quarta-feira, 4 de maio de 2011

UMA FÁBULA

Post de 29 de maio de 2010 - Comentado hoje novamente.

(texto enviado por Antonio Romane para o blog da jornalista Maria Helena Rubinato Rodrigues de Souza)

O coelho vinha correndo pela floresta quando viu uma girafa acendendo um cigarro de maconha. Então ele parou e disse:

- Dona girafa, para de fumar isso aí e vamos correr pela floresta, você vai ver como ficará em forma.

A girafa pensou, jogou o cigarro fora e foi correr com o amigo.

Pouco mais à frente, eles encontraram um urso cheirando cola. E o coelho, de novo:

- Oh, seu urso deixa disso ! venha correr com a gente para ficar em forma ! O urso colocou a lata de lado e foi correr com eles.

Mais para frente, encontraram um elefante se entupindo de cocaína.

- Oh, elefante, não perca o seu tempo com isso ! Venha para uma vida saudável correndo pela floresta.

E o elefante se juntou ao grupo.

Metros adiante estava o leão, viciado em heroína, com uma seringa.

- Oh, grande rei, para de fazer isso e vamos entrar em forma !

O coelho levou tremenda patada, voou longe, caiu de olhos esbugalhados.

Os animais, revoltados, perguntaram ao leão:

- Você está louco ? Por que fez isso com ele ?

E o leão respondeu:

- Toda vez que esse coelho FDP toma ecstasy me faz correr como um idiota pela floresta inteira.

ER

CONTA GOTAS

1 - Donos do País - O prazo dado pelo Ministério Público terminou nesta terça-feira; procuradores viram irregularidades na cessão do documento e devem entrar com ação judicial para obrigar parentes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a devolver passaportes diplomáticos concedidos nos últimos dias do governo do petista.

2 - Pobre homem - O empresário Eike Batista disse que pretende ser o homem mais rico do mundo. A afirmação foi feita em entrevista na conferência anual do Milken Institute's, centro de estudos sediado na Califórnia, nos Estados Unidos. Preciso competir com o sr. Slim (o mexicano Carlos Slim, que lidera o ranking de bilionários da revista 'Forbes)", afirmou o milionário brasileiro: "Não sei se vou ultrapassá-lo pela direita ou pela esquerda, mas vou passá-lo", completou.

3 - Será quinze e pronto - Não ouvi, mas soube que o vereador Sebastião Silvestre afirmou em entrevista à Futura FM, que já está decidido internamente que a futura câmara terá 15 vereadores. A "consulta" que está sendo feita pelo site do legislativo local, marca hoje 88% para 10 e 12% para outras propostas (para 15, um total de 5%). Repetindo a opinião do blog: esqueçam isso. No momento só irá chatear. Na próxima veremos quem estará lá. 

4 - Às vezes é necessário, para entender certas peculiaridades da política brasileira atual,  voltar ao passado. Dizem que Napoleão Bonaparte, em certa ocasião, escolheu para a chefia de seu Estado-Maior um cavalheiro notório, de péssima reputação. O marechal Ney, comandante da Velha Guarda, homem correto, honrado, um dos militares de mais prestígio junto a Napoleão, protestou. Napoleão explicou-lhe: "Eu sei que ele é um canalha, mas há certas coisas que são necessárias e que só um canalha faz".(Brickmann)

5 - Temos assistido algumas partidas disputadas na europa. Sejamos realistas: Contra o Barcelona, Real Madrid, Manchester, Chelsea, Arsenal, Bayer de Munich, Internazionale e outros menos votados, algum time brasileiro teria a mínima chance ? Nenhuma, zero, nada. Em termos clubísticos (o que irá prevalecer com o tempo), nós estamos na rabeira.

ER 




  

ODEIO PREPOTÊNCIA

Email recebido do Alaor - efei73 

O texto abaixo foi publicado na quinta-feira  passada no Facebook de Paloma Jorge Amado. 
 
Era 1998, estavamos em Paris, papai já bem doente participara da Feira do Livro de Paris e recebera o doutoramento na Sorbonne, o que o deixou muito feliz. De repente, uma imensa crise de saude se abateu sobre ele, foram muitas noites sem dormir, só mamãe e eu com ele. Uma pequena melhora e fomos tomar o aviao da Varig (que saudades) para Salvador.
Mamãe juntou tudo que mais gostavam no apartamento onde não mais voltaria e colocou em malas. Empurrando a cadeira de rodas de papai, ela o levou para uma sala reservada. E eu, com dois carrinhos, somando mais de 10 malas, entrava na fila da primeira classe. Em seguida chegou um casal que eu logo reconheci, era um politico do Sul (nao lembro se na época era senador ou governador, já foi tantas vezes os dois, que fica dificil lembrar). A mulher parecia uma arvore de Natal, cheia de saltos, cordões de ouros e berloques (Calá, com sua graça, diria: o jegue da festa do Bonfim). É claro que eu estava de jeans e tênis, absolutamente exausta. De repente, a senhora bate no meu ombro e diz: Moça, esta fila é da primeira classe, a de turistas é aquela ao fundo. Me armei de paciência e respondi: Sim, senhora, eu sei. Queria ter dito que eu pagara minha passagem enquanto a dela o povo pagara, mas nao disse. Ficou por isso. De repente, o senhor disse à mulher, bem alto para que eu escutasse: até parece que vai de mudança, como os retirantes nordestinos. Eu só sorri. Terminei o check in e fui encontrar meus pais.
Pouco depois bateram à porta, era o casal querendo cumprimentar o escritor. Não mandei a putaquepariu, apesar de desejar fazê-lo, educadamente disse não. Hoje, quando vi na tv o Senador dizendo que foi agredido por um repórter, por isso tomou seu gravador, apagou seu chip, eteceteraetal, fiquei muito retada, me deu uma crise de mariasampaismo e resolvi contar este triste episódio pelo qual passei. Só eu e o gerente da Varig fomos testemunhas deste episódio, meus pais nunca souberam de nada…

Blog: Para quem não lembra, o zé mané político mencionado é o Maria Loca.

* Paloma Jorge Amado é psicóloga e define a sua preferência política desta forma. “Sou livre pensadora. Odeio tudo que é contra o povo, reacionário, retrógrado, preconceituoso. Se tivesse que escolher uma ala, escolheria a das Baianas.”

FRASE ABOBRINHA DO DIA

 
O que o dinheiro faz por nós não é nada em comparação com o que nós fazemos por ele.
 
Millor


CARTÃO CORPORATIVO

ENGULA ANTES DO ALMOÇO

Não se trata de prescrição médica.
São os noticiários de rádio das FM´s da cidade. Creio que exista uma lei municipal estabelecendo o horário de realização, das 11:00 às 12:00 horas.
Algum artigo da tal lei, deve obrigar que sejam entrevistados semanalmente, um representante dos Bombeiros, outro da Polícia Militar, o gerente da Santa Casa, o gerente da Valônia, o presidente da CDL e pelo menos um Vereador.
Segundo os apresentadores, "milhares" de perguntas e denúncias são encaminhadas pelos queridos ouvintes. Dez em cada nove questionamentos se referem a buracos existentes nas ruas e também criação de quebra-molas.
Também deve constar da famigerada lei municipal, que nenhuma emissora poderá dar sequência ou aprofundar sobre algum assunto tratado primeiramente por outra.
Se algum empreendimento a ser instalado na terrinha for noticiado em primeira-mão por uma rádio, tal acontecimento não existirá jamais para outra co-irmã ou concorrente.
Em termos internacionais, se a morte do Bin Laden foi noticiada por uma delas, o terrorista praticamente passará a gozar de boa saúde para outra ou até mesmo ter sido visto passando férias em Campos do Jordão, por um repórter de outra. 
Com raras exceções, melhor seria a realização dos programas das 23:00 às 24:00 horas. As empolgantes entrevistas poderiam acelerar o sono de muita gente.
Conhecendo-os, tenho a impressão que os responsáveis pelas emissoras e pelos programas, também não estão satisfeitos com o que estão ouvindo.

ER

ELES DISSERAM...

Dora Kramer, hoje no Estadão:

"...Qualquer pessoa com algum senso de observação, capacidade auditiva razoável e zero compromisso com a manutenção das aparências, percebe que o PSDB está conflagrado e prisioneiro das próprias contradições.
Na impossibilidade de produzir um entendimento produtivo, as lideranças resolveram negar a crise. Nenhuma delas se arrisca a uma análise franca da situação, porque são tantas e tão profundas as escaramuças, que abrir o jogo para tentar arrumar a casa pode significar a deflagração de uma guerra interna por hegemonia, que ninguém ali tem coragem de bancar.
Uma espécie de tentativa de que as circunstâncias e o tempo se encarreguem da omelete sem que em momento algum se quebrem os necessários ovos.
E assim segue o partido refém do autoengano, acreditando na ilusória realidade que construiu para si de que não é necessário correr riscos, ultrapassar obstáculos nem imprimir esforços, pois a sorte lhe será madrinha e sozinha vai se encarregar dos fatos."

Blog: O "viver éperigoso" vem falando sobre o assunto desde o início de 2010, bem antes das eleições. Recebe diariamente emails, cartas e telefonemas, com acusação de traidor, etc. O pior cego é o que não quer ver.

ER 

PHOTOGRAPHIA NA PAREDE

O BÊBADO MODERADO

Do Lula Falcão:

Ele foi ao bar beber com moderação. Com moderação, tomou a primeira, a segunda, a terceira. Moderadamente, pediu a quarta, a quinta, a sexta. Cada vez mais moderado, encheu a cara.
Sim, existe o bêbado moderado. Quando mais bebe, mais moderado fica. Aos poucos, enquanto os outros se exaltam, ele perde a estridência, busca o acordo, tenta apaziguar os ânimos. Com sucessivos e moderados goles, ele fala para dentro, quase ninguém entende, mas está sempre batendo nas costas do interlocutor, pedindo calma e bom senso.
O bebedor moderado já é um alcoólatra moderado há uma mais de duas décadas. Bebe moderadamente como poucos. Sua predisposição ao diálogo, no entanto, nunca é abalada pelo álcool. Pelo contrário. Ele está ali para evitar conflitos, mediar desentendimentos, sugerir saídas. Diante de posições exaltadas, tenta encontrar uma terceira via, um ponto em comum, uma solução satisfatória e, obviamente, moderada.
Suas intervenções mais comuns: “não foi assim tão grave”, “ela não quis dizer isso”, “vamos parar com essa história”, “foi sem querer”, “essas coisas acontecem” e, mais importante, nunca se cansa de pedir moderação aos amigos que, segundo sua visão turvada, estão bebendo sem método. A lógica é simples: bebida é uma coisa; moderação é outra. As duas podem se encontrar exemplarmente quando se fica embriagado. Nessas horas, ele não para. Continua a beber de forma ainda mais moderada, entre a ponderação e a aquiescência.
Só para ele, o conselho dos rótulos – “beba com Moderação” – parece ter algum sentido e nenhuma hipocrisia.

Lula Falcão

Blog: Aqui na terrinha, mais precisamente na Boa Vista, temos um desses. Conhecido como Luizinho "pano quente".

ER 



SEGUINDO O RASTRO

- Ô cumpadre, já tem uns dois meses que ando seguindo o rastro do Governador Anastasia. Tem passado por perto todas as semanas, mas nada de aportar na terrinha.

- Num brinca Siô ?

- É um tal de inaugurar obras, assinar convênios, lançar pedra fundamental, receber homenagens e por aí afora. Esteve em Pouso Alegre, Santa Rita, Cachoeira de Minas, Paraisópolis, São Lourenço, Lavras, e tantas outras. Varginha então nem se fala.

- E nóis ?

- Fazer o que aqui ? Inaugurar muro ?  

- Estou desconfiado que ele está se reservando para a inauguração da Siemens ou do Parque Municipal.

- Éh... não irá aparecer tão já.

ER