sábado, 4 de junho de 2011

SOB A LUZ DE VELAS

O pacífico torna-se abarbarado ante do descaso que devasta o proveito compartilhado. Acautelemo-nos , pois, que, a ira coletiva é devastadora.

Anonymous K

GRANDE SHOW

Ouvido hoje no Mercado Municipal:

- Ô cumpadre quer dizer virão para cantar hoje em Itajubá um atual ministro e um ex ? Até que enfim uma duplinha afinada.

- Perá aí ! Num tõ sabendo.

- Uai, Milionário e Zé Rico

- Tô lá meu.

ER

INFORMAÇÃO É UM DIREITO SEU !

Deu no Jornal "O Sul de Minas" desta semana:

Desde sexta-feira, 27 de maio, a Prefeitura disponibiliza diariamente em seu site oficial, www.itajuba.mg.gov.br, por meio do link do portal Cidadão, informações orçamentárias e financeiras do Executivo. Atualizado diariamente,o Portal do Cidadão é uma exigência da Lei Federal 131/2009, conhecida como Lei da Transparência.

Blog: Poderemos analisar o balanço do Festival de Shows da semana pecuária promovido pela Prefeitura e Sindicato.
Segundo dados das autoridades, em 5 dias (pagos), comparecerão perto de 50.000 pessoas. Imaginando que 5% (2.500 pessoas) foram convidadas, pagaram ingressos (preço médio de R$15,00), 47.500 pessoas, gerando uma bilheteria de R$ 712.500,00.
Considerando a parcela de responsabilidade do Sindicato no evento e os recursos gerados com propagandas, etc, deverá sobrar um valor considerável para o município.
Aguardaremos a prestação de contas, que como disse o Jornal, é um direito nosso.

ER

FRASE DO DIA

Podemos estar diante de uma das maiores injustiças acontecidas neste país. Em um gesto de extraordinário despreendimento, um médico interiorano, desprezou um ganho médio mensal em torno de R$ 10 milhões, desfez de sua empresa e de forma quase franciscana, foi aventurar-se no planalto central, dedicando todo o seu tempo e sabedoria em busca da melhoria do povo brasileiro, em troca de um pequeno salário, suficiente apenas para cobrir os seus parcos gastos com a sobrevivência.

José Tipica 

BASTA ! VAMOS FALAR DE COISAS BOAS.

A VEJA desta semana mostra que o mega-apartamento que o ministro Palocci aluga há quatro anos, em São Paulo, de 640 metros quadrados, pertence a uma empresa de fachada que está em nome de um laranja de 23 anos, que mora em um casebre de fundos na periferia de Mauá, no ABC paulista, ganha R$ 700 por mês e teve o celular bloqueado por falta de pagamento.
Não obstante, ele é “donos” de um apartamentaço com quatro suítes, três salas, duas lareiras, todo ladeado por varandas, avaliado em R$ 4 milhões. Não se aluga um igual por menos de R$ 15 mil; o condomínio chega R$ 4.600, e a parcela mensal de IPTU é de R$ 2.300.
De acordo com 14º Ofício de Registro de Imóveis de São Paulo, ele pertence à Lion Franquia e Participações Ltda.
A Lion tem dois sócios: Dayvini Costa Nunes, com 99,5%, e Felipe Garcia dos Santos, com 0,5%. Felipe tem 17 anos e foi emancipado no ano passado.
- Dayvini e Felipe são laranjas.  A Lion não existe. Usou endereços falsos nos últimos três anos.

Veja

AINDA SOBRE A NÓDOA DE BANANEIRA

Zezinho,

Infelizmente temos tanta nódoa rolando por aí que já estamos até acostumando com elas. Deixando a metáfora de lado, o assunto que parece tão trivial é muito sério. Estamos sendo engolidos pouco a pouco e não fazemos nada ( eu não estou fazendo absolutamente nada para mudar essa situação ) para impedir ou quem sabe dificultar um pouquinho a ação dessas pessoas que chegaram pregando moral e agora só demonstram conhecer mesmo a imoralidade. Estamos diante de um paradoxo muito grande : se a economia continuar andando como está o povo vai continuar alheio a toda esse desrepeito da turma do lulapetismo. Como não interessa para ninguém ( muito menos para nós ) que a economia degringole, vamos ter que assistir esses senhores cada vez mais se aproveitarem do poder. Um abraço.

 Humberto.
(P.S. : Já voltei e logo vamos tomar um vinho.)

DISSE NADA COM SERENIDADE

Creio que ninguém esperava mais do que foi apresentado em entrevista pelo Ministro Palocci.
Não esclareceu e nem justificou nada.
Aparentemente o povo está pouco ligando para o caso. A quem interessa a sua queda ?
A Dilma não demonstra ter cacife para afastá-lo sem o aval do Luis Inácio. A oposição prefere um Pallocci acessível do que um pau mandado do Zé Dirceu. O PMDB, ainda mais agora, dará apoio a sua permanência. Será um eterno devedor de plantão.
O PT ? Ah, o PT com uma indicação aqui e outra ali se acalma.
A imprensa ? Amanhã ou depois aparecerá outra novidade.
Quem mais perdeu com toda a confusão ? Sem dúvida, Dilma.
Não sabia de nada e não pode fazer nada.
Tudo indica que depois que a poeira assentar, o velho Palocci pedirá demissão e retornará a dura e mal paga labuta de consultor.
O roteiro da novela não deverá mudar, exceto se surgir um repórter abelhudo que descubra e revele detalhes sobre os "serviços prestados".
E segue a vida com nós todos cheios de ouvir descalabros.

ER  

CANTINHO DA SALA

Miró - Mulher Sentada I - 1938 (coleção privada)

O MERCADO FAZEMOS NÓS

Em uma pequenina cidade do interior a reunião com o secretariado corria célere e produtiva. Repetidas exortações ao grande guia e mestre alcaide, que continuando de posse da palavra ordenou:

- Sr. secretário de obras, quero a imediata construção de 400 acessos para deficientes nos principais passeios públicos da cidade. É uma obra barata e chamará a atenção de todos. Nossa cidade não pode parar. Será o nosso pac.

Timidamente o secretário pedindo desculpas antecipadas pela sua ousadia, murmurou o seu argumento:

- Grande mestre e orientador mor, mil perdões, mas não temos tantos deficientes físicos assim na cidade, que justifique a construção de uma enormidade dessas de acessos.

Com ar de enfado, replicou pacientemente o alcaide:

- Estás perdoado nobre secretário. Sobre o assunto, já meditei e a minha solução é mágica e para ser preciso, cirúrgica.
E prosseguiu após uma pitada no seu baforento cigarro:
- Primeiramente quebraremos os passeios existentes nos locais onde serão construídos os quatrocentos acessos. Teremos o cuidado de deixar nos locais todo o entulho produzido. Em seguida construiremos somente 200 acessos.

Olhares atônitos dos membros da coesa equipe, como indagando: e dai ?

- Concluindo, meus caros, essas ruínas planejadas certamente produzirão lamentavelmente, com o decorrer dos dias, mais deficientes, pois muita gente irá tropeçar, torcer os joelhos e tornozelos.

- No final do ano concluiremos o nosso projeto. Aí sim, teremos um número ideal de utilizadores.

- Aplausos gerais.

Finalizou o sábio condutor de multidões, com uma frase que passará para a história:

- O mercado fazemos nós !

ER

JURISPRUDÊNCIA PETISTA

Eduardo Graeff escreveu: 
 
O PT toma distância de Antonio Palocci ao mesmo tempo em que reabilita Delúbio Soares. Qual a diferença?
A diferença, para cabeça petista, parece ser a seguinte: um pegou dinheiro em proveito próprio. Isso não pode. O outro pegou dinheiro para o partido ou a causa. Isso pode.
O problema é que, quando apaga a luz da prestação de contas pública, quem vai saber? Uma parte do dinheiro sempre perde o caminho da causa e vai parar em algum bolso privado. Como naquela conversa de Waldomiro Diniz com o bicheiro: uma bolada para campanhas do PT, um trocado para ele, Waldomiro.
E entre as consultorias de Palocci e José Dirceu, qual a diferença? Uma diferença é que o montante arrecadado por Dirceu ainda não veio à luz.
A regra de ouro nesse tipo de negócio é não ser pego.

Eduardo Graeff



PRATO TÍPICO DE BRASÍLIA