sábado, 17 de dezembro de 2011

TOMOU O BARCO



Tomou o barco hoje a magnífica cantora cabo-verdiana Cesaria Évora, conhecida como "a diva dos pés descalços".
Évora, tinha 70 anos e alcançou fama mundial. Havia abandonado os palcos há pouco tempo por problemas de saúde.
Recentemente, ao abandonar a carreira, declarou ao jornal francês Le Monde:
"Não tenho forças, não tenho energia. Gostaria que dissessem aos meus admiradores: sinto muito, mas agora preciso descansar. Lamento infinitamente ter que me ausentar devido à doença, gostaria de dar ainda mais prazer aos que me seguiram durante tanto tempo".
O sucesso chegou tarde para a ex-cantora de bares na cidade de Mindelo, na ilha de San Vicente, em 1992, que, na época, já tinha mais de 50 anos.
Sentimento puro.

ER 

ANÔNIMOS: FELIZ NATAL !


Sábio é o homem que consegue ascender da babaquice da popularidade à sabedoria do anonimato.

Millôr

PODE NÃO SER TÃO SIMPLES

Ouvido hoje nas proximidades do Mercado Municipal:

- Ô cumpadre, as autoridades da saúde municipal reclamam que o pessoal marca exames e muitos não comparecem, provocando transtornos e prejuízos.

- Péra aí: o pessoal não anda reclamando que os exames são agendados muito prá frente, lá pelas calendas gregas ?
Quem sabe se muitos não desanimam e são levados a tomar o barco ?

- Éh...faz sentido 

ER

COM ATRASO

Ontem no Congresso Nacional da Juventude da Social Democracia Brasileira, em Goiânia, o Senador Aécio Neves pregou a busca de um novo ciclo de desenvolvimento do País.
Para isso, disse que será preciso "refundar" o PSDB, e "confrontar" o legado dos tucanos no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com o que se faz no momento.
"Este congresso tem o sentido de mostrar que o PSDB tem todas as condições de refundar-se e de renovar o seu discurso".

Blog: Há dois anos algumas pessoas na terrinha  já vêm pregando isso. Foram chamados de traidores e praticamente convidados a deixarem o Partido.
Erro craso: enxergar antes dos caciques.

ER 

COERÊNCIA PRESIDENCIAL

MOÇA BONITA


Mdig


É DISCO QUE EU GOSTO



"Baby Can I Hold You""

Tracy Chapman nasceu em Creveland, Ohio em 1964. Cantora reconhecida mundialmente e vencedora de diversos Grammy´s.
Tracy Chapman toca guitarra e escreve canções desde criança.
Ingressou no programa "A Better Chance", voltado a identificar nacionalmente crianças negras talentosas para o desenvolvimento acadêmico, o que lhe permitiu freqüentar a Wooster School, em Connecticut e posteriormente a Tufts University, em Medford (Massachussets).
Em maio de 2004, a Tufts University concedeu-lhe o título de doutora honoris causa em Belas-artes, por sua contribuição como uma artista socialmente engajada e por suas realizações artísticas.

ER




PESSOAS FELIZES

Em Dezembro de 2004 assisti o evento da inauguração da Fonte do Lago do Ibirapuera, patrocinada pelo Grupo Pão de Açúcar.
Pude conhecer o Presidente Lula que foi o ponto alto do evento. Até então o via como sendo um homem de aparência um pouco grosseira, ativista e antipático. Nessa noite, mudei todo o meu conceito sobre ele. Conceito visual.
Ao lado do Abílio Diniz e outras autoridades iniciou seu discurso sobre a importância do evento para a cidade de São Paulo. Juro que me encantei! O homem tem o dom da palavra, tem sensibilidade e sabe como agradar as pessoas. Seus olhos atentos ficam o tempo todo circulando sobre a multidão que o assiste. Com muita sutileza seu discurso vai mudando de acordo com os aplausos e aceitação.Sem dúvida é um homem muito inteligente.
Ontem, "coincidentemente", estava eu sentada na grama do parque assistindo a apresentação de Natal. Como sempre, fiquei emocionada e minha mente já me fazia muitas perguntas. Uma delas era: Será mesmo que o "Pão de Açúcar é lugar de gente Feliz"? Se por um lado acho que não, por ele não ter os preços mais baixos entre os Supermercados, por outro acho que sim. Além da preocupação em manter a boa qualidade dos seus produtos, é uma empresa que se preocupa com o bem estar e melhor qualidade de vida das pessoas.
Ontem, vi no semblante das pessoas uma alegria indescritível, uma emoção a flor da pele e um espírito verdadeiro de Natal. A energia positiva que tomava conta do parque e seus arredores era sentida no ar. A noite estava linda, agradável, e... As pessoas pareciam felizes! Registravam tudo. Vi que as Pessoas Felizes são positivas e otimistas. Sem exceção. A vida e os acontecimentos são vistos com bons olhos. Sabem que não são os fatos que influem na vida de uma pessoa, mas sim a interpretação que lhes é dada.O reservado para idosos e deficientes se encontrava repleto. Epíteto, filósofo clássico de todos os tempos, disse: "Os homens são perturbados não pelas coisas que acontecem, mas pela opinião que têm sobre as coisas que acontecem."
As pessoas felizes sabem que todos os acontecimentos de cada dia encerram, no seu âmago, mensagens e lições de elevado valor. Analisam o lado bom de tudo e de todos, por isso estão sempre envoltas numa aura de boa energia. Foi isso que captei ontem...
Quem estiver em São Paulo vale a pena assistir essa bela homenagem do Grupo Pão de Açúcar ao Nascimento de Jesus, o aniversariante ausente, mas presente no coração de todos nós.

Bah

PEQUENOS GRANDES MOMENTOS



Cena inesquecível !

Trata-se de uma cena do filme Amargo Pesadelo (1972), em que há um duelo de banjo e violão, entre um forasteiro e um menino autista do posto de combustÍvel, onde pararam para abastecer, descarregar as canoas e a tralha para descerem o rio, e contratar motoristas, locais, para levar os veiculos rio abaixo, para onde eles iriam desembarcar .
De todas as pessoas que aparecem no filme, o único que não é ator é o menino.
Ele é um autista, que o diretor teve a felicidade de encaixar na cena do filme.
Ficou selado na memória.

ER

XÔ NOTÍCIAS RUINS !

Acreditem querendo. Sempre fomos otimistas.
Mas as coisas têm andado brabas na terrinha.
Tirando o quase pleno emprego, bons salários e comércio animado, não estamos tendo muito para comemorar.
Aproveitando o bom momento brasileiro, deveríamos estar caminhando aos saltos. Em todas as áreas.
Saindo a caça de boas novas, hoje nos sentimos realizados.
Ouvimos pela Futura FM a entrevista do Professor Renato Nunes, Reitor da Universidade Federal de Engenharia de Itajubá.
Muito bem avaliada em todos os segmentos. Seus alunos estão sendo disputados pelo mercado. Campus de Itabira, contrariando aos mais pessimistas e burros sentimentais (como o zelador), segue com grandes investimentos.
Grandes e inovadores projetos.
Inegável o envolvimento da Universidade com a comunidade itajubense. Vide demarcação de áreas inundáveis pela equipe do Prof. Alexandre e o projeto de absorção de tecnologia na fabricação de helicópteros.
Entendemos as dificuldades, mas apreciaríamos apenas uma maior aceleração na implantação do Parque Tecnológico, além de uma participação maior no desenvolvimento cultural da terrinha. Ainda é tímido. Corremos o risco de ainda sermos chamados de incultos instruídos.
Mas já está muito bom.
Para não dizerem que não falamos das flores.

ER 

REVOLUÇÃO DOS BICHOS