sexta-feira, 30 de setembro de 2011

SOB A LUZ DE VELAS

Desculpe, mas...

Quase sempre prelúdio

de algo indesculpável.

Júlio Cortázar

VOCÊS VÃO ME DESCULPAR, MAS...

Reparem nas caras da turma

O INOCENTE

E AGORA ?

FILME ANTIGO E CHATO

Palavras de um Democrata.

 Paulo Maluf  afirmou em discurso na Câmara dos Deputados na última quarta-feira,  que o governo não precisa criar um novo imposto para financiar a saúde. E deu sua receita para resolver o problema. “É só acabarmos com as bandalheiras dos remédios superfaturados, das ambulâncias que não funcionam  no domingo, acabar com os médicos que infelizmente marcam o ponto e vão embora que tenho certeza, não será preciso aumentar imposto.  Temos dinheiro suficiente para bancar a saúde”.

Um dia depois...

Ontem, o Supremo Tribunal Federal (STF) abriu  um processo criminal contra o deputado federal e ex-prefeito Paulo Maluf , a mulher dele, Sylvia, quatro filhos do casal e mais dois parentes por suspeita de lavagem de dinheiro. O Ministério Público Federal sustentou que a família se envolveu num esquema de lavagem de recursos desviados de obras públicas da época em que Maluf administrou a capital.
Como consequência da decisão, Maluf e os parentes passarão da condição de investigados para a de réus. O ex-prefeito e a mulher ficaram livres da acusação de formação de quadrilha porque, segundo os ministros, em razão da idade deles já ocorreu a prescrição. Mas os outros também responderão por formação de quadrilha.
Relator do processo, o ministro Ricardo Lewandowski destacou os valores "astronômicos" dos supostos desvios. Ele citou que o prejuízo ao erário foi de cerca de US$ 1 bilhão. Também disse que há informações de que a família Maluf teria movimentado no exterior cerca de US$ 900 milhões, valor superior ao Produto Interno Bruto (PIB) de muitos países, como Timor Leste, Guiné Bissau e Granada.

Blog: A declaração do Deputado parece correta. Ele conhece os meandros. Quanto ao relatado pelo Ministro, esqueçam. Deverá ficar por isso mesmo. Faz tanto tempo e o velho Maluf está se tornando simpático. Foi alvo, recentemente, de extensa homenagem dos tucanos paulistas quando das comemorações dos seus 80 anos.

ER 



PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Sidney Poitier, Tony Curtis, Sammy Davis, Jr. e Jack Lemmon




ESPÍRITOS EVOLUIDOS

Mensagem recebida do Roberto Lamoglia

Há alguns anos, nas olimpíadas especiais de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental, alinharam-se para a largada da corrida dos 100 metros rasos.
Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar.
Um dos garotos tropeçou no asfalto, caiu e começou a chorar.
Os outros ouviram o choro. Diminuíram o passo e olharam para trás. Então, viraram e voltaram... Todos voltaram…
Uma das meninas com Síndrome de Down ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse:
- Pronto, agora vai sarar!
E todos os nove competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada.
O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos, muitos minutos...
Talvez os atletas fossem deficientes mentais mas, com certeza, não eram deficientes espirituais...
"Isso porque, lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho, é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique ter que diminuir os nossos passos..."
Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso ...
... O SUCESSO É CONSEQÜÊNCIA."

Email recebido do Roberto Lamoglia