quarta-feira, 27 de abril de 2011

ELES DISSERAM...

 "O apelido dele é Maria Louca, às vezes mais louca do que Maria, às vezes mais Maria do que louca".

Orestes Quércia







JÁ DECLAROU O SEU ?


Em todo o mundo, em todos os tempos, mesmo os cidadãos mais honestos não se sentem desonestos quanto tentam fraudar taxas e impostos. Isso se deve à consideração mais ou menos internacional de que todos os governos são desonestos e ...impostores.

Millor

LIVRO, PRESENTE DE AMIGO

HONRA O TEU PAI

Gay Talese - Nova Edição (Companhia das Letras)

Leitura quase que definitiva sobre a máfia. Um clássico que narra a asscensão e queda de uma das grandes famílias da máfia italiana, Após sete anos de pesquisa, Gay Talese, revelou a estrutura e os mecanismos internos do crime organizado nos Estados Unidos. Imperdível.
Trecho:

"...Na história da Sicília havia um único caso admirável em que a população miserável e sofredora, foi capaz de organizar uma bem sucedida revolta nacional contra os seus opressores, na época os franceses. O motivo da rebelião se deu na segunda-feira de páscoa de 1282, quando um soldado francês estuprou uma moça siciliana no dia do seu casamento. De repente, um grupo de sicilianos retaliou massacrando um pelotão de soldados franceses, e à medida que a notícia ia chegando a outros sicilianos, mais soldados eram mortos em cidade após cidade - e um frenético acesso de xenofobia rapidamente espalhou-se pela ilha, enquanto turbas alucinadas atacavam e matavam todos os franceses que encontravam. Milhares de franceses foram assassinados em poucos dias, e alguns historiadores locais afirmavam que datava dessa ocasião o surgimento da Máfia, cujo nome proviria do grito aflito da mãe da virgem violentada, que corria pelas ruas bradando ma fia, ma fia, minha filha, minha filha. "

Talese

SENADO - CONSELHO DE ÉTICA

UM POUCO DE HISTÓRIA

Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon, podem chamar só de Pedro. Nasceu em Portugal e acompanhando seus pais, Sr. João e Dna Carlota, veio para o Brasil com 9 anos de idade. Aos 19 anos casou-se com Dna. Leopoldina, um menino ainda.
Foi nomeado Príncipe Regente aos 23 anos e Imperador aos 24 anos.
Aos 33 anos abdicou da coroa e voltou para a Europa. Foi imperador por apenas 9 anos (um pouco mais que dois mandatos de hoje).
Tomou o barco ( no mesmo palácio e na mesma cama em que nasceu) aos 36 anos.
Dos 19 aos 36 anos teve 18 filhos.
Além do português, falava o latim, francês, inglês e alemão. Tocava, piano, flauta, fagote, trombone, violino, clarinete, violão, lundu e cravo. Pintava e praticava escultura.
Namorava meio mundo.
Como as coisas eram corridas antigamente.

ER

TERMINANDO A LUA DE MEL

A Inflação batendo às portas, obras atrasadas ou adiadas e preocupação com o abastecimento de combustíveis,  começam a mostrar que os doces dias estão ficando na saudade.
Sorte do governo é a oposição esfacelada.

Escreveu ontem o Augusto Nunes:

"Sem saber atirar, Dilma Rousseff virou modelo de guerrilheira. Sem ter sido vereadora, virou secretária municipal. Sem ter sido deputada estadual, virou secretária de Estado. Sem ter sido deputada federal ou senadora, virou ministra. Sem ter inaugurado nada de relevante, virou gerente de país. Sem saber juntar sujeito e predicado, virou estrela de palanque. Sem ter tido um só voto na vida, virou candidata à Presidência. Eleita, não precisou fazer nada para virar, em 100 dias, uma superadministradora obcecada pela perfeição. O Brasil nunca foi um país sério. Mas só neste começo de século virou piada...."

Augusto Nunes




SÓ BLUES



Grande dica do paraense, Mestre Joca:

NINGUÉM TE CONHECE QUANDO ESTÁS NA PIOR...

"Nobody Knows You When You Are Down and Out" é um blues tradicional composto por Jimmy Cox em 1923 e gravado no mesmo ano por Bessie Smith, a primeira grande dama do blues, e era uma de suas canções prediletas. Teve várias versões e regravações ao longo dos anos, por exemplo as de B.B. King, Alberta Hunter ou Nina Simone.
E quando a gente pensa que já ouviu todas (ou quase todas...) versões desta música, eis que se surpreende com uma desconhecida. Foi o que ocorreu ao descobrir esta gravação feita em 1964 por Janis Joplin, acompanhada por Jorma Kaukonen, futuro guitarrista do Jefferson Airplane e Margareta Kaukonen, que usou uma máquina de escrever como instrumento de percussão. (Mestre Joca)
 
Uma vez tive a vida de um milionário,
Gastando meu dinheiro, eu não me importava...
Levava meus amigos para nos divertirmos
Comprando bebida contrabadeada, champanha e vinho.

Então comecei a cair tão baixo
Que não tinha mais amigos nem onde ir
Então se um dia eu tiver em mãos um dolar novamente
Eu vou segurá-lo com unhas e dentes

Ninguém te conhece quando você está na pior.
E no seu bolso nem um centavo
E amigos não se tem nenhum

Mas quando eu me restabelecer de novo
Vou encontrar meu velho amigo perdido
É estranho dizer, sem dúvida
Ninguém te conhece quando estás na pior

Quero dizer, quando você está na pior,
Sem um centavo, sem amigos
Eu caí tanto
Que ninguém me quer perto de suas portas
Sem dúvida, ninguém pode te usar quando estás na pior."

ER

FRASE ABOBRINHA DO DIA

“Todo aumento da inflação vai exigir que o governo tenha uma atenção bastante especial sobre as suas fontes e causas. Então eu quero dizer a esse conselho: o meu governo está diuturnamente, e até noturnamente, atento a todas as pressões inflacionárias, venham de onde vier, e fazendo permanente análise dela”.

Dilma Roussef

 

NUNCA ANTES NA HISTÓRIA...BLÁ, BLÁ, BLÁ...

Escreveu o Carlos Brickmann

A lenda oficial acaba de completar cinco anos: em 21 de abril de 2006, o presidente Lula anunciou que, como nunca dantes na história deste país, o Brasil era autossuficiente em petróleo. E tinha mais: o álcool tinha dado tão certo que até mudou de nome para "etanol" e seria o combustível renovável, ecológico - nunca dantes na história do mundo um programa brasileiro tinha sido um exemplo para tantos países. E tinha mais: o petróleo do pré-sal, que jorrava com abundância sempre que era preciso afogar más notícias para o Governo, e que, como nunca dantes na história do Universo, colocaria o Brasil, se quisesse, na Opep, a organização dos riquíssimos países exportadores de petróleo.
Agora, aos fatos: neste ano, devemos importar US$ 18 bilhões de petróleo (no ano passado, as importações foram de US$ 13 bilhões). E aquela abundância de petróleo que nos colocaria na Opep, se quiséssemos, somada às importações, não está sendo suficiente para atender ao mercado: o diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura, Adriano Pires, diz que já há um estrangulamento do setor de combustíveis, "um apagão".
Ah, o álcool! Sabe aquela teimosia dos gringos, que produzem o antieconômico álcool de milho em vez de importar o etanol brasileiro de cana, produzido de maneira muito mais eficiente e barata? Pois é, estamos importando álcool americano. E nas bombas o tal etanol acaba saindo mais caro que a gasolina.
Problemas passageiros, diz o Governo. Mas, na dúvida, deixe o tanque cheio.

Brickmann



FOI CONVERSA FIADA