terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

CARTAS SIMPLESMENTE

Itajubá, 20 de fevereiro de 2012.

Cara Amiga,

Calma jovem! Não deixe de perceber que esse calço rasteiro que lhe deram, se bem que não foi somente um, foram vários em sequência, não foi de todo ruim.
Passe as costas das mãos sobre as lágrimas e atente:
Acabaram por atirá-la mais para diante.
Provocaram desequilíbrio, arranhões e ardume, sem falar do humilhante momento quando tentaste dialogar, caída, sentada e esfolada.
Não deixe de reparar porém, que o episódio lhe proporcionou o avanço de algumas jardas. O movimento brusco e inesperado ao qual foi submetida, também é um velho conhecido como "despertador de brios próprios adormecidos".
Vocé mesmo não pediu ajuda ?
Quem sabe se essas rasteiras sofridas não foram, em parte, um atendimento ao seu pedido ?
Foram aplicadas por amigos ? Ah! nunca foram amigos. Passaram por amigos. Sempre estiveram por perto. Nunca porém, aceitaram sua alegria de viver, sua fé e principalmente a sua mania estranha de independência.
Respire fundo e raciocine:
O quadro ficou claríssimo e num momento especial:
Por que ?
Na distorcida realidade brasileira, o ano só começará amanhã.
Valeu !
Promova o seu reveillon particular na noite de terça para quarta. Solte fogos, solte o freio,  solte as amarras.
Cumpra a ordem que nos foi dada: "Amar a DEUS sobre todas as coisa e ao próximo como a ti mesmo."
Atente: AMAR O PRÓXIMO COM A TI MESMO. Não mais e nem menos.
Reconcilie com o seu amor por você.
Todas as previsões dão conta que o tempo estará soprando a seu favor. As velas brancas do seu barco estarão todas enfurnadas. Sem dúvida.
Ah! Com os movimentos, os arranhões sofridos irão arder... Faz parte. A dor trará a lembrança das humilhações sofridas e aumentarão a sua determinação e força.
Lógico que se trata de um momento importante, mas concientize-se que estás vivenciando apenas um episódio desse milagre chamado vida.
Deixei por último a observação mais importante. Você nunca deixou de estar magnificamente acompanhada. ELE é o melhor amigo que todos nós poderíamos ter. Imcomparável.
Reconheça: Nunca nos foi prometido uma caminhada tranquila e sim uma chegada certa.
Siga adiante e não leve na sua mochila esses pesados materiais, cinzentos e ásperos, chamados de raiva e mágoa.
Atire-os na beira da estrada. Sua caminhada se tornará mais leve.
Quanto ao seu sorriso e doce olhar, não os economize mais. Escancare-os. Sempre foram a sua marca registrada.
Ia esquecendo de lhe dizer: Mande reparar as suas roupas. Você cresceu.

Um Abraço,

John Chair