durante esses anos virtuais e reais. E vamos rir, porque não dá pra viver direito sem o som daquela risada. Rir, assim como ela gostava... Assim como ela sempre gostará!
Célia Forte
Ontem, falando com o Pedro, um de seus sobrinhos, descobri algo que me emocionou demais. Ele me contou, vejam só, que a Chris, no hospital, havia falado para a irmã dela que era para eu cuidar de seu legado dramatúrgico. Agora, há pouco, recebo um e-mail do Pedro, que me revela ter encontrado no apartamento da Chris um bilhete:
Toda minha biblioteca (livros de dramaturgia/teatro)
Doada para a SP Escola Teatro, aos cuidados do Ivam Cabral
Vai com Deus, Chris. E com a certeza de que estaremos cuidando de seu legado.
SP - Escola de Teatro - Centro de Formação das Artes do Palco

LIVRO: PRESENTE DE AMIGO


Realmente comprovado: Livro presente de amigo. Ganhei da Renata Duarte o belíssimo livro "Fragmentos" - Poemas e anotações intimas e cartas de Marilyn Monroe - Editora Tordesilhas.
Livro para se ter ao alcance das mãos. Não merece ficar escondido na estante, mas sim exposto numa mesinha de centro.
Preciosa seleção de manuscritos de Marilyn Monroe, revelando outro lado da atriz, que também era uma leitora voraz de grandes autores.
A edição de luxo contém páginas de confissões pessoais (anotadas em folhas ou diários), diversos poemas ou versos esparsos, cartas e fotografias da atriz.
Obrigado Renata.

ER

BEATLES VOLTANDO


Para quem conhece a história.

ER

MOÇA BONITA


Chris 

NOTÍCIA QUE GOSTARIA DE LER


Emfim: Cachoeira abre o bico !

Clarin da Boa Vista

MANEIRAS OUTRAS