sábado, 2 de julho de 2011

TOMOU O BARCO

Aos 81 anos tomou hoje o barco em São Paulo, o grande político mineiro e atual Senador da República, Itamar Franco. Homem de posições firmes, teimoso muitas vezes e responsável pelo início do projeto que estabilizou a economia brasileira. Raramente foi reconhecido por isto.
Havia começado muito bem o seu mandato de Senador, utilizando de toda a sua experiência e firmeza política.
Sem dúvida o Estado de Minas Gerais e o Brasil, perdem uma de suas referências.

ER 

NOVAMENTE VÍTIMA DE AGRESSÃO !

Esta postagem está sendo feita feita exatamente às 03:00 horas da madrugada de sábado, dia 02/7/2011. (mais uma hora e o dia começará a amanhecer e quase todos sem conseguir dormir)
Novamente o Bairro da Boa Vista(e com certeza outros bairros vizinhos (não falaremos do Asilo) está sendo agredido por um lixo sonoro vindo do Parque de Exposições.
Irresponsáveis os promotores do altíssimo e destrambelhado ruído que invade ruas e lares que avança  nosso bairro madrugada a dentro.
A Prefeitura deve ter concedido um descabido alvará (não tem noção do que se passa). O  Sindicato Rural, cúmplice do ataque, deve estar amealhando uns trocados com o aluguel. A Polícia não deve estar nem aí para o absurdo baticum.
Outras autoridades...Deixa para lá !
Crime contra um povo cansado e pacato. Onde iremos parar ? Não sabemos
Estamos chegando no limite da paciência.
Só nos resta lutar na justiça (?) para a lacração do local.
Terrinha sem dono, sem lei, sem ordem e sem respeito.

ER 

SITUAÇÃO DA "VERDINHA" ESTÁ PRETA

A cotação do dólar comercial fechou ontem em baixa de 0,26%, a R$ 1,558 na venda. Com isso, a moeda norte-americana tem o menor valor desde janeiro de 1999.

Em priscas eras, um grande amigo, hoje bem sucedido médico oftalmologista, resolveu inovar. Andava com a sua carteira lotada de cédulas de um dólar. Sempre que era abordado por um pedinte ou guardador de carros, sacava do carteirão de couro de crocodilo e entregava 1 dólar para o "companheiro atravessando dificuldade financeira" (politicamente correto).
O sucesso era imediato e total. No antigamente chamado "mercado negro" ou black, a verdinha valia o dobro.
Hoje, se o meu amigo desse uma caminhada pela Meca dos pedintes da terrinha (proximidades dos restaurantes do Robison e do Xandi) e caísse na besteira de ceder uma cédula de 1 dólar para um deles, com certeza ouviria a irônica pergunta: 
Que mal lhe pergunte, não irá fazer falta para o Doutor ?

ER 

FOI O QUE ACONTECEU

Coluna da Bárbara Gancia ontem na Folha.

SODOMA E GOMORRA 2.0

"...Fui cobrir o final da Parada Gay para a TVFolha e cheguei à rua da Consolação depois da chuva e da tentativa de arrastão. Encontrei um clima hostil. Metade das pessoas com quem tentei falar se recusou a mostrar a cara para a câmera e a outra fez questão de dizer que só estava ali na condição de observador. Não vi quase ninguém sóbrio. E o que tinha de gente se bulindo uma na outra ?
...Basta ver como agiam na parada os ditos "simpatizantes". Eles estavam lá para arrebentar. Porque aquela é a festa dos gays e, ali, naquele território, por definição, pode tudo. Está certo que cheguei em fim de festa, mas o que vi na Parada Gay 2011 foi algo próximo de uma suruba ao ar livre.
Nos primeiros anos, a parada tentava ser nova-iorquina. Depois, transformou-se em zoológico. Agora, "a maior parada gay do mundo" virou possivelmente uma das maiores esbórnias do planeta. Que espelha o país conservador, sem instrução e violento que a abriga.
Lamento informar, mas a Parada Gay de São Paulo não é esse motivo todo de orgulho que dizem. Por mais democrático que seja o seu transcorrer, está longe de mostrar uma vitória para os homossexuais."

Blog: Fez lembrar os últimos desfiles do "catraca de canhão" em Itajubá. Descambou e acabou sendo proibido pelas autoridades. Sobre a coluna da Bárbara Gancia, não duvido nada que, nesses novos tempos, ela seja processada pelos organizadores do desfile.

ER 

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE


Ian Fleming e Sean Connery


SEM SEGREDOS

Não se falou de outra coisa nos últimos dias nos escorregadios corredores de Brasília.
A intromissão de um hacker (um rapaz tratado por William) na caixa de emails da Dilma Roussef. Há quem tenha visto. Interessante que mencionaram 600 emails da caixa de entrada. Pergunto: e os enviados ?
Foi crime e poderá gerar confusões e contratempos diversos para muita gente.
Toda esta introdução para dizer que nunca fiz segredo de emails por mim recebidos ou enviados.
Em todos as empresas nas quais trabalhei, sempre tive o costume de deixar anotada a senha de acesso no terminal de vídeo.
Nunca tive gavetas com chaves e cofres com segredo.
Se o tempero da vida são segredinhos, aspectos nebulosos, cochichos, bilhetes e olhares sutis, devo ser um insosso desinteressante.
Tudo o que digo, escrevo ou recebo, poderá ser exposto ou repetido num alto-falante de praça pública. Querem coisa mais maçante e sem surpresas ? Tédio puro. 
Só existe algo que me preocupa: 
Inventarem um decifrador de pensamentos.
Estarei lascado. E com certeza, muita gente boa também.

ER 

CANTINHO DA SALA

Mondrian

VAI ENCARAR UMA QUENTINHA ?


A doceria La Vie en Douce (duas lojas em São Paulo) criou opções de bebidas e docinhos quentes para o inverno. 
Na foto, as "quentinhas" vendidas pela La Vie en Douce, que vêm recheadas com brigadeiros, bolos quentes e muito chocolate.
Entre as bebidas está o clássico submarino --chocolate em pedaço colocado no leite para derreter. Entre as opções de docinhos há o brigadeiro de colher quente . Outro sucesso de inverno é o bolo quente: o cliente pode escolher o tipo de bolo (fubá, banana ou chocolate) e combiná-lo com uma calda (caramelo de açúcar mascavo, hot fudge, brigadeiro ou frutas vermelhas). Quem preferir pode levar para casa o bolo inteiro  e, à parte, a calda.
As travessas com tampa forrada de tecido podem ser recheadas com pipoca coberta com chocolate, com dois brigadeiros à escolha ou ainda com seis bolinhos de fubá.
Os tecidos são estampados com desenhos de estilistas, o que faz com que as quentinhas estejam prontas para dar de presente.

Blog: Em São Paulo te pegam de todo o jeito. A minha quero com bolo de fubá e cobertura de caramelo de açúcar mascavo. Ah! e uns dois brigadeiros.

ER

CAI FORA !