domingo, 27 de fevereiro de 2011

QUEREM UM POUCO MAIS


Deu na Folha:

As imensas reservas de petróleo e a população de apenas 6,4 milhões de pessoas transformaram a Líbia no país com mais IDH da África e um dos mais altos entre os árabes. A Líbia tem uma renda per capta de US$ 12 mil, maior que o Brasil, Argentina e Turquia. A expectativa de vida está em constante alta, chegando a 69 anos em 2004. O Estado fornece benefícios que vão desde subsídios de bens de consumo até fartos programas de assistência a desempregados, aposentados e deficientes, passando por seguros desemprego - que dilui os efeitos para os 30% desempregados. Os investimentos na saúde vem aumentando desde 2002. pelas contas do Pnud, 99% das crianças de menos de um ano de idade estão devidamente vacinadas contra a tuberculose. A taxa de analfabetismo é de 13%. Em matéria de direitos da mulher, o país está anos-luz à frente do Golfo Pérsico. O país continua investindo pesado em infraestrutura, construindo aeroportos e estradas modernas.
Mas não basta. As pessoas precisam de liberdade, ninguém consegue viver sob o terror imposto pelo regime. Apesar dos investimentos, a Líbia precisa de uma verdadeira revolução, pois o seu atraso sociológico e institucional é enorme.

(Dados Folha)

PERSONAGENS CÉLEBRES - 3

TARZAN

Em 1912 o escritor americano Edgar Rice Burroughs, criou "Tarzan, o Rei das Selvas" , romance que alcançaria imensa popularidade. Tarzan fez também carreira no cinema e nas histórias em quadrinhos. Tarzan nasceu na floresta africana. Marinheiros amotinados abandonaram em plena selva seus pais, um casal de aristocratas ingleses. Quando os pais morrem, o menino é adotado por uma macaca, que o cria e protege. Tarzan significa pele branca.
Certa vez aparecem na floresta alguns hmens brancos, entre eles, Lord Greystoke, primo de Tarzan, que estava acompanhado de sua amiga Jane, por quem Tarzan se apaixona.
O caso Jane e Tarzan não teve um final feliz. A moça casou-se com Lord Greystoke.

(Fonte: Dicionário de Cultura Literária - Difel) 

É DISCO QUE EU GOSTO



ESSES MOÇOS

Lupicinio Rodrigues (outro gaúcho) nascido em 1914 e considerado o inventor da dor-de-cotovelo. Gremista apaixonado, foi o compositor do conhecido hino do Gremio Portoalegrense.
Jamelão foi sempre o mais completo interprete de suas músivas. Imbatível.
"Esses Moços" é uma maravilha.

ER

TOMOU O BARCO

MOACYR SCLIAR

Tomou o barco hoje em Porto Alegre, o escritor gaúcho Moacyr Scliar, aos setente e três anos.
Publicou mais de oitenta livros. O primeiro foi "Histórias de Um Médico em Formação", em 1962.
O seu último romance foi comentado aqui no blog recentemente: "Eu vos abraço milhões".
Desde 2003 era membro da Academia Brasileira de Letras.

ER

NUMEROS ASSUSTADORES

Fonte: Ethevaldo Siqueira - OESP

Vale a pena fazer um rápido balanço da trajetória do celular desde sua introdução no mundo em 1981, no Japão e na Escandinávia, e nas Américas, em 1983. Ao longo da história humana, nenhuma outra invenção se expandiu e alcançou tantos seres humanos em tão pouco tempo quanto o celular. Em menos de 30 anos, saiu do zero para alcançar os 5,3 bilhões atuais – quando a população da Terra se aproxima dos 6,8 bilhões de habitantes.
Ou seja: há hoje no mundo 85 telefones móveis para cada 100 habitantes. No final de 2011, o mundo quebrará a barreira dos 6 bilhões de celulares
Ao longo do evento Mobile World Congress 2011, na semana passada, aqui em Barcelona, foram divulgados dados da Wireless Intelligence , que mostram a expansão incomum do número de países que já têm mais celulares do que habitantes.
Na Europa, segundo o banco de dados Wireless Intelligence, a Itália é campeã, com 155 celulares por 100 habitantes. Na sequência, vêm Portugal, com 140; Rússia, com 132; Alemanha, 131; Espanha, com 138; Reino Unido, com 123 e Ucrânia, com 120. Todos os países escandinavos e a Finlândia têm mais 115 celulares por 100 habitantes.
Na Ásia, a grande surpresa é a densidade do Vietnã, que alcança 144 celulares por 100 habitantes. Em segundo lugar, vem o Japão com 94 celulares por 100 habitantes. É claro que, em números absolutos, China e Índia são os dois maiores mercados do mundo.
Na América Latina, a Argentina alcança a expressiva densidade de 133 celulares por 100 habitantes. A penetração do celular no Brasil já supera os 107%.
Os países emergentes têm tido papel relevante na expansão do celular no mundo. No ano passado, dos 600 milhões de novos celulares instalados, 250 milhões foram postos em serviço nos países do quarteto BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China).
A África é o continente com maior ritmo de crescimento, até porque é aquele em que a comunicação móvel chegou mais recentemente. No Oriente Médio, as maiores penetrações são da Arábia Saudita (190) e as de Israel (128).
O caso chinês é o mais surpreendente. Nos últimos 10 anos, a China passou de pouco mais de 6 milhões de celulares para os 842 milhões atuais. A maior operadora do mundo é a China Mobile, hoje com mais de 600 milhões de assinantes.
O Brasil disputa hoje o quinto lugar entre os maiores mercados de telefonia móvel do mundo: 1. China (842 milhões de celulares em serviço); 2. Índia (757 milhões); 3. Estados Unidos (304 milhões); 4. Rússia (220,6 milhões); 5. Indonésia (209 milhões); 6. Brasil (206 milhões) e 7. Japão (122 milhões).

Dados Ethevaldo Siqueira



COMISSÃO DE EDUCAÇÃO