terça-feira, 31 de maio de 2011

QUE POEIRÃO !

Deu na Uai

A Ybaré Energia vai construir, em Pouso Alegre uma Usina Termelétrica (UTE) movida a gás natural com capacidade de 400 megawatts (MW). Serão investidos R$ 660 milhões, e as obras serão iniciadas no segundo semestre deste ano. O empreendimento já teve deferida a Licença Prévia (LP) pelos órgãos ambientais e deverá estar pronto para iniciar as operações em dois anos e meio.
Como a térmica vai produzir energia por meio de gás natural, ela ainda depende da construção de um ramal do gasoduto Sul de Minas, que é uma derivação do gasoduto Paulínia-Jacutinga. De acordo com o presidente da empresa, o governo de Minas assinou um termo de compromisso em que se comprometeu a levar o gás natural até Pouso Alegre. Deverá ser construída uma linha de transmissão interligando a usina e a linha de transmissão de Furnas.
A UTE Pouso Alegre, com localização às margens da rodovia Fernão Dias, será conectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN). A usina será instalada a 12,6 quilômetros do ponto de seccionamento previsto.

Blog: Será que precisa ? se sim, os engenheiros serão nossos, com certeza.

ER

FRASE DO DIA

" Chegam-se a determinados momentos, em que somente boa vontade é pouco."

José Tipica

O MUNDO GIRA

Temos ouvido sobre uma possível parceria entre a Unifei e Helibrás, quando a nossa escola (tratamento de burro sentimental) seria um (ou o) canal utilizado para atender os compromissos de nacionalização que teriam sido assumidos pela empresa.
Ouvimos (creio que via Prof. Horta no rádio), que talvez fosse interessante estender os estudos para as hélices ou pás, utilizadas em geradores de energia eólica.
Faz sentido.
Hoje, os jornais do país trazem uma nota oficial da empresa Tecsis, considerada a maior fabricante mundial de pás customizadas para geradores eólicos. (têm fábrica em Sorocaba-SP), anunciando que estaria recebendo um aporte de capital de R$ 480 milhões para expandir suas operações.
Será que, bem conversado, não sobraria nada para a nossa horta (sem brincadeiras) ?

ER

PEPINO ? TÔ FORA


Deu na Agencia Estado

O surto da bactéria Escherichia coli (E.coli) na Alemanha, que matou 14 pessoas até agora, foi classificado como "muito severo" pela Organização Mundial de Saúde (OMS). "Não sabemos qual é a origem do problema, mas estamos pedindo que todos países fiquem alertas e cooperem com as investigações", afirmou a médica Hilde Kruse, gerente do programa de segurança alimentar da OMS. "Este surto de E.coli é muito severo", afirmou.
Além das 14 mortes na Alemanha, centenas de pessoas permanecem internadas na Europa. A bactéria teria sido encontrada em pepinos orgânicos importados da Espanha, mas as autoridades ainda procuram a fonte exata da contaminação.
A imprensa local informa que há cerca de 1,2 mil casos suspeitos de contaminação com E.coli. Os casos de contaminação registrados até agora abrangem principalmente mulheres adultas.
No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acompanha a contaminação na Europa pela bactéria Escherichia coli (E.coli) por meio da rede Infosan, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Agencia Estado







.











O PASSADO SERIA PIOR ?

Erlich - El País

SABE O QUE FALA

Trecho de email recebido do Roberto (General) Osório

Trecho de entrevista concedida pelo neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho.
Sobrinho do arquiteto Oscar Niemeyer e filho do lendário neurocirurgião Paulo Niemeyer, pioneiro da microneurocirurgia no Brasi.
Com trinta e três anos de profissão, o Dr. Paulo entrou na Universidade Federal do Rio de Janeiro aos 17 anos. Quinze dias depois de formado, com 23 anos, mudou-se para a Inglaterra, onde foi estudar neurologia na Universidade de Londres.
De volta ao Brasil, fez doutorado na Escola Paulista de Medicina. Ao todo, sua formação levou 20 anos de empenho absoluto.
O Dr. Paulo chefia hoje os serviços de neurocirurgia da Santa Casa do Rio de Janeiro e da Clínica São Vicente, onde atende e opera de segunda a sábado, quando não há uma emergência no domingo, e ainda encontra tempo para dar aulas no curso de pós-graduação em neurocirurgia na PUC-Rio.

PODER: Existe uma discussão entre psicanalistas e psiquiatras, na qual os primeiros apostam na melhora por meio da investigação da subjetividade, e os últimos acreditam que boa parte dos problemas psíquicos se resolve com remédios.. Qual é sua opinião?

PN: Há casos de depressão que são causados por tumores cerebrais: você opera e o doente fica bem. Há casos de depressão que são causados por deficiência química: você repõe a química que está faltando e a pessoa fica bem. Numa época em que se fazia psicocirurgia existiam doentes que ficavam trancados num quarto escuro e quando faziam a cirurgia se livravam da depressão e nunca mais tomavam remédio. E há os casos que são puramente psíquicos,emocionais, que não têm nenhuma indicação de tomar remédio.

PODER: Existe alguma coisa que se possa fazer para o cérebro funcionar melhor?

PN: Você tem de tratar do espírito. Precisa estar feliz, de bem com a vida, fazer exercício. Se está deprimido, com a autoestima baixa, a primeira coisa que acontece é a memória ir embora; 90% das queixas de falta de memória são por depressão, desencanto, desestímulo. Para o cérebro funcionar melhor, você tem de ter motivação. Acordar de manhã e ter desejo de fazer alguma coisa, ter prazer no que está fazendo e ter a autoestima no ponto.

PODER: Você acha que a vida moderna atrapalha?

PN: Não, eu acho a vida moderna uma maravilha. A vida na Idade Média era um horror. As pessoas morriam de doenças que hoje são banais de ser tratadas. O sofrimento era muito maior. As pessoas morriam em casa com dor. Hoje existem remédios fortíssimos, ninguém mais tem dor.

PODER: Existe algum inimigo do bom funcionamento do cérebro?

PN: O exagero. Na bebida, nas drogas, na comida. O cérebro tem de ser bem tratado como o corpo. Uma coisa depende da outra. É muito difícil um cérebro muito bem num corpo muito maltratado, e vice-versa.

PODER: Você não vê contraindicações na manipulação dos processos naturais da vida?

PN: O que é perigoso nesse progresso todo é que, assim como vai criar novas soluções, ele também trará novos problemas. Com a genética, por exemplo, você vai fazer um exame de sangue e o resultado vai dizer que você tem 70% de chance de ter um câncer de mama. Mas 70% não querem dizer que você vai ter, até porque aquilo é uma tendência. Desenvolver depende do meio em que você vive, se fuma, de muitos outros fatores que interferem. Isso vai criar um certo pânico. E, além do mais, pode criar problemas, como a companhia de seguros exigir um exame genético para saber as suas tendências. Nós vamos ter problemas daqui para frente que serão éticos, morais, comportamentais, relacionados a esse conhecimento que vem por aí, e eu acho que vai ser um período muito rico de debates.

Poder: Você acredita em Deus?

PN: Geralmente depois de dez horas de cirurgia, aquele estresse, aquela adrenalina toda, quando você acaba de operar, vai até a família e diz: "Ele está salvo". Aí, a família olha pra você e diz: "Graças a Deus!". Então, a gente acredita que não fomos apenas nós.

Email (trecho) recebido do Roberto (General) Osório

ER

DOCE DESABAFO

Comentário da Caipirinha Anonymous

É.... enquanto o homem anda à cavalo o pessoar de PA ta na estrada do desenvorvimento. Isso é bão pra nois, logo PA neste ritmo, vira capitar, cidade grandona com metro, aeroporto, shopping e tudo e nois vai passear la e durmir aqui, passear la e durmir aqui, de vez em quando vamos em Caxambú ver as modernidades. Acho pelo andar das carroças que logo a Imbel vira uma cidade fantasma,o BE um ponto de encontro dos cavalheiros, a Unifei um zoologico, o parctec um parquinho com cavalinhos, charretinhas, e assim vamos, a penitenciaria um arbergue, a camara um barzinho,o trem bão este arraiar.

Caipirinha

AINDA A SIEMENS

Entrevista concedida hoje na Jovem FM pelo Prefeito e Secretário do Planejamento :

Bom e leve o questionamento feito. Perguntas mais esclarecedoras que as respostas. Impressionante como aparentemente questões importantes ainda estão no ar.

Normalmente o anúncio de implantação de uma empresa é feito no momento ou após a assinatura de um Protocolo de Intenções entre as partes envolvidas, ou sejam: Empresa, Município e Estado.

Todos os aspectos são pesados:

Compromissos da empresa: investimento, previsão de faturamento (parte dos impostos recolhidos retornam para o município), número de empregos diretos a serem gerados, perspectivas de empregos indiretos.
Compromissos do município: Cessão de área, infraestrutura, etc.
Compromissos do Estado: financiamentos, isenções ou redução de impostos. 

Pelo visto, tudo  está  bem encaminhado, porém ainda "de boca".

Uma declaração que tem sido muito repetida, tem soado desconfortável :
"A possível implantação da Siemens está sendo considerada um divisor de águas na história da cidade. Itajubá será dividida entre AS e PS (antes da Siemens e pós - Siemens)."
Não é real.
Claramente trata-se de uma desconsideração com todos outros grandes investimentos feitos anteriormente no município.

ER

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

E LÁ VÃO OS HOMENS...

Deu na EPTV

O prefeito de Pouso Alegre, Agnaldo Perugini, assina hoje terça-feira (31) o documento que vai oficializar a implantação de uma nova indústria no município. A Isofilme Indústria e Comércio de Plásticos LTDA terá um investimento previsto de R$ 108 milhões. As obras começaram há duas semanas e devem ser concluídas em maio de 2012. A expectativa é de que 160 empregos diretos e indiretos sejam criados e que o faturamento da empresa chegue a R$ 148 milhões anuais.
A assinatura acontece às 15h no gabinete do prefeito.

EPTV


SHOWMÍCIO DESTRAMBELHADO

Por falta de aviso não foi.
O zelador não arredou o pé da sua Boa Vista, mesmo com a ameaça da  invasão, madrugadas a dentro, de avalanche de ruídos e vozes de locutores alucinados.
Desta vez extrapolaram.
 Mesmo proibido por lei, os partidos do prefeito e do seu vice, com a participação de deputados, vereadores e outros próceres, deram a arrancada  para as eleições do próximo ano.
E tudo isso bancado substancialmente  pelos cofres públicos.
Todos já conhecem as palavras simples e comuns usadas nas trôpegas composições pseudo-sertanejas de hoje:
Amor, traição, olhar, jamais, beijo e a partir de ontem, "obrigado Dr. Jorge" e Sr. Kallás (creio que é secretário municipal). Foram exaustivamente repetidas.
Tivesse a cidade um mínimo de posicionamento político e o oba-oba teria sido disciplinado ou mesmo não acontecido.
Centenas de decibéis invadiram até às 2:00 horas da madrugada, quando terminou a festança, os lares do povo da Boa Vista (imagino também que de outros bairros próximos).
Terrinha aparentemente sem lei, com certeza sem fiscalização e caminhando celeremente para ser também sem recato.
Alguém precisa falar sobre isso.
Quanto a providências a respeito, não tenho esperanças a curto e médio prazo.
Lamentavelmente, os que poderiam corrigir ou disciplinar o evento estapafúrdio, residem longe do local.
Com certeza repousam nas verdejantes e bucólicas alamêdas do bairro Pinheirinho.
Pouco ou nada sabem sobre o que acontece na planície e em sua maioria, por méritos conquistados, não necessitam deixar os seus lares de madrugada para bater ponto nas portarias de fábricas.
Tentaremos sobreviver até domingo.
Em tempo: Teve até o hino nacional.

Zelador
    

UM AMIGO LEVE


Escreveu a Danuza Leão na Folha de domingo:

"...Qual a primeira qualidade que deve ter um amigo? Bem, além das clássicas, como lealdade, fidelidade, discrição sobre intimidades que ouviu nas horas do aperto, disponibilidade para escutar as histórias, bom humor, e mais o quê? Leveza. Ter um amigo leve é uma benção dos céus.
Não espere dele considerações sobre a vida e a complexidade dos sentimentos humanos,mas ninguém será melhor companhia para jantar, viajar, conviver, do que um amigo leve. Já pensou, passar três dias seguidos com um amigo profundo? Se estiverem tomando banho de mar, ele pode se lembrar do tempo em que era criança, falar da relação que tinha com a mãe e o pai, e daí para cair no divã é um pulo; eles gostam de falar como são tolos os banqueiros e políticos, que só pensam em dinheiro e poder e não compreendem que a vida real etc. etc., quanta profundidade.
Com essa mania, quando estão numa rede em frente à praia, comendo um camarãozinho frito e tomando uma cerveja estupidamente gelada, se esquecem de que nessa hora o bom é não pensar em nada.
É isso que faz um amigo leve; ele não diz nada, apenas usufrui a vida, e quem tiver a sorte de estar perto dele vai ter momentos de grande felicidade - ou pelo menos quase isso.
Com um amigo assim, até a vida fica mais leve.

Danuza

EMPRÉSTIMOS E MUITA REZA

Do Nouriel Roubini ( o profeta do apocalipse econômico )

"Os paises que formam os "Piigs" (Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha) sofrem com o peso cada vez mais insustentável de dívidas pública e privada.

A Grécia está claramente insolvente. Mesmo com um pacote draconiano de austeridade, de valor equivalente a 10% de  seu Produto Interno Bruto, a dívida pública grega deve atingir 160% do PIB.

Portugal, onde o crescimento passou uma década estagnado, está experimentando uma calamidade fiscal em câmera lenta, que resultará em insolvência do setor público.

Na Irlanda e na Espanha, a transferência de imensos prejuízos do sistema bancário para o balanço do governo, somada a dívidas públicas já em alta, deve, no futuro, resultar em insolvência do setor público...

Blog: E agora ?

ER

O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS

Recebido por email do Walter Bianchi

Texto do Mário Coelho Pinto de Andrade (poeta angolano) - Também dizem que é do escritor Ricardo Gondim. É bonito.

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas. As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte. Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha. Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário-geral do coral. As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...
Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, que não se encanta com triunfos, que não se considera eleita antes da hora, que não foge de sua mortalidade.
Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade! O essencial faz a vida valer à pena.
E para mim, basta o essencial!

O corolário é este aqui, da genial Clarice Linspector

Não tenho tempo pra mais nada. Ser feliz me consome muito.

(Enviado via email pelo Walter Bianchi)


DESVIO NO SÃO FRANCISCO

O TCU (Tribunal de Contas da União) encontrou indícios de fraude de R$ 29,9 milhões na execução do contrato de gerenciamento de uma das principais obras do PAC, a transposição do rio São Francisco. Do valor calculado pelos técnicos do tribunal, em relatório aprovado em abril, R$ 27,5 milhões (92%) foram pagos pelo Ministério da Integração Nacional para provavelmente remunerar profissionais "fantasmas.