sábado, 20 de agosto de 2011

VERDADEIRO VALE TUDO

Por razões que não vem ao caso, fui praticamente levado a assistir, durante a última semana, trechos da novela da Globo que se encerrou ontem.
Como há tempos não assistia, fiquei abismado com o que vi.
Foi extraordinário. A emissora conseguiu condensar em alguns minutos todo os males existentes no universo.
Crimes de toda a natureza. Traições, infidelidades, roubos, espancamentos, corrupção, drogas, ilícitos diversos e  outros, hoje politicamente incorretos de serem citados.
Sabemos que a grande maioria das crianças brasileiras estão acompanhando o festival de crimes e erros. Afinal todos os lares são objeto da descabida invasão.
Com certeza se acontecesse providências da emissora no sentido de melhorar o nível de suas atrações do horário nobre,jogando os folhetins com libertinagens para as mais altas horas, não seria necessário promover o mercantilismo do "criança esperança".
Estariam contribuindo mais para com as crianças e o Brasil.

ER

DA MINHA ALDEIA

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura...

Alberto Caeiro  - (Fernando Pessoa)

UM TROQUINHO SÓ

Ouvido hoje na Av. Dr. Rosemburgo Romano, no antigo sambódromo.

-Ô cumpadre o pessoal da administração esclareceu a questão dos remédios incinerados por estarem com o prazo de validade vencido.

- Num tô sabendo.

- Seguinte: A Globo informou errado. Não foram atiradas no lixo um milhão e trezentas caixas de remédios, mas sim um milhão e trezentos comprimidos. Como cada cartela tem em média 10 comprimidos, foram desperdiçados somente 130.000 caixas, o que não seria praticamente nada.

-Ah... bom. Pelo visto tudo não passou de intriga da oposição.

- Tem razão. Se cada caixa custou uns dez reais, embora faça tempo que não vejo remédio por esse preço, daria mais ou menos um milhão e trezentos mil reais, o que não vem a ser nada. Um troquinho só.

- Éh...nosso povo é de boa paz. Daqui uns dias ninguém mais falará sobre isso. A bola da vez não é mais remédio. É bala.

ER

UM DIA ( NÃO DISTANTE) ASSISTIREMOS AQUI

Pelo menos 10 mil pessoas se juntaram neste sábado na Índia para apoiar um ativista anticorrupção que colocou grande parte do país contra o governo devido à sua greve de fome.
Anna Hazare, um ativista gandhiano, está em seu quarto dia de jejum em um local público na capital, uma greve de fome que ele diz que irá continuar até o governo aprovar uma legislação mais rígida.

 "Acreditávamos que tínhamos conquistado a independência, mas não tínhamos. A mesma corrupção, o mesmo saque, o mesmo terror estão aí," afirmou Hazare à multidão, acrescentando que a Índia precisa de reformas eleitorais e uma nova lei contra a corrupção.

Hazare deixou a prisão na sexta-feira, sendo recebido por um grande público e uma intensa cobertura da imprensa. Ele foi brevemente preso na terça-feira, mas depois se recusou a sair da prisão até que o governo permitisse que ele continuasse a greve de fome pública por 15 dias.
Vários escândalos, incluindo um envolvendo subornos nas telecomunicações e que pode ter custado ao governo até US$ 39 bilhões, levaram Hazare a exigir medidas contra a corrupção.
Os protestos, inflamados pelas redes sociais, não apenas abalaram o Partido do Congresso, mas também impactaram na classe política como um todo.
Houve mais de 500 manifestações separadas em toda a Índia na sexta-feira, informou a imprensa local.

Uol



BELLINI E A MENINA

Do Ruy Castro para a Folha.

Em julho de 1958, uma menina de 10 anos, sofrendo de poliomielite desde bebê, fez sua primeira cirurgia na perna. Enquanto convalescia, montou um álbum de recortes sobre seu ídolo, o homem mais bonito do Brasil, o xodó de todas as mulheres, crianças e até avós: Bellini, zagueiro do Vasco e capitão da seleção brasileira recém-campeã do mundo na Suécia. Certo dia, a porta da casa onde ela morava com sua família no Leblon se abriu, e uma visita de surpresa disse: "Boa-noite". Era Bellini.

Como? Simples. Alguém que conhecia alguém que conhecia Bellini falou-lhe da menina. Bellini tinha 28 anos e não chegava para as encomendas. Quando não estava treinando ou jogando pelo Vasco, tinha de viajar com a Copa do Mundo pelo país e levantar o caneco em festas e banquetes. Mas ele achou tempo para ver a garota, que ficou muda de emoção enquanto ele lhe contava histórias da Suécia.

Dois anos depois, em 1960, a menina encontrou Bellini na rua, em Copacabana. Ele a reconheceu e ela lhe disse que, no dia seguinte, iria fazer sua segunda (e última) cirurgia. Bellini se interessou. Dali a dias, ligou para o hospital para perguntar como estava. Ao saber que brevemente ela iria para casa, deu um tempinho e foi visitá-la de novo, desta vez levando bombons. Era assim que ele era.

Passaram-se anos. Celia se tornou a violonista, arranjadora e maestrina Celia Vaz, uma das musicistas mais completas do Brasil e com sólida reputação no Japão, na Europa e nos EUA, muito maior do que em seu país.

Sábado último, após intermediação de amigos, Celia foi a São Paulo para encontrar Bellini e sua esposa Giselda, dar-lhe um beijo e retribuir os bombons. O intervalo de mais de 50 anos -o próprio Bellini tem hoje 81- não impediu que a emoção desandasse e as lágrimas de todos descessem pelos rostos e sobre o estojo da Kopenhagen.

Ruy Castro

Blog:
O capitão Hideraldo Luiz Bellini, nasceu em Itapira em 07 de junho de 1930. É um dos 9 irmãos filhos do casal Hermínio Bellini e Carolina Levatti. É casado com Giselda Rodrigues de Oliveira, pais de Carla e Hideraldo Júnior.

ER









VOLTANDO A COMPOR JUNTOS

Isso ainda poderá dar samba:

Por mais que isso irrite os adeptos de ambos os partidos, PT e PSDB são partidos com o mesmo berço, e seus militantes mais antigos tiveram dúvidas para escolher entre um e outro. A quebra do ódio dos últimos anos é boa não apenas por melhorar a educação política mas também por reduzir a importância dos partidos de aluguel, que vendem apoio para garantir a maioria de quem está no poder.
Se os partidos importantes puderem conversar, buscar o consenso, colocar-se acima da luta eleitoral, a necessidade de comprar apoio cai dramaticamente.

Brickmann

MUDANÇA EM CAMPINAS



Dr. Hélio, não é mais o prefeito de Campinas. Com 32 votos ele teve o mandato cassado na madrugada deste sábado (20), por conta das denúncias de corrupção que envolvem o primeiro escalão da Prefeitura Municipal. A sessão especial de julgamento do relatório da Comissão Processante (CP) durou cerca de 45h. Apenas o vereador Sérgio Benassi (PCdoB) foi contrário à aprovação.
Dr. Hélio (PDT) é muito chegado ao Zé Dirceu e Lula, que sempre sairam em sua defesa, o que não foi de grande valia. Os vereadores do seus Partido e também os do PT, votaram pela sua cassação. (afinal,no próximo ano teremos eleições).
Mesmo que com tênue sinal, parece que algo começa a mudar no País.

ER

MÁQUINA DO TEMPO

DEVOLUÇÃO