sábado, 10 de setembro de 2011

TONINHO DO PT - 10 ANOS

O pedido da viúva do ex-Prefeito de Campinas (assassinado há dez anos) para que a Polícia Federal entrasse no caso, está engavetado há três anos na  Procuradoria-Geral da República.
A mágoa dela com a omissão do PT e o corpo mole do governo petista é imensa.
Diz ela: 
" Não sabemos ainda a resposta. Mas sabemos quem matou a honestidade quando chegou no poder em Campinas, em Santo André, no país."

Folha

FRASE ABOBRINHA DO DIA

"Delúbio é  um sonhador, que mesmo com décadas na militância política, permanece pobre. Delúbio Soares dedica sua vida a um sonho: lutar por democracia, pluralidade, solidariedade, transformações políticas, sociais, institucionais, econômicas, jurídicas e culturais". 

Advogados de Delúbio ao STF

ER

AINDA É TEMPO


Carmem Dell Órefice, a modela mais idosa do mundo, nasceu em Nova York em 1931. Está portanto, com 80 anos bem vividos.
Enfrentou as passarelas pela primeira vez em 1945 (ainda corria a 2ª Guerra Mundial), aos 14 anos.
Continua bem e trabalhando.

fonte Mdig)

ER

DIRCEU GUERREIRO DO POVO BRASILEIRO

Escreveu o Nelson Motta, hoje no Estadão. 

O grito de guerra dos militantes ainda ecoa no Planalto Central. "Dirceu guerreiro! Do povo brasileiro!", o refrão estremece o salão, como um canto de torcida organizada no estádio ou o coro de um funk carioca num bailão.
Mas Dirceu é guerreiro modesto e discreto, nunca falou sobre as suas ações revolucionárias, seus confrontos com as forças da repressão, suas batalhas de arma na mão pelo povo brasileiro. Talvez para não humilhar companheiros que não tiveram tanta bravura como ele na luta contra a ditadura, ou cometeram erros estratégicos que levaram à prisão e à morte de companheiros. Ou talvez porque nunca tenham acontecido. Quando lhe perguntam se matou alguém em combate, dá um sorrisinho maroto e faz cara de mistério.
O guerreiro chama a presidente Dilma de "companheira de armas", mas embora ela tenha pago na própria carne pela sua coragem revolucionária, não há qualquer notícia, documento ou testemunha da presença de Dirceu, ou de "Daniel", seu nome de guerra, em nenhuma ação armada durante a ditadura. Talvez a Comissão da Verdade faça justiça à sua combatividade, ou desmascare o guerreiro que foi sem nunca ter sido. Talvez algum dia reapareçam os disquetes com a sua biografia escrita por Fernando Morais, em que ele dizia ter contado tudo sobre a sua vida guerreira, mas foram misteriosamente roubados da sua trincheira.
Na Câmara, ele foi um incansável guerreiro, se recusando a assinar a Constituição democrática de 88, batalhando pela rejeição da Lei de Responsabilidade Fiscal e denunciando o Plano Real como uma farsa eleitoreira da direita. Perdeu essas batalhas, mas não a sua guerra.
Notável estrategista, ele começou como um dos líderes estudantis que, em 1968, convocaram um congresso "secreto" da UNE em uma fazenda em Ibiúna, onde os 500 congressistas foram facilmente cercados pela polícia e pelo Exército e presos, aniquilando o movimento estudantil. Em entrevista recente, Dirceu disse que, mesmo cercado por centenas de policiais e soldados armados, "queria resistir", mas foi voto vencido.
Com um guerreiro desses, o povo brasileiro não precisa de inimigos.

Nelson Motta




PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Sidney Poitier, Harry Belafonte e Charlton Heston (Marcha Pelos Direitos Civis -  Washington 1963)




UNE ATUAL

ASSUMINDO COM CLASSE

Dificil de se ver. Maitê Proença, moça bonita (e põe bonita nisso), dando as caras com cabelos brancos e óculos de grau. Belo gesto aos 52 anos.

ER 

ROUPA NOVA

Ouvido hoje na Av. Dr. Rosemburgo Romano (antigo sambódromo):

- Ô cumpadre, as coisas estão mesmo mudando. No meu tempo de criança a mãe só deixava usar roupa e sapatos novos para ir na missa da São José.

- O que mudou Siô ?

- Roupa e sapato novo agora é prá visitar o escritório do Deputado.

- Ô lôco meu! 

ER

PESADELO NO MARANHÃO

Email do Wellington Etrusco

- Para nascer, Maternidade Marly Sarney;

- Para morar, escolha uma das vilas: Sarney, Sarney Filho, Kiola Sarney ou, Roseana Sarney;

- Para estudar, há as seguintes opções de escolas: Sarney Neto, Roseana Sarney, Fernando Sarney, Marly Sarney e José Sarney;

- Para pesquisar, apanhe um táxi no Posto de Saúde Marly Sarney e vá até a Biblioteca José Sarney, que fica na maior universidade particular do Estado do Maranhão, que o povo jura que pertence a um tal de José Sarney;

- Para inteirar-se das notícias, leia o jornal O Estado do Maranhão, ou ligue a TV na TV Mirante, ou, se preferir ouvir rádio, sintonize as Rádios Mirante AM e FM, todas do tal José Sarney. Se estiver no interior do Estado ligue para uma das 35 emissoras de rádio ou 13 repetidoras da TV Mirante, todas do mesmo proprietário, do tal José Sarney;

- Para saber sobre as contas públicas, vá ao Tribunal de Contas Roseana Murad Sarney (recém batizado com esse nome, coisa proibida pela Constituição, lei que no Estado do Maranhão não tem nenhum valor);

- Para entrar ou sair da cidade, atravesse a Ponte José Sarney, pegue a Avenida José Sarney, vá até a Rodoviária Kiola Sarney. Lá, se quiser, pegue um ônibus caindo aos pedaços, ande algumas horas pelas 'maravilhosas' rodovias maranhenses e aporte no município José Sarney.

Não gostou de nada disso? Então quer reclamar? Vá, então, ao Fórum José Sarney, procure a Sala de Imprensa Marly Sarney, informe-se e dirija-se à Sala de Defensoria Pública Kiola Sarney.

Seria cômico se não fosse tão triste.

Infelizmente, o texto é verdadeiro.

Email do Wellington Etrusco (Botafoguense de São Gonçalo do Sapucai)