segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

SEGUNDA-FEIRA BRABA

ALGUÉM VIU A OPOSIÇÃO POR AÍ ?

Sumiu. Escafedeu. Desapareceu, se é que existiu nos últimos anos.
Em âmbito federal esfacelou-se por completo. A criação do PSD jogou as últimas pás de terra sobre o morimbundo DEM.
O PSDB, agora admitido pelos seus próprios dirigentes, segue errante buscando caminhos. Grotescos posicionamentos entre as viúvas do Serra e esperançosos do Aécio.
Dilma nada de braçadas, sendo incomodada tão somente pela vigilante imprensa, que nunca teve tanto trabalho.
No Estado, o rolo compressor do Anastasia na Assembléia aniquila os petistas impossibilitados de contar com a ajuda do dividido PMDB.
O PT estadual atravessou o ano alimentado pelas frágeis gotas pingadas das greves do funcionalismo. É pouco ou quase nada.
Na terrinha ? Quá, quá, quá !
O PT não pode nem balbuciar reclamações ou ligeiros protestos. Integra obedientemente o governo municipal. Ocupa cargos e tem responsabilidade no negócio.
Em termos do legislativo local, uma única e tímida voz clama no deserto. Vereador Robison.
E a experiência mostra: uma voz clamando solitária, já passa a ser tomada como chata.  
A sociedade comercial e empresarial aderiu de vez ao som retumbante vindo de suas caixas registradoras.O momento é bom e parcerias com o poder público, um sucesso.
A imprensa, tirando fora a Futura FM e o Jornal Itajubá Notícias, por uma questão de sobrevivência, precisa estar bem com o "homem". Às vezes exageram nos rapapés.
Seria o atual chefe do executivo um exímio estrategista, um agregador, um líder imbatível ?
Lamento. Nada disso.
Simplesmente não existe time em campo do outro lado.

ER

É DISCO QUE EU GOSTO



ER

DEPENDE DE NÓS

O Brasil superou o Reino Unido e ocupa agora o posto de sexta maior economia do mundo, reportou o jornal britânico The Guardian, citando uma equipe de economistas. A crise bancária de 2008 e a subsequente recessão deixou o Reino Unido no sétimo lugar em 2011, atrás da maior economia da América do Sul, que cresceu rapidamente no rastro das exportações para a China e Extremo Oriente.

Blog: Que maravilha esse desempenho sem corrupção, com maciços investimento na educação, na saúde, na segurança e na infraestrutura. Seríamos o povo mais feliz do planeta.

ER

COMO UM COMETA

Foto Giu
Como um cometa, o João passou pela terrinha no natal. Deixou como sempre um rastro de alegria, de carinho e inocência, próprio dos pequenos.
Só Deus para explicar a bagunça de sentimentos que é provocada no nosso coração.
Ontem mesmo voltou para a sua casa.

ER 

MOÇA BONITA

A atriz sueca Anita Ekberg, ícone do cinema e que em setembro completou 80 anos, segundo o jornal la Stampa de Turim, atravessa grandes dificuldades, ou melhor, falta de liquidez.
A atriz marcou a história do cinema com uma lendária sequência no filme "A doce vida" (dirigido por Fellini em 1960) rodado junto à Fontana de Trevi e na qual Ekberg atua ao lado de Marcello Mastroianni.
Anita Ekberg agora vive em um asilo perto de Roma.
Limitada a uma cadeira de rodas desde que quebrou o fêmur em uma queda, Ekberg teve que deixar sua casa depois de um incêndio provocado por ladrões.
Além de alguns vizinhos e dos serviços sociais, a diva recebe poucas visitas e passa o tempo escrevendo suas memórias.
Através de um representante, a atriz solicitou ajuda financeira à fundação do célebre cineasta italiano Federico Fellini.
Ao celebrar seus 80 anos, em setembro, a atriz admitiu em uma entrevista que se sentia "um pouco sozinha". "Os dias são infinitamente longos", disse ao jornal Il Corriere della Sera.

Blog: É a vida.

ER

GARRAFAS " VERDES"

Deu no El País

As grandes empresas rivais, Coca Cola e Pepsi, competem agora para ser a primeira em vender suas "cocas" em uma garrafa de plástico que não contenha derivados de petróleo. Deu no The New York Times, que elas disputam para ver quem consegue primeiro engarrafar o refrigerante em embalagem totalmente feita a partir de vegetais.
A Coca Cola, informou na semana passada que fez uma acordo com três empresas de biotecnologia - Virent, Gevo y Avantium – para acelerar o desenvolvimento de uma garrafa fabricada a partir de vegetais. Já comercializam, desde 2009, em vinte países sua famosa bebida em garrafas de PET fabricada com 30% de plantas. Querem chegar agora aos 100%. Por outro lado, a Pepsi anunciou que iniciará provas para fabricar garrafas inteiramente de bioplástico.
O PET (Tereftalato de polietileno) é um polímero formado normalmente por uns 30% por MEG (monoetilenglicol) e em uns 70% de PTA (ácido tereftálico).
A parte do MEG, é o que a Coca Cola conseguiu substituir utilizando cana de açúcar do Brasil com a marca “plantbottel”.
Para fabricar a garrafa inteiramente a partir de vegetais, teria que substituir também a parte de PTA, o que seria bem mais difícil.
A questão é: Não seria uma das tantas operações de marketing que não levam a nada? Por que seria interessante uma garrafa feita com 100% com plantas ?
Segundo a Coca-Cola, com a fabricação desde 2009 de 10 milhões de garrafas feitas com 30% de plantas, evitou-se a emissão na atmosfera de 100.000 toneladas anualmente de CO2.
Esta seria a parte boa. A ruim seria que a substituição de petróleo por plantas cultivadas pode gerar outros problemas graves, como o aumento dos preços de alimentos, alteração do uso das terras, etc. 

El País


RETROSPECTIVA 2011

PENSEI EM LHES FALAR

Post do Walter Bianchi - email recebido do Simão Botessi

Pensei em lhes falar... Pensei em falar, para os amigos, uma mensagem que traga reflexão além de votos. Assim, pensei em começar dizendo que temos três figuras que representam instituições caras para qualquer sociedade no mundo:
Família, Escola e Igreja. As três estão sendo, sistematicamente, desqualificadas em nossa sociedade. Estatuto da Criança e Adolescente, "Lei da Palmada", Estatuto do Jovem, novelas, músicas, dentre outros trazem mensagens subliminares que questionam autoridade formal e são as ferramentas que contribuem, sobremaneira, para essa insanidade coletiva sob a égide das liberdades inalienáveis. Não existe na História da Humanidade sociedade que se desenvolveu ampliando-se direitos à revelia ou suplantando suas responsabilidades. Pensei em ressaltar que, por intermédio da mãe e da professora, é que o cidadão de quatro anos começa a perceber, se posicionar e interagir com a sociedade a sua volta. Essas devem ser preservadas, em redomas imaculadas, até, e não desqualificadas, seja explicita ou subliminarmente. Como diz uma sensata frase no Facebook de alguém muito perspicaz: "Prefiro infringir uma lei lhe dando agora palmadas do que ver você no futuro, infringindo Todo Código Penal!!" Exagero ou não é o que, lamentavelmente, vislumbro para nossas futuras gerações. Pensei em falar que tenho procurado seguir minha consciência como pai, colega, amigo e cidadão: O que vejo, percebo e considero a nossa volta para alertar, criticar e expor. É minha forma de cumprir a Responsabilidade Social. Uso da formação que conquistei para retornar à sociedade dessa forma. Parece que de anomia estamos evoluindo para uma abulia na percepção dos fenômenos no nosso entorno. Neste particular, queridos amigos, meu desejo é que forcem, em 2012, a reflexão e a percepção, ainda que incipiente, dos fenômenos sociais nos quais estamos inseridos, entre os seus mais caros e os seus mais a volta próxima. Pensei em exclamar que uma sociedade que se pressupõe livre e democrática não pode temer a ditadura do politicamente correto, não pode temer de perceber o contraditório, uma outra percepção e expô-la em seu genuíno e legítimo direito a expressão, também garantido constitucionalmente. Caso contrário se consubstancia e ganha amplos espaços o totalitarismo. De sorte que devemos ansiar, muito em breve, de um espaço comum onde possamos dividir, falar sem medo, ouvir sem reservas para então, reverberarmos o que de melhor pudermos abstrair dessa interação. Pensei em lhes desejar força, estímulo e temperança, pois devemos ser os referenciais éticos que a sociedade clama mas está perdendo. Se não tivermos a quem acudir em busca de liderança social, sejamos seus prepostos, seus substitutos imediatos. Filhos e próximos sempre buscam um exemplo entre nós, o que falamos reverbera-se nas famílias dos empregados domésticos, dos porteiros, dos frentistas, do padeiro, do jornaleiro, dos colegas de trabalho, enfim, uma miríade de silentes seguidores que nos aguardam um posicionamento discreto mais firme. Busquemos, então, o espaço para nos fortalecermos e atirarmos nossas dúvidas e angústias para serem depuradas e nos tonificarmos. Os mais jovens e próximos que nos atentam se beneficiarão e a sociedade, como um todo, ganha.
Por fim, pensei simplesmente em lhes desejar Boas Festas e um venturoso ano de 2012.
Em tempo: informei meu amigo que inseri no respectivo blog a seguinte frase do Papa Paulo VI, que veio à luz na década de 70 e que utilizo com frequência. Após cerca de 40 anos essa frase profética é uma luz muito forte sobre o caos social em que vivemos: A FAMILIA É A PRIMEIRA ESCOLA DE VIRTUDES SOCIAIS, SE ELA FALHAR NINGUEM A SUBSTITUIRÁ.

Simão Bottesi