quinta-feira, 20 de outubro de 2011

SOB A LUZ DE VELAS

Mensagem a um desconhecido

Teu bom pensamento longínquo me emociona.
Tu, que apenas me leste,
acreditaste em mim, e me entendeste profundamente.
Isso me consola dos que me viram,
a quem mostrei toda a minha alma,
e continuaram ignorantes do que sou,
como se nunca tivessem me encontrado

Cecília Meireles

CRISE NA EUROPA

Erlich - El País

METENDO O BICO

E por falar em política, as redes sociais deverão ter influência decisiva nas próximas eleições municipais. E não será coisa para nós amadores. Será profissional e dos players na praça, damos conta que o PT é o único que sabe disso.
Sobre o assunto, leiam o que saiu na Folha:

"As redes sociais já ajudaram a incitar revoltas na Primavera Árabe e são peça fundamental do movimento "Ocupe Wall Street", que promove atos no mundo todo contra a crise financeira.
Mas têm funcionado também para mobilizações menores, em torno de questões mais pontuais: construir uma ciclovia, por exemplo.
Há dois anos, o estudante Luiz Ballas, 16, que participa de bicicletadas, usou o site Cidade Democrática para propor a construção de ciclovias em Jundiaí (SP), onde mora.
O deputado estadual Pedro Bigardi (PC do B) encampou a proposta e conseguiu aprovar emenda para financiá-la.
Questões do tipo são o filão do Cidade Democrática, site criado em 2009 em que usuários criam e apoiam propostas. As ideias são divididas por municípios, e Jundiaí é a cidade mais ativa.
Duas ferramentas na mesma linha, que apostam no engajamento em questões políticas e sociais, foram criadas no Brasil recentemente.
O MyFunCity, aplicativo para Facebook, iPhone, iPad e iPod touch lançado neste mês, permite que o usuário faça check-in em locais de sua cidade e avalie aspectos como quantidade de árvores, acessibilidade para deficientes, policiamento e limpeza.
Na interface, é possível enxergar um mapa cheio de carinhas representando avaliações feitas por usuários. Por enquanto, em São Paulo e no Rio, a tristeza predomina.
Alexandre Sayad, diretor-geral do MyFunCity, diz que o propósito da ferramenta não é ser "um reclamódromo simples e superficial". "Ela gera a possibilidade de levantar também as boas práticas."
O MyFunCity quer atingir o exterior: sua versão em inglês foi lançada ontem. "

Blog: Veremos.

ER


NOVIDADES NA POLÍTICA LOCAL

As informações, como não poderia deixar de ser, são públicas. Basta perder o sono e entrar no site www.tse.gov.br e tomar conhecimento das novidades políticas da terrinha. Algumas das novidades:

1) Lembram-se do antigo e histórico PFL que foi rebatizado de DEM ? Sim, do BPS, Saulo, Aureliano Chaves, Bilac e outros grandes nomes ?
Agora deu uma renovada forte. Sangue novo. Vejam a Comissão Provisória:
Adriano de Oliveira Silva
Flaviano Reseck de Biaso
Maria José Correa Campos
Waldinea Regina Alkmim
José Benedito Estevam

2) E o PC do B, o partido que cuida dos esporte brasileiro ? Tem na dianteira de sua comissão provisória o experiente Dinarte Geraldo Martins Lopes, junto com Fátima Aparecida Pereira da Silva/ Adriana Elgir Fonseca/ Faffani Ruan Gomes e Pamela Makote de Castro.

3) O vereador João Vitor da Costa, ex-PSDB e lutando na justiça pelo seu mandato, assumiu a direção do recém criado PSD. (do Kassab), sem correr o risco de ser acusado de infidelidade partidária, uma vez que poderá ser considerado um dos fundadores do partido.

Se contamos direito, temos 23 partidos organizados e aptos para participar das próximas eleições.

Relacionaremos proximamente os principais filiados dos partidos, ajudando dessa maneira esclarecer os eleitores.

ER 

DELINEADO O QUADRO PARA 2012

Quem entrou está dentro. Quem ficou de fora não participa. Após a data limíte para legalização partidária, ficou delineado o quadro político itajubense para a próxima eleição municipal.
Salvo possíveis alterações provocadas pela natureza, teremos quatro grupos se digladiando:

1) Dr. Jorge (PTB) buscando a reeleição, com um candidato a Vice, possivelmente indicado pelo PP do Dr. Rogério Vilela.

2) Rodrigo Riera (PMDB) levando a Leandra ou Cristian (ambos PR) ou mesmo Robson (PPS) como Vice.

3) Chico (PSDB), buscando um médico para Vice.

4) Ulisses (PT) levando um Vice do PSB ou mesmo do PV

Podem ir acostumando com a ideia, considerando que o candidato eleito precisará de 20.000 votos e US$ 250 mil (no mínimo) .
O PT com bala na agulha e um projeto regional de poder, promoverá a mais potente campanha eleitoral jamais vista na região.
E podem ter certeza: os governos federal e estadual não se envolverão "um pingo" na batalha.
Ah! escrevam: um governo só não é reeleito se pisar (e muito) na bola. É o que parece estar acontecendo.

Profeta 

MOÇA BONITA

Mdig

É DISCO QUE EU GOSTO



Nobody knows you when you're down and out
A gente não sabe se presta atenção na linda música ou na beleza e graça da Carla Bruni, que ontem ganhou uma menina em Paris.

ER

HOMENS PÚBLICOS

Ao contrário de outros problemas, os homens públicos que se apresentam na tevê não nos oferecem grandes dificuldades de interpretação - ouviu um, ouviu todos. Mas logo surge a primeira especulação; se todos se parecem tanto, como selecionar um para herói de nossas esperanças ?
Simples: olhando e escutando melhor. Aos poucos você descobre tiques, maneirismos, vocábulos preferidos, idéias remordidas, e percebe que tudo que lhe parecia exatamente igual - eram todos chineses - é oceanicamente dissemelhante. E percebe algo paradoxal: um homem público pode até não diferir nada dos outros, mas é profundamente diferente de si mesmo, dependendo do dia, da hora e da, ai !, pragmática. O acusado de hoje pode ser o impoluto exigidor de desculpas da nação amanhã.

Millôr

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Givenchy e Audrey Hepburn




GETÚLIO VARGAS