quinta-feira, 21 de julho de 2011

DISCO DE VINIL

Post da Mahbet1

Falando em Disco de Vinil...

BEATLES DE 1 A 100 Livro com introdução de Elvis Costello reúne as melhores canções dos rapazes de Liverpool. Edição de luxo traz fotos, história e comentários dos músicos. O ano de 1967 marca a gravação da primeira e da centésima melhor música dos "rapazes de Liverpool" segundo o livro "THE BEATLES"__As 100 Melhores Canções" edição especial para colecionadores lançada este mes no Brasil pela Rolling Stone (preço:C$ 19,90. Com introdução escrita por Elvis Costello, a publicação de 115 páginas é de alegrar os olhos dos fãs e admiradores da banda britânica. Em um inspirado texto, o cantor e compositor conta ao público sua história pessoal com o grupo."Ouvi falar dos Beatles pela primeira vez quando eu tinha 9 anos",começa ele, para então concluir que, em determinado momento, as músicas de Lennon e cia. não eram mais deles_"elas pertenciam ao mundo" "AS 100 Melhores Canções" traz um intenso trabalho de pesquisa e memória. Cada uma das músicas ali registradas é acompanhada por histórias, lembranças da época em que foram lançadas e relatos dos próprios integrantes dos Beatles e de astros como Bob Dylan. Uma rica coleção de imagens_que cobre desde gravações e compromissos até momentos íntimos do quarteto inglês_completa o pacote, feito para ler e ouvir. Artigo de Thaís Azevedo (do jornal Metro). Completando: Elvis Costello é um cantor compositor e músico britânico. Nasceu em Londres, mas em 1971 mudou-se para Liverpool com a mãe e lá formou sua primeira banda "Flip City". É casado com a cantora de jazz canadense Diana Krall(maravilhosa!). Certo crítico escreveu que Costello é a enciclopédia do Pop. Sempre admirou os Beatles, desde sua mudança para Liverpool. A força dos Beatles é algo impressionante...Hoje ouvi que uma foto tirada por um adolescente nos anos 70 foi vendida por CR$500.000.

Mahbet1

FRASE ABOBRINHA DO DIA

Tudo é passageiro. Exceto o motorista e o cobrador.

Popular

MAIS UM TUCANO BATE ASAS

Trata-se de uma questão pessoal e que normalmente não apareceria no "viver é perigoso". Porém, como o assunto vira e mexe é comentado no blog, levamos ao conhecimento geral.
Não deixamos o partido por divergências pessoais. Sempre mantivemos um relacionamento cordial com todos os companheiros.
Desde há muito nos sentiamos desconfortáveis com a ausência de uma posição partidária definida.
Gritamos até a rouquidão.
Continuaremos a buscar o melhor para a terrinha. Livres, rebeldes e desatrelados, sem provocar constrangimentos para ninguém.
Continuam lá bons camaradas.

Itajubá, 18 de julho de 2011

PSDB – Minas Gerais

Ref. Desfiliação Partidária

Prezados Senhores,

Solicito de V.Sas a gentileza de providenciarem a minha desfiliação do PSDB, onde tive a honra de participar por longos anos, mais diretamente na minha Cidade de Itajubá, onde continuam atuando grandes companheiros.

Como não poderia deixar de ser, continuaremos, dentro de nossas possibilidades, a lutar pelo engrandecimento da nossa Cidade.

Deixamos registrado o nosso reconhecimento pela maneira respeitosa e cordial que sempre nos foi dispensada pelos dirigentes do PSDB.

Atenciosamente,

Edson José Riera

DURMA COM UM BARULHO DESSES !

Deu no Coronel

É geral. É arquibancada. É cadeira cativa. Ninguém se salva. Salve-se quem puder. Lula buscou a Copa do Mundo e a Rio 2016 e nos condenou a um buraco de. por baixo, R$ 50 bilhões, sem o trem-bala. Desta soma absurda, R$ 10 bilhões escorrerão pelo ralo da corrupção. Foi assim no Pan, que deveria custar R$ 400 milhões e acabou custando quase R$ 4 bilhões. Está nos jornais. O petista Agnelo Queiroz, que era Ministro dos Esportes, atualmente governando o Distrito Federal, está com os seus bens indisponíveis, por ter participado de uma falcatrua de milhões no aluguel da Vila do Pan. De brinde, como um penduricalho, vieram os risíveis Jogos Mundiais Militares, uma fraude esportiva, uma fraude promocional. O país está enterrando R$ 1,5 bilhão nesta pouca vergonha que estamos assistindo, onde atletas olímpicos, atletas profissionais, atletas de ponta receberam divisas militares para vencer competições.
Kassab, prefeito de São Paulo, acaba de conceder R$ 420 milhões para a construção do Estádio 24 horas, que somente terá serventia para abrir a Copa. Isso se abrir, porque não há confirmação alguma. Publicamos ontem um post que mostra que esta renúncia fiscal representa 10% de tudo o que a prefeitura gastou em saúde, em 2010. E que o valor é mais de 3% de toda a arrecadação paulistana. O prefeito diz que isto vai gerar R$ 1,5 bilhão de receita para a cidade. Conversa mole. Conversa fiada, quer dizer, cara, muito cara. O ISQN de São Paulo é no máximo 5%. Para recolher R$ 1,5 bilhão, precisaria haver um gasto de R$ 30 bilhões. Vamos fazer de conta que 200.000 pessoas estarão na cidade por 15 dias, em função da Copa do Mundo. Cada uma terá que gastar R$ 10 mil por dia para recolher R$ 1,5 bilhão de impostos. Alguém vai dizer que o município se beneficiará pelas transferências compulsórias estaduais e federais, mas isto dará mais ou menos a mesma coisa que a arrecadação própria. Portanto, para gerar R$ 1,5 bilhão, cada um dos 200.000 visitantes estimados deverá gastar R$ 5 mil por dia. São Paulo é uma cidade cara, mas este valor está 20 vezes maior do que a média do turismo mundial.
Por fim, Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, vai pagar R$ 70 milhões por 20.000 cadeiras, que serão utilizadas por um dia, na abertura da Copa. Isto dá um valor de R$ 3,5 mil por cadeira! Não, elas não serão compradas, serão alugadas, retiradas pelo fornecedor depois da competição.“O que o Estado vai fazer é dar apoio logístico ao evento de abertura da Copa e não ao estádio do Corinthians. Após a realização dos jogos, essa estrutura será retirada. Nenhum parafuso ficará com o Corinthians”, orgulhava-se o pomposo Emanuel Fernandes, secretário estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional e coordenador do Comitê Paulista da Copa. Alguém que diz uma merda destas deve achar que o eleitor tem um parafuso a menos na cabeça.

Então, meus caros e caras, o nosso problema não é só o PT e o PR, infelizmente. O nosso problema são os políticos de forma geral que perderam a vergonha na cara. Os seus governos estão cheios de técnicos ganhando salários altíssimos e muito mais capazes do que este blogueiro para fazer contas antes de tomar este tipo de decisão. Não fazem porque não querem. Não fazem porque o Brasil tem um povo burro, sem educação, sem cultura, sem instrução, sem cidadania, sem vergonha na cara também, esta é a grande verdade.Tem gente muito culta botando camiseta de time paulista para discutir o estádio do Corinthians. A web já está cheia de piadinhas de corintiano levando vantagem. Vai esperar o quê de um povo destes?

Coronel

NINGUÉM AGUENTA MAIS

O suiço Mathias Poehm, que cansado das maçantes apresentações, fundou o Partido Anti-Power Point. Se o Partido chegasse ao Brasil,desconfio que a adesão seria significativa. Quem nunca se sentiu exausto ao assistir apresentações enfadonhas,longas e prolixas ?
Segundo o suíço, aproximadamente 250 milhões de pessoas em todo mundo são obrigadas a assistir apresentações cansativas nas empresas. No Brasil, não é diferente. Segundo estimativas da Microsoft, cerca de 50 milhões de pessoas usam o programa.
Muitos projetos morrem na praia porque na "hora H" as pessoas se escondem atrás do Power Point e transferem para ele a responsabilidade de "vender" suas ideias. 

(trecho de artigo publicado no O Globo)

ER

MACACO SIMÃO

Deu hoje no Zé Simão na Folha:

Urgente ! O esculhambador-geral da República ! Placa de quitanda em Pouso Alegre:

"Temos frango de granja, caipira, sertanejo e sertanejo universitário."

ER

TOMOU O BARCO

Alex Steinweiss, o americano que na década de 1930 lançou a ideia de incluir desenhos artísticos nas capas dos discos, morreu no domingo em Sarasota (Flórida, sudeste dos Estados Unidos) aos 94 anos, informou nesta quarta-feira (20) sua galeria à AFP.
Nascido no Brooklyn, Nova Iorque, em 1917, filho de pais imigrantes da Varsóvia e Riga, Steinweiss foi contratado em 1939 para desenhar anúncios para o selo Colúmbia.
Contudo, logo de início passou a desenhar capas originais e coloridas para os álbuns. Até então eles eram negros ou marrons e pareciam álbuns de fotos. Daí o fato de serem chamados 'álbuns'.
A primeira ilustração de Steinweiss foi para um disco de Rodgers e Hart, no qual ele reproduziu a entrada de um teatro em Nova Iorque com os nomes dos artistas em letras luminosas.

Blog: O zelador não se acanha de dizer que tem em sua casa uns 200 LP´s de vinil. Alguns são raros. As capas contam uma história à parte.

ER



MARCAS DE BATON


Post Aldo 

MARCAS DE BATON NO BANHEIRO


Numa escola pública estava ocorrendo uma situação inusitada: meninas de 12 anos que usavam batom, todos os dias beijavam o espelho para remover o excesso de batom.O diretor andava bastante aborrecido, porque o zelador tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao final do dia. Mas, como sempre, na tarde seguinte, lá estavam as mesmas marcas de batom... Um dia o diretor juntou o bando de meninas no banheiro e explicou pacientemente que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas marcas que elas faziam. Fez uma palestra de uma hora.No dia seguinte as marcas de batom no banheiro reapareceram...No outro dia, o diretor juntou o bando de meninas e o zelador no banheiro, e pediu ao zelador para demonstrar a dificuldade do trabalho. O zelador imediatamente pegou um pano, molhou no vaso sanitário e passou no espelho. 
 
Nunca mais apareceram marcas no espelho !
Tem pessoas para quem não adianta explicar. Temos de desenhar.

Post Aldo (texto web)

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

Princesa Izabel e Conde D´Eu - Estiveram na terrinha em 1868

UM ESTOURO