terça-feira, 6 de setembro de 2011

SOB A LUZ DE VELAS

O Governo e a saúde
Este Governo que tanto se preocupa com a saúde do povo cobra 36% de impostos sobre remédios. Uma privada, essencial para o saneamento básico, paga 44,1%. Material de limpeza, um pelo outro, é onerado em cerca de 40%. A pasta de dentes paga 42%. Medicamentos veterinários são mais baratos.
De acordo com Joelmir Beting, sempre objetivo, sai mais barato latir do que tossir.

Carlos Brickmann

ACREDITE SE QUISER

Incrível !
Tomamos conhecimento que a Rádio Futura FM  já foi vítima de 75 (setenta e cinco ) denúncias diversas, feitas pelo alcaide e por outras emissoras de rádio da terrinha ao Ministério das Comunicações.
Como dizia um famoso filósofo, "nunca antes na história deste país, uma emissora  foi tão atacada".
Crimes: bons serviços, boa informação, boas músicas, entrevistas independentes e interessantes e microfones abertos sem censura.
Talvez razões mais do que suficientes para incomodar os  encastelados.
Para os que temem a concorrência até dos bicicleteiros, com seus minúsculos alto-falantes, a simples possibilidade da existência de uma opção (mesmo não sendo comercial, como é o caso da Futura ) a mais para os ouvintes, soa como as trombetas do apocalipse.
Para os despreparados para uma convivência democrática, ouvir críticas deve ser um martírio.
Mal sabem o bem que a Futura FM lhes faz. 
Ao invés de gastar com advogados (oxalá não sejam pagos com recursos do contribuinte), deveriam agradecer ao  proprietário da Futura FM pela existência da emissora.
Fico imaginando o que seria da cidade sem os microfones da perseguida rádio FM.

ER


  
  

SERIA CÔMICO SE NÃO FOSSE TRÁGICO

Foto Itajubá Notícias
Ainda não ouvi falar sobre auto-combustão de um veiculo desligado e em estado de repouso. Ainda mais nas pacatas madrugadas das ruas itajubenses (ou não seriam mais pacatas?).
O carro do nosso amigo Raul Torres, um dos próceres do Partido Verde, se imolou na madrugada de hoje em frente a sua residência.
Possível gesto de desespero do carro levando-o a um incêndio fulminante que culminou com a com perda total do veículo.
Com certeza, triste da vida pelo aparecimento de novos modelos no mercado e possivelmente tomado por uma atroz depressão, o automóvel resolveu partir desta para melhor, tomando como exemplo, antigos monges budistas.
Conhecendo bem o Raul, longe do acontecimento intimidá-lo ou levá-lo ao recolhimento. Acontecerá justamente o contrário.
Em tempo, o carro da minha família está muito feliz.

ER

SEM JOGO DE PALAVRAS

Para uma equipe que disputava rodada por rodada a liderança do campeonato brasileiro, sem brincadeira, mas o Flamengo realmente perdeu o gás.

Jose Tipica

SAUDADE

SAUDADE Ah!... (Post da Mahbet1)

Essa nostalgia, essa saudade, essas doces lembranças...Tão presentes no nosso coração! Infelizmente na vida tudo passa, tudo se acaba, e o passado se torna presente em todos os momentos em que nosso coração se enche de saudade. Eu também sinto. Nós todos sentimos..Chega a doer. Essa palavra, que só existe na língua portuguesa, tem muita força e significado, por isso a usamos quando temos um aperto no peito. Não sabemos definir esse aperto, pois não sabemos se ele é nostálgico ou se é dolorido, mas sabemos que estamos expressando algum sentimento por algo que nos escapou. Foi bom mas ficou distante.Se tornou lembrança. Somos sensíveis por natureza e tudo o que tivemos e que fez parte da nossa história ativa nossos sentimentos mais recônditos. Saudade é um sentimento universal, faz parte da natureza humana. Ela se manifesta em algum momento da vida presente e está relacionada a pessoas, fatos e situações vivenciadas no passado. É normal termos saudades do passado, pois nele somos mais jovens, mais puros, mais inocentes, sem tantas preocupações. Não fomos criados para sofrer, envelhecer, nos separarmos das pessoas que amamos e dos momentos felizes que vivemos, mas temos a semente do continuar, do viver novas experiências, de ir passando pela vida e abrindo os braços para o novo. O hoje, um dia também será passado. E teremos saudades...Sempre.

Mahbet1

O TEMPO PASSA, O TEMPO VOA

Sean Penn

SERÁ QUE DESENHANDO ENTENDERIAM ?

Ainda sobre o repetitivo congresso petista realizado em Brasília na semana passada, deu no Estadão:

Questionado sobre a retomada da discussão sobre regulação da mídia, proposta no Congresso do PT, o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, disse que, nesta questão, “a posição do PSB não é a posição que o PT tomou”. “Entendemos que a construção de democracia no Brasil foi feita a muito custo e um dos valores importantes da democracia é a imprensa livre”, disse.
“O grande controle da mídia vai ser feito pela cidadania. Se vejo uma mídia defender uma causa em que não acredito, simplesmente não consumo aquela mídia, falo mal dela e passo para outra. O grande controle que podemos fazer é dar consciência à sociedade, melhorar a educação e a inclusão para que o cidadão faça este controle, não consumindo a mídia que trabalha com valores que não são de interesse do País”, acrescentou o governador.
Campos evitou comentar a decisão do PT de estimular retomar a proposta de regulação, iniciada no governo Lula. “É muito ruim fazer avaliação do congresso de um partido parceiro. Eles acharam que era hora de fazer o debate. No nosso congresso, que acontecerá em dezembro, esta questão não está em pauta. Estamos preocupados com a economia, com a pauta da exportação da indústria brasileira, com geração de inovação tecnológica, educação, saúde pública”, disse Campos.

FRASE ABOBRINHA DO DIA



Foi uma covardia a extinção da CPMF.

Sérgio Cabral

DEVER DE TODOS

Os mais antigos lembram de uma música cantada pela Baby Consuelo que dizia que "todo dia era dia de índio".
Pois bem, tomo conhecimento pela internet de, ainda tímidos, movimentos nas redes sociais contra a corrupção. Dia tal, um minuto de silêncio. Dia tal, todos vestindo de negro (seria politicamente correto ?).
Parabéns aos promotores dos eventos mas não entro nessas.
Por que ? parafraseando a Baby, todo o dia é dia de combater a corrupção. E lembrem-se que a incompetência e o descaso na administração pública devem ser enquadrados na categoria.
Humildemente o "viver é perigoso", muito mais pelos comentaristas do que pelo zelador, vem há quase dois anos batendo na tecla diariamente.
A grana desviada ou mesmo mal empregada, escapa da educação, da saúde, da segurança, da manutenção das estradas, etc, etc.
Acabar não vai nunca, mas irá diminuir quando marcarmos diariamente em cima a rataiada.
Cuidados especiais principalmente nos dias de eleições.

ER

JÁ AJUDAVA