quarta-feira, 18 de abril de 2012

SOB A LUZ DE VELAS


Camisolão de hospital é com biquíni. Na teoria você está de roupa, mas na prática está com a bunda de fora.

Eugênio Mohallem

CONTA GOTAS

1 - Não se trata de novidade nenhuma a Cristina Kirchner empurrinhar a vida dos espanhóis, apropriando-se da petroleira YPF.
Na terrinha, há anos, os espanhóis da Emdep são vilipendiados pelo poder público. Fecharam a entrada principal da empresa e deixaram expandir um pântano nos fundos. Se a empresa almejar ajuda de seus pares, melhor seria filiar-se ao Sindicato ou Associação de Classe de Santa Rita ou Pouso Alegre.

2 - Deu no Painel da Folha ontem: Cotado para assumir a relatoria da CPI, o deputado Odair Cunha (PT) era da tropa de choque de José Dirceu, com assento na Corregedoria da Câmara, quando estourou o mensalão. A cota de Odair no governo fica por conta de Luis Fernando Parolli, diretor em Furnas.
Blog: (logo estarão mandando uns peixinhos para serem soltos no alto sapucaí).

3 - Conversei ontem com um amigo médico e por dentro do quadro político da terrinha. disse ele: O vice do Dr. Jorge será o vereador Santi. Parceria com o Deputado Dimas Fabiano e Dr. Rogério. Faz sentido.

4 - Se o Lula, Sarney e etc,têm direito...  A Justiça definiu que a União deve pagar o tratamento de pacientes com câncer que esperam nas filas da rede pública de saúde em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Segundo a ação civil público proposta pelo Ministério Público Federal da cidade, só há uma unidade preparada para tratar pacientes com a doença na região. O Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, no entanto, não consegue atender à demanda.  A liminar aprovada pelo juiz federal Gustavo Soratto Uliano determina que o Hospital das Clínicas deve encaminhar os excedentes a clínicas particulares da região. Quem vai pagar as contas do tratamento será a União. (O Tempo)

5 - Em Itajubá não tem cachoeira. No máximo, cascatas. Aquela do bairro São João pertence a Maria da Fé. A do caminho para Lorena pertence a Wencesla Braz.
 
ER

SAÚDE NA UTI !

O relatado a seguir aconteceu ontem (17/4) na terrinha, com a parcipação direta do zelador no filme.

Ás 17: 00 fui levar o meu amigo Benedito (65 anos) até o Hospital da cidade para ser socorrido de uma fratura no pé direito (posteriormente constatada) devido a uma queda. O atendimento via SUS foi rápido. Com passagem por uma primeira análise superficial feita por uma funcionária.
Estive acompanhando o paciente no corredor do hospital.
Após,mais ou menos 1 hora de espera, o paciente foi atendido pelo plantonista que solicitou um raio-x. O que foi feito em seguida.
Após duas horas de espera e pressentindo algo pior, fui até a lanchonete localizada em frente ao hospital, buscar um pastel/refrigerante para o ferido.
Às 19:30 horas, portanto, duas horas e trinta após a chegada, o paciente foi atendido no corredor pelo médico residente, que olhando a radiografia, confirmou o diagnóstico de fratura, fez anotações na ficha e deu no pé. (atente: atendimento no corredor)
E toca o paciente (com dores) e o acompanhante zelador a esperar no corredor.
Ás 21:30, com a explosão da paciência provocada pelo absoluto descaso, o zelador colocou a boca no trombone.
Procuraram e não localizaram o aluno-residente que atendeu o Benedito. Teria ido para uma aula (???).
Preocupada com o estrilo, a enfermeira chefe localizou na cidade o ortopedista de plantão que num prazo máximo de 15 minutos surgiu.
Portanto, 5  horas depois, com o pé inchado como uma bola, o Benedito foi atendido e o local enfaixado numa operação que levou 20 minutos no máximo.
Resumindo, praticamente 5 horas aguardando um atendimento no corredor do hospital escola.
Se o zelador lá não estivesse, o Benedito pela sua humildade estaria lá sentado até agora, correndo o risco de tomar o barco, não devido a fratura, mas de fome.
Não sei se existe cadeira de humanidade na nossa faculdade. Se tem, o pessoal está matando muitas aulas.
Ah! pelo que entendo, lá não existiu culpa do prefeito e nem da secretária Lurdinha.

ER    

PRÁ PENSAR


Coragem e covardia são a consequência imprevista de atos imprevistos perante situações imprevistas.
Somos todos corajosos, somos todos covardes. Esperamos humildemente que o destino nunca venha nos testar

Joao Pereira Coutinho

É DISCO QUE EU GOSTO



Post do Alfredo Junta (texto do Dárcio Fragoso)

Meus amigos musicais:
Hoje, é aniversário de 14 anos do falecimento do grande cantor Nelson Gonçalves.
Nelson Gonçalves, segundo o musicólogo Ricardo Cravo Albin, "foi o derradeiro dos grandes intérpretes que vinham na generosa tradição de abrir o peito e cantar (e encantar) mesmo sem microfone: Chico Alves foi o primeiro, depois vieram Orlando Silva, Carlos Galhardo, Silvio Caldas e Nelson Gonçalves. O traço comum a todos esses grandes cantores era o repertório romântico, que embalava as profundezas ancestrais de um povo como o nosso, tão visceralmente mulato, fruto de três raças sentimentais como o branco, o escravo negro e o índio roubado em suas próprias terras".
Meu vício é você - Ouçam

Post do Alfredo Junta (texto do seu amigo e já nosso, Dárcio Fragoso)

Blog: O professor de  Nelson Gonçalves na terrinha é o Alaor. Tem todos os discos, cds, dvd-s, revistas, livros, curiosidades e histórias. Outro apaixonado pelo Nelsão sempre foi o  Zé Carlos Barquetta.
O meu primeiro e já falecido canário roller (amarelinho), chamava-se "Nelson" em homenagem ao grande cantor.

ER



CONTINUA VALENDO

Entrando hoje na cidade ouvi no carro parte de entrevista do Sr. Prefeito, que estava acompanhado do Sr. Secretário de Obras, Sr. Nem Rennó.
Se mostravam animados.
Lembrei-me de um fato ocorrido no século passado e fui conferir. Naquela ocasião (inicio do gestão atual), excedendo a meu direito como cidadão, tomei a liberdade de pedir (telefonicamente) para o Sr. Secretário que olhasse com cuidado as dificuldades de acesso a fabrica da EMDEP, no Distrito Industrial.
Na oportunidade, educamente ele me disse que dentro de uns 30 dias a questão estaria resolvida. (foi assunto de post no blog).
Acreditem se quiser. Pasmem ! Constatei hoje ao vivo e em cores:
O calçamento chegou a 20 metros da Emdep e parou!
Estamos falando de dois anos ou mais. Cheiro de vingança, pirraça e falta de visão no ar.

Continua valendo (lamentavelmente) o post do dia 10 de março de 2011 : Atitudes que não levam a nada.


"CAMINHO PERIGOSO

Do Houaiss:
Hombridade - 1) ar viril, másculo 2) retidão de caráter; dignidade; honradez 3) grandeza de ânimo; coragem 4) pretensão de ombrear-se com alguém que lhe é superior.
Do espanhol Hombredad - qualidade, dignidade de ser homem.

Ouvi hoje na Futura a notícia que o senhor Prefeito, em entrevista a uma de suas rádios favoritas, desancou a empresária Francisca, diretora da Endep. Teria inclusive citado que teria lhe faltado hombridade, ao buscar junto a imprensa, em especial a rádio "rebelde" Futura FM, providências para conseguir um acesso digno a sua empresa.
Blog: Reação típica dos atuais administradores de plantão. Atacam o questionador, o cidadão e não o problema em si.
A senhora Francisca representa uma empresa espanhola que na terrinha gera riqueza e empregos. Fala e assina em nome dos proprietários. Em assim pensando, a derrapada verbal do alcaide chegará até a Espanha.
A Diretora confirmou que em fevereiro de 2009 entregou, em mãos, documentação sobre o assunto ao administrador Municipal.
Com tantas dificuldades, esse episódio é de uma bobeira marcante.
Como cidadão e conhecedor das dificuldades, peço desculpas aos empresários. Paciência, que isso passará.
Apelar as entidades de classe? Esqueçam! "

ER




FERNÃO CAPELO GAIVOTA

Post da Bah

Hoje estou muito feliz. O pássaro está voltando...Foi difícil, confesso. O que sustentou-me a ausência foi a mensagem contida no livro "Fernão Capelo Gaivota", que ficou impregnada em minha mente.Lançado em 1970, sendo seu autor Richard Bach, é um livro de poucas páginas, mas que contém muitos ensinamentos. É uma história sobre liberdade, aprendizagem e amor. Fala sobre a importância de se buscar propósitos mais nobres para a vida. É a história de um pássaro (Fernão) que diferente dos outros de sua espécie, não se preocupa apenas em conseguir comida. Este está preocupado com a beleza de seu próprio voo, em aperfeiçoar sua técnica e executar o mais belo dos vôos. Uma metáfora sobre acreditar nos próprios sonhos e buscar o que se quer, mesmo quando tudo parece conspirar contra isso.Buscar para si e para sua comunidade. É sair da conformidade e mesmice da vida, transcender outra sociedade, aprender e compartilhar suas ideias, seu aprendizado, suas descobertas e experiências, com os que permanecem esperando sua volta. É entender que o espírito não pode ser verdadeiramente livre sem a capacidade de voar, de superar as dificuldades, de superação dos limites, do encontro com a liberdade verdadeira, pautada no amor e compreensão dos que ficam. A alegria de quem espera a volta é indescritível... A alegria de quem trás novas experiências é para sempre.

Bah

EM OUTROS TEMPOS

Querido Tio Luis Riera recebendo a faixa de  tri - campeão itajubense de futebol. O Sr. Luis do Bar Caçador foi dirigente do mais vencedor dos clubes da cidade: Vasco !
Foi vereador pelo PTB, fundador junto com o Padre Adão e outros amigos, da Lira São José.
Companheiro do Prefeito José Maria Campos, do Srs. Bertolino Mendes de Carvalho, Lourenço Campos e tantos cidadãos ilustres.
Montou uma das melhores sorveterias do Sul de Minas, tendo importado no início dos anos 50 a sorveteira Cattabriga  da Sorveteria Alaska. Tio Luís, conhecido e admirado por toda a Boa Vista, tomou o barco em 1973.
Homem de bem.

ER

PADRÃO