segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

É A VIDA...



Esta É a Vida
Essa é a vida, é o que todos dizem
Você está bem em abril , baleado em maio
Mas eu sei que mudarei esse tom
Quando eu voltar ao topo, voltar ao topo em junho
Eu disse, essa é a vida, e é tão engraçada quanto possa parecer
Algumas pessoas têm seus incentivos no meio de um sonho
Mas eu não deixo, deixo que me faça mal
Porque esse velho e belo mundo continua a girar
Eu já fui um boneco, um indigente, um pirata, um poeta, um peão e um rei
Eu já estive acima, abaixo, sobre e fora, e uma coisa eu sei
Toda vez que eu me acho, achatado sobre minha cara
Eu me recolho meus pedaços e volto a corrida
Essa é a vida, Eu te digo, eu não posso negar
Eu pensei em desistir, mas meu coração simplesmente não aceita
E se eu não pensasse que valesse só uma tentativa
Eu pularia direto em um pássaro eu então voaria
Eu já fui um boneco, um indigente, um pirata, um poeta, um um peão e um rei
Eu já estive acima, abaixo, sobre e fora, E eu sei uma coisa
Toda vez que eu me acho, achatado sobre minha cara
Eu me recolho meus pedaços e volto a corrida
Essa é a vida , Essa é a vida e eu não posso negar
Muitas vezes eu pensei em cortar tudo , Mas meu coração não aceita
Mas se não houver nada de bom que venha neste julho
Eu vou me rolar como uma grande bola e morrer
 
Frank


 

RECOLHIMENTO NO ANO NOVO


domingo, 30 de dezembro de 2012

HAPPY NEW YEAR


É ASSIM E PRONTO !

 
Só poderia acontecer na Boa Vista.
Um estimado cidadão e pai de muitas moças bonitas, do alto de sua inquestionável autoridade, proferia aos pretendentes das meninas os regulamentos da casa (em caráter irrevogável).
Um dos ítens se destacava:
"Os Natais serão todos aqui em casa e ficam revogadas as disposições em contrário. As passagens de ano, também, preferivelmente, serão aqui, ficando porém liberadas as ausências por motivos justificáveis desde que comunicadas com a devida antecedência."
O cidadão em questão não está mais entre nós. Mas a lei permanece em vigor.
Pensando bem, não se tratou de resquício de autoritarismo dos tempos da ditadura (não essa recente de 1964, mas a dos tempos do Getúlio Vargas), mas de cuidados com a união, e impressionante visão de futuro. Ao que parece, vem funcionando bem.
Neste ano, correu tudo conforme o regulamento.
 
ER
 

FIM DE ANO FELIZ

Leia porque é bom - Draúzio Varella p/ Folha - Indicação Laissez Faire
 
Feliz Natal e próspero Ano-Novo, dizem as mensagens de fim de ano. Recebi mais de 50 com dizeres semelhantes, algumas carregadas de reflexões filosófico-literárias; outras, insuportavelmente poéticas.
Como a palavra próspero é sem graça e de significado incerto -por sorte empregada apenas nesta época do ano-, vou me concentrar nos desejos mútuos de felicidade natalina que pontuam as relações sociais a partir da segunda quinzena de dezembro.
A felicidade não é um estado de espírito ao alcance da mão, é ave de voo ágil que nos visita quando bem entende. É arrebatadora, porém voluntariosa e fugidia. À menor distração, ao admirar-lhe a beleza da plumagem, bate asas para sítios distantes, deixando a nostalgia em seu lugar.
Felicidade que chega com tudo, disposta a passar dias inteiros em nossa companhia, é privilégio exclusivo da infância. Só nessa fase da vida conseguimos acordar e ir para cama tomados por uma alegria sem fim.
Anos atrás, escrevi um livro infantil sobre esse tema: "De Braços para o Alto". Nele, descrevi as férias numa fazenda, aos sete anos, em companhia de oito primos quase da mesma idade.
Nascido num bairro cinzento, em que as sirenes da fábricas ditavam a rotina das ruas, de um dia para outro fui transportado para o mundo dos campos a perder de vista, dos passarinhos, cavalos, florestas, rios e cachoeiras, gado no pasto e futebol no gramado em frente à sede da fazenda, todo fim de tarde.
Acordávamos com os primeiros raios de sol, já excitados para planejar as atividades do dia, enquanto as tias serviam o café da manhã.
Depois, encilhávamos os cavalos, montávamos e saíamos enfileirados como nos filmes de faroeste. Pelados, mergulhávamos nos rios, nadávamos na lagoa e sentíamos o impacto da água fria que despencava entre as samambaias da cachoeira, na sombra da mata. À noite, sob a luz do lampião, líamos gibis e escutávamos a conversa dos adultos em volta do fogão à lenha e as histórias de terror que o tio José contava.
Dormíamos num quarto enorme, com colchões espalhados pelo chão. Quando todos se calavam, eu resistia ao sono, para pensar nas aventuras que me aguardavam no dia seguinte. Em minha lembrança, foi a primeira vez que convivi com a felicidade plena, persistente e duradoura, substituída por uma tristeza dolorida que me fez chorar quando as férias terminaram.
Na vida adulta, a felicidade é caprichosa como a mulher mais desejada. Inútil aguardar que venha a nós, é preciso persegui-la com afinco e estar atento para não deixá-la passar despercebida no meio das atribulações cotidianas, porque o menor descuido é capaz de afugentá-la por tempo indeterminado. Ela é inimiga dos afoitos que a cortejam com intenções imediatas, para entregar-se exige dedicação extrema, sabedoria, desprendimento, perspicácia e sobretudo paciência.
A diferença fundamental entre a felicidade da criança e aquela do adulto não está na intensidade da sensação de prazer que toma conta da alma, exalta as cores do mundo e faz a vida pulsar forte, exuberante, mas na duração desse estado. Os momentos felizes dos adultos duram menos porque são interrompidos pelas preocupações com a lida diária, por pensamentos negativos resultantes dos desencontros das relações humanas e pelo medo causado por experiências traumáticas.
A complexidade da vida adulta desvia nossa atenção e nos impede de reconhecer a felicidade que está por perto, limitação que a transforma em bem transcendental, sempre distante, dependente de acontecimentos grandiosos e improváveis que sequer conseguimos definir quais seriam.
É essa incapacidade de lidar com o presente que nos faz colocá-la num ponto futuro ou relegá-la ao passado remoto. Costumo duvidar das recordações de momentos idílicos vividos anteriormente; na maioria das vezes, não passam de armadilhas da memória, faculdade da mente especializada em editar fatos passados para retirar deles o conteúdo nefasto.
Passar a vida a lamentar a felicidade perdida é apanágio de velhos chatos, fadados a terminar seus dias na solidão.
Depois dessas considerações tão filosófico-literárias quanto os postais de boas-festas mais bregas que recebi, caríssimo leitor, só me resta agradecer a atenção e desejar-lhe feliz Ano-Novo.
 
Dráuzio Varella

sábado, 29 de dezembro de 2012

A VOLTA


MAIS UM ELEMENTO

Pois é... aqueles que imaginavam que a Câmara iria começar a ano sem os três deputados condenados por corrupção pelo STF, assistirão o time aumentado por mais um.
A partir do dia 2, serão quatro os mensaleiros exercendo a função.
O petista José Genuíno tomará posse.
Pelo visto, de lá somente sairão para a prisão.
É o Brasil.

ER

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

É DISCO QUE EU GOSTO


SALADA

Não sei se aconteceu com outras pessoas, mas desde quinta-feira passada, para mim, a mistura foi geral. Todos os dias, ou foram sábado ou foram domingo. Pela primeira vez na história reparei uma segunda-feira com cara de sábado e uma terça-feira com jeito de domingo.
Triste, mas a festa irá acabar. A partir da próxima quarta-feira teremos uma montanha de segundas-feira pela frente.
É a vida.

ER  

POÇO DE MÁGOA

 
O PT da Bahia vetou a apreciação em plenário da proposta de condecorar o Ministro Joaquim Barbosa, com o título de cidadão baiano. O projeto deveria ter sido votado na última sessão do ano, realizada na quarta-feira.
A proposta foi apresentada pelo Deputado Luciano Simões, do PMDB.
Em tempo, o Ministro Barbosa é mineiro.
 
ER 

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

John Lee Hooker

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

SOB A LUZ DE VELAS

Independentemente se a situação é boa ou ruim, irá mudar.

Regina Brett

PREVISÃO


quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

SOB A LUZ DE VELAS


O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

Regina Brett

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

DOCES MEMÓRIAS



Gostaria que todos os camaradas que têm vivido perigosamente tenham um natal tranquilo. Que possam alcançar com o olhar as pessoas queridas.
Se não der, fechem os olhos e pensem no aniversariante do dia. Ele acalma, tranquiliza, conforta, inspira, preenche lacunas e nos faz transbordar de esperança.

Um abraço,

Zelador

   

ÓBVIO ULULANTE !

 
 
Pesquisa Ibope mostra que o STF tem um índice de confiança entre a população maior do que o do Congresso Nacional: 54 a 35, numa escala que vai a 100.
 
ER

domingo, 23 de dezembro de 2012

SOB A LUZ DE VELAS

 
A ameaça do mais forte faz-me sempre passar para o lado do mais fraco.

François Chateaubriand

AINDA RESTA ESPERANÇA

Domingo à noite com chuva. Vésperas do natal. O bom e tradicional Café do Vadinho é a salvação. Valeu  a ida.
Da empadinha Mandolesi para o blues foi um pulinho.
Numa praça vazia na noite chuvosa, um show de primeiríssima qualidade da Banda Blues Corporation.
Fiquei por lá viajando um tempão por blues e rock.
Canções do Celso Blues Boy, que tomou recentemente o barco, em execuções de arrepiar.
Em tempos  de perdas e áridos de música de qualidade na terrinha, o Blues Corporation é um oásis.
Vale a pena.

ER

É DISCO QUE EU GOSTO



Muitas música tem o mesmo título:All By Myself .
Porém a mais conhecida é a composta por Eric Carmen, em 1975. É baseada num concerto de Sergei Rachmaninof. Muito bonita.
Foi gravada pelos mais famosos cantores do planeta, mas a gravação de Shirley Bassey, de 1982 é praticamente imbatível.

ER

A VIDA SEGUE

Foi muito bom a constituição de uma Comissão de Transição (na administração municipal), com representantes do governo que sai e do que entra.
O site da JovemFM comentou a entrevista concedida pelo Dr. Jorge (prefeito que sai) na sexta-feira (não ouvi).
Dr. Jorge entregará a prefeitura no dia 2 de janeiro, com todas as contas em dia, com os salários de dezembro e 13º pagos (o que é obrigação e esperado) e R$ 15 milhões de reais em caixa.
Segundo Lei Municipal, o relatório da Comissão deverá ser entregue à Câmara Municipal.  
A vida segue, mas desconfio que parabéns da administração que entra, a administração que sai não receberá.
Também é normal.
Vamos procurar ler o mencionado relatório.
ER
 
 

POIS É ...


sábado, 22 de dezembro de 2012

MOMENTOS MÁGICOS


SE FOSSE EU

E claro e evidente que se trata de uma opinião desabalizada (êpa!) sobre o assunto. Mas na posição no Joaquim Barbosa teria agido diferente.
Ordenaria que os mensaleiros condenados se apresentassem na Polícia Federal no dia 2 de janeiro de 2013, até às 18:00 horas.
Se entendi bem já foram condenados e qualquer ação dos advogados, não passará de artifícios protelatórios para adiamento do cumprimento de pena.
Não seria necessário o oba-oba da PF, com camburão, algemas, fotógrafos e caras de vítimas.  
Todos passariam o natal e o reveillon com a família, amigos e correligionários. Depois... é a Lei.
Ficou no ar uma perpectiva de "isso ainda vai se arrastar uma eternidade"  

ER

CANTINHO DA SALA

Édouard Léon Cortès (Madeleine - Paris)

PEQUENOS DELITOS


VERSOS DEFINITIVOS

Já faz tempo que eu pedi
Mas o meu Papai Noel não vem
Com certeza já morreu
Ou então felicidade
É brinquedo que não tem


Assis Valente

O HOMEM DE AIURUOCA


Post publicado no blog em 01/4/2010 - Continua valendo.
Lembrei-me de grandes amigos de Aiuruoca. O prefeito eleito da cidade é o meu amigo e ex-colega de Efei, Joaquim Mateus. Também trouxe lembrança um comentário feito no blog pelo Laissez Faire.

DANTAS MOTA
Tive o prazer de conhecer e ouvir o Dr. José Franklin Massena de Dantas Mota. Advogado imbátivel nos tribunais de Minas Gerais e de São Paulo. Foi entre 1967 e 1968 na sua cidade de Aiuruoca. Na verdade nasceu pertinho, em Carvalhos.
A conversa com um grupo de jovens começou num final de tarde num pequeno bar. Tentávamos acompanha-lo nas bebidas (pinga e cerveja) e como tira-gosto, linquiça frita.
A conversa foi até mais tarde, indo terminar na sua casa repleta de livros. Falava com fluidez sobre todos os assuntos: política, poesia, cultura em geral e principalmente sobre suas batalhas nos tribunais.
Essa sua frase ficou famosa: "Com o perdão da má palavra, eu só escrevo bebendo e à maquina"
Guardei esse encontro na memória e ainda lamento que os meus poucos vinte anos na época, impediram de ter aproveitado mais de sua experiência.
Dantas Mota faleceu em 1974 com apenas 60 anos. Uma semana após a sua morte, seu amigo Drummond de Andrade escreveu:

"De caligrafia difícil, de coração fácil. De queijos oferecidos, de sonhos parlamentares frustrados, mas que parlamento precisava, se em poesia falava tudo, intemporal e direto, ao ritmo vagaroso das boiadas, do mugido a soar como um lamento, lamento a vibrar como reprovação ? Das grandes cidades queria só os amigos, que no mais o município lhes bastava, entre 15.000 livros e cartas. "

ER

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

MOMENTOS MÁGICOS



Estou me sentando na estação de trem
Consegui uma passagem pro meu destino
Numa viagem de uma noite com minha mala e meu violão em mãos...
No destino de casa 
Casa para onde meus pensamentos fogem
Casa onde minha música toca
Casa onde meu amor se deita esperando
Silenciosamente por mim
Simon &Garfunkel

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

SOB A LUZ DE VELAS

As pessoas são muito abertas às coisas novas, desde que elas sejam exatamente como as coisas antigas.

Charles Kettering

PIROU DE VEZ !


O presidente da Câmara dos Deputado, o petista gaúcho, Marco Maia, não descartou hoje a possibilidade de abrir as portas da Casa para dar asilo aos parlamentares condenados no processo de mensalão pelo STF. Como a Polícia Federal não tem autorização para entrar no Parlamento, os parlamentares estariam "a salvo" da prisão.
 
Blog: Não sei se a PF poderia entrar ou não na Câmara Federal, mas com certeza, funcionários de algum hospício poderiam entrar, a qualquer momento, para recolher quem proferiu tamanho disparate.
 
ER

DURA ESPERA

Ouvido ontem nas proximidades do Bar Caçador, na Boa Vista:

- Ô Cumpadre, tenho comigo que o melhor da festa é esperar por ela. O melhor da viagem é a programação e a arrumação das malas.

- Onde Ocê quer chegar ? Desembucha homem !
 
- Seguinte, tenho um amigo que lidava com jogo de bicho no tempo que o lazer zoológico era contravenção. Pois bem, foi preso, fichado e vivia em sobressaltos perseguido pelo seríssimo Delegado Darwin Leão. Dizia meu amigo, que pior que a prisão em si, é esperar pela mesma. É terrível viver em pânico  esperando a chegada dos "homis".
 
- Uai! Faz sentido. Será que o Joaquim Barbosa conheceu esse seu amigo ?

ER

ORELHUDO

Como dizia o Martinho da Vila: 'Na minha casa todo o mundo é bamba". Temos sete grandes professoras. Em termos da lingua portuguêsa, eu fugi da escola.
Não aprendi antes e agora está difícil.
Minha saudosa professora de português no ginásio, Dna Alcina, dizia:
- Menino, até que você é criativo e tem boas ideias, mas na hora de colocar no papel, não leva jeito.
O meu vestibular de engenharia na EFEI(1969), foi o primeiro a ter nos exames a prova de português.
O meu amigo, vizinho e professor na época, Nélio Brandani Tenório, vaticinou:
 - Pelo que estou vendo, nas matérias mais simples, como física, química e matemática, até que você vai bem. Mas na lingua pátria, é uma tragédia.
Tenho sobrevivido.
Como as pessoas que leem minhas coisas, me querem bem, pressumo, acompanham com carinho e deixam passar.
Bolei um método, que tem me auxiliado:
Para cada linha reserve:
3(três) acentos variados, a escolher.
1 (um) ponto final
2 (duas) virgulas
Total: 6 (seis) sinais gráficos por linha.
Um texto de bom tamanho, tem 20 linhas.
Então teremos: 20 x 6 : 120 sinais gráficos
Junte tudo em uma vasilha misture bem e pulverize sobre o texto.
Vai ficar bom. Se alguém estranhar, diga que é devido a nova ortografia.Quase ninguém ainda a domina.
Passe longe das professoras, que em Itajubá são muitas e competentes.
É fácil.
 
ER

VERSOS DEFINITIVOS

A amizade sincera é um santo remédio
É um abrigo seguro
É natural da amizade
O abraço, o aperto de mão, o sorriso
Por isso se for preciso
Conte comigo, amigo disponha


Renato Teixeira

PENSANDO MAL

Pensando bem, ou melhor, pensando mal, para que deputados federais e senadores ? O STF está dando conta do recado.

ER

NOITE FELIZ


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

MOÇA BONITA

Monica Bellucci
Que está vindo morar no Rio de Janeiro.

ER

FRASE ABOBRINHA DO DIA

Só existe uma possibilidade de me derrotarem: trabalhar mais do que eu. Se ficar um vagabundo numa sala com ar condicionado falando mal de mim, vai perder.

Luis Inácio

Blog: Depois do silêncio imposto por "saias justas", o cidadão voltou com tudo, praticamente lançando sua candidatura para 2014. Isto é, se o Joaquim Barbosa e Gurgel, deixarem.
 
ER 

ACREDITE SE QUISER

 
O presidente do Congresso, José Sarney, convocou para amanhã, ao meio-dia, sessão do Congresso para a apreciação de 3.060 vetos presidenciais. O documento foi lido hoje por ele, em sessão do Senado. Mais cedo, deputados e senadores de estados não produtores de petróleo apresentaram requerimento pedindo a convocação dessa sessão.
O objetivo é votar todos os vetos que antecederam os que foram feitos pela presidente Dilma Rousseff à lei que redistribuiu os royalties do petróleo e beneficiou Rio e Espírito Santo, ao manter as regras atuais para os contratos em vigor. Para isso, cada deputado receberá uma cédula com mais de 400 páginas (foto), que mais parece um livro, e para viabilizar a votação os deputados devem deixar as páginas da maioria dos vetos em brancos e assinalar apenas a cédula referente aos vetos dos royalties.
(deu no O Globo)
 
Blog: Um retrato perfeito do Brasil. O General Charles Degaulle nunca disse a tal frase, que dizem ser de sua autoria. Se tivesse dito, estaria certo: "O Brasil não é um país sério"
 
ER


SOLIDARIEDADE

O primeiro motivo por que se está disposto a ajudar outro nas devidas ocasiões é a alta apreciação que se tem de si mesmo.

Giacomo Leopardi

Os companheiros, José Dirceu, João Paulo Cunha e José Genuino, estão  condenados e às vésperas de serem recolhidos a cadeia. E, para espanto geral, é o Luís Inácio, que flana livre, leve e solto, foi quem recebeu hoje a solidariedade de 8 governadores em São Paulo.

ER

VERSOS DEFINITIVOS

Eu ando meio com medo
que um dia ainda ache
a tristeza normal.

Renato Teixeira

RELATÓRIO FINAL


terça-feira, 18 de dezembro de 2012

UNIFEI - SOB NOVA DIREÇÃO

 
A expansão da educação superior pública aliada à excelência no ensino. Baseado nesse tema, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, empossou na tarde de hoje, o novo reitor da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), Dagoberto Alves de Almeida.
Dagoberto Alves de Almeida é graduado em engenharia mecânica pela antiga Escola Federal de Engenharia de Itajubá (Efei); mestre em ciências da engenharia da produção pelo Instituto Alberto Coimbra de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); PhD em engenharia de sistemas da manufatura pelo Cranfield Institute of Technology, da Inglaterra. Professor titular da Unifei, Almeida conduziu o projeto de criação do curso de mestrado em engenharia de produção, o primeiro de Minas Gerias.
 
MEC

SOB A LUZ DE VELAS

Contra quem cala não há castigo nem resposta.

Miguel de Cervantes

SERÁ O BENEDITO ?

Cursos do ensino superior que tiveram baixos indicadores de qualidade nos últimos quatro anos não poderão ser ofertados em vestibular no próximo ano. A punição foi divulgada nesta terça-feira pelo Ministério da Educação e será publicada na edição de amanhã no Diário Oficial da União.
 
ER

SÓ BLUES


POIS É...

 
O Deputado petista, Odair Cunha, aqui do Sul de Minas, companheiro de projetos e campanhas, do nosso Deputado Estadual Ulisses, é politicamente, em se tratando de interior, um atuante e conectado político.
Odair, deu uma "senhora" derrapada quando aceitou ser relator da CPI do Cachoeira. A situação complicou ainda mais, quando acatou ordens superiores petistas e fez constar do relatório final da CPI,, colocações destrambelhadas e  vingativas.
Deve ter sido ludibriado.
Deram-lhe para pilotar um barco já fazendo água e ainda mandaram acelerar.
Só podia dar no que deu.
Tempo perdido, desgaste político e um catatau de papel jogado no lixo.
O Odair, em termos nacionais e politicamente falando, sai chamuscado do processo.
Tem que ouvir mais os seus amigos.
Prejuízo para o Sul de Minas ? Claro que acontecerá. Suas eventuais reivindicações, logicamente, encontrarão dificuldades para avançar.
É a vida...

ER

FRASE ABOBRINHA DO DIA

 
Agora o importante é reforçar o Marco Maia e, depois, é hora de ir para a rua.

José Dirceu

VERSOS DEFINITIVOS

Corre um boato aqui donde eu moro
Que as mágoas que eu choro
São mal ponteadas


Rolando Boldrim

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

COMPLICADO


VENTOS DE GUERRA


Ventos turbulentos no meio político da terrinha.

ER

NOTÍCIA QUE GOSTARIA DE LER

Luís Inácio não poderá ser candidato em 2014. Enquadrado no "Ficha Limpa"
 
Clarin da Boa Vista

O NATAL ERA DE CRISTO

Encontrei-me com um velho e querido amigo da terrinha, que saudoso, falou sobre os natais passados. Muita doces lembranças.
Lembrou-se de um natal, quando menino, escutou no gramofone da casa de seu Avô um lançamento musical em primeiríssima mão, num disco de vinil 78 RPM, que viria a ser um grande sucesso.
Tratava-se de Jingle Bells, cantada pelo Quarteto Hayden.
Segundo ele, o seu primeiro rádio da sua casa, ainda de válvulas, da afamada marca Emerson, foi comprado na véspera de Natal, na Casa Rádio Rei localizada na Rua Nova.
No Natal de seus quinze anos, ganhou de seus avós um terno comprado na "A Liberty" que veio acompanhado de um chapéu Ramenzoni e meia duzia de cuecas Ban-Tan.
Comprou, para sua namorada da época, na Eletrolândia Santa Therezinha, um disco LP do Bing Crosby, com a música White Christmas.
Disse que ela adorou e chorou ao ouvir.
Panetone? Não existia ainda. O tradicional era a rabanada.
Ainda se comiam cabritos assados.
Chique era dar de presente uma cesta de natal Amaral , comprada em janeiro, com pagamentos mensais até dezembro
Árvores de Natal ? Só de pinheirinhos naturais.
As casas comerciais presenteavam os bons clientes com calendários, que eram tratados por "folhinhas". As farmácias do Sr. Rui Braga, do Sr. Vitor e do Sr. Eduardo, distribuiam exemplares do Almanaque Biotônico Fontoura, que continham piadinhas, fases da lua e pequenas recomendações.
Segundo ele, naquele tempo no natal comemorava-se o nascimento de Cristo.
Era sagrado ir à missa do Galo, que começava as 22:00 horas e terminava antes da meia-noite.
E suspirando, resmungou: - Bons tempos...
 
ER

AGORA, AGUENTA !


DREAM IS DEAD


Sempre gostei de assistir futebol. Qualquer partida. Já assisti muitos Jabaquara x Juventus. E era bom. Ontem, a final do mundial de clubes me pegou na estrada. Não vi. Tomei conhecimento da vitória do Corintians, já chegando em São Paulo. Os "manos" estavam em transe no trânsito. Não fiquei alegre e nem triste. Aliás, um pouco feliz pelos amigos torcedores do time da marginal.
Com a vitória, o "timão" atingiu o nível do Santos, Flamengo, São Paulo e Grêmio, que foram campeões do mundo anteriormente.
Ah! aquele torneinho de verão no maracanã não conta.

ER

domingo, 16 de dezembro de 2012

CONVERSA DE BOTEQUIM

Que não temos oposição atuante no país todo mundo está careca de saber.
 Mas, além dos insaciáveis aliados que buscam tirar vantagens em tudo, o governo Dilma é pertubado por facções diversas do PT, que digladiam entre si.
É corrente tal, movimento tal, por aí.
A Dilma não é e nunca foi petista ou mesmo lulista. É brizolista da gema.
Exemplo de unidade petista ? Aqui mesmo na terrinha.
A Dilma sempre deixou transparecer o seu reconhecimento e lealdade pessoal ao seu criador Lula. Mas tudo tem limite. Não dá para segurar as operações da Polícia Federal, como não dá para segurar corruptos comprovados na administração.
Até então, os lulistas, crentes da força do seu líder, tratado pelos destemperados companheiros de "deus", começaram a se movimentar, soltando balões de ensaio sobre a sua possível volta em 2014.
Também sabem que enormes e pesadas nuvens negras, em forma de denúncias e processos, ameaçam Luís Inácio.
Mesmo assim, segundo eles, o mestre e guru seria imbatível.
A pesquisa mostrada hoje pela Folha, mostra um quadro contrário e preocupante para os lulistas.
O tempo dirá: o resultado obtido pelo DataFolha não foi nada bom para os lulistas.
A Dilma dá mostras que tem cacife pessoal para seguir sozinha.
A nova classe política presente no mercado, os Dilmistas, está eufórica.
A criação, tem vida própria e asas para voar sem a proteção de São Bernardo.
O PSDB tem pesquisas internas e já delineou o quadro. Tem buscado fustigar a Dilma.
É só observar.
A Marina, sem partido, sem mídia e sem nada, mostra que não a esqueceram.
É a fotografia do momento.

ER

MOMENTOS MÁGICOS



Nikka Costa  sendo entrevistada por Julio Iglesias.
Nikka Costa, nome artístico de Domenica Costa, nasceu em Tóquio em 1972, onde seus pais estavam a trabalho.
Filha de Don Costa, conceituado arranjador e produtor de música nos EUA. Seu pai, trabalhou e foi muito amigo de Frank Sinatra, que inclusive era seu padrinho.
Começou a cantar com cinco anos, convivendo com artistas como Quincy Jones e Sammy Davis Jr. Aos sete anos, cantou a música "On My Own" em um show na Itália, e o sucesso da apresentação foi tão grande que acabou gerando seu primeiro disco. Sucesso mundial.
Don Costa tomou o barco em 1983.
 
ER

CURIOSIDADE ROBUSTA

Segundo o site da BBC (www.bbc.co.uk), se todas as pessoas do planeta tivessem o mesmo IMC (Índice de Massa Corporal) do zelador (27), 44.873.968 toneladas seriam adicionadas ao peso total da população mundial.
Confira a sua posição e começe a se cuidar...depois das festas.
 
ER 

MAIS ESSA !

 
Uma falha no sistema elétrico que atende a região central de São Paulo deixou indisponível boa parte do conteúdo e dos serviços do UOL no final da tarde deste sábado (15).
Além da home page e das páginas noticiosas, estão fora do ar as plataformas de e-mail, bate-papo, Rádio UOL, entre outras. Boa parte dos sites parceiros do UOL também foi afetada pela queda de energia.
Não há ainda prazo para o pleno restabelecimento dos conteúdos e serviços do UOL.
 
(Deu no UOL)
 
ER

AGUENTA CORAÇÃO !

O duro na vida é quando não sentimos mais indignação com os malfeitos dos governos e passamos a sentir apenas tristeza.
Se confirmada a denúncia da "Veja" desta semana (sempre ela), que a Petrobras comprou, 50% de uma refinaria sucatada localizada nos EUA, pagando US$ 360 milhões a um grupo belga (Astra). Que a Astra a havia adquirido em 2005 por US$ 42,5 milhões. Que por razões de contrato e intervenção da justiça americana , a Petrobrás teve que pagar US$ 839 milhões pelos outros 50%, totalizando na aquisição US$ 1,199 bilhões.
E hoje, tenta (a Petrobrás) a se desfazer do "mico", encontrando  no mercado a proposta máxima de US$ 180 milhões.
Cadeia em regime fechado para todos os responsáveis, com ressarcimento do prejuízo é pouco.
E reparem, o presidente da empresa era o petista baiano Sérgio Gabrielli e a  Dilma, como ministra, sabia e sempre soube da história toda.
Espera-se que esclareçam tudo urgentemente.É o mínimo que devem fazer  de imediato.
Depois, se comprovado, a justiça verá como as coisas ficam.
Ou seria apenas mais um ataque da "irresponsável" mídia oposicionista  ?

ER

ENQUANTO ISSO...


sábado, 15 de dezembro de 2012

NOTÍCIA QUE EU GOSTARIA DE LER


Lula ameaça a ser novamente candidato.

Clarin da Boa Vista

SOB A LUZ DE VELAS


"Lembra-te de esquecer."

Emmanuel Kant

PERÍODO DE HIBERNAÇÃO

 
Há alguns anos, descendo no elevador de prédio comercial no centro de São Paulo, daqueles sem ascensorista, dei de cara com o ex-governador Quércia. Cumprimentou-me com um leve aceno, como todos fazem ao entrar num elevador. Descemos  e ao chegar no térreo, novo e educado cumprimento. Fomos caminhando na mesma direção, creio eu, na Rua XV de Novembro. Assim foi por duzentos ou trezentos metros. Ninguém, nenhuma boa alma manifestou tê-lo reconhecido.
Um anônimo. Um mero e comum mortal. Detalhe: Ele tinha deixado há pouco tempo o Governo.
Impressionante a brevidade da vida pública.
Imagino, nesses últimos quatro anos, a quantos almoços e jantares promovidos por entidades, casamentos, batizados, churrascos e oba-obas diversos, políticos que estão encerrando o mandato, não tenham sido convidados.
Tapinhas nas costas, doutor prá lá, doutor prá cá. Se espirrar amanhã, saúde !
Daqui duas semanas começará para os que encerram mandatos, pelo menos quatro anos de período glacial. Gelo, gelo e mais gelo.
E alguns devem sentir falta do movimento. Ah...como devem.  
Reconhecimento ? homenagem por bons serviços prestados ?
Impossível. Desagradaria os que estão entrando.
É a vida.
 
ER
 

CANTINHO DA SALA

Woman in a Garden - Claude Monet (1867)

É DISCO QUE EU GOSTO


NADA MAIS NATURAL E PREVISTO

 
 
A expressão "tomar o barco" poderia ser uma realidade. Seria menos dilacerante. A pessoa colocava sua melhor roupa, apanhava uma malinha de mão, fazia tchau e até breve para todo mundo, entrava numa canoinha e desaparecia na curva do rio.
Enfermidades, desenlaces, velórios, missas, pêsames, luto e cerimônias afins, ressaltam a dor.
Já basta a saudade.
 
ER

SEM PALAVRAS

Erlich - El País

RISCO


sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

MOMENTOS MÁGICOS


SOB A LUZ DE VELAS

Compara-se muitas vezes a crueldade do homem à das feras, mas isso é injuriar estas últimas.

Fiodor Dostoievski

ISSO É O FIM DO MUNDO !

 
Tome conhecimento do assunto pela TV, web e jornais. Chore e ore.
Pelo menos 27 pessoas morreram, entre elas, 18 menores, em um tiroteio em um colégio de Connecticut, nos EUA.

ER

NOTÍCIA QUE GOSTARIA DE LER

Advogados de Luís Inácio estudam possibilidade de delação premiada.

Clarin da Boa Vista

PESADELO


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

VELHO CONHECIDO DE TODOS

Não passamos um dia sequer sem deparamos com eles.

O criador do código de barras, Joseph Woodland, tomou o barco esta semana, aos 91 anos, em Edgewater, New Jersey.
Woodland, com a colaboração do seu companheiro Bernard Silver, criou a tecnologia baseada em barras largas e estreitas, que codificava a informação de produtos de consumo para serem escaneadas opticamente.
A idéia foi desenvolvida nos anos 40 e patenteada 12 anos depois.
Calcula-se que diariamente se escaneam em todo o mundo mais de 5 bilhões de objetos com o seu código de barras.
Woodland, que nasceu em 6 de setembro de 1921 em  Atlantic Citty, completou seus estudos no Instituto Tecnológico de Drextel.
Durante uma visita a um proprietário de supermercados, preocupado em codificar os dados de seus produtos, Silver e Woodland se colocaram a trabalhar na ideia.
A dupla vendeu sua patente para a Philco por US$ 15.000, que expirou sem que fosse utilizada.
Trabalhando na IBM, Woodland observou que a chegada dos microprocessadores e o escaner  à laser, tornariam viável seu código de barras. O executivo de supermercados Alan Haberman, implantou, em 1973,  nos seus estabelecimentos o código. Toda a industria adotou o sistema de Woodland como padrão.
 
Deu no El País
 
ER